,

O que aconteceu com a Atriz Mischa Barton? - Outro Estranho Caso de Colapso Mental em Hollywood

terça-feira, 31 de janeiro de 2017 32 comentários

A atriz Mischa Barton foi levada para um hospital depois de ser encontrada pendurada em uma cerca gritando sobre o fim do mundo e que sua mãe é uma bruxa. Infelizmente, esse colapso segue um padrão conhecido em Hollywood.

Mischa Barton, a atriz de 31 anos, famosa pelos seus papéis nos filmes "Sexto Sentido" e "The O.C.  - Um Estranho No Paraíso", está sob "avaliação psiquiátrica" ​​depois de um episódio bizarro em sua casa em West Hollywood.

Barton foi encontrada pendurada em uma cerca, vestindo apenas uma camisa e uma gravata, gritando que sua mãe era uma bruxa. Ela também estava divagando que o "mundo estava em colapso" e algo sobre "Ziggy Stardust" - que é aparentemente o nome de seu cão. Ziggy Stardust é o nome do alter-persona "oculto" de David Bowie.

A TMZ publicou um vídeo arrepiante do colapso de Barton, que captura seu estado de angústia total.






Segundo a TMZ, Barton caiu da cerca e disse:


"Oh meu Deus, acabou! Eu sinto isso, e está com raiva!"


Do que ela estava falando? Mischa parece ser mais uma celebridade que surtou completamente aludindo a coisas obscuras, ocultas e sobrenaturais. Embora fontes como Radar Online tenha rapidamente destacado a história de abuso de substâncias dela para explicar a situação, seu consumo de drogas pode ser apenas um sintoma de questões mais profundas.

Uma Estrela Mirim com Uma Trajetória Típica de Um Escravo da Indústria 

Barton entrou no show business e seguiu uma trajetória "instável" muito semelhante a de celebridades como Amanda Bynes e Britney Spears. Como as duas, Barton tem dificuldades de relacionamento com uma mãe controladora. Em 2009, ela foi colocada à força na ala psiquiátrica involuntária 5150 (código para hospitalização sob forte supervisão psiquiátrica) por duas semanas.


"Em julho de 2009, depois de procurar atendimento médico para uma infecção de dente, Barton foi posta por duas semanas sob um 5150, que permite que um psiquiatra involuntariamente confine uma pessoa considerada como tendo um transtorno mental e que torna um perigo para si e para os outros. Ela disse sobre o incidente: "Se eles sentem que você está deprimido ou é um perigo para si mesmo eles podem te colocar em um 5150. Eu tenho horror a agulhas e eles queriam me entupir de drogas e eu disse: "Não, absolutamente não. Eu não quero estar aqui", e entrei numa briga com as enfermeiras, e isso me levou ao 5150."

– Mail Online, The day I was sectioned after a wisdom tooth op, by The OC star Mischa


Barton começou a atuar na tenra idade de 8 anos em várias produções. Aos 13 anos, interpretou o papel de Kyra Collins (a assustadora menina fantasma) no filme "Sexto Sentido". Sabendo como a vida de Barton estava indo, o destino dessa personagem foi um tanto profético. No filme, é revelado que Kyra Collins foi envenenada pela sua própria mãe e foi vítima de Síndrome de Münchhausen. A mãe de Barton parece estar envenenando sua "vida real".

Barton como Kelly no filme "Sexto Sentido". 
Essa cena foi meio perturbadora. 


Nuala Barton tinha sido a assessora de sua filha por anos até que Mischa a acusou de ser uma "mãe gananciosa que dá uma de assessora talentosa".

"No ano passado, ela acusou sua mãe de intencionalmente ter impedido a venda da mansão Beverly Hills de 7 milhões que ela é co-proprietária.

A vila toscana de 7.600 metros quadrados, que possui vista para a Ilha Catalina, foi um dos pontos focais do processo - com a atriz alegando que sua mãe deu a si mesmo co-propriedade do imóvel sem seu conhecimento ou permissão.

Ela acusou Nuala de tirar empréstimos enormes sem seu consentimento - e transformar a casa em seu "caixa eletrônico pessoal". 

Barton até afirmou que ela foi expulsa da casa pelos seus pais que não queriam deixá-la de volta na propriedade. 

Esse caso foi renegado em fevereiro com os termos do acordo afirmando que Nuala iria vender a casa. 

