, , ,

O Plano Mestre - Parte 5 - Os Resquícios do Culto ao Sol

sábado, 24 de janeiro de 2015 Leave a Comment

"Os Resquícios do Culto ao Sol" é a quinta parte da série O Plano Mestre (se você ainda não viu a última parte, clique aqui). Vimos no vídeo anterior que se iniciou na Babilônia um sistema religioso de culto ao sol, que se espalhou por vários países e culturas, adquirindo nomes e características diferentes. Esse sistema de culto também teve forte influência na "religião cristã" a partir do século IV. Os resquícios desse sincretismo podem ser flagrados até os dias atuais na iconografia e nos ritos do Cristianismo. Talvez, também por esse motivo, céticos e alguns historiadores duvidam da historicidade de "Jesus", que segundo eles foi uma cópia dos mitos antigos. O que podemos aprender com tudo isso?

Assista ao quinto vídeo da série.


Veja Mais 
O Plano Mestre - Parte 4 - As Raízes da Babilônia
O Plano Mestre - Parte 3 - Abrindo os Portais
 

21 comentários »

  • Gabriel Previato said:  

    Hoje vai chover, veio a parte 5, rsrsrs... a propósito, vc vai fazer algum artigo falando sobre a seca em SP e mudanças climáticas no planeta? E a parte 6, só ano que vem, rs?

  • jeferson araujo said:  

    me passa o nome desse remedio que voce toma pra ficar tao criativo e conta esse monte de historia

  • ~le~ Nicholas Mont said:  

    Primeiro a veeeeeeeer <3 (eu acho haha) aproveitando, gostaria de pedir uma análise na dupla de lutadores "The Ascension". Aliás, só uma área reservada no Imagens Simbólicas, afinal, já é muito exposto para uma análise. Agradeço! Abraço.

  • jack31 said:  

    Perfeito, aguardando a parte 6.

  • Mele Lima said:  

    Agora vou ter que assistir desde o 1 pra relembrar o que aconteceu até esse ponto... Mas mesmo assim, sempre é um prazer obter mais conhecimento. Que o próximo saia logo \o/

  • ChampN1 said:  

    O que é que você tem contra a igreja católica?

  • Anônimo said:  

    Se vocês se afundarem nas pesquisas até mesmo no Google, verão que os demais deuses não tem tais semelhanças com Jesus da bíblia, como tem a teoria no vídeo... Vamos ver a parte 6 o que tem mais...

  • Anônimo said:  

    ótimo. mas para maior compreensão os videos devem ter locução, muito importante num video sempre, porque nem todo mundo consegue ler, pessoas idosas, perto dos 60 anos ou mais nau acompanham,,

  • Anônimo said:  

    locução é imprescindível para assistir qualquer video,,,

  • Luana Carvalho said:  

    Gostaria que você falasse sobre o filme que está sendo lançado: 50 tons de cinza

  • Anônimo said:  

    O apóstolo Paulo se referiu ao Diabo como “o deus deste sistema de coisas”. (2 Coríntios 4:4) Como “governante deste mundo”, o Diabo tem promovido a adoração de incontáveis deuses falsos. (João 12:31) Desse modo, toda a adoração dirigida a deuses criados pelo homem é, na realidade, adoração prestada a Satanás. Mas Satanás não é um deus que merece a nossa adoração. Ele nomeou a si mesmo governante, sendo um usurpador. No devido tempo, ele próprio e todas as formas de adoração falsa serão eliminados. Quando isso ocorrer, toda a humanidade — sim, toda a criação — reconhecerá para sempre a Jeová como o único Deus verdadeiro e vivente. — Jeremias 10:10.

