, ,

Muse "The Handler" - Uma Música Sobre Um Escravo de Controle Mental cantando para Seu Manipulador

sábado, 27 de junho de 2015 Leave a Comment

"The Handler" da banda Muse é um dos vídeos musicais mais flagrantes sobre o controle mental Monarca já criados. No entanto, é preciso algum conhecimento básico sobre o assunto para entender o verdadeiro significado do vídeo. Aqui está uma análise em "The Handler". 

O vocalista do Muse Matt Bellamy nunca foi um estranho para temas relacionados com o controle mental da elite oculta. O álbum de 2009 da banda, "The Resistance", continha títulos como "Uprising" e "MKULTRA" que aludiam a temas obscuros relativos às teorias da conspiração. Após o sucesso do álbum, Muse obteve algum reconhecimento da indústria da música, participou nos Jogos Olímpicos de 2012 de Encerramento (que foi um grande ritual oculto da elite - leia meu artigo sobre isso aqui) e, desde então, a mensagem da banda mudou um pouco. Na verdade, Matt Bellamy começou declarando em 2006 que: 


"O 11 de setembro é claramente um trabalho interno, não há evidência maciça que sugere que isso foi permitido acontecer ou, ainda pior, deliberadamente feito para acontecer". 

– Drowned in Sound, Muse’s Matt Bellamy: “September 11 is clearly an inside job


Mas voltou atrás sobre o assunto em 2012: 


"Eu não acredito mais nisso, embora haja muitas questões a serem respondidas. Eu ainda leio muito sobre a história política, a influência das corporações e dos militares, mas eu me certifico de que estou lendo de fontes credíveis. Eu acho que meus pontos de vista políticos são um pouco mais apurados agora." 

– Metro, Muse’s Matt Bellamy: It’s only now I feel comfortable singing about love


Esses tipos de declarações, combinadas com um segundo álbum mais moderado, fizeram os fãs se perguntarem se a banda teria "se vendido" para a indústria da música. 

No entanto, o álbum mais recente da banda, "Drones", traz o Muse de volta às suas raízes de "resistência", e vai ainda mais longe no toca do coelho. "Drones" é na verdade um álbum conceitual que "acompanha a jornada do protagonista de abandono à doutrinação como um "drone humano" e de uma eventual deserção.

Matt Bellamy descreveu "Drones" como um álbum sobre a desumanização da guerra moderna:


"Para mim, drones são psicopatas metafóricos que permitem o comportamento psicopata com nenhum recurso. O mundo é dirigido por drones utilizando drones para nos transformar em drones. Esse álbum explora a viagem de um ser humano, desde o seu abandono e perda de esperança, à sua doutrinação pelo sistema para ser um drone humano, à sua eventual deserção de seus opressores."

– Gigwise, Muse announce Drones album and UK Psycho tour


 A capa do álbum "Drones" retrata um mestre 
das marionetes invisível que controla um drone 
que está controlando massas de drones. 

A sexta canção do álbum, intitulada "The Handler" (O Manipulador), descreve a doutrinação do protagonista... e essa doutrinação é claramente realizada através do controle mental Monarca (se você não sabe a que eu estou me referindo, leia este artigo primeiro). O vocabulário da música e do simbolismo do vídeo não poderia ser mais claro, tornando "The Handler" uma das referências mais claras para a programação Monarca na cultura popular até hoje. Vamos analisar o vídeo. 

The Handler 

A canção é sobre um escravo MK cantando para seu manipulador. Desde o início, as letras se referem ao controle mental baseado em trauma.


Você (você, você) 
Era meu opressor 
E eu (eu, eu)
Eu fui programado para obedecer

E agora (agora, agora) 
Você é meu manipulador
E eu (eu, eu) 
Vou executar suas ordens


O manipulador foi primeiro o "opressor", visto que ele submeteu o escravo a dor insuportável, tortura e trauma, a fim de induzir a dissociação. Uma vez que isso é realizado, o opressor torna-se o "manipulador", que programa um alter-persona que pode ser controlado à vontade. 