A ação de Barton incluia alegações de que Nuala mentiu sobre seu salário para um filme e não pagou a ela o valor total. 

Ela também acusou sua mãe de abrir uma loja de moda Mischa Barton em Londres e usou o nome da atriz do "Sexto Sentido" para lançar uma linha de bolsas - Barton afirmou que nunca viu um centavo. 

Nuala chamou as acusações de sua filha de "disparate" e o caso foi renegado em fevereiro do ano passado." 

– Daily Mail, Mischa Barton is hospitalized for mental evaluation


Mischa Barton com sua mãe, Nuala.

Barton esteve em uma "espiral descendente" nos últimos anos, visto que ela muitas vezes foi notícia por abuso de substâncias, prisões e festas intensas. Ela frequentava bastante festas em locais onde a elite oculta se reúne como o Chateau Marmont em West Hollywood.

E é claro, ela teve que participar de ensaios com significados perturbadores com fotógrafos patrocinados pela elite, como Tyler Shield.

Mischa enfiando a cabeça num 
forno ... o suicídio está na moda.

Uma sessão de fotos com Shield com um pedaço de
 carne cobrindo um olho (sinal do um olho). O bife no
 olho de Mischa implica que ela foi atingida no rosto. 

Ao contrário de outras estrelas que bizarramente entraram em colapso nos últimos anos, Barton cresceu em uma indústria de entretenimento governada por pessoas sombrias. Ela também mostra sinais de controle mental monarca e sua mãe pode ser sua manipuladora. Isso poderia explicar por que Barton chamou sua mãe de bruxa. 

Não importa o que o caso pode ser, Barton seguiu exatamente o mesmo caminho infeliz de outros escravos da indústria. O mesmo padrão continua se repetindo e continua provando que a indústria do entretenimento é governada por forças verdadeiramente maléficas e tóxicas.

Fonte: VC

Veja Mais


,

Mensagens Subliminares Justin Bieber "What Do You Mean?"

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017 10 comentários

Análise em vídeo do post Justin Bieber "What Do You Mean?" Lyric Video traz Simbolismo Illuminati De Novo (E Desta Vez Não foi Criado por Fãs).


Veja Mais 
Justin Bieber "Where Are Ü Now" Está Repleto de Simbolismo Illuminati 
Snoop Dogg "California Roll" - Um Vídeo Sobre Vender Sua Alma para a Elite Oculta


,

O Significado Oculto de The Weeknd "Party Monster"

Como de costume, o artista The Weeknd lança mais um vídeo sobre sua trajetória no mundo ocultista. O novo vídeo "Party Monster" parece simplesmente mostrá-lo curtindo a vida noturna em um bordel. No entanto, para aqueles mais conscientes, as cenas que aparecem no vídeo têm um significado mais profundo e está em plena sintonia com seus vídeos anteriores (veja todos os artigos sobre The Weeknd aqui). 

Veja à análise no vídeo abaixo:


,

Paris Jackson diz que é Óbvio que Michael Jackson foi Assassinado

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017 22 comentários

Há pouco mais de três anos atrás, falamos sobre o quanto as coisas estavam se tornando estranhas na vida de Paris Jackson. Se você leu o artigo Paris Jackson Entra em Tratamento e Seus Tweets "Illuminati", você lembra que Paris, embora fosse pequena na época em que Michael Jackson morreu, parecia estar bem ciente do lado obscuro da indústria do entretenimento e das circunstâncias estranhas em torno da morte de seu pai. Além do mais, ela estava sofrendo os efeitos colaterais típicos de quem vive próximo dessa indústria. Em 2013, Paris foi internada após uma tentativa de suicídio, com apenas 15 anos na época. Depois disso, ela foi colocada sob vigilância como se ela fosse alguma ameaça para si mesmo ou para alguém. 

Paris devia estar sabendo de muita coisa e foi aprendendo ainda mais após a morte de Michael. Numa entrevista para a revista Rolling Stone publicada nesta semana, ela falou abertamente sobre vários assuntos, incluindo um abuso sexual que sofreu quando era adolescente e, especialmente, o que pensa a respeito da morte de seu pai. Segundo ela, muitas pessoas queriam que Michael morresse. Embora Paris esteja ciente sobre várias coisas, ela sabe que precisa ter cautela para falar sobre certas coisas. Ela disse que tudo isso "é um jogo de xadrez. E eu estou tentando jogar o jogo de xadrez da maneira certa. É tudo o que posso dizer agora".


