O POLÊMICO DOCUMENTÁRIO "LEAVING NEVERLAND"

Lançado recentemente nos EUA, o documentário 'Leaving Neverland' traz o depoimento de dois homens que dizem ter sofrido abuso sexual por Michael Jackson quando eram pequenos. Os dois rapazes deram detalhes chocantes sobre centenas de abusos que teriam sofrido quando tinham entre sete e dez anos. As denúncias afetaram fortemente a reputação do artista, que já era problemática. As estações de rádio pararam de tocar suas músicas, LEIA O RESTANTE AQUI

Algo está Terrivelmente Errado com a Linha de Roupas Infantis Caroline Bosmans

[ segunda-feira, 12 de agosto de 2019 | 0 comentários ]

Caroline Bosmans é uma marca de luxo para crianças que é altamente aclamada em sua terra natal na Bélgica e em todo o mundo da moda. Popular entre as crianças de ricos e famosos (por exemplo P. Diddy), a marca é descrita como “radical e gráfica” por especialistas em moda. De fato, embora Caroline Bosmans crie roupas para bebês e crianças, ela é sobre estar na moda.

No entanto, há um problema. O mundo da moda é doentio e distorcido. Adicionar crianças ao páreo é muitas vezes uma receita para se poder dizer "mas o que tem de errado nisso". Um bom exemplo é a marca infantil NUNUNU, que, como pode ser visto no artigo A Perturbadora Coleção de Roupas Sem Gênero de Céline Dion, é simplesmente revoltante: referências ao abuso infantil, à sexualização de crianças e até mesmo ao satanismo.

Infelizmente, o marketing em torno de Caroline Bosman envia a mesma vibe perturbadora. Quase todas as imagens colocam as crianças em contextos bizarros, opressivos e desagradáveis, nos quais se acrescenta muito simbolismo revelador. Somando-se a uma vibe ruim, todas as crianças nessas fotos promocionais parecem tristes, chateadas, traumatizadas ou... mortas. Em suma, a marca é um reflexo da subcultura doentia da elite oculta que usa crianças como presas.

Aqui estão alguns exemplos.

O Site

Os visitantes do site oficial da marca são recebidos com um monte de fotos que resumem a marca: uma mistura de crianças com a estranheza do mundo da moda.

Bem-vindo ao maravilhoso 
mundo de Caroline Bosmans.

A criança é segurada por um cara
 oleoso vestindo apenas uma sunga.

Uma criança vestida de drag segurada por um homem 
vestido de drag. Ninguém parece estar curtindo esse momento.

Um passatempo favorito da elite é vestir as meninas como
 mulheres adultas sexy (veja o artigo sobre Desmond Is Amazing).

Isso não parece um ambiente 
seguro e estimulante para uma criança.

Asfixia.

A marca adora fotos de crianças que parecem
 adormecidas… ou drogadas… ou mortas.

Outra foto de uma criança que parece morta. Nas 
camisas e calças das crianças estão as palavras “Eat
 People”. A elite é obcecada pelo canibalismo.

Outra foto de uma criança que parece morta. Havia veneno
 naquele copo? As camisetas retratam uma boneca Barbie nua que
 está virada para baixo dentro de um copo. Tudo aqui alude ao 
abuso e à perda da inocência.

O site tem uma seção chamada "Artwork", onde as crianças são usadas como acessórios em configurações estranhas.

Isso parece estranho.

Este bodysuit coloca em exibição órgãos internos. 
É inquietante olhar e provavelmente é perturbador usar.

Rosto coberto (despersonalização) e
 um crânio gigantesco (símbolo da morte).

A cabeça inteira dessa criança está coberta de 
mãos. Eles adoram colocar as mãos nas crianças.

Essa não parece uma situação
 divertida para uma criança.

O garoto da direita usa uma roupa dizendo "Estou muito
 confuso". Além disso, há um olho (o símbolo favorito da 
elite oculta) com uma lágrima. Isso é sobre abuso.

Um exército de garotos clonados? Por quê?

Conta do Instagram

Não ao contrário da NUNUNU, percorrer a conta do Instagram de Caroline Bosman leva a um sentimento cada vez mais intenso de medo e desgosto. Aqui estão alguns exemplos.