No vídeo, uma figura sombria em uma capa preta desempenha o papel do manipulador. Ele está saindo de uma estrutura estranha que parece ser o cérebro do escravo. Enquanto o manipulador atua como o mestre de cerimônias, imagens simbólicas giram em torno do cérebro do escravo. Todas elas se referem à programação monarca - e muitas delas são imagens reais de gatilho MK. 

Enquanto o Muse canta sobre o Manipulador, um bando de personagens 
simbólicos movem-se na frente dele. Aqui, uma lua crescente dentro de 
uma gaiola representa a prisão do escravo MK. 

 Então Alice no País das Maravilhas aparece. Esse conto de fadas é usado por 
manipuladores MK para programar escravos visto que eles são encorajados a 
"seguir o coelho branco através do espelho" no sentido de dissociação.

Aqui vemos Minnie Mouse (uma referência à programação Mickey Mouse) e, à 
esquerda dela, um baú cheio de borboletas monarcas voando ao redor. Pinóquio
 também faz uma aparição mais tarde. A história do boneco de madeira criado
 por um titereiro que se transforma em um "menino de verdade" repercute 
profundamente na programação MK. 

Outro item que aparece na frente do manipulador é um ursinho de pelúcia. Brinquedos de pelúcia e animais de estimação muitas vezes são dados aos escravos para que eles possam se relacionar com eles e obter algum conforto... para depois fazê-los viver o trauma de perder um ente querido. Mais tarde, veremos como isso se desenrola no vídeo.

A letra da canção menciona as principais etapas da programação Monarca. O refrão faz alusão ao objetivo final da programação Monarca: dissociação.


Deixe-me sozinho
Devo dissociar de você


A palavra "dissociar" aparece em letras gigantes acima do manipulador 
sombrio, enquanto Alice no País das Maravilhas gira ao redor. Isso
 não poderia estar mais relacionado com o MK-ULTRA.

Depois de serem submetidos a trauma intenso e tortura, os escravos MK são levados em direção à dissociação - é um mecanismo de defesa natural do cérebro, quando confrontado com trauma insuportável. Depois de dissociação, manipuladores têm "acesso" ao cérebro do escravo e podem criar alter-personas programáveis.

O segundo verso da canção refere-se ao estado do escravo após a programação. 


Eis aqui minha transformação


O vídeo mostra a palavra "transformation" escrita como "Trance 
Formation". É uma referência ao livro "Trance Formation of
 America" por Cathy O'Brien.

"Trance Formation of America" é um dos primeiros livros a revelar o sistema de controle mental Monarca utilizado pela elite oculta. Veja meu post sobre Cathy O'Brien aqui. Em sua biografia, O'Brien escreve: 


"Eu preparei esse livro para sua revisão e edificação relativas a uma ferramenta pouco conhecida que o "nosso" Governo dos Estados Unidos está secretamente, de forma ilegal, e inconstitucionalmente usando para implementar a Nova Ordem Mundial (Governo Mundial). Essa ferramenta bem documentada é uma forma sofisticada e avançada de modificação de comportamento (lavagem cerebral) mais comumente conhecida como controle mental. Meu conhecimento em primeira mão desta técnica altamente secreta do governo americano de guerra psicológica é desenhado a partir de minha experiência pessoal como uma escrava de controle mental "modelo presidencial" da Casa Branca.


O resto do segundo verso descreve a impotência de um escravo MK programado que não consegue evitar, mas obedece as ordens do manipulador. O escravo é um estranho em sua própria mente.


E você está autorizado a fazer o que quiser 
Minha mente estava perdida na tradução
E o meu coração se tornou uma máquina fria e impassível 


O terceiro verso é sobre o escravo se rebelando e tentando romper com sua programação.


Eu não vou deixar você controlar meus sentimentos mais 
E eu não vou mais fazer o que eu sou dito
E eu não estou mais com medo de andar sozinho 
Deixe-me ir
Deixe-me ser
Eu estou fugindo das suas garras
Você nunca vai me possuir novamente


Durante o terceiro verso, as coisas mudam na mente do escravo:
 Não há mais gaiola prendendo a lua, as borboletas monarca são
 libertas do baú e o manipulador é morto. 

