,

Fim de Abril: Ainda uma Época de Fogo e Sacrifício Humano

domingo, 28 de abril de 2019 1 comentários

Em 2013, publiquei um artigo intitulado Fim de abril: Época de Sacrifício Humano, onde expliquei a extrema importância desta época do ano nos calendários ocultistas. De fato, as duas últimas semanas de abril, que culminam no dia primeiro de maio, poderiam ser apelidadas de “época da mais alta magia no ano”. Ao olharmos para a história recente percebemos algo estranho: muitos eventos violentos, envolvendo mortes por armas de fogo ou bombas, ocorreram durante as duas últimas semanas de abril.



, , ,

#FreeBritney: Britney Spears foi internada à Força para o MKULTRA?

sexta-feira, 19 de abril de 2019 5 comentários

Desde 2011, temos falado sobre a vida e carreira de Britney Spears em grande detalhe por uma simples razão: ela é um dos exemplos mais óbvios de controle mental na indústria do entretenimento atualmente. E a reviravolta bizarra dos acontecimentos dos últimos meses tende a confirmar esse fato. 

Movida pelas revelações de uma fonte anônima próxima a Britney e pelo comportamento da mãe dela na mídia social, a campanha #FreeBritney vem ganhando força. A teoria: A cantora está sendo mantida contra sua vontade em uma instalação de "saúde mental" desde o início de janeiro. 

Será que ela está sendo mantida contra sua vontade para sofrer uma reprogramação MKULTRA? Antes de explorarmos essa questão, veja rapidamente os eventos que definiram a vida de Britney.


Escrava MK

Não ao contrário de outros escravos da indústria, Britney entrou na indústria ainda criança. Aos 11 anos, ela foi escalada para o "Mickey Mouse Club", um programa de TV popular no Disney Channel.  
Alguns anos depois, ela embarcou em uma carreira solo de grande sucesso, fazendo dela uma das maiores estrelas do mundo. No entanto, ao contrário de outros escravos da indústria, “falhas” começaram a aparecer em sua programação por volta dos 30 anos.

Seu colapso infame de 2007 - onde ela raspou a cabeça e atacou carros com um guarda-chuva - exibia todos os sintomas de um escravo MK tentando se libertar da programação.

 Britney raspando a cabeça durante o colapso de 2007.

Alguns meses depois, Spears foi internada na ala psiquiátrica do Centro Médico Ronald Reagan UCLA e colocada em tratamento psiquiátrico involuntário (Kanye West foi colocado nesse mesmo local contra sua vontade após seu colapso MK em 2016).

Desde então, Spears foi forçada a viver sob a tutela de seu pai Jamie Spears, que recebeu total controle sobre sua carreira, finanças e vida pessoal.

Em 2012, Britney tentou acabar com a tutela e recuperar o controle de sua vida, mas foi rejeitada pelo tribunal devido a "problemas psicológicos". Fato estranho: as verdadeiras “questões psicológicas” nunca foram divulgadas. Ainda mais estranho, os advogados da tutela pediram ao juiz para selar os registros do tribunal que descrevem sua condição real. De acordo com este artigo de 2012 da TMZ


Os documentos foram arquivados terça-feira no caso da conservadoria, pedindo urgentemente ao juiz para selar certos registros. Nos jornais, os advogados dos conservadores chamaram os registros de “altamente sensíveis”, acrescentando que “danos irreparáveis ​​e perigo imediato” recairiam sobre  Britney se os documentos não estivessem lacrados.

Múltiplas fontes com conhecimento em primeira mão contam ao TMZ... os registros são documentos médicos descrevendo as condições e o tratamento de Britney.

Dizem que a cantora tem um distúrbio que afeta sua personalidade e que pode afetar seu estado de espírito. Dizem que ela está "muito bem", mas precisa da rede de segurança de uma tutela.