Paris Jackson: "Meu pai foi assassinado" 

A única filha de Michael Jackson, Paris, diz acreditar que seu pai foi assassinado. 

Em sua primeira entrevista em profundidade, Paris disse à Rolling Stone que estava convencida de que a morte de Jackson em 2009 era "uma armação".

O cantor morreu de uma overdose causada pelo poderoso anestésico propofol. Seu médico Conrad Murray foi posteriormente declarado culpado por homicídio culposo. 

Mas Paris acredita que há mais na história. "Ele dava dicas sobre as pessoas que estavam querendo pegá-lo", disse ela. "E em alguns momentos ele dizia, 'Eles vão me matar um dia'".

Perguntada pelo entrevistador Brian Hiatt, se ela achava que seu pai foi assassinado, a jovem de 18 anos respondeu: "Absolutamente". 

"Porque é óbvio, todas as setas apontam para isso, parece uma teoria de conspiração total... mas todos os fãs reais e toda a família sabem disso. 

Ela continuou dizendo que "muitas pessoas" queriam seu pai morto, e que ela estava jogando um "jogo de xadrez" para trazê-los à justiça. A adolescente não nomeou pessoas específicas, e não implicou Conrad Murray em suas acusações. 

[...]

Paris também revelou que foi sexualmente abusada por um "estranho" quando era adolescente e falou abertamente sobre a depressão e sua tentativa de suicídio de 2013. 

"Eu estava louca", disse ela. "Eu estava realmente louca, eu estava passando por um monte de... uma espécie de angústia de adolescente. E eu também estava lidando com a minha depressão e minha ansiedade, sem qualquer ajuda."

Depois de um período no hospital, ela agora está sóbria e só fuma cigarros mentolados (que carregam seus próprios riscos para a saúde). Ela está seguindo carreiras paralelas de modelo e de atriz e diz que compartilha a paixão de seu pai pelo ativismo ambiental. 

Desde que a entrevista foi publicada na terça-feira, Paris tomou a mídia social para pedir privacidade. "Eu não responderei a qualquer pergunta sobre o artigo da Rolling Stone", ela escreveu no Twitter. "Se você tiver dúvidas, então o leia, está bem claro."

Fonte: BBC


As coisas que aconteceram e ainda estão acontecendo na vida de Paris Jackson é a prova de que aqueles que estão dentro da indústria do entretenimento oculta, ou estão em torno dela, parecem sempre sofrer os mesmos sintomas: depressão, confusão mental, comportamento estranho, abuso sexual etc., e Paris, como filha de Michael Jackson, não está indo por um caminho diferente. Ou seja, mesmo ciente de muita "teoria da conspiração", ela sofre com mesmo os efeitos colaterais de quem está exposto ou está muito próximo dessa indústria sombria.

Veja Mais


O Desfile de Moda Mais Satânico do Mundo

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017 4 comentários

O desfile do estilista chinês Hu Sheguang na semana de moda em Pequim, em 2016, foi totalmente sobre Abuso Ritualístico Satânico e Controle Mental. Assista ao vídeo abaixo:


Veja Mais
Qlimax - O Evento de Música mais Satânico do Mundo?
The Looney Tunes Show - Novo Cartoon e Mesmo Simbolismo Illuminati


,

Filme "Demônio de Neon" revela a Face Verdadeira da Elite Oculta

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017 26 comentários

"Demônio de Neon"  é um filme sobre a indústria da moda e sua obsessão com a juventude e beleza. No entanto, através de sua história e simbolismo, o filme revela a mentalidade perturbadora do mundo da moda e da elite oculta por trás dele. 

Atenção: Este artigo aborda assuntos perturbadores e, além disso, spoilers!

"Demônio de Neon" é doloroso de assistir. O filme não é apenas cheio de longas sequências hipnóticas que enfatizam a importância superficial do mundo da moda, mas deliberadamente se debruça sobre algumas das práticas humanas mais perturbadoras possíveis, incluindo pedofilia, necrofilia, canibalismo e assassinatos ritualísticos. Todos esses horrores são apresentados de uma forma esteticamente agradável e colocados em um contexto elegante, numa aparente tentativa de normalizá-los.