No entanto, como a maioria das histórias sobre a programação Monarca, a vitória é mera ilusão.

À medida que a câmera se afasta, vemos outro manipulador maior acima do 
manipulador morto. No sistema MK, há níveis múltiplos de manipuladores. A maioria
 dos manipuladores MK são também escravos que são utilizados para realizar o traba-
lho sujo enquanto manipuladores de nível superior supervisionam todo o processo. 
Observe como o urso de pelúcia está pendurado agora de cabeça para baixo. 

Conclusão

"The Handler" é um dos vídeos musicais mais flagrantes sobre controle mental Monarca na cultura popular. No entanto, ao contrário de outros vídeos pop MK temático descritos neste site, a narrativa da história de Muse não glorifica a programação Monarca, mas vai de encontro a ela. Será que isso significa que, apesar de ter assinado com uma grande gravadora, o Muse é anti-elite e anti-indústria? 

Bem, isso não está claro. Como afirmado em um artigo no Pseudo-Occult Media, há uma dualidade que permeia a mensagem e o simbolismo das obras de Muse. Por um lado, alguns de seus trabalhos têm uma mensagem rebelde e revolucionária, mas, por outro lado, a banda só acrescenta mais ruído da elite oculta na mídia de massa, embora com uma perspectiva ligeiramente diferente. Embora o simbolismo do vídeo "The Handler" não poderia estar mais claro para alguém que entende sobre o controle mental Monarca, ele ainda está muito imcompreensível para os espectadores regulares (leia os comentários do YouTube do vídeo, você vai entender).

No final, o trabalho do Muse realiza o que o simbolismo faz de melhor: Ele revela coisas para aqueles que o conhecem e esconde daqueles que não conhecem. Por esta razão, cabe a nós sermos cidadãos vigilantes e compreendermos o que a mídia de massa está tentando nos vender. Caso contrário, você vai se transformar em drones que são controlados por outros drones.

Fonte: VC

Veja Mais

16 comentários »

  • Anônimo said:  

    Danizudo assisti o congresso futurista e achei bem interessante, além dos assuntos claramente expostos há outros em questão...
    Você poderia analisar e fazer um post aqui?
    Abraços

  • Marcos Oliveira said:  

    Rapaz eu parabenizo o seu trabalho em querer levar a verdade, diante de tantas inverdades que nos são colocadas constantemente na imprensa, no meio artístico nacional é internacional, etc.

    Apesar de não conhecê-lo e nem saber quem realmente você seja, e creio eu, que você não queira aparecer para as pessoas, devido ao fato de quem está no poder, quero dizer ``dinheiro´´. Particularmente não se agradar e nem gostar do que você faz na internet.

    Porém, vejo que muitos sites e blogs de teoria da conspiração, criam muita polêmica sobre a mentalidade das pessoas, não que eu esteja desconsiderando esse trabalho.

    Mais quero dizer, que vejo que hoje em dia, as pessoas estão mais interessadas em polêmicas no meio artístico e cinematográfico.

    Do que procurar a verdade sobre as religiões e tudo que espiritualmente existem sobre elas.

    Isso de fato, leva as pessoas a sempre buscarem algo em que elas possam estar descrentes de tudo e de todos, inclusive sobre as igrejas.

    Tanto, que durante já a alguns anos, venho percebendo e observando, que para uma grande parcela das pessoas no Brasil e provavelmente em outros países, interessa mais saber onde está o ``errado´´ no meio secular, pesquisando na internet, do que ler e estudar as escrituras sagradas, do que pesquisar sobre a vida de Jesus Cristo, do que procurar assuntos relevantes e que podem edificar a nossa fé.

    Enquanto as igrejas cristãs, independente dos erros considerados graves por parte de pessoas consagradas na igreja católica, Jesus disse a pedra: Dessa pedra, edificarei a minha igreja.