“Danos irreparáveis ​​e perigo imediato”? Será a misteriosa "condição e tratamento" de Britney alguma coisa relacionada ao MKULTRA? Revelações recentes apontam para essa direção.

A Fonte Anônima

No início de abril, fontes da mídia anunciaram que Britney Spears “voluntariamente” se internou em uma unidade de saúde mental para “conseguir lidar melhor com os sérios problemas de saúde de seu pai”.

 Um post na conta de Britney de 3 de abril com a legenda 
"Todos nós precisamos ter tempo para nós mesmos." :) 

Muitos acreditam que ela não postou isso. No entanto, alguns afirmam que isso é uma mentira. Em 16 de abril, o podcast Britney’s Gram lançou um “episódio de emergência” depois de receber “uma denúncia anônima de uma fonte credível”, alegando que Britney estava sendo mantida contra sua vontade em um centro de saúde mental desde 14 de janeiro (você pode ouvi-lo aqui).

Depois de explicar que ele é um "advogado que trabalhou na tutela de Britney", ele disse: 


 "O que está acontecendo é perturbador, para dizer o mínimo."


O homem não identificado passou a explicar que Jamie Spears descobriu que Britney parou de tomar a medicação. E, quando ela se recusou a tomar qualquer outro tipo de medicamento, Jamie Spears interrompeu a turnê de Britney "Domination", dizendo a ela: "Ponha a culpa em minha doença".

De acordo com a fonte, essa série de eventos explica o bizarro post de 4 de janeiro na conta do Instagram de Britney.

Postagem de Britney sobre o cancelamento de sua turnê devido ao
 problema de saúde de seu pai. Ela provavelmente não postou isso.

A fonte anônima, em seguida, confirmou que Britney foi colocada numa unidade de saúde mental em meados de janeiro e que não havia previsão para o fim de sua estadia no local. Ele terminou a ligação dizendo que Britney “não queria ir” e que “não era uma decisão que ela tomou”. 

Enquanto essa fonte anônima foi o suficiente para irritar os fãs de Britney, o comportamento da mãe de Britney na mídia social levou as coisas para outro nível.

Mãe de Britney

No dia 16 de abril, a mãe de Britney, Lynne Spears, postou uma foto no Instagram com a legenda "This is" Faith! O post foi interpretado por muitos como uma resposta sutil à situação de Britney. 

 Uma foto postada no Instagram pela mãe de Britney Spears.

Para piorar, Lynn “curtiu” vários comentários de fãs afirmando que Britney estava sendo mantida contra sua vontade. Aqui estão alguns comentários “curtidos” por Lynne Spears:


O comportamento na mídia social de Lynne fez com que #FreeBritney virasse uma tendência nas mídias sociais. A hashtag chegou até a mídia tradicional.

Rapper Eve mostrando sua camisa
 #FreeBritney no programa da CBS "The Talk".

Será que as pessoas finalmente estão vendo a verdade sobre Britney? Espero que sim. Aqui estão os principais comentários encontrados no Britney's Gram podcast.


The Vigilant Citizen

Veja Mais


, , ,

O Significado MKULTRA do Vídeo de Paul McCartney "Who Cares"

segunda-feira, 15 de abril de 2019 1 comentários

Paul McCartney fez parte do grupo mais influente da história da música pop e alcançou o título de "lenda viva". No entanto, seu último vídeo tem todas as mensagens e simbolismos de controle mental encontrados em vídeos pop hoje em dia. Na capa de seu último álbum "Egypt Station" podemos reconhecer vários simbolismos. Hoje em dia, para continuar fazendo parte da indústria (mesmo que você seja uma "lenda viva"), você precisa promover a agenda da elite, mostrando sua submissão.


The Vigilant Citizen

Veja Mais
O Significado Oculto de "Thunderclouds" com Sia
O Significado Oculto de Christina Aguilera e Demi Lovato "Fall In Line"

Marca de Roupas Zara remove Ensaio “Sugestivo” com uma Modelo Infantil

domingo, 7 de abril de 2019 4 comentários

Depois de ser inundada por comentários a acusando de "sexualizar uma criança", a marca de roupas Zara removeu fotos de sua conta no Instagram. Aqui está uma análise das fotos e do fotógrafo "lendário" que as fez.