Como na maioria do conteúdo exposto no KIP, esse filme deixa um sentimento desagradável, como se a própria alma fosse violada pelo que foi testemunhado. Claro, esse tipo de resultado é de se esperar de um "filme de terror psicológico", mas a parte mais perturbadora desse filme não é a ficção: são as  verdades obscuras do "mundo real" que o filme parece comemorar. Na verdade, quando se sabe sobre o lado negro da indústria do entretenimento - e a elite oculta que a possui - o filme se torna um manifesto perturbador, uma celebração indulgente de pessoas que se deleitam com a escuridão. Em suma, ele revela o que a indústria realmente é, como ela realmente funciona, e quem está realmente por trás dela.

Através da história de uma jovem inocente que se muda para Los Angeles com grande sonho de ser uma supermodelo internacional, "Demônio de Neon" revela a verdadeira face da indústria do entretenimento.

Vamos analisar "Demônio de Neon".

Cultura da Morte

Submeter-se a esse tipo de filme significa estar exposto à mentalidade distorcida daqueles por trás disso. E desde o início, "Demônio de Neon" nos dá todas as dicas sobre o que o mundo da moda é: uma ​​celebração da cultura de morte, enquanto se alimenta da juventude e inocência.

Na primeira cena do filme, Jesse posa em um ensaio 
onde ela aparece morta depois de ter a garganta cortada.

Se você já leu edições passadas de Imagens Simbólicas, você já está ciente dessa tendência acontecendo em ensaios de moda reais. Aqui está um exemplo de um ensaio real onde a modelo é basicamente um "cadáver da moda".

W Magazine, 2008 

Caçando a Juventude

A modelo no ensaio sangrento é Jesse, uma menina de 16 anos que é "nova na cidade". Ela conhece Ruby, uma artista de maquiagem que de forma indiferente lhe faz perguntas muito específicas.

Visto que Jesse revela que ela é uma jovem e vulnerável 
modelo aspirante, Ruby dá seus intensos olhares como se 
dizendo: "Eu quero consumir você"... literalmente.


- Você acabou de chegar a L.A., Jesse? 

- Como você sabia? 

- Você tem esse olhar. Não se preocupe querida. Essa coisa de "estar assustada" é exatamente o que eles querem. 


Essa coisa de "estar assustada" significa juventude e inocência. "Eles", presas, se alimentam disso... literalmente.

Depois de aprender sobre a situação vulnerável de Jesse, Ruby a convida para uma festa. É assim que os recém-chegados são introduzidos à claustrofóbica bolha social que é o mundo da moda.

No show, Jesse é apresentada a duas outras modelos, 
Gigi e Sarah, que também rapidamente interrogam Jesse. 

Ruby menciona que as cores de batom tendem a vender mais quando têm o nome de alimento ou sexo. Ela então pergunta a Jesse:


 - Você é comida ou você é sexo? 


Esta pergunta estranha se tornará extremamente relevante no final do filme. De fato, há duas maneiras de sua energia vital ser "consumida".

As meninas então assistem a um show bizarro que apresenta uma modelo amarrada. No clímax do show, ela é levantada no ar e colocada em posição que carrega importante significado simbólico.

Enquanto a música está tocando e as luzes 
piscando, a modelo amarrada flutua no ar.

A posição da modelo lembra fortemente o Arco da Histeria de Louise Bourgeois.

 Louise Bourgeois "O Arco da Histeria".

Essa peça de arte e essa posição particular mostrou-se importante para a elite oculta. O serial killer Jeffrey Dahmer colocou uma de suas vítimas decapitadas nessa posição específica (você pode ver a imagem perturbadora aqui se achar mesmo necessário).

Dahmer era um canibal. "Demônio de Neon" também trata do canibalismo e, ainda mais, como abusar de menores.

Keanu Reeves faz o papel de um proprietário de uma pousada que
 aluga quartos para aspirantes a modelo. Ele é uma pessoa horrível.

Em um ponto, o proprietário da pousada diz ao amigo de Jesse para dar uma olhada numa menina em sua pousada.


"Dê uma olhada no quarto 214 se você tiver uma chance. Fugitiva. Treze anos de idade. Lolita verdadeira. Quarto 214. Você tem quer ver."


Mais tarde no filme, o dono do motel entra na sala de 
Jesse para inserir uma faca na garganta. É uma referência 
perturbadora ao abuso violento de modelos jovens.