    Reconheço que o cristianismo primitivo da época de Pedro e Paulo, era completamente diferente desse paganismo que existe hoje dentro da igreja.

    Pedro edificou a igreja, mais no início ela não se chamava ``católica´´.

    O homem, é que com a necessidade dos outros, se viu com a capacidade de criar religiões.

    Outro exemplo é Martinho Lutero mais conhecido como (Lutero), criador da Reforma Protestante, que foi excomungado por um Papa altamente ganancioso, papa esse que na época não tinha nem 40 anos de idade, que permitiu a um padre que vendesse indulgências aos fiéis, com a desculpa de que todos os pecados lhe seriam perdoados por Deus.

    Lutero lutou contra isso, e foi excomungado e considerado marginalizado pelo Papa e por muitos padres e fiéis dentro da igreja católica.

    Lutero também falava de purgatório, coisa que hoje não se fala nas igrejas protestantes atuais.

    Prova disso, é só procurar ler as 95 teses de Lutero.

    Também vale lembrar, que Lutero, não era um homem perfeito, por isso, buscou também formar alianças com homens de poder, para formar através da Reforma Protestante, as igrejas evangélicas (protestantes) que é hoje em dia.

    No entanto, quero dizer, que as vezes a própria Teoria da Conspiração, precipitadamente por estar incessantemente em busca da verdade, também podem errar em relação a julgar constantemente as igrejas fazendo-lhe semelhante aos erros do próximo, mais alguns que também estiveram nas igrejas, e que erraram humanamente porque não eram perfeitos.

    Vejo que mostrar para as pessoas onde está o mau na terra, não é errado. O único erro é julgar as igrejas.

    Pois vale lembrar que a igreja de cristo edificada por Pedro, é a igreja de Cristo e nunca deixará de ser do nosso Salvador!

    No mais lhe desejo Boa sorte neste seu trabalho e que Deus esteja com você.

  • Anônimo said:  

    Perfeito como sempre,é incrivel como existem pessoas que são resistentes as provas do simbolismo,talvez o ''illuminatis'' não exista como organização mas a intenção perversa da industria de nos manipularem está ai,para os que são céticos é só estudar um pouco sobre historia e simbolismo,psicólogos e livros sobre a psicologia humana sabem o quanto a mente humana pode ser influenciada,agora a questão é : Queremos ser influenciados por coisas boas ou más? O que queremos levar para nossa vida? Paz,Luz e Conhecimento ou Confusão,Sofrimento ? Conhecimento é,e sempre foi "poder" meus caros amigos,e neste momento eles o possuem,devemos provar que também o possuímos !!

  • Anônimo said:  

    DANIZUDO VOCÊ PRECISA FAZER UM POST SOBRE A NOVA MÚSICA DE JUSTIN BIEBER "where are Ü Now" com Jack U. O vídeo saiu cheio de simbolismo e chifres e triângulos com olho que tudo ver. Muito esquisito. Infelizmente é lamentável ver um artista como Justin, se juntar a outros artistas que já foram manipulados por essa elite oculta e usam disso como algo fashion. Espero que vc veja sobre o que estou falando: where are u Now, Justin Bieber. Clipe no YouTube.

  • Anônimo said:  

    Danizudo WHERE ARE U NOW Justin Bieber. Clipe Ta no YouTube Tem muito simbolismo, tudo é passado muito rápido pra ser despercebido. Desvenda isso pra a gente! Abracos

  • Anônimo said:  

    Placebo Hold On To Me
    Nossa tarefa é transformar a nós mesmos,
    Em seres multidimensionais despertaram
    Cumprindo assim o nosso sonho.
    As dimensões 4 e 5 para o terceiro.
    É o significado interno entre a terra [?] Eo céu [?]
    Esta magia sagrada já foi alcançado por muitos de nós.
    Os outros anônimos estão despertando diariamente
    Como a causa firmemente intensifica.
    Estamos a reivindicação de primogenitura divina e herança
    Lembrando que somos anjos encarnar;
    Seres starried vastas de luz.
    Nós não estamos mais limitados e vinculados pelas ilusões de tempo, espaço e matéria
    Estamos prontos para participar como unimensions? De um
    Os [?] Portas não podem ser abertas ou passou por qualquer um de nós
    Ainda operando como unidades individuais de consciência.
    Eles são trazidos para a manifestação da nossa presença unificada;
    Através da nossa intenção focada;
    Através de nosso total compromisso de servir a um propósito maior.
    Esta é a ponte para um padrão de energia totalmente diferente.
    É o passo além do universo dimensional monte.
    É uma viagem ao desconhecido que deve nos levar cada vez mais perto de casa.