A conta do Instagram contém fotos de crianças 
em um hospital. Isso está muito errado.

As crianças vão aos hospitais quando estão doentes 
ou sofrendo. Eles não querem estar lá. Essa marca usa esse 
contexto perturbador para vender roupas superfaturadas.

Por que ela está vestindo isso em um hospital?

Tire essa garota daqui! Embora isso seja totalmente 
desconcertante, a sessão de moda está perfeitamente alinhada
 com o tema abrangente de traumatizar as crianças.

Esta foto não é nem mesmo um ensaio de moda. É uma 
criança real em um hospital com as hashtags #alwaysfunwiththiskid e
 #bruisednotbroken. Há uma frieza aqui que é extremamente assustadora.

#Prontoparadepoisdafesta? Algum maluco postou nos
 comentários: "Eu gostaria de me juntar a ela! ;-)". Então Caroline 
Bosman responde: “Mas primeiro alguns coquetéis!”...O quê?

O quarto comentário diz tudo.

Por alguma razão, eles decidiram trocar uma
 criança com um boneco do Ken. Simbólico. E o que
 diabos está saindo da boca da criança?

Há um monte de fotos de crianças nessa posição. Por 
quê? Algum maluco postou um comentário “Bottoms up”.

Aqui está outro exemplo. E há muito mais. 
Algumas pessoas nos comentários parecem estar
 extremamente animadas com essas fotos.

Esse garoto está segurando seu pipi?
 Quem disse para ele fazer isso? Por quê?

Junto dessas fotos perturbadoras de crianças, há frases
 como esta: "Eu sei o certo do errado. O errado é o divertido".

As pernas deste garoto parecem estar 
machucadas. Além disso, há um adesivo
 do logotipo da marca. Esquisito.

Há uma fixação doentia 
em crianças sendo feridas.

É claro que para provar que tudo isso faz parte 
da agenda da elite, há vários sinais do um olho lá.

Outro.

Todas as crianças parecem absolutamente infelizes nessas fotos.

Conclusão

Caroline Bosmans é mais uma marca de roupas “de luxo” para crianças que mistura alta moda com uma sub-cultura perturbadora que é obcecada em crianças por todas as razões erradas. É tudo sobre caçar crianças, colocando-as em situações traumatizantes, aludindo ao seu abuso e sexualizando-as. Qual é o propósito de tais imagens revoltantes? Isso realmente ajuda a vender produtos ou há uma agenda mais profunda por trás disso? Se alguém combina a imagem desta marca com o que foi observado na NUNUNU, um padrão claro emerge. Não é sobre o amor às crianças, é sobre o ódio. É sobre o uso e abuso delas. É sobre o mal.

Em uma escala mais ampla, é sobre a elite oculta sequestrando crianças, submetendo-as ao controle mental baseado no trauma e colocando-as em redes de pedofilia. O simbolismo dessas marcas é uma celebração dessa cultura doentia. E as celebridades estão muito felizes jogando seu dinheiro nelas.

The Vigilant Citizen

Veja Mais


Jeffrey Epstein foi assassinado?

[ domingo, 11 de agosto de 2019 | 0 comentários ]

Em meu último artigo sobre Jeffrey Epstein, expus alguns fatos explicando como ele poderia ser assassinado mais cedo ou mais tarde. Bem, dez dias depois, o financista bilionário, cujo julgamento poderia ter exposto as mais feias verdades da elite mundial, foi encontrado morto num “aparente suicídio”. De acordo com fontes de notícias, seu corpo foi encontrado pendurado em sua cela no dia 10 de agosto às 7h30 no Metropolitan Correction Center de Nova York. Ele foi transportado de sua cela para um hospital em Manhattan, onde foi declarado morto com parada cardíaca. 

Embora a mídia de massa tenha imediatamente impulsionado a tese do suicídio, isso simplesmente não faz sentido.