  • Anônimo said:  

    Danizudo cadê a parte 6?! Adoro seu trabalho, acompanho sempre, abraço

  • Anônimo said:  

    Danizudo cadê a parte 6?! Adoro seu trabalho, acompanho sempre, abraço

  • Anônimo said:  

    Tenho certeza de q o autor dos artigos e analises desse blog é o mais imparcial possivel mostrando neutralidade e esclarecendo muitas coisas. Com certeza ninguém q freguenta o blog tem algo contra os católicos e/ou qualquer religiao e/ou, ate mesmo, opiniões. Agora se o mundo q é mais católico e tem fieis q não procuram saber e q não acompanham oq acontece ou q não querem enxergar fatos escancarados na suas faces ... ai fazer oq né. So pelo fato de ADORAR IMAGENS a bíblia já condena adorar imagens. E tais imagens sincretizadas e ligadas com todos os deuses pagaos do mundo todo é indiano chines japones grego, deuses referentes ao candomblé macumba Todos tem o mesmo significado so muda o nome. Sei q muitos e muitos padres foram presos, somente no vaticano, por causa de dinheiro - isso fora outras coisas. Os EUA já mandou uma investigadora para o Vaticano pois lá se descobriu q lavam dinheiro da mafia italiana no banco do Vaticano. isso eu assisti no JN. Dai o cara se presta o serviço de pesquisar e tempo para alertar os homens de bom raciocínio e coração esclarecendo ao povo a manipulação q é o governo mundial (papa tb é chefe de estado) ai tem gente q acha q é pessoal poxa =/ sei não viu...

  • Anônimo said:  

    se Jesus é só uma cópia então o cristianismo é uma farsa? queria saber sua opnião.
    o video até q é bem produzido mas as informações não batem, td aquilo foi realmente feito pra agradar os Romanos? acredito q nem tudo. Sou historiador e mt do que foi mostrado já existia antes do catolicismo ser religião oficial, e objetos como o Ostensório veio bem depois, na Idade Média... mas de qq forma parabéns pela produção, deve ser trabalhoso.

  • Anônimo said:  

    Desculpa, eu quero entender, mas que cristão é este que coloca versículos e acusa o próprio cristianismo de farsa?
    Sou cristã católica apostólica e acredito que Deus mandou seu filho amado para combater todos os tipos de ''deuses existentes'' que insistiam em rondar a terra com suas falsas devoções que traziam afastamento do Senhor Javé. E nossa senhora nunca será uma deusa, até porque ela se auto intitula ''escrava'' DO SENHOR JAVÉ, seus ditos milagres tenha certeza disto, vem de Seu Deus que se encarnou em seu ventre. Ela se sente como serva e muito amada pelo Deus de Israel, pois foi obediente, nunca quis tomar lugar de seu pai eterno. lhe aconselho ler o TRATADO DA VERDADEIRA DEVOÇÃO A SANTISSIMA VIRGEM, de São Luís Maria Grignion Monfort..
    E Que o Espírito Santo de Javé, para deixar claro não é o de mentira (o dos monarcs que combates em teu blog) , traga a verdadeira e honesta verdade sobre este assunto.

  • Anônimo said:  

    Danizudo, antes de mais nada, que Deus o abençoe e continue usando-o poderosamente para a glória dEle. A parte 5 de seu trabalho foi incrível, bem esclarecedor e me deixou chocado. Compreender essa integração do cristianismo ao governo de Constantino, na Roma, é fator chave para esclarecer a origem obscura da Igreja Católica, que não tem ligação alguma com o Cristianismo genuíno que custou a vida de muitas pessoas que verdadeiramente serviram a Deus-Cristo. Esse paralelo da "mãe e filho" presente em dezenas de culturas antigas, que começou a partir da construção da Torre de Babel, até o nascimento de Jesus Cristo, parece ter sido criado propositalmente por Satanás, que já conhecia desde o princípio o plano de Deus para a salvação do mundo, e então preparou um terreno religioso padronizado que se parecesse muito com o que Deus faria ao enviar Seu Filho. Semelhanças e coincidências tendem a confundir as pessoas, diminuir a credibilidade da verdade e bem como abrem brechas para os céticos. É como Jesus afirmou: muitos falsos Cristos surgiriam até o fim dos tempos. E esse "Cristo" figurado na Igreja Católica é só mais um usurpador, que nada mais é que o atual Horus disfarçado. Com base nessas origens, seguramente, é possível considerar que a Igreja Católica é uma religião 100% politeísta com as mesmas divindades antigas disfarçadas em personagens bíblicas. A princípio, Satanás tentou atacar diretamente a Cristo. Depois da ressurreição, tentou destruir os discípulos de Jesus e parar o crescimento do autêntico Cristianismo. Após suas tentativas frustradas de impedir a vontade de Deus à força, decidiu mudar a estratégia e inserir o Cristianismo (na era de Constantino) ao seu sistema numa tentativa de substituir o verdadeiro Cristianismo, ou pelo menos torná-lo confuso, roubando sua identidade e misturando-se a ele os seus inúmeros deuses. Não cabe ao homem convencer o mundo, mas ao Espírito Santo. Portanto, eu oro, em nome do Senhor Jesus Cristo, que as pessoas abram seus olhos para a Verdade. Deus foi explícito ao dizer para não construirmos imagens e nem adorarmos outros deuses, pois Ele é o único e verdadeiro Deus e Jesus é o único Intermediador entre o homem e o Todo-poderoso, logo, adorar e orar para os "santos", Maria, etc., passa por cima de um dos maiores mandamentos do Senhor. É ai onde reside o politeísmo no catolicismo.