  • Anônimo said:  

    Placebo Hold On To Me
    Nossa tarefa é transformar a nós mesmos,
    Em seres multidimensionais despertaram
    Cumprindo assim o nosso sonho.
    As dimensões 4 e 5 para o terceiro.
    É o significado interno entre a terra [?] Eo céu [?]
    Esta magia sagrada já foi alcançado por muitos de nós.
    Os outros anônimos estão despertando diariamente
    Como a causa firmemente intensifica.
    Estamos a reivindicação de primogenitura divina e herança
    Lembrando que somos anjos encarnar;
    Seres starried vastas de luz.
    Nós não estamos mais limitados e vinculados pelas ilusões de tempo, espaço e matéria
    Estamos prontos para participar como unimensions? De um
    Os [?] Portas não podem ser abertas ou passou por qualquer um de nós
    Ainda operando como unidades individuais de consciência.
    Eles são trazidos para a manifestação da nossa presença unificada;
    Através da nossa intenção focada;
    Através de nosso total compromisso de servir a um propósito maior.
    Esta é a ponte para um padrão de energia totalmente diferente.
    É o passo além do universo dimensional monte.
    É uma viagem ao desconhecido que deve nos levar cada vez mais perto de casa.

  • Anônimo said:  

    Fico sempre esperando um novo post no Blog porque eles são muito bem feitos. Parabéns Danizudo !

  • History Gallery said:  

    Cara, gostei de seu trabalho, até então não sabia sobre. Essa manipulação nem muito menos sobre o controle mental inseridos nas musicas e diante disso pude concluir que isto precisa ser cada vez mais anunciado pois, muitas pessoas não sabem da existencia dessas forças que querem influenciar nossa natureza.
    Gostri do blog
    Continue....

  • Anônimo said:  

    A banda tem outros trabalhos, enfim queria saber se Muse é ou não anti Nova Ordem Mundial.Alguém responde

  • Violet Flames said:  

    Tava esperando por uma matéria sobre o novo álbum do Muse. Embora eu ame a musicalidade da banda, estou sempre atenta ao conteúdo. O que acho difícil de entender é se eles estão nos alertando ou apenas informando o inevitável.

  • Anônimo said:  

    Danizudo, de uma olhada em Without Me do Eminem, tenho uma leve suspeita que seja de controle mental

  • Anônimo said:  

    A pergunta é a "lavagem cerebral" é feita de forma behaviorista ou com intervenção neuropsíquica? Porque escravos mk etc se deixam levar ? Só pelo fato do dinheiro e fama? Há uma forma "manual " de mudar rápido assim os preceitos de seres humanos pensantes ?! Quem sabe não haja uma "máquina" pra facilitar o processo de escravidão mental , tem um filme que n me recordo agora que ajuda a dar uma pensada nisso há essa mudança radical apenas com procesos psicológicos ou uma coisa mais certa nessa mudança radical de "eu(s)".
    Ronin.

  • Anônimo said:  

    Eu Vi isso. Mas não considero pq foi o público que desenhou. Eles abriram uma galeria em los Angeles para quem dissesse ir desenhar as artes do clipe. Vi muito disso na galeria.

  • Anônimo said:  

    Eu Vi isso. Mas não considero pq foi o público que desenhou. Eles abriram uma galeria em los Angeles para quem dissesse ir desenhar as artes do clipe. Vi muito disso na galeria.

  • Anônimo said:  

    E o clip Psycho deles? Eu vi os posts do Danizudo nesse clipe. Assustador

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.