Epstein Estava na Prisão Mais Rigorosa dos EUA

O Metropolitan Correction Center

Epstein foi detido no Metropolitan Correction Center, em Manhattan, considerado a “prisão mais rigorosa dos Estados Unidos”. Dentro das paredes desta prisão, as luzes fluorescentes nunca são desligadas e os presos não experimentam quase nenhuma interação humana. Além disso, Epstein foi mantido na área mais segura da prisão. Os presos são mantidos em suas celas por 23 horas todos os dias e câmeras de vigilância os assistem enquanto tomam banho, vão ao banheiro e sentam-se sozinhos em suas celas fortemente trancadas. Além disso, Epstein era um preso extremamente importante.

Em suma, todas as condições foram atendidas para que ele fosse observado de perto, o tempo todo, por uma equipe de pessoas treinadas para monitorar os internos e responder prontamente em caso de crise.

Considerando esses fatos, como pode Epstein se enforcar sozinho e morrer sem desencadear um grande alerta de segurança? Mas isso não é tudo.

Epstein Estava em Observação Suicida

Duas semanas atrás, Epstein foi descoberto semiconsciente, deitado em posição fetal com marcas no pescoço. Apesar da vigilância constante dos detentos em sua área de prisão, as autoridades nunca confirmaram o que realmente aconteceu. No entanto, sabemos que o evento levou Epstein a ser colocado em observação suicida.


Epstein, de 66 anos, foi encontrado semiconsciente com marcas em seu pescoço em sua cela no Metropolitan Correction Center de Manhattan, nos últimos dois dias, disseram as fontes. Epstein está em observação suicida, disseram duas fontes.

Enquanto as duas fontes disseram que Epstein pode ter tentado se enforcar, uma terceira fonte alertou que os ferimentos não eram sérios, questionando se Epstein poderia ter encenado um ataque ou uma tentativa de suicídio para obter uma transferência para outra instalação.

Outra fonte disse que um ataque não havia sido descartado e que outro preso na unidade de Epstein, identificado por fontes como Nicholas Tartaglione, havia sido questionado. Fontes também disseram que Epstein e Tartaglione eram companheiros de cela.

– NBC News, Jeffrey Epstein found injured with marks on his neck in New York jail cell, sources say


Em uma prisão de segurança de nível máximo, como o Metropolitan Correction Center (que também é conhecido como o “Guantánamo de Nova York”), você acredita que a observação suicida não é brincadeira. Veja o que esse processo geralmente envolve:


A observação suicida é um processo de monitoramento intensivo usado para garantir que uma pessoa não possa tentar o suicídio. Geralmente, o termo é usado em referência a presos ou pacientes em uma prisão, hospital, hospital psiquiátrico ou base militar. As pessoas são colocadas em observação suicida quando se acredita que elas exibem sinais de alerta indicando que podem estar em risco de cometer lesões corporais ou lesões corporais fatais.

Pessoas sob observação de suicídio são colocadas em um ambiente onde seria difícil para elas se machucarem. Em muitos casos, quaisquer itens perigosos serão removidos da área, tais como objetos pontiagudos e alguns móveis, ou podem ser colocados em uma cela acolchoada especial, que não tem nada aflorando nas paredes (por exemplo, um gancho para roupa ou porta de fechamento) para fornecer um local para a fixação de uma ligação e apenas com uma grade no chão. Eles podem ser despojado de qualquer coisa com a qual possam se machucar ou usar como um laço, incluindo cadarços, cintos, gravatas, sutiãs, sapatos, meias, suspensórios e lençóis. Em casos extremos, o preso pode ficar completamente despido.

Em casos ainda mais extremos, os detentos podem ser colocados em “restrições terapêuticas”, um sistema de retenção de quatro ou cinco pontos. O preso é colocado de costas em um colchão. Seus braços e pernas estão amarrados e um cinto é colocado no peito. Em um sistema de cinco pontos, a cabeça também é contida. Um recluso pode ter uma amplitude de movimento a cada 2 horas, quando um dos membros é liberado e eles podem movê-lo por um curto período. Eles são então restringidos novamente, seguindo para o próximo membro. Este processo é repetido até que todas as áreas restritas tenham sido movidas. Este processo geralmente continua em turnos de 8 horas, e o detento tem um encontro face a face com um profissional de saúde mental pelo menos uma vez a cada intervalo de 8 horas. Isso não pode continuar por mais de 16 horas consecutivas. O preso é continuamente observado pela equipe durante esse tempo.

