,

O Significado Sombrio de Billie Eilish “all the good girls go to hell”

sábado, 7 de setembro de 2019 Leave a Comment

Embora comercializado como uma música sobre o aquecimento global, o vídeo de “all the good girls go to hell” contém símbolos e referências que aludem a uma mensagem espiritual mais sombria. Aqui está o significado mais profundo de “all the good girls go to hell”.


Atualmente, Billie Eilish é a estrela pop mais popular e influente do mundo. Se você está se perguntando "Billie who?", você provavelmente não é uma garota de 14 anos, pois quase todas as meninas de 14 anos conhecem Billie Eilish. Na verdade, ela é a ídolo adolescente atual que está sendo retratada na capa de todas as revistas para adolescentes, em todas as mídias sociais, e sendo discutida em todos os sites de fofocas. A prova inegável da popularidade de Eilish pode ser encontrada no YouTube, pois seu vídeo, “all the good girls go to hell”, atingiu mais de 13 milhões de visualizações e 140.000 comentários em menos de 24 horas. Billie Eilish também está recebendo muitos elogios na indústria da música, pois foi considerada o "futuro do pop" por várias figuras proeminentes.

Embora os fãs de Billie amem o estilo e a personalidade únicos da cantora, não há definitivamente nada de exclusivo nos temas e no simbolismo encontrado em seus vídeos. No meu artigo O Significado Perturbador de Billie Eilish "bury a friend", expliquei como todo o trabalho de Billie Eilish se baseia nos conceitos de controle mental baseado no trauma e em pseudo-satanismo; temas que podem ser encontrados em inúmeros outros vídeos musicais de inúmeras outras estrelas pop.

O Começo

Em "bury a friend", Billie é abusada e drogada por pessoas invisíveis (manipuladores do controle mental). Ela então mostra que está possuída por um demônio enquanto canta as palavras:


Pela dívida que devo, tenho que vender minha alma
Porque eu não posso dizer não, não, não posso dizer não
Então meus membros congelaram e meus olhos não fecharão
E não posso dizer não, não posso dizer não


Um print de tela de "bury a friend" representando 
Billie parecendo “fora de si” e abusada por 
manipuladores invisíveis.

Após "bury a friend", Eilish lançou "bad guy", um vídeo colorido e bem-humorado, feito sob medida para agradar os jovens telespectadores. A música se tornou um grande sucesso que rapidamente liderou as paradas e fez de Billie Eilish um nome familiar.

Depois, Billie lançou “all the good girls go to hell”. E o vídeo não é colorido e nem engraçado. Ele começa de onde "bury a friend" parou, pois apresenta a alter persona de Billie "controlada pela mente e possuída por demônios".

all the good girls go to hell

O marketing em torno de “all the good girls go to hell” afirma que a música é sobre aquecimento global. A descrição do vídeo do YouTube contém esta "nota de Billie":


Nota de Billie: neste momento, existem milhões de pessoas em todo o mundo pedindo aos nossos líderes que prestem atenção. Nossa terra está esquentando a um ritmo sem precedentes, as calotas de gelo estão derretendo, nossos oceanos estão subindo, nossa vida selvagem está sendo envenenada e nossas florestas estão queimando. Em 23 de setembro, a ONU sediará a Cúpula de Ação Climática de 2019 para discutir como lidar com essas questões. O tempo está passando. Na sexta-feira, 20 de setembro e na sexta-feira, 27 de setembro, você pode fazer sua voz ser ouvida. Leve isso para as ruas. #climatestrike


A maioria das fontes de mídia também seguiu o exemplo e elogiou a mensagem ambiental da música. No entanto, como costuma ser o caso na mídia de massa, a principal mensagem do vídeo é completamente ignorada. De fato, não se pode assistir ao vídeo sem perceber o tom satânico pesado da coisa toda. Embora a música e o vídeo contenham referências ao aquecimento global, “all the good girls go to hell” é principalmente um manifesto da elite oculta, onde Billie interpreta o papel do próprio Lúcifer.

O vídeo começa com uma cena de "bury a friend", o que indica que “all the good girls go to hell” é a sequência.

Billie é espetada com várias agulhas pelas pessoas
 invisíveis que a abusaram no vídeo "bury a friend". 

Em "bury a friend", as injeções fizeram com que Billie se tornasse possuída por demônios (ou algo do tipo). Em “all the good girls go to hell”, as coisas são levadas para outro nível.

Após as injeções, asas enormes 
crescem nas costas de Billie.

Billie então cai do céu.

Billie Eilish é, portanto, um "anjo caído", o apelido de Lúcifer. A cena acima parece ter sido inspirada em "A Queda de Satanás", de Gustave Dore.

"A Queda de Satanás", de Gustav Dore, representando
 Lúcifer caindo na terra depois de se rebelar contra Deus.

A introdução do vídeo fornece o contexto necessário para entender o resto. Billie é drogada por pessoas invisíveis e acaba sob o controle de Lúcifer. As primeiras palavras da música confirmam esse fato:


Meu Lúcifer está sozinho


Esse verso enigmático se refere à imagem clássica de um anjo e demônio no ombro de uma pessoa.

Uma representação clássica de um anjo e um diabo
 sussurrando no ouvido de uma pessoa em conflito.

Ao cantar “Meu Lúcifer está sozinho”, Billie indica que não há anjo em seu ombro. Portanto, ela está totalmente controlada pelo diabo. No vídeo, os olhos de Billie refletem esse estado de controle.

Esquerda: Billie em "bury a friend" com olhos negros. 
Direita: Billie em “all the good girls go to hell” com os mesmos
 olhos negros. Os olhos negros indicam que sua alma está possuída.

