,

Rihanna "Bitch Better Have My Money" promove a Obsessão da Elite com a Tortura

quinta-feira, 9 de julho de 2015 Leave a Comment

Rihanna "Bitch Better Have My Money" propositadamente empurra limites e propositadamente os empurra a uma direção específica. O vídeo é uma continuação da agenda da mídia de massa de glorificação da morte, da tortura e da desumanização. Nós vamos analisar as mensagens ocultas por trás de "Bitch Better Have My Money". 

Desde o lançamento do KIP em 2010, Rihanna teve sempre feito parte de tudo isso. De fato, um dos primeiros artigos que eu já escrevi foi sobre o vídeo de Rihanna "Umbrella", e nada mudou desde então. Mais de 5 anos depois, Rihanna ainda está sendo usada para promover a agenda da elite oculta... porque é isso que os peões da indústria tem que fazer. Com "Bitch Better Have My Money", Rihanna realmente confirma que a cultura popular se transformou em um terreno depravado e tóxico que propositadamente expõe as mentes dos jovens à morte, ao assassinato e à tortura. Mas não se trata simplesmente de expor os jovens a essas coisas, trata-se de glorificá-las, tornando-as legais, elegantes, desejáveis e "na moda". 

Considerando que a elite oculta não tem vergonha de torturar as pessoas para todos os tipos de propósitos (veja as terríveis revelações do relatório de tortura da CIA e de todo o sistema MK-Ultra), não é surpreendente que eles estejam procurando vender seu amor pela desgraça humana para a juventude. Podem dizer "isso não tem nada a ver com Rihanna, é apenas um vídeo divertido". Mas, na verdade, isso tem a ver sim. Em "Bitch Better Have My Money", Rihanna reencena técnicas de tortura reais usadas ​​por entidades psicopatas e as faz parecer legal. Quero dizer, quando você tortura as pessoas em um iate enquanto há música de festa tocando no fundo, é legal, certo? Certo? A tortura é legal? Ah, e sexy também.

Não é Sobre Dinheiro

Se você ouvir "Bitch Better Have My Money" sem ser exposto ao vídeo, é fácil supor que a canção é sobre alguém devendo dinheiro para Rihanna e que ela quer de volta. Se alguém estiver devendo a você dinheiro, e tentar lhe dar um calote, você provavelmente se identificará com o refrão cativante da canção: "V*dia melhor ter meu dinheiro". 

No entanto, as imagens do vídeo levam as coisas a um nível perturbador, psicopata e sádico. Agora não é simplesmente sobre Rihanna tentando receber seu dinheiro, é sobre Rihanna gostar de torturar e matar pessoas. Mas, visto que é Rihanna que está fazendo isso, nós racionalizamos os horrores na tela e dizemos que ela está apenas sendo uma mulher "empoderada, forte e independente", certo? Bem, adivinhem. Mesmo que uma mulher faça isso, matar e torturar pessoas ainda é errado.     

Assistir ao vídeo dá uma sensação desconfortável e desagradável na sua barriga? Isso são seus instintos sutilmente dizendo que o que você está assistindo não está certo. Isso não se encaixa com o estado de equilíbrio e harmonia natural que sua mente tenta ficar. Assistir a dor, sofrimento, desumanização e morte não é "arte", isso simplesmente mata a alma.

Como é frequentemente o caso com meios de comunicação, o vídeo de Rihanna sincroniza com um vídeo recentemente lançado de outra estrela pop que também assumiu uma persona sangrenta, vingativa e violenta: Taylor Swift. 

Lançados entre algumas semanas de intervalo, "Bad Blood" e "BBHMM"
 apresentam estrelas pop em comemoração da morte e da violência enquanto
 usam cabelo vermelho - a cor do sangue e do sacrifício.

O Vídeo

O  vídeo "Bitch Better Have My Money" começa com uma mulher, com aquele estereótipo de Hollywood, cruzando caminhos com Rihanna e seu misterioso baú.

Rihanna está prestes a se transformar em um torturadora 
psicopática. Mas eu adoooro seu estilo malvado, é tão legal. 