Através dessas várias cenas, nós compreendemos que Jesse entrou em um mundo perigoso que está procurando consumi-la.

Entrando na Indústria

Jesse é logo recrutada por uma agência de moda que promete trabalhar com "todos os grandes designers", o que a levará ao "sucesso internacional". Quando Jesse admite que ela tem apenas 16 anos de idade e que ela não se formou na escola, ela é dita para dizer às pessoas tem 19 anos.

Ninguém se importa se ela é uma menor. De fato, sua juventude lhe dá esse "algo" que a indústria desesperadamente se aproveita. Juventude não é apenas usada para vender cópias de revistas, é explorada em um nível mais profundo. As civilizações primitivas costumavam sacrificar jovens virgens aos deuses porque se acreditava que elas tinham maior "potência mágica". Esse conceito ainda está vivo hoje. Pessoas com grande riqueza, poder e influência acreditam nesses conceitos ocultos que a maioria pensa que não existem mais. "Demônio de Neon"  aborda essas coisas de uma maneira explícita.

Quando Jesse vai para sua primeira sessão de fotos com um "grande" fotógrafo, as coisas ficam estranhas.

No ensaio, Jesse tem uma adesivo brilhante colado em seu rosto. Seu formato 
lembra a cabeça de Baphomet, com chifres e a tocha de iluminação. Embora 
isso possa ser uma coincidência, o contexto oculto do filme diria o contrário.

Quando o fotógrafo vê Jesse com suas etiquetas douradas, ele parece tomado por ela. Ele diz a todos presentes para sair da sala. Ele então ordena a Jesse que tire todas as suas roupas. Ela ainda tem 16 anos.

Depois, em uma cena estranha, o fotógrafo passa sobre o corpo nu
 dJesse uma tinta dourada, focando em sua garganta. Esta cena pode
 simultaneamente referir-se a eles cortando sua  garganta ou a ela 
sendo "a garota de ouro" da indústria.

Transformação

Jesse é levada a estrelar em um desfile de moda. Esse desfile começa normalmente, mas logo se transforma em um longo e hipnótico ritual oculto que parece transformar profundamente Jesse.

Enquanto Jesse caminha pela pista, uma cena alternativa ocorre simultaneamente em uma dimensão "superior". O desfile de moda é a iniciação de Jesse para a indústria, onde ela descobre seu novo alter-persona.

Jesse encontra-se sob uma pirâmide 
iluminada - símbolo da elite oculta.

 Vemos o nascimento de uma nova Jesse 
que não consegue parar de se beijar.

Após o desfile, uma nova, sexy e não inocente Jesse nasce.

Uma nova Jesse é "revelada". Ela não é mais uma menina boazinha.
 Ela quer fazer parte do mundo glamoroso e superficial da moda.

Sob o Olho Que Tudo Vê

À medida que Jesse avança para o mundo da moda, somos sutilmente introduzidos ao mundo oculto oculto que o governa. Também somos fortemente introduzidos ao símbolo que o representa: o onipresente olho que tudo vê (claro). No filme, o olho que tudo vê, ou o olho no céu, está associado com a lua.

Sob a lua cheia, Jesse fala sobre como ela não tem 
talento discernível exceto por ser bonita... e sobre 
como ela costumava falar com a lua.


"Quando eu era criança, eu saia no telhado à noite. Eu achava que a lua parecia um grande olho redondo. E eu olhava para cima e dizia: Você me vê?"


Jesse queria ser notada pela indústria do entretenimento. Ela queria que o "grande olho redondo" a visse. Bem, ele a viu. Ela foi iniciada na indústria.

Quando as coisas ficam perigosas em sua pousada, Jesse é convidada a ficar na casa de Ruby... e as coisas ficam ainda mais estranhas. Ela está agora presa dentro de uma casa de elite, e os predadores estão circulando lá dentro.

No início, Ruby tenta forçar Jesse, que 
admite ser virgem, a se relacionar com ela.

Quando Jesse a empurra, Ruby fica nervosa. Se Jesse não pode ser sexo, ela será comida (você se lembra dessa frase acima?). Mas primeiro, Ruby tem que fazer algo rápido.

Na próxima cena, vemos Ruby em seu segundo emprego em um necrotério, onde ela faz maquiagem em cadáveres. Quando ela recebe o corpo de uma jovem mulher, Ruby fica excitada.