A marca de moda Zara publicou recentemente um ensaio mostrando sua nova coleção de roupas infantis no Instagram… e não foram felizes. As fotos foram atacadas por comentários de desaprovação, acusando a marca de "sexualizar uma criança", o que levou a empresa a remover as fotos da sua conta no Instagram.

No entanto, a controvérsia não morreu. Uma mãe britânica postou as fotos no popular fórum Mumsnet, com o título de "estou me sentindo desconfortável com esse anúncio infantil da Zara". O post fez crescer mais indignação e atenção da mídia.

Feito pelo fotógrafo "lendário" Fabien Baron (que criou o infame livro "Sex" de Madonna), as fotos mostram uma menina usando um vestido fino, de pé em uma praia escura ou sentada em uma cama.


Nesta foto, o vestido é "estrategicamente" revelador. Além disso, o cenário ao redor da garota é escuro e assustador e ela não parece muito feliz. Mas isso não é tudo. Há simbolismo acontecendo aqui. Observe a posição da mão da garota. Isso lembra alguma coisa?

 Baphomet fazendo o sinal com os braços.

Aqui estão as outras fotos postadas na conta da Zara.



Embora alguns comentaristas não tenham visto nada de errado com as imagens, muitos as acharam “assustadoras” e “inapropriadas para uma criança”. A maioria ficou perturbada com a vibe "adulta" dessas últimas. Aqui estão alguns comentários postados no Mumsnet.

Um comentário diz "A menina está definitivamente 
posando da mesma maneira que uma modelo adulta estaria".

O fotógrafo propositalmente sexualizou uma criança? Ou as pessoas estão vendo demais? Talvez devêssemos olhar para outras obras do fotógrafo.

Fabien Baron

Fabien Baron é um fotógrafo francês, diretor de arte e editor de revista. Ele é reconhecido internacionalmente por suas campanhas publicitárias icônicas e seu trabalho como diretor editorial da revista Interview de Andy Warhol.

Algumas fotos tiradas por Fabien 
Baron para a Revista Interview.

 Um ensaio de Fabien Baron que 
caracteriza alguns modelos novos.

Baron ganhou grande notoriedade ao projetar o livro de Madonna em 1992, "Sex". Na época de seu lançamento, o livro gerou uma grande controvérsia em todo o mundo devido às suas imagens explícitas de várias práticas de tabu. Embora o livro tenha sido considerado chocante há 27 anos, ele prenunciou a direção exata que a indústria da moda e da música tomaria nas décadas seguintes. Em suma, foi um modelo para a indústria do entretenimento de hoje.

Aqui estão algumas páginas desse livro.

“Lúcifer” dando prazer a Madonna. 

 Madonna com... um cachorro.

Não analisarei o livro inteiro aqui, mas a página a seguir é relevante para este artigo. É sobre Madonna copular com um adolescente que "quase não tinha pelos pubianos" e que era "apenas um bebê".

O quê?

Conclusão

A indústria da moda está ficando muito “confortável” com as crianças. Os principais exemplos desse fenômeno são todo o catálogo da marca de moda infantil Caroline Bosmans e da linha de roupas da Céline Dion para crianças. Embora as imagens da Zara sejam mais sutis, elas exalam uma vibe semelhante, sombria, assustadora e desconfortável, ao mesmo tempo em que apresentam uma criança em situações adultas.

Considerando o fato de que essas fotos foram feitas por um fotógrafo que literalmente introduziu a “super-sexualização” na mídia de massa, estaríamos inclinados a pensar que não houve nenhum acidente aqui. Ele sabia exatamente o que estava fazendo.