Rihanna sai do elevador com a mulher dentro do baú e daí começa o calvário. Rihanna e suas amigas não simplesmente sequestram a mulher para receber seu dinheiro de volta - elas têm o prazer em torturá-la de várias maneiras. Em suma, elas estão participando dos prazeres obscuros da elite oculta: desumanizar, torturar, traumatizar, e, por último, assassinar pessoas. Sim, é isso que a elite oculta faz. Na vida real. Leia as notícias.

Primeiro, elas deixam a vítima nua - uma maneira clássica de tirar a dignidade da vítima e sua sensação de segurança para entrar no reino do abuso sexual.

 Elas a penduram de cabeça para baixo, enquanto
 Rihanna parece muito sexy. Aliás, adorei aquele chapéu.


"Pendurar uma pessoa de cabeça para baixo por uma ou duas horas começa a criar truques na mente. A mente vai começar a dissociar, e vai começar a inverter as funções cerebrais primordiais, tais como a dor é o prazer. A mente da pessoa se reorganiza. Isso é feito frequentemente com alters Beta ou modelos Beta para levá-los a pensar que a dor do estupro sádico é um prazer. Após essa inversão na mente que "Dor é Amor", os alters kitten S&M vão implorar para seu manipulador bater neles, amarrá-los, machucá-los etc. Eles vão provocar seu manipulador, e dizer que ele não é um verdadeiro homem se ele mostrar qualquer misericórdia na forma como a dor é infligida. Tortura por fogo/queimadura é utilizada na programação rosto de porcelana".

 - Fritz Springmeier, The Illuminati Formula to Create a Mind Control Slave


Rihanna e suas amigas parecem ter conseguido o manual CIA de tortura.

Induzindo vômito através do movimento e /ou drogas.

Rihanna também parece saber sobre os jogos mentais doentios feitos com as escravas Beta-kitten, tais como "deixá-las bastante bonitas, em seguida, tratá-las como p*tas".

 Rihanna e as amigas fazem a vítima usar joia e maquiagem. Elas até mesmo
 poem cílios em sua venda. Ela é depois drogada. Esse é o tipo de coisa que 
manipuladores MK fazem com escravos antes do abuso. 

Manter uma vítima debaixo d'água e simular morte por afogamento é uma
 técnica de tortura particularmente traumática (veja Baía de Guantánamo/
Afogamento Simulado [waterboarding]) que muitas vezes leva à dissociação. 

Na cena acima, a vítima é mantida debaixo d'água para ser escondida do policial idiota que está muito distraído com as mulheres bonitas para notar qualquer outra coisa. Quando estrelas pop como Rihanna e Taylor usam sexo e violência para conseguir o que querem, isso é muitas vezes retratado como uma declaração feminista. Mas nos meios de comunicação, o feminismo não é sobre a igualdade, mas é a normalização da degradação e violência, recebendo o nome  de "empoderamento".

Depois de um monte de imagens de Rihanna parecendo irritada e legal, finalmente sabemos por que essa pobre mulher está sofrendo. Porque o marido deve Rihanna o dinheiro. A mulher é, portanto, presumivelmente, totalmente inocente, mas ainda é submetida ao pior tipo de abuso. (Por outras mulheres. Isso é tanto para o feminismo!)

Apesar de torturar sua esposa, o marido não dá à Rihanna seu dinheiro, então ela decide matá-lo como um animal de fazenda. Isso é racional.

A sala do homem está coberta de plástico porque Rihanna está prestes 
a mutilá-lo em uma orgia de violência desnecessária. Eu tenho certeza
 que os fãs de 12 anos de Rihanna irão adorar isso. 

 Em um frame muito rápido, vemos esta mão cortada.

Fazer todas essas coisas horríveis aparentemente valeu a pena porque Rihanna conseguiu seu dinheiro. Bom. Estávamos todos muito preocupados com o dinheiro de Rihanna. Enquanto os jovens espectadores vão concluir que Rihanna é "fodona", a cena final do vídeo revela seu verdadeiro estado.

Rihanna deita no baú, onde a vítima da tortura foi previamente colocada. 