Ruby beija e acaricia um corpo morto (sim,
 o filme chega a esse nível) por muito tempo.

Enquanto essa cena perturbadora está acontecendo, outra cena se justapõe a ela.

Enquanto Ruby se entrega a uma
 necrofilia, Jesse se toca sensualmente.

Essa cena irritante se arrasta por muito tempo. Quando Ruby fica excitada e gemendo, os sons se intensificam e percebemos que os cineastas estão realmente tentando fazer essa cena excitante para os telespectadores. É como se eles estivessem realmente interessados ​​nessas coisas e que eles também gostassem.

Depois dessa cena desnecessária, Jesse se veste sem nenhuma razão aparente. Ela se torna o cordeiro sacrificial.

Jesse se veste em um vestido branco, parecendo
 uma jovem prestes a ser sacrificada aos deuses.

Quando Jesse vai para fora, Ruby e suas duas amigas modelos vão atrás dela e a matam.

Sacrifício de sangue. Os cineastas fizeram
 essa cena de morte o mais elegante possível.

Ruby e suas amigas não apenas matam Jesse... elas a consomem. Literalmente.

Ruby está literalmente se banhando com o sangue de Jesse. As duas 
outras modelos também estão encharcadas de sangue no chuveiro.

Após essa cena nauseante, vemos Ruby participando de um ritual estranho sob a lua cheia - o "olho redondo grande". Ela está demonstrando servidão ao Olho que tudo vê.

Ruby se deita no chão, num banho de lua.

Como se para enfatizar a cultura da morte, Ruby é então vista 
deitada sobre onde os restos mortais de Jesse foram enterrados.

Enquanto isso, as outras duas modelos que consumiram Jesse são destaque em um ensaio de alto nível. Aparentemente, o fato de terem comido Jesse lhes conferiu o fator determinante que as torna desejáveis ​​pela indústria novamente. No entanto, durante o ensaio, uma das modelos se sente enjoada.

A modelo não consegue aguentar Jesse dentro dela. Ela
 se esfaqueia no estômago e vomita o globo ocular de Jesse.

A outro modelo pega o globo ocular não digerido.

O que ela faz com o globo ocular? Adivinhe.

Ela come inteirinho!

Então, com um olhar completamente vago em seu rosto, a modelo retorna para o seu ensaio.

Entăo, que diabos aconteceu? Qual é a moral da história?

Bem, "moral" não é realmente uma palavra que se aplica aqui. "Moral" significa "preocupação com os princípios do comportamento correto e errado e com a bondade ou a maldade do caráter humano". Não há "moral" aqui, apenas uma exposição sobre o que é o mundo da moda.

"Demônio de Neon" descreve como a indústria se alimenta de meninas jovens (de preferência muito jovens), prendendo-as em um mundo que não podem escapar. Ele retrata como as pessoas na indústria estão profundamente envolvidas em práticas doentias motivadas por rituais obscuros.

Jesse, uma menina simples de uma cidade pequena, estava cheia da beleza natural e vitalidade que os vampiros de Hollywood sem alma desejam tão desesperadamente. Depois de anos dentro da fossa que é a indústria da moda, toda a humanidade tem sido sugada por eles, deixando-os com anseio de mais sangue jovem.

Almas inocentes ainda não contaminadas pela indústria são atraídas para o "círculo íntimo" para então serem exploradas. Quando elas não podem mais ser usadas, são descartadas. Aqueles que chegam lá na indústria são aqueles que lucram com a exploração - aqueles que "absorvem" a força vital dos outros. Aqueles que chegam lá são aqueles que venderam completamente sua alma e estão dispostos a engolir o globo ocular oculto da elite para continuar.

"Demônio de Neon" é sobre celebrar tudo isso. Literalmente.

A festa da estreia de "Demônio de Neon" apresentou as estrelas comendo 
globos oculares. Atrás delas havia uma pirâmide sem o globo ocular no topo.

Conclusão

Depois de se assistir a "Demônio de Neon", não é surpreendente saber que o filme fracassou na bilheteria. É uma peça promocional indulgente e exagerada, feita pela indústria e para a indústria.