The Vigilant Citizen

Veja Mais


Rapper Nipsey Hussle é Morto a Tiro aos 33... e Alguns dizem que é uma Conspiração

terça-feira, 2 de abril de 2019 1 comentários

Apenas algumas horas após a morte prematura de Nipsey Hussle, muitos na mídia social começaram a alegar que ele foi morto pelos "altos chefes", principalmente porque ele estava trabalhando em um documentário sobre o controverso Dr. Sebi.

O rapper Nipsey Hussle, indicado ao Grammy, morreu após ser baleado seis vezes fora de sua loja de roupas na tarde de domingo. Ele tinha 33 anos de idade. O atirador fugiu da cena e continua em liberdade. Segundo uma testemunha, Hussle foi morto no “estilo militar”, com cinco tiros no corpo e um na cabeça. Cerca de 30 minutos antes do tiroteio fatal, Hussle twittou: “Ter inimigos fortes é uma bênção”.

 O tweet final de Hussle.

Fontes policiais afirmam que Hussle foi baleado por um jovem negro que abriu fogo a curta distância e depois correu para um carro em fuga. Acredita-se que o homem possa estar envolvido em atividades de gangues. Hussle sempre foi associado ao Rollin 60s Neighborhood Crips, uma das maiores gangues de rua de Los Angeles.

Outra fonte disse ao Los Angeles Times que os detetives estavam trabalhando e destacou que o assassinato pode não estar ligado a uma disputa maior entre gangues de rua. Os detetives ainda tentam recuperar qualquer vídeo de segurança que possa existir.

O tiroteio ocorreu um dia antes de Hussle agendar uma reunião com o chefe do Departamento de Polícia de Nova York, Michel Moore, e com o comissário de polícia Steve Soboroff, "para falar sobre como ele poderia ajudar a acabar com a violência de gangues e nos ajudar a ajudar crianças". Representantes da Roc Nation (agência de talentos e produtora de Jay-Z) também iriam comparecer à reunião.

 Nipsey Hussle se apresentando no palco do Warner Music 
Pre-Grammy Party no NoMad Hotel em fevereiro de 2019. 

Aos poucos, Hussle estava construindo uma carreira na indústria da música. Dois meses atrás, seu álbum de estreia, "Victory Lap", foi indicado como melhor álbum de rap no Grammy de 2019.

Hussle também era conhecido por seu trabalho comunitário em Los Angeles. Por exemplo, ele uma vez deu um par de sapatos para todos os alunos de uma escola primária no Hyde Park. Ele também ajudou a financiar melhorias para o playground. Hussle também possuía propriedades e negócios em sua área, incluindo o shopping center onde foi baleado. Ele era conhecido por oferecer empregos para pessoas com dificuldades e até para os desabrigados.

Para alguns, Hussle estava se tornando um líder negro positivo e isso foi o suficiente para matá-lo. Aqui está uma postagem de um usuário no Reddit:


Ele foi assassinado porque estava fazendo mudanças nas comunidades negras. O governo o assassinou como fizeram com Fred Hampton, Malcom X, MLK e muitos outros. Um dos principais objetivos da COINTELPRO era retirar qualquer “messias preto” e é exatamente isso que a Nipsey Hussle estava se tornando. Ele estava lançando programas STEM em cidades do interior, sempre pregava sobre investimentos em imóveis e estava consciente das coisas que mantinham os afro-americanos para baixo. A razão mais óbvia para o seu assassinato é porque ele estava fazendo um documentário sobre o Dr. Sebi, que alegou ter encontrado a cura para a AIDS. Não demorou muito para que Dr. Sebi fosse assassinado também. Não podemos deixar isso ser varrido para debaixo do tapete. Os EUA assassinaram Nipsey Hussle.


Imediatamente após a morte de Hussle, muitos foram para a mídia social apontar a ligação entre o rapper e o controverso Dr. Sebi.