- Suicide Watch, Wikipedia


Para resumir a situação, Epstein estava dentro da prisão mais segura dos Estados Unidos e ele era um preso extremamente importante. Ele estava na área mais segura da prisão e também estava em observação suicida. Não havia absolutamente nenhuma maneira que ele poderia ter morrido por enforcamento sem ser impedido pela segurança da prisão.

Isso foi claramente permitido acontecer.

Permitido Acontecer

Pessoas próximas ao caso alertaram sobre o provável
 assassinato de Epstein semanas antes do ocorrido.

Algumas semanas atrás, Spencer Kuvin, um advogado que representou três mulheres no julgamento de 2008 contra Epstein, disse isso sobre a primeira “tentativa de suicídio” de Epstein.


“Eu questiono se foi ou não uma verdadeira tentativa de suicídio na qual o Sr. Epstein estava envolvido na prisão ou se pode ou não haver pessoas poderosas que simplesmente não querem que ele fale. Se ele for a julgamento, todos com quem ele esteve em contato acabarão sendo criticados. Não há dúvida em minha mente de que nenhuma cadeia irá protegê-lo quando houver pessoas poderosas que desejam pegar você - onde quer que você esteja. Se ele vai implicar com alguém no poder que tem a capacidade de alguma forma de chegar a ele - sua vida está definitivamente em perigo. 

Eu questiono se foi uma verdadeira tentativa de suicídio. Quero dizer, como você se engasga? Não faz nenhum sentido. Há relatos de que alguém veio atrás dele, mas isso só pode ser porque ele é um pedófilo. Esses tipos de indivíduos não duram muito na prisão. Se Epstein está na população em geral ou em qualquer lugar disponível para a população em geral, acredito que sua vida está em risco. Eles terão que selá-lo na cadeia. Mas mesmo lá ainda há pessoas que podem chegar até ele.”



O suposto membro da Casa Branca que vazou para o Qanon também previu a morte de Epstein logo após sua prisão.



Claramente, muitas pessoas previram isso chegando e mesmo assim isso aconteceu. Além disso, muitas pessoas que trabalhavam no Metropolitan Correction Center não conseguiram realizar seu trabalho. E eles provavelmente foram ordenados a não fazer o seu trabalho... porque Epstein tinha que morrer.

Consequências de Sua Morte

A morte de Epstein é extremamente conveniente para a elite mundial. Embora a mídia de massa tenha sido extremamente cuidadosa ao não comunicar informações que poderiam prejudicar seus donos de elite, um longo teste apresentou altos riscos de vazamentos sensíveis. Indivíduos de alto gabarito de todo o mundo corriam o risco de se envolver em um caso sórdido envolvendo o tráfico e o abuso de menores. Em uma escala mais ampla, a cultura e o estilo de vida doente e distorcido da elite mundial estavam sendo expostos.

Além disso, uma investigação mais detalhada sobre algumas “organizações sem fins lucrativos”, como a Fundação Clinton (com a qual Epstein estava profundamente envolvido) e o Projeto TerraMar de Ghislaine Maxwell, poderiam ter aberto um gigantesco vespeiro. Eles não querem que as massas descubram a verdadeira razão pela qual a elite está tão preocupada com o Haiti e por que tantas pessoas vão para lá para fazer “trabalhos de caridade”.

Agora que Epstein está morto, analistas jurídicos já estão dizendo que o caso federal não avançará. Muitas pessoas poderosas estão agora fora do foco e a mídia gradualmente irá parar de reportar sobre o que aconteceu na Ilha Epstein e no Lolita Express.

Mais uma vez, a elite oculta mostrou seu poder matando alguém que poderia prejudicá-la e, provavelmente, ninguém será responsabilizado.

The Vigilant Citizen

Veja Mais
Dentro das Mansões de Jeffrey Epstein: Fotos Perturbadoras
Jeffrey Epstein: A Verdadeira Face da Elite Oculta


,

O Significado Oculto de Avril Lavigne "I Fell In Love With The Devil"

| 0 comentários ]

O novo vídeo de Avril Lavigne "I Fell In Love With The Devil" é mais um vídeo que retrata uma cantora juntando-se ao lado negro da fama. Se você conhece nosso canal, você certamente já assistiu diversas análises de vídeos que seguem essa mesma temática, e que exibem esses códigos e símbolos há anos. Vários artistas já lançaram músicas contando como lidaram com o diabo, que é sempre usado como uma metáfora para a indústria da música, ou alguma pessoa manipuladora que controla a carreira deles.