Não ao contrário da vítima da tortura, Rihanna está dentro do baú, nua e drogada. É uma maneira simbólica de afirmar que Rihanna não é realmente uma mulher "fodona", mas é uma vítima também. Ela é um produto da indústria Beta-kitten, ela tem literalmente sangue em suas mãos, mas há alguém jogando dinheiro nela para mantê-la na linha. Em outras palavras, ela não é diferente do que a mulher que foi sequestrada, torturada e explorada para conseguir o dinheiro. Ao retratar uma assassina sádica no mundo da música, ela está sendo usada e manipulada pela indústria para avançar sua agenda. Ela não está "empoderada",  ela nem tem o controle de nada. Ela nunca teve.

 A última imagem do vídeo, depois que a música acabou, mostra
 o rosto de Rihanna pingando sangue sobre sons perturbadores. 

O sangue no rosto de Rihanna recorda a extrema violência do crime que ela cometeu e nos lembra o verdadeiro ponto do vídeo. Isso nunca foi sobre ser pago. Isso foi sobre o uso de Rihanna para vender a cultura da elite da morte e da desumanização, enquanto negam a dignidade humana, o respeito próprio, e tudo o que é positivo sobre a humanidade. 

Conclusão

Não há nenhuma mensagem escondida em "Bitch Better Have My Money". Tudo está na cara, como o sangue escorrendo pelo rosto de Rihanna. O vídeo ainda consegue enganar os espectadores ao racionalizar horror porque "o cara era um idiota e ele merecia". Não, ele não mereceu.

No entanto, a doença é mais profunda do que isso. Esse vídeo é sobre a obsessão da elite com a dor e a tortura. Quer você esteja olhando para o tratamento de prisioneiros de guerra e escravos MK, ou nas redes subterrâneas onde se vendem  tortura "snuff", aqueles "acima da lei" legitimaram a tortura daqueles que estão "abaixo" deles. Isso não só é usado como uma ferramenta para obter o que querem, mas o seu estado mental invertido "emana" disso. "Bitch Better Have My Money" celebra esse estado mental sob o pretexto de ser "fashion".

O que isso diz sobre nós e nossa cultura? Por que "empurrar os limites" na cultura popular sempre vai a uma direção degradante e desumanizadora, e raramente à direção oposta, em direção à beleza, criatividade e inovação? Porque aqueles que controlam a economia mundial e os meios de comunicação social não querem as mentes humanas se expandindo e se inspirando. Eles querem o oposto. Eles querem mentes fechadas, nubladas e obcecados com ideias e imagens insalubres e destrutivas. Mentes que eles possam controlar.

Rihanna é uma ferramenta para alcançar esse objetivo. Ela realmente não tem uma palavra a dizer em nada disso. Ela nem sequer escreve a canção. Ela está simplesmente fazendo o que seus chefes lhe dizem para fazer. E, quando tudo estiver dito e feito, eles vão dizer para ela: "V*dia melhor ter o meu dinheiro".

Fonte: VC

Veja Mais
O Significado Oculto do Comercial de Rihanna para a Dior
Lady Gaga - Análise em Yoü and I

41 comentários »

  • Anônimo said:  

    Eles querem o oposto. Eles querem mentes fechadas, nubladas e obcecados com ideias e imagens insalubres e destrutivas. Mentes que eles possam controlar. < Essa frase é muito esclarecedora.

  • Anônimo said:  

    "Boa" análise danizudo, só me permita fazer alguns adendos:

    Sei q o texto não é de sua autoria, mas não entendi o pq de associar feminismo a esse vídeo, pq desde quando isso é um vídeo feminista? Que premissa feminista é pregada nesse clipe? Só pq explora a imagem de uma mulher armada e violenta, não quer dizer q se trata de uma obra feminista; nem o básico que é a sororidade (solidadariedade entre as mulheres) o vídeo apresenta. Foi uma completa forçação de barra associar isso ao feminismo, as críticas (sobre como o feminismo é retratado na mídia) até podem ser contundentes, mas não tem NADA A VER com esse vídeo, insinuar q esse clipe possua qualquer premissa feminista é ilógico e forçar a barra.