Dr. Sebi

Dr. Sebi

Dr. Sebi (nome real: Alfredo Darrington Bowman) era um fitoterapeuta e autoproclamado curandeiro que operava em Nova York, Los Angeles e Honduras. Ele alegou curar todas as doenças com ervas e uma dieta vegana única. Dr. Sebi ensinou teorias polêmicas como a que o HIV não era a causa da AIDS e que os africanos (e seus descendentes) tinham características genéticas únicas que exigiam medicamentos únicos.

Sebi abriu uma clínica chamada USHA Instituto de Pesquisa em Honduras, onde tratou de celebridades como Lisa Lopes, Steven Seagal, John Travolta, Eddie Murphy e Michael Jackson.

Em 2016, o Dr. Sebi foi preso e encarcerado em Honduras por lavagem de dinheiro. Ele ficou preso por várias semanas em uma prisão hondurenha enquanto sua família tentava obter sua libertação. Em 6 de agosto de 2016, Sebi morreu devido a complicações de pneumonia sob custódia de autoridades hondurenhas. Acredita-se que a duração de seu tempo sob custódia e as condições da prisão podem ter contribuído para sua morte. Os seguidores de Sebi questionaram as circunstâncias em torno de sua prisão e morte, alegando que havia uma conspiração para silenciá-lo porque seus ensinamentos iam contra os interesses da grande indústria farmacêutica.

Em 2018, Nipsey Hussle anunciou que estava trabalhando em um documentário para esclarecer o infame julgamento do Dr. Sebi, onde ele provou que encontrou a cura para a AIDS. Em uma entrevista (abaixo), Hussle na verdade afirmou que ele poderia ser morto ao longo deste documentário.

Aqui estão alguns posts nas mídias sociais sobre a morte de Hussle.

Muitos salientaram que Lisa “Left Eye” Lopez tragicamente perdeu sua vida em Honduras depois de ir ao Dr. Sebi e promover seus ensinamentos.

 Lisa "Left Eye" Lopes com o Dr. Sebi.

Nick Cannon apoiou abertamente a teoria de que a morte de Hussle estava ligada ao Dr. Sebi (há alguns meses, Cannon também comentou sobre Kanye West, afirmando que "MK-ULTRA é real").

 O tweet de Nick Cannon sobre Nipsey Hussle: 
"A Guerra Espiritual é REAL e em pleno vigor".

Cannon prometeu ter o documentário de Hussle lançado.

The Vigilant Citizen



O Caso Jussie Smollett: Prova da Corrupção da Elite

segunda-feira, 1 de abril de 2019 1 comentários

O caso contra Jussie Smollett foi totalmente indeferido e os arquivos do tribunal foram selados. Por quê? Este artigo analisa as forças de elite que estão em jogo nessa fraude de “ódio e divisão”.

Durante anos, este site tem alertado contra a agenda descarada que busca semear a divisão das massas, especialmente quando se trata de raça e afiliação política. Os esforços incansáveis ​​da elite para criar uma divisão cada vez maior entre negros e brancos, liberais e conservadores e até mesmo entre homens e mulheres podem ser facilmente observados em toda a mídia de massa e no espaço público. E isso está funcionando.

A “farsa de ódio” perpetrada pelo ator da série "Empire", Jussie Smollett, foi um exemplo perturbador da desonestidade e da natureza inescrupulosa daqueles que estão procurando impulsionar essa agenda. E, no começo, funcionou perfeitamente. O evento conseguiu gerar extrema indignação e animosidade no espaço público, ao mesmo tempo em que instigava pedidos de ação política urgente. A história tinha tudo. Quer dizer, Smollett estava até usando um laço no pescoço, usando imagens sensíveis e potencialmente explosivas.

No entanto, a prisão de Smollett e a exposição desse evento de falsa bandeira trouxe algum alívio: a justiça será servida e, mais importante, a verdade será revelada.