Assista à análise no vídeo abaixo:



Dentro das Mansões de Jeffrey Epstein: Fotos Perturbadoras

[ domingo, 4 de agosto de 2019 | 0 comentários ]

As coisas não estão indo bem para Jeffrey Epstein. Atualmente, ele está detido no Metropolitan Correction Center, em Manhattan, considerado a prisão mais rigorosa dos EUA. Epstein está mantido na área mais segura desta prisão, onde as luzes fluorescentes nunca são desligadas. Os presos não experimentam quase nenhuma interação humana, são mantidos em suas celas 23 horas por dia, e as câmeras de vigilância os assistem enquanto tomam banho, vão ao banheiro e sentam-se sozinhos em suas celas fortemente trancadas.

Apesar desses fatos, Epstein foi encontrado em sua cela “semiconsciente, ferido e em posição fetal” com marcas no pescoço. Uma semana depois, os investigadores ainda tentam "juntar as peças" do que aconteceu na cela de Epstein, e o Departamento Federal de Prisões ainda se recusa a comentar o incidente.

Considerando o equipamento de vigilância de alta tecnologia do Metropolitan Correction Center, o mistério em torno do incidente é bizarro. Algumas fontes de notícias afirmaram que Epstein tentou se enforcar ou fingiu uma lesão para poder ser transferido para outro lugar. Outros acreditam que um ataque foi direcionado contra Epstein.

De acordo com Spencer Kuvin, um advogado que representou três mulheres no julgamento de 2008 contra Epstein, a vida do bilionário está em perigo. Kuvin acredita que um ataque foi ordenado contra Epstein para garantir que ele não testemunhe contra seus amigos de elite.


“Eu questiono se foi ou não uma verdadeira tentativa de suicídio na qual o Sr. Epstein estava envolvido na prisão ou se pode ou não haver pessoas poderosas que simplesmente não querem que ele fale. Se ele for a julgamento, todos com quem ele esteve em contato acabarão sendo criticados. Não há dúvida em minha mente de que nenhuma cadeia irá protegê-lo quando houver pessoas poderosas que desejam pegar você - onde quer que você esteja. Se ele vai implicar com alguém no poder que tem a capacidade de alguma forma de chegar a ele - sua vida está definitivamente em perigo.

Eu questiono se foi uma verdadeira tentativa de suicídio. Quero dizer, como você se engasga? Não faz nenhum sentido. Há relatos de que alguém veio atrás dele, mas isso só pode ser porque ele é um pedófilo. Esses tipos de indivíduos não duram muito na prisão. Se Epstein está na população em geral ou em qualquer lugar disponível para a população em geral, acredito que sua vida está em risco. Eles terão que selá-lo na cadeia. Mas mesmo lá ainda há pessoas que podem chegar até ele.”

– The Sun, ‘IN DANGER’ Jeffrey Epstein’s life ‘in jeopardy’ as powerful pals ‘don’t want their secrets out’, victim’s lawyer claims


Embora a permanência de Epstein na prisão esteja longe, sua vida anterior era toda sobre conforto, luxo e o abuso repugnante de crianças. Fotos tiradas dentro de sua mansão na Flórida durante uma invasão provam isso.

Invasão em 2005 na Mansão de Epstein na Flórida

O Daily Mail obteve recentemente um vídeo de uma batida policial na mansão de Epstein na Flórida em 2005. Alguns dos itens encontrados no local são extremamente perturbadores. Por exemplo: Por que há uma cadeira de dentista totalmente equipada em sua casa?

Uma cadeira de dentista totalmente equipada
 foi encontrada dentro do banheiro.

Ao lado da cadeira tem um aparelho com uma lâmpada, 
brocas e outros instrumentos utilizados pelos dentistas.