    E aos leitores, olha que interessante, muitos vão se chocar ao ver como a barbárie é glamorizada nos videos de música: "nossa q terrível, um vídeo musical exaltando a violência". Tá, os mesmos que horas depois estarão (se já não estavam) em páginas achando q aquele último caso de linchamento (uma BARBÁRIE) foi merecida, e irão aplaudir: "é isso aí!". Aí vcs podem me dizer: "ah, mas era um bandido, bandido bom é bandido morto"; e no vídeo da Rihanna? O que ela fez não foi "justiça com as próprias mãos"? O cara assassinado do vídeo tb não era um caloteiro, um bandido? Pois é, pra mim o pior, não é um vídeo como esse (conspiratoriamente) glorificar a violência e a "justiça com as próprias mãos", o pior é presenciar gente tão indignada com um vídeo ficcional, mas quando diantes da realidade, a reação é completamente de acordo com o que a mensagem (tão subliminar) desse vídeo esperava, pois é.

    E Dani: "...a canção é sobre alguém devendo dinheiro para Rihanna", "...Porque o marido deve Rihanna o dinheiro", fala sério, não precisa usar a oração "deve dinheiro", pq na nossa língua fica redundante, a gente já entende que o que se deve é dinheiro, vc poderia ter escrito só "deve", ficaria muito melhor e menos redundante, além de dar uma corrigida na segunda frase pq ficou sem nexo; não precisa traduzir tudo ao pé da letra, essa é uma regra básica de quem se presta a realizar traduções. Dica de como essas orações poderiam ficar melhor: "...a canção é sobre alguém devendo à Rihanna", "...Porque o marido é quem deve à Rihanna", ok? É só uma dica, pq eu tb não sou o expert em português-inglês.

  • WILL JONES said:  

    Alguns vídeos da série a indústria da música exposta não estão mais disponíveis... Pena

  • Rebeca Xavier said:  

    Hey Danizudo,

    Já percebi que você não responde os comentarios, mas, espero que leia-os.
    Bom, há uma semana atrás se alguém me perguntasse o que é MK Ultra ou Beta-kitten eu não saberia responder. Eu sempre soube que os iluminattis (dois tt??? ) existiam e que alguns famosos estavam metidos até o pescoço nisso aí. Mas, eu pensei -como eu era lesada!!!- que era só isso. Meu pior erro.
    Eu sempre fui fã da Taylor Swift. Sempre, desde o Fearless (quando ela AINDA prestava). Eu NUNCA imaginaria isso dela. Sério, like ever.
    Só que semana passada eu estava revendo um clipe de 2012 dela, We are never ever getting back together (que eu só tinha visto uma vez; em 2012) e vi que ela fazia a mão chifrada frequentemente. Principalmente no refrão da música. E aí a minha curiosidade falou -muito- mais alto e eu resolvi pesquisar sobre o assunto e, graças a Deus, encontrei esse blog. E, por fim, vi a p*ta que a Taylor é. Liguei os pontos e recordei que antes do Cd Red (cor simbolica) dela, quase ninguem sabia quem era Taylor Swift. E, derrepente ela fica super famosa com o single aí de cima e vira uma estrela country pop (???).
    E, sabe de uma coisa? Apaguei todas, repito, TODAS as músicas internacionais que eu tinha. Ariana Grande, Jessie J, Ke-simbolo do dólar-ha , Iggi Azalea, TAYLOR SWIFT, Katy Perry (que eu super gostava), Demi Lovato, Miley Cyrus, Rihana (bitch), Beyonce (aquela vaca) e a penca toda, me desculpem, mas eu tenho nojo de vocês agora. Nojo.
    E a vontade que eu tive de jogar meu Ipod no lixo??? As únicas músicas que se salvaram foram as do Ed Sheeran (que, por acaso, coloquei o nome dele no buscador do blog e não apareceu nada) e outras brasileiras. Adeus Clodplay e adeus Paramore.
    Mas quer saber? Eu sinto uma sensação de liberdade agora. Não preciso daquelas músicas pra sobreviver.
    E eu queria te agradecer, Danizudo. Por ter aberto meus olhos. Muito obrigada mesmo por dedicar parte do seu tempo a pessoas ex-iludidas-com-o-mundo que você nem conhece.
    E, pra finalizar esse ~desabafo~ queria pedir que você investigasse sobre o Ed Sheeran, porque ele é o único cantor que eu não consigo imaginar nesse meio. E o Maroon 5? E, por último, uma análise do clipe Bad Blood da Swift.