Mas isso não aconteceu. Em uma reviravolta completamente desconcertante, o caso de Smollett foi totalmente descartado. Não só isso, o caso foi selado, o que significa que seus detalhes não serão divulgados ao público. Como isso aconteceu?

A resposta é simples: conexões com a elite. Pessoas poderosas se envolveram e ridicularizaram esse julgamento extremamente importante. Vamos olhar para o que aconteceu.

A Farsa

Em 22 de janeiro de 2019, Smollett recebeu uma carta ameaçadora que mostrava uma figura pendurada em uma árvore com uma arma apontada para ela, que dizia “Smollett, Jussie você vai morrer” e “MAGA” e continha um pó branco identificado como Tylenol.

A carta.

Em 29 de janeiro de 2019, Smollett disse que foi atacado no início da manhã daquele dia no bairro de Streeterville, em Chicago. A polícia foi chamada depois das 2:30 da manhã. Quando chegaram, Smollett tinha uma corda branca em volta do pescoço. Ele disse à polícia que foi atacado fora de seu prédio por dois homens com máscaras de esqui que faziam insultos raciais e homofóbicos, e disseram: "Este é o país do MAGA". Smollett alegou que eles usaram suas mãos, pés e dentes como armas no ataque.

De acordo com um comunicado divulgado pelo Departamento de Polícia de Chicago, os dois suspeitos "derramaram um líquido desconhecido" em Smollett e colocaram um laço no pescoço. 

Smollett afirmou que o ataque pode ter sido motivado por suas críticas à administração Trump e que ele acreditava que o suposto ataque estava ligado à carta ameaçadora que lhe foi enviada no início daquele mês.

Após o “ataque”, figuras proeminentes na política e no setor de entretenimento inicialmente apoiaram Smollett, incluindo Kamala Harris.


Kamala Harris e Cory Booker (ambos candidatos presidenciais) descreveram o ataque como uma tentativa de linchamento nos dias de hoje. Booker pediu ao Congresso que aprovasse uma lei federal contra o linchamento co-patrocinada por ele e Harris. O projeto de lei diz que “se duas ou mais pessoas forem condenadas por matar alguém por causa de sua 'raça, cor, religião ou nacionalidade', elas poderão ser sentenciadas à pena de prisão perpétua. A fraude de Smollett estava sendo usada para pressionar os legisladores a aprovar esse projeto, o que acrescentaria uma dimensão racial ao sistema judiciário. O evento também recebeu intensa cobertura da mídia.

 Smollett na ABC discutindo o "ataque". 

Quando perguntado sobre os buracos em sua história, Smollett mudou de assunto. Novamente.  



“Eu tenho que reconhecer as mentiras e o ódio. E parece que se eu tivesse dito que era um muçulmano, ou um mexicano, ou alguém negro, eu sinto que os duvidosos teriam me apoiado muito mais. Muito mais. E isso diz muito sobre o lugar que estamos em nosso país agora”.


Prova de uma Farsa

Em 16 de fevereiro, a polícia de Chicago descobriu evidências indicando que Smollett havia pago dois irmãos de ascendência nigeriana US$ 3.500 para realizar o ataque. Os irmãos trabalhavam como figurantes no "Empire".

 Abel e Ola Osundairo, os dois irmãos
 que ajudaram a encenar o ataque.

A prova contra eles era irrefutável: registros financeiros indicavam que os irmãos compraram a corda encontrada ao redor do pescoço de Smollett em uma loja de ferragens em Ravenswood no final de semana de 25 de janeiro. Eles também foram fotografados em uma loja de roupas onde compraram luvas, máscaras de esqui e um chapéu vermelho que a polícia disse que foi usado no ataque. Os irmãos pediram especificamente um chapéu MAGA, que a loja não vende.

Depois de interrogar os irmãos, a polícia de Chicago os liberou por causa “das informações que apresentaram durante o interrogatório”. Em outras palavras, eles provavelmente incriminaram Smollett.