Quatorze anos depois, ainda não há uma explicação clara do porquê dessa cadeira de dentista estar em sua casa. Epstein fazia tratamento dentário em casa?

Obs: Embora o artigo do Daily Mail e outras fontes descrevera este item como uma “cadeira de dentista”, ele na verdade parece ser uma máquina de alta frequência usada por esteticistas para realizar tratamentos faciais.

Na parede há um desenho bizarro de um bebê e uma caveira.
 Abaixo dos desenhos estão as citações "Um amigo pode bem ser 
considerado a obra-prima da natureza", de Ralph Emerson, e 
"Vida longa e próspera", de Spock.

A mansão continha muitos outros itens normalmente pertencentes a abusadores de crianças.

Um urso de pelúcia sentado 
em uma mesa de cabeceira.

Um retrato de uma pessoa em dor e desespero.

Uma foto de uma adolescente (por volta dos 15 anos?) em
 um minúsculo biquíni. A foto foi tirada na Ilha Epstein?

Uma outra mulher não identificada
 que se encontra em uma praia.

Uma foto de uma jovem nua com os braços
 acima da cabeça. Foi tirada antes do abuso?

Fotos de bebês e crianças.

Fotos de um homem não identificado com 
um bebê e uma menina num vestido branco.

Algumas fotos eram tão vis que a polícia as censurou no 
vídeo da invasão. Dizem que essa foto mostrava uma menina 
de 6 anos de idade curvada em um vestido minúsculo.

Uma foto de Epstein e sua “namorada” 
Ghislaine Maxwell com o Papa João Paulo II.

Ghislaine Maxwell - a filha do magnata da mídia britânica Robert Maxwell - foi descrita por Epstein como sua "namorada principal". No entanto, documentos judiciais recentemente revelados revelam que Maxwell era na verdade uma “madame” que recrutava jovens vítimas e abusava delas ao lado de Epstein.

Há muitas fotos de Ghislaine Maxwell na mansão de Epstein.

Esta foto de Ghislaine Maxwell nua é uma 
das muitas encontradas ao redor da casa.

Um retrato de Ghislaine
 acima de um vaso sanitário.

Várias fotos incluindo uma mulher 
de topless e duas pessoas na cama.

Como dito acima, essas imagens foram tiradas em 2005. Se você acredita que a condenação de 2008 de Epstein por solicitar uma menor para prostituição mudou seu jeito, você está completamente errado.

Invasão de 2019 na Mansão de Epstein em Manhattan 

O FBI invadiu a mansão de Manhattan de Epstein em julho de 2019 e os resultados foram bastante contundentes, pois correspondiam às descrições feitas por supostas vítimas. Embora não haja imagens disponíveis do momento da invasão, a Procuradoria dos EUA em Manhattan revelou alguns dos objetos encontrados no site. Aqui estão alguns deles:
  • Centenas de fotos nuas de meninas e mulheres jovens
  • CDs rotulados como "Misc nudes 1" e "Girl pics nude", ou nomes individuais de meninas
  • Notas e mensagens que alegadamente apoiam novas acusações de tráfico sexual contra a Epstein
  • Uma mesa de massagem
  • Brinquedos sexuais
  • Lubrificante
  • Um cofre contendo dinheiro e diamantes
  • Um passaporte vencido com foto de Epstein e um nome falso emitido no início dos anos 80 em um "país estrangeiro" listando a Arábia Saudita como país de residência de Epstein
Imagens da invasão provavelmente revelariam muitas informações adicionais.

Conclusão

Imagens da invasão de 2005 não só provam que Epstein era um pedófilo, mas também provam que ele aderiu totalmente à cultura de abuso infantil e controle mental da elite oculta. Eles não apenas se entregam ao abuso, eles o celebram através da “arte” e moldam seus estilos de vida inteiros em torno dele. Eles gastam uma quantidade espantosa de tempo e energia para recrutar menores e atraí-los para o covil de abuso. Tudo é sistemático e organizado, e envolve as pessoas mais ricas e poderosas da Terra.

Quem disse que tudo isso era uma "teoria da conspiração"?

The Vigilant Citizen

Veja Mais
Jeffrey Epstein: A Verdadeira Face da Elite Oculta
O Escândalo de Harvey Weinstein