    Beijos e obrigada mais uma vez. :)

  • Anônimo said:  

    Danizudo como sempre como AS MELHORES ANÁLISES! Eu achei esse vídeo um lixo, na boa. Os fãs da Rihanna e de música pop ficam felizes porque é isso que eles querem: polêmica. Os fãs de música pop amam mais as charts, #1's, os milhões de álbuns vendidos do que o cantor em si. É puramente um amor pelo capital e isso é repugnante. Mas esse vídeo foi tão des-ne-ces-sá-rio que até a base de fãs dela teve divergências quanto se o vídeo é legal ou não. E sabe, eu gosto de filme de terror, eu gosto de sangue, não vou ser hipócrita, mas é diferente quando as imagens vão para um videoclipe porque é claro que o expectador vai associar o prazer que sente na música à imagem do clipe. Mas o mais triste mesmo é que não possamos fazer nada e que esse tipo de vídeo se tornará mais comum e mais aplaudido. E que a Rihanna esteja fazendo isso por causa do controle mental. Obrigado, Danizudo por doar o seu tempo a este tipo de analise e por abrir nossos olhos. Deus te abençoará muito. Se cuida.

  • Anônimo said:  

    analise bad blood

  • Melissa Souza said:  

    Parabéns Dani. Eu sabia que você ia postar sobre esse clip horroroso. Eu sou fã de rihanna r tenho me decepcionado muito com ela. Mil abraços *--*

  • Júlia Castro said:  

    Hilário as ironias no decorrer do texto kkk. Boa análise!!!

  • Anônimo said:  

    Dani, vc já viu esta nova série da Netflix, Sense8. Achei a ideia muito louca, com coisas de lobotomia e tudo mais. Se puder, faz uma análise sobre.

  • Anônimo said:  

    Rihanna sempre se superando... Desde a época do lançamento do seu álbum Rated R, ela adquiriu uma pegada mais sombria, algo mais místico... Confesso q qdo assisti esse clipe, fiquei um pouco deslumbrada pelo glamour, as roupas, os sapatos, o iate e etc. Mas logo depois q vi a cena do carro em q transportam a mulher nua no banco de trás, senti q esse vídeo n ia vir com nada de útil, pelo contrário, cenas de embrulhar o estômago com tamanha crueldade. Obrigada pela análise jovem! :) BBHMM!

  • Letícia Cristina said:  

    A sua história é muito parecida com a minha Rebeca. Quando eu comecei a ler o seu comentário eu me vi dentro de tudo que você escreveu! É muito bom saber que outras pessoas também estão saindo dessa vida de engano, me incomodava muito perder grande parte do meu tempo cuidando de um fc no twitter para pessoas que não se importam com nada. Eu já estava cansada daquela vidinha idiota mas mesmo assim não conseguia largar aquilo. Depois que eu comecei a ler os posts do danizudo e ler mais a bíblia eu simplesmente percebi que eu não precisava de todo esse engano pra ser feliz. Foi muito bom conhecer alguém que tem a história parecida com a minha. Fica bem, bj!

  • Anônimo said:  

    vc poderia analisar o novo video do cantor shawn mendes, stitches, ele tem 16 anos e nesse video parece que ele ta sendo iniciado.

  • davi carvalho said:  

    Rebeca Xavier,legal seu comentário,mas nao é bem assim,os artistas(acredito eu) nao entram na industria da musica sabendo disso tudo,eles sao programados.Perceba que divas teen como a Taylor e a Katy(que eu amava) sempre possuem o msm padrao=começam doces e meigas para conquistar o publico puro e adolescente e depois de algum tempo se tornam simbolo de sexo e promiscuidade pq é ELES querem que isso com os jovens.Por exemplo,eu conheci a musica pop pela Katy e eu era uma criança pura e inocente(eu me considerava isso)depois eu me envolvi com Gaga,Madonna,Rihanna...e hoje realmente sinto que elas tiraram minha purezae humanidade.É isso que acontece.Graças ai Danizudo pude ver quao podre esse mundo é e ele me deu tal olhar clínico que nada passa despercebido e vejo quao podre esta a industria de filmes,de musica...vou ser eternamente grato a ele.