Em 20 de fevereiro de 2019, Smollett foi acusado de um crime grave por apresentar um falso relatório policial. Em 8 de março, Smollett foi indiciado em 16 acusações criminais de “falso relato” relacionadas ao incidente.

O FBI ainda está investigando se Smollett estava envolvido na carta ameaçadora que lhe foi enviada na semana anterior ao incidente.

Dedo da Elite

Em 19 de fevereiro de 2019, a Procuradora do Estado de Cook County, Kim Foxx, anunciou que havia se retirado da investigação devido à sua “familiaridade com possíveis testemunhas no caso”. 

Algumas semanas depois, o Chicago Sun-Times informou que a ex-primeira-dama, Michelle Obama, chefe de gabinete e preparadora democrata, Tina Tchen, procurou a Foxx. E a engrenagem começou a se mexer.

 Tina Tchen e Kim Foxx.

Os e-mails vazados e as mensagens de texto entre Tchen e Foxx mostram claramente que pessoas poderosas trabalharam “nos bastidores” para garantir que a justiça não fosse cumprida.

Um e-mail enviado de Tina Tchen para Kim Foxx. 
Leia todos os e-mails e mensagens de texto vazados aqui.

Tchen era para “entrar em contato com o FBI para pedir que eles tomassem conta da investigação” em vez do Departamento de Polícia de Chicago, que foi acordado. Um membro da família Smollett respondeu: "Oh, meu Deus, isso seria uma grande vitória".

O resultado dessa intromissão: em 26 de março, todas as acusações feitas contra Smollett foram retiradas e o juiz Steven Watkins ordenou que o processo fosse selado.

De acordo com o TMZ, Kim Foxx, disse à polícia de Chicago que ela estava desistindo do caso porque Jussie só iria obter serviço comunitário se condenado. E, segundo ela, Smollett já havia feito algum serviço comunitário.

Isso aconteceu apesar de uma montanha de evidências. Por quê? Interferência de elite.

Q Sabia?

Se você nunca ouviu falar de Q, leia o meu artigo intitulado Uma Análise Objetiva do Fenômeno QAnon. Muitos acreditam que Q está diretamente ligado ao presidente Trump e, para provar esse fato, Q às vezes sugere acesso a materiais sigilosos.

Em 16 de fevereiro, um post de Q contendo várias fotos de Smollett, juntamente com figuras políticas de alto nível, afirmou que a fraude foi usada para pressionar uma nova legislação.


FF significa Falsa Bandeira.

Em 21 de fevereiro, outro post de Q sobre Smollett aludiu ao vazamento de registros telefônicos - uma previsão que se tornou realidade cerca de três semanas depois.

 “O que acontece se os registros
 telefônicos de SMOLLETT vazarem?”

Tudo sobre este caso é extremamente suspeito.

Conclusão

Por que essa fraude aconteceu em primeiro lugar? Quem lucraria com tal situação? No início, a polícia de Chicago teorizou que Smollett fingiu esse ataque para promover sua carreira como ator. No entanto, à luz da intromissão da elite que ocorreu antes da demissão do caso, há claramente algo muito maior acontecendo aqui. De fato, Foxx e Tchen provavelmente receberam ordens para instâncias que são ainda mais altas que elas.

Todo essa situação foi absolutamente desastrosa para a narrativa do ódio e divisão. Ela mostrou como os "hoaxes" podem ser completamente fabricados para gerar uma resposta predeterminada pelos meios de comunicação de massa e pela esfera política. Agora que foi exposto, a farsa precisava desaparecer. Eles não queriam uma investigação e nem um julgamento completo que pudesse ter exposto os verdadeiros motivos desse "hoax" e a influência de atores de alto nível.

Em resumo, as forças em ação aqui vão até a elite global.

The Vigilant Citizen

Veja Mais
O Polêmico Documentário sobre Michael Jackson "Leaving Neverland"
Aeroporto de Denver instala Gárgula Falante que diz "Bem-Vindo à Sede dos Illuminati"