A letra da música vem da perspectiva de Lúcifer cantando através de Billie. E o primeiro verso denigre o conceito de céu, onde pessoas boas são recompensadas com a vida eterna.


Parado ali, matando o tempo
Não pode cometer nada além de um crime
Pedro está de férias, um convite aberto
Animais, evidência
Portões de Pérolas parecem mais uma cerca de madeira
Depois de entrar neles
Tenho amigos, mas não posso convidá-los


O versículo refere-se a São Pedro, que é o guardião do céu dos Portões de Pérola. Aqueles que são rejeitados são enviados para o inferno. Billie canta que Pedro está "de férias", o que significa que a porta de entrada para o céu não é guardada e que qualquer pessoa pode entrar.

No entanto, nas próximas linhas, Billie compara os Portões Perolados a uma cerca de madeira que é frequentemente associada à vida doméstica chata da América suburbana. Ela acrescenta que não pode convidar seus amigos ao céu porque, aparentemente, elas estão ligadas ao inferno. Que tipo de amigos ela tem? Ah, certo, pessoas no showbusiness.

Enquanto Billie fala mal do céu, o inferno está... na terra.

Enquanto Billie caminha pela rua coberta de óleo, 
tudo ao seu redor pega fogo. O inferno está na terra.

O pré-refrão enfatiza esse conceito:


Colinas queimam na Califórnia
Minha vez de te ignorar
Não diga que não te avisei


Diz-se que o verso “Colinas queimam na Califórnia” é uma referência aos incêndios florestais da Califórnia, atribuídos ao aquecimento global. Billie (também conhecida como Lúcifer) canta que não fará nada a respeito. Ela está realmente feliz que isso esteja acontecendo. No nível bíblico, o pré-refrão refere-se à Terra se tornando um inferno. E ela está realmente feliz que isso esteja acontecendo.

O refrão é basicamente sobre a impotência de Deus.


Todas as boas meninas vão para o inferno
Porque até o próprio Deus tem inimigos
E uma vez que a água começa a subir
E o céu estiver fora de vista
Ela vai querer o diabo em sua equipe


A primeira linha do refrão associa ser "bom" a ir para o inferno. No cristianismo, é dito que aqueles que encontram a salvação por meio de Cristo são recompensados ​​com a vida eterna no céu. No entanto, Billie diz que as meninas "boas" são aquelas que não fazem isso. As meninas "boas" vão para o inferno... com os estupradores e os assassinatos. Agradável.

Na música, Deus é referido como feminino. O mesmo conceito também foi explorado em "God is Woman", de Ariana Grande. Por que existe esse grande impulso na mídia de massa para se referir a Deus como mulher? Embora alguns digam que se trata de "combater o patriarcado", há mais do que isso. Embora Deus seja tradicionalmente abordado na forma masculina “padrão”, não há gênero real atribuído a Deus. A maioria das correntes espirituais diz que a divindade transcende a noção de sexo, que é própria do mundo físico. Ao forçar o gênero feminino em Deus, esse ser onisciente é subitamente sujeito a características "humanas". Em resumo, trata-se de diminuir a Deus e submetê-lo à política moderna de hoje.

Sob a ameaça de ver a “água subir” na Terra (devido ao aquecimento global), Deus é retratado como  um desamparado. "Ela" até procura a ajuda do diabo. No segundo verso, Lúcifer rejeita pedidos de Deus para ajudar a humanidade.


Olhe você precisando de mim
Você sabe que eu não sou seu amigo sem um pouco de verde
Andar usando grilhões
Pedro deveria saber melhor
Sua farsa está desmoronando
O homem é tão tolo, por que o estamos salvando?
Envenenando-se agora
Implorando por nossa ajuda, uau


Neste versículo, Lúcifer mostra total desprezo pela humanidade e fica feliz em vê-la se matar. Você sabe quem mais está feliz em ver a humanidade se matar? A elite oculta - aqueles que controlam Billie. 

Em certo ponto, a trilha de óleo faz 
com que as asas de Billie peguem fogo.

No final do vídeo, as penas nas asas estão todas queimadas. 
Lúcifer não pode mais voar e está aqui para ficar. Além disso, 
observe as mulheres dançando no fogo do inferno. Boas
 meninas vão para o inferno.

Depois de assistirmos a Terra se transformar num inferno, a música termina com estas palavras ameaçadoras:


Meu Lúcifer está sozinho
Não há mais nada para salvar agora
Meu deus vai me pagar
Não há mais nada para salvar agora


Em resumo, Billie Eilish é drogada por quem a controla. Ela se transforma em sua persona demoníaca de olhos pretos e asas de Lúcifer crescem nela. Ela desce à Terra e, quando o fogo se espalha ao seu redor, ela denigre a humanidade e ri da impotência de Deus.

Conclusão

“all the good girls go to hell” é uma mensagem da elite oculta para as massas: nós gostamos de vê-los corrompidos e mortos. Os mesmos sentimentos de ódio contra a humanidade podem ser encontrados em canções de outras estrelas, como Poppy e Madonna (ambas também amam o simbolismo pseudo-satânico).

Em “all the good girls go to hell”, o mensageiro é uma estrela pop controlada pela mente e possuída pelo diabo (com uma fanbase jovem) que é usada para impulsionar as agendas corruptas da elite.

Controlada por Lúcifer (a figura bíblica favorita da elite oculta), Billie canta para suas legiões de jovens fãs que é legal ser mau porque “boas meninas vão para o inferno”.

Em suma, “all the good girls go to hell” é menos sobre a destruição do planeta... e mais sobre a destruição da alma.

The Vigilant Citizen

Veja Mais


0 comentários »

Leave your response!

NÃO serão aceitos comentários que:

- Forem desagradáveis;
- Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
- Usarem CAPS excessivamente;

Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.