  • Anônimo said:  

    Amiga, o ed sheeran tbm tá envolvido nisso. Veja a capa do último álbum dele, é um x ( se vc procurar, verá q é um dos símbolos ).
    Tds os artistas estão envolvidos nisso.
    Vc terá q parar de escutar música (tanto nacional, como internacional). "Mas e as gospeis? Se vc procurar, verá q mts estão envolvidos nisso tbm.
    Td está sendo controlados por eles, empresas de alimentos, medicamentos, entretenimento, esportes, enfim, td msm.
    Não estou falando q o jeito q vivo tá certo, já fui mt paranóica com essas coisas, até q perguntei pra várias pessoas o q eu devia fazer pra parar de ser paranóica (isso tava me fazendo mt mal), então me disseram pra me apegar com Deus e continuar vivendo normal. É o q eu faço.
    Inclusive, dps q conheci o Paramore, nunca me senti tão próxima de Deus. É estranho, mas é vdd. Antes eu tava mal(até pensava em suicídio) e dps q conheci-os, eu me senti mt próxima de Deus e até sinto vontade de ir á igreja,melhorei mt, até minha relação com as pessoas melhorou e td pq Deus ( através do Paramore) me libertou de td isso. Eu realmente não entendo isso (até gostaria q o Danizudo me explicasse), como me senti mais próxima de Deus dps de ouvi-los, sendo q eles são "do mal", são controlados pelos illuminati?
    Bom, se apegue com Deus enquanto há tempo.
    Ps: eu continuo ouvindo as mesmas coisas q sempre ouvi e me fizeram bem, mas não estou dizendo para vc fazer isso, pois não sei se estou certa.

  • vanessa nessinha said:  

    Rebeca, eu sei que vc não me perguntou nada, mas eu também descobri tudo sobre esses "artistas" satânicos, aqui neste site, eu também adorava algumas dessas cantoras, mas depois que vi tudo isso fiquei chocada e joguei meus CDS e dvds tudo na lata do lixo, pois é o lugar ideal para esses lixos abomináveis. Enfim, existem coisas melhores pra gente fazer, ao invés de ficar enchendo a mente com essas músicas que não trazem nada de bom para as nossas vidas.

  • Anônimo said:  

    Smples assim como m inha resposta, a moça negra é uma boneca nas maos da Nova Ordem Mundial
    Orlando Kinem.
    Registro/SP

  • Anônimo said:  

    eu não acredito que tem pessoas nos comentários pensando que illuminati são os artistas, assim como nós anônimos, os artistas são vítimas as vezes eles nem sabem o que é illuminati, vamos melhorar gente, o dani tem tantos posts sobre o MKultra, vamos ler antes de ver analise de alguma coisa e querer dar uma de sabe tudo depois.

  • Lucio Jaime said:  

    não tem outra palavra que descreva esse vídeo: satânico

  • Anônimo said:  

    não me surpreendeu nada nesse vídeo porque é previsível vindo de rihanna e seus manipuladores

  • Rebeca Xavier said:  

    Awn meninas!

    Muito obrigada pelo apoio... É muito bom saber que outras pessoas estão no mesmo barco que você e te entendem.
    E, vocês não sabem o quanto está sendo difícil desapegar dessas músicas. Principalmente da Tay e da Katy.

    Eu sei, eu sei... Eu parecia super decidida, mas, quem nunca surtou em um momento de raiva/tristeza/surpresa/desapontamento que atire a primeira pedra. Ou seja,comentem aí.
    Mas, acho que consigo. Acho.

    E, de novo, obrigada. :)

  • Rebeca Xavier said:  

    Concordo!!!