  • Anônimo said:  

    Estou ansioso parte 6! Quando será postada? Gostei muito desta série, tem muitas informações importantes sobre a bíblia e os anjos caídos! Além de ajudar a entender a história! :)

  • Isaque de Souza said:  

    Minha amada, paz do Eterno.

    Bom, primeiramente, gostaria de salientar que Maria, foi sim uma serva do Pai, disso não há duvidas. Entretanto, A ideia de uma virgindade perpétua de Maria não é escriturística. Mateus 1:25, falando de José, declara: “E não a conheceu ATÉ que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.” A palavra “até” claramente indica que José e Maria tiveram união sexual após o nascimento de Jesus. José e Maria tiveram vários filhos juntos depois que Jesus nasceu. Jesus tinha quatro meio irmãos: Tiago, José, Simão e Judas (Mateus 13:55). Jesus também tinha meia irmãs, mas não são nomeadas e nem se conhece seu número (Mateus 13:55-56). Deus abençoou e agraciou Maria dando a ela vários filhos, o que naquela cultura era a mais clara indicação de que Deus estava abençoando uma mulher.

    Uma vez, quando Jesus estava falando, uma mulher na multidão proclamou: “Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste” (Lucas 11:27). Nunca houve melhor oportunidade para Jesus declarar que Maria era verdadeiramente digna de louvor e adoração. Mas qual foi a resposta de Jesus? “Antes bem aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam” (Lucas 11:28). Para Jesus, a obediência à Palavra de Deus era MAIS IMPORTANTE do que ser a mulher que o pôs no mundo. Em nenhum lugar das escrituras Jesus, ou qualquer outra pessoa, dirige qualquer louvor, glória ou adoração a Maria. Isabel, parente de Maria, a louvou em Lucas 1:42-44, mas seu louvor é baseado no fato de que Maria daria à luz Jesus. Não foi baseado em qualquer glória inerente a Maria.

    Maria estava perto da cruz quando Jesus morreu (João 19:25). Maria estava com os apóstolos no dia do Pentecostes (Atos 1:14). Entretanto, jamais se menciona Maria depois de Atos capítulo 1. Os Apóstolos, em nenhum lugar, dão a Maria papel proeminente. A morte de Maria não é registrada na Bíblia. Nada é dito sobre Maria subindo aos Céus, ou tendo qualquer forma de papel exaltado no Céu. Maria deve ser respeitada como a mãe terrena de Jesus, mas ela não é digna de nossa adoração ou exaltação. A Bíblia, em nenhum lugar, indica que Maria pode ouvir orações, ou que ela possa ser mediadora entre nós e Deus. Jesus é nosso único defensor e mediador no Céu (I Timóteo 2:5). Se fosse oferecida adoração, exaltação ou orações, Maria diria o mesmo que os anjos: “Adora a Deus!” (Apocalipse 19:10; 22:9). A própria Maria dá para nós exemplo, direcionando sua adoração, exaltação e louvor somente a Deus: “Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador; Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada, Porque me fez grandes coisas o Poderoso; E santo é seu nome” (Lucas 1:46-49).

  • Anônimo said:  

    As pessoas agem como se Jesus fosse aquele menino que Maria segura. Poxa, na verdade não. Que eu saiba existem muitas "versões" de como Jesus foi. Mas nem uma foi realmente fiel. Ninguém sabe exatamente como ele era. Então, eles usam imagens para adorar o sol, e para ninguém dizer nada falam que é o Jesus...

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.