E o filme não tem como objetivo "expor" ou "revelar" nada. Ele apenas tenta fazer tudo parecer legal, moderno e na moda. O que torna esse filme mais perturbador é o fato de que há uma verdade por trás da ficção. As pessoas nos níveis mais altos dessa indústria estão, de fato, mergulhadas em abuso sistemático, exploração e todo tipo de outras práticas repugnantes. Elas são tão protegidas pelo sistema que elas podem fazer filmes sobre essa porcaria e ninguém interrompe sua diversão.

Por que eles estão tão interessados ​​nisso? Bem, uma vez que você engole o globo ocular oculto da elite, ou você fica infectado para sempre... ou você morre.

Fonte: VC

Veja Mais
A Interpretação Oculta do Filme "Cisne Negro"
Filme "American Ultra: Armados e Alucinados" - Outra Tentativa de fazer o MKULTRA parecer Legal


Imagens Simbólicas (novembro & dezembro/16)

domingo, 8 de janeiro de 2017 14 comentários

Lady Gaga na capa da revista Harper's Bazaar escondendo um olho. Embora
 ela tenha assumido uma persona mais serena nessa nova era de sua carreira,
 isso mostra que ela ainda faz parte da mesma indústria que lhe deu fama.

Na capa da revista Rogue, temos Asa Butterfield, o protagonista do filme 
"O Menino do Pijama Listrado", juntando-se ao time dos artistas que fazem
 o sinal do "um olho" e deixando claro que, na verdade, eles fazem parte 
do time dos escravos da indústria.

Nesta foto, Asa Butterfield está recriando o olho dentro do 
triângulo com suas mãos, em ensaio para a revista Schön!

Mesmo ensaio, mesmo simbolismo.

Kelly Osborne também está escondendo um 
olho na capa alternativa da mesma revista.

Jared Padalecki, Jensen Ackles e Misha Collins na mesma 
revista... fazendo o mesmo sinal. Bastante revista Rogue hoje.

A capa da revista L’Officiel mostra o ator Lee Jong Suk 
escondendo um olho, ou será apenas coincidência?

Não, não era apenas coincidência.

Até em videogames somos obrigados a ver isso.

A modelo Asia Argento está se certificando
de que toda sua família está fazendo esse sinal.

A cantora sueca Noonie Bao está se juntando
 também ao time do "um olho" da indústria.

Nesta foto, uma bolha passa acidentalmente sobre o olho direito de Noonie
 Bao. Ué, mas as bolhas não são reais; foram feitas por meio de computação 
gráfica!! Então não foi um acidente!!

Homens podem ser sex-kitten também. Este é Robbie Williams totalmente 
coberto de borboletas (programação monarca). Por alguma razão, ele mostrou
 sua cueca para o público, que continha um felino. Em suma, ele estava 100%
 vestido de um "uniforme" de programação MK Beta Kitten.

Um leitor enviou esta imagem de uma peça de roupa das Lojas 
Marisa. A ordem agora parece fazer o sinal do "um olho".

Este é o anúncio de uma baile de máscaras que aconteceu no Halloween em Detroit. 
Além de o anúncio trazer o simbolismo do "um olho", o nome do baile é mais um tributo
 ao filme de Stanley Kubrik "De Olhos Bem Fechados", que está repleto de referências
 ocultas, veja a análise aqui.

A capa do single "Company" de Tinashe a mostra sentada bem 
debaixo de uma cabeça de carneiro. Sua "companhia" é Baphomet.

O anúncio do filme "Dr. Estranho" traz também o simbolismo do "um
 olho". Além de o filme ser realmente "estranho", ele está recheado de 
simbolismos ocultos e outras referências.

Neste outro anúncio, vemos explicitamente 
o olho, o símbolo favorito da elite oculta.

Na verdade, este é o olho de Agamotto, que o personagem usa em seu 
peito como amuleto. Sempre o olho! Olhe a mão esquerda do personagem!

Jornais em todo o mundo anunciaram um projeto de criação da primeira "nação no 
espaço". Eles dizem que a medida "promoverá a paz, abrirá o acesso às tecnologias espaciais 
oferecerá proteção aos cidadãos do planeta Terra". Isso é ótimo! Mas por que há um olho de Hórus gigante bem nessa representação oficial da nação espacial? Eu acho que a elite 
oculta está querendo encher o saco de toda a galáxia com o sinal do "um olho".

Agradeço a todos que enviaram imagens e outras sugestões em 2016.

Veja Mais
Imagens Simbólicas (setembro & outubro/16)
Imagens Simbólicas (julho & agosto/16)