  • Anônimo said:  

    ;-; Paramore ? Sério isso ? Cara vc n leu oq ele postou aqui no blog n ? ;-; se liga

  • Viajante Futuro said:  

    Quanta viagem. Não pode mais se pendurar de ponta cabeça, mergulhar nem ter cabelo vermelho? Me poupe. Os artistas só fazem clipes sobre controle mental? Quanta criatividade eles tem pra ficar pensando nisso em cada música e vídeo que fazem.

  • Rebeka Oliveira said:  

    Você devia ver o documentário da Indústria da Música Exposta e ler mais os artigos do blog, porque você já começou um erro básico: artistas não são illuminatis. Eles são meras marionetes nas mãos da Elite. Não se deve odiar os artistas por isso, já que a maioria fazem tudo que a elite quer, inconscientemente, já que são programados. Eu sinceramente sinto pena deles.

  • rayanna carla said:  

    Por favor melhore, ela so encenou o que a musica quis passar, vc queria ela toda pink com barbie e unicórnios ? Se poupe nos poupe, não pode ter cabelo vermelho ? Não pode ficar de ponta cabeça ? Pare de passar vergonha eu te emploro pare...

  • Anônimo said:  

    Adorei, Danizudo. Você deve ser um ótimo observador, as pessoas não enxergam o que está na sua cara. Eu gostaria que você fizesse uma análise sobre como está o Justin Bieber e principalmente a música "where are u now" está bem explícito, achei algumas mensagens (que não são subliminares) mas claro que tem muito mais, que eu não percebi. O Justin Bieber está estranho e eu sinto que ele esteja meio infeliz, não sei se é só impressão, tenho muita pena dele...

  • Anônimo said:  

    RAINHA

  • Anônimo said:  

    Horrível esse clipe. Tenho pena dos fãs que nem imaginam ao que estão se submetendo.

  • Brooklyn Illuminati Eye said:  

    "Rihanna está prestes a se transformar em um torturadora
    psicopática. Mas eu adoooro seu estilo malvado, é tão legal."E eu não sei se isso foi irônico ou se você realmente adooora esse estilo

  • Anônimo said:  

    Dani, se possivel, faça um video só sobre programação MK

  • turbo said:  

    Eu não senti as cenas do clip desagradável e não senti nada só imaginei que vida boa ela tem, queria ter uma vida dessa!

  • Reh F. K. Maraj said:  

    Ainda não vi o vídeo, mas quanto a questão do cabelo vermelho, nada a ver! A Taylor se inspirou em toxic da Britney Spears! No clube ela também usa o cabelo da mesma cor! Aff e.e

  • Julie Oliveira said:  

    Katy já entrou no mundo da música sabendo disso sim, pois o sucesso dele veio da música I Kissed A Girl (Eu beijei uma garota)

  • feminazis said:  

    sim o feminismo é parte desta agenda para destruir o mundo, nem levo isso a serio, mas como vc mostrou oq feminismo realmente é, ganhou uma fã haha

  • Anônimo said:  

    Eu tenho dó dos Artistas, única coisa que podemos fazer é orar por eles :( e orar também pelo nosso futuro e se agarrar em Deus, só Ele nos dá liberdade verdadeira, essa liberdade imunda que a mídia prega, sobre usar drogas, beber, fazer sexo com várias pessoas, não é ser livre e nem feliz, só leva pro buraco.

  • Daniel Maia said:  

    Não vejo diferença alguma entre a manipulação destes artistas e a manipulação dos religiosos em suas ovelhas. Tudo em prol de benefício próprio e dinheiro.

  • Jennifer Bolevier said:  

    E ed Sheeran vc nunca falou sobre ele...

  • Edgar Antunes De Avelar said:  

    Nossa, quanta loucura, essas "análises" o autor faz procurando por referências que ela já tem pré prontas. Antes os vídeos eram sobre rituais satânico, a se o autor disso quiser, ele irá ver assim, agora essa moda de illuminat. Meu procura algo de útil para fazer. Cara eu falo sério, se vc não faz isso só por diversão, se vc acredita mesmo no que posta, procura um psiquiatra.

  • Anônimo said:  

    Tive até preguiça de ler! Zzzzzzzzzzzzzz

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.