,

Nicki Minaj "Only" ou Como Rappers pagam Tributo a Seus Senhores da Elite

domingo, 23 de novembro de 2014 Leave a Comment

 
O vídeo com a letra da canção "Only" retrata Nicki Minaj como uma ditadora em um ambiente semelhante ao nazista. Seus acólitos Lil Wayne, Drake e Chris Brown representam vários ramos da elite oculta. Por que rappers querem glorificar um regime que matou e oprimiu milhões - especialmente as minorias? Porque eles são marionetes da elite - e a elite secretamente adora ditaduras opressoras.

"Lyric Videos" geralmente são vídeos simples que mostram a letra de uma canção. Deixe isso para Nicki Minaj e sua equipe e eles transformam um vídeo lírico em uma saudação perturbadora para ditaduras violentas e uma homenagem a seus senhores da elite. Depois de "canalizar" o molestador de crianças condenado, Roman Polanski, com seu "alter-ego" Roman Zolanski, Nicki Minaj agora desempenha o papel de Hitler literalmente. Embora alguns possam dizer que o vídeo é "uma maneira de dizer que a gravadora Young Money domina o rap", não é. A única razão pela qual a Young Money está obtendo grande exposição é porque seus "artistas" estão empurrando ativamente a Agenda da elite (veja meus inúmeros artigos sobre Nicki Minaj e Lil Wayne). Também vale a pena mencionar que a mesma ditadura emulada nesse vídeo enviou milhões de pessoas para campos de concentração e massacraram a maioria delas. E isso só aconteceu há algumas décadas. Quem gostaria de estar associado a isso? Ninguém, exceto os peões Illuminati que são ditos o que tem que fazer. A elite oculta sempre secretamente aprovou as medidas da Alemanha nazista (veja como a Operação Paperclip trouxe 1500 de trabalhadores nazistas para a América). E, por meio da negação gradual dos direitos básicos e liberdades combinada com o aumento de táticas do estado policial, a elite está procurando ativamente orientar a América de volta para essa direção. O vídeo de Nicki Minaj está tentando fazer todo aquele horror parecer legal e sexy de alguma forma.

"Only", no entanto, não é só sobre a Segunda Guerra Mundial na Alemanha. Trata-se da elite oculta de hoje e suas tendências totalitárias. Cada artista na canção retrata uma "filial" da elite - um "ângulo" do qual eles controlam as massas. O rap costumava ser sobre a "luta contra o poder" - é agora é sobre "servir o poder". Por esta razão, Nicki Minaj, Drake, Lil Wayne e Chris Brown são retratados como chefes de um regime opressivo, ditatorial e militarista - que é para onde a elite quer nos levar.

Nicki Minaj: A Líder Carismática

 Todas as ditaduras precisam de um líder carismático que as massas ignorantes temerão e idolatrarão. Esse papel é desempenhado por Minaj.

  Minaj está em pé na frente de aviões de guerra que vão para guerra em 
algum lugar. Sim, aparentemente, guerra é agora algo legal. Uma antena
 é usada para espalhar a sua propaganda. 

  Quando Minaj diz "Yo", o som sai da antena e transforma o mundo
 em vermelho. Isso representa como os políticos espalham a propaganda
 da elite que permanece nas sombras.

  Esta é uma réplica do portão de Brandemburgo, durante a Alemanha nazista. 
A única diferença é que vemos o logotipo da Young Money nos banners ao invés
 de uma suástica... e há também Nicki Minaj ampliada cirurgicamente em cima.

  Desfile nazista sob o Portão de Brandemburgo, 1930.

  Em cada lado de Minaj estão figuras encapuzadas escuras. Elas 
são a elite sombria secretamente controlando o líder carismático?

Chris Brown - O Militar 

A elite depende de uma força militar de alta tecnologia para invadir países e oprimir seu próprio povo através de um policial militar. Chris Brown faz o papel do general.

  Chris Brown como um general, em pé na frente de armas. 

Note que Chris Brown está vestindo o uniforme de um general americano - dando a entender que o vídeo é sobre uma ditadura moderna. Trata-se da elite ocultista procurando trazer uma Nova Ordem Mundial. Outras imagens apontam para a mesma direção.

  Imagens de mísseis modernos atirando são mostradas, enquanto 
Chris Brown está cantando. Será que sofremos tanta lavagem cerebral 
para nos alegrarmos enquanto assistimos a mísseis explodindo?

  Em várias ocasiões, vemos imagens de câmeras de vigilância
filmando você, o espectador. Vigilância de alta tecnologia é um
 importante elemento parte da Nova Ordem Mundial. 

Não havia câmeras de vigilância durante a Segunda Guerra Mundial. Mostrar câmeras de vigilância permite que você saiba que é sobre o estado policial que a elite está tentando trazer agora. Nos últimos anos, tem havido um esforço constante para mostrar câmeras de vigilância em vídeos de música para normalizar a sua existência. Eles querem que você pare de perceber que o "Big Brother" está te observando.

Drake - Religião de Estado

Por que Drake, que é judeu, está participando de um vídeo que é muito inspirado na Alemanha nazista? Ele está consciente de que, se ele tivesse vivido na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, ele seria mandado para um campo de concentração para viver em condições terríveis, até sua execução? De qualquer forma, no vídeo, Drake está vestido como um padre católico, mas a sua "Igreja" não é o cristianismo - é uma religião de Estado criado pela ditadura.

  O logotipo de YM está no banner dentro da Igreja (e no chapéu de
 papa do Drake), indicando que essa religião foi criada para servir
 aos interesses da ditadura. 

  O livro de Young Money. Provavelmente está cheio de letras de rap terríveis.

Lil Wayne - Mega-Corporações 

Existe uma pessoa que parece ser mais corporativa do que Lil Wayne? A resposta é: Sim, existe. Lil Wayne, no entanto, representa a mega-corporação que são de propriedade da elite mundial.

  Lil Wayne de terno dentro de uma sala de reuniões
 para tomar decisões de negócios importantes. 

Mega-corporações são "ramos de negócios" da elite e sempre tem sua palavra nas decisões internacionais (pesquise sobre executivos de corporações que assistem às reuniões do Grupo Bilderberg e da Comissão Trilateral). Essas corporações possuem os meios de produção de várias indústrias e possuem quase todos os meios de comunicação.

  O logotipo YM em outdoors, para que você saiba que a elite usa meios de
 comunicação para promover a sua ditadura, como se fosse um produto. 


 O rosto de Lil Wayne na televisão: Filmes, vídeos de música 
e programas de TV são usados para promover a ditadura.

Conclusão

O vídeo com a letra da música de "Only" causou polêmica devido ao sua saudação à Alemanha nazista. Mas ele vai mais longe do que isso. Trata-se de uma ditadura moderna, com vigilância de alta tecnologia, armamento militar avançado e propaganda de mídia de massa. Em suma, é sobre as várias maneiras que a elite de hoje está tentando trazer um governo totalitário para o mundo - a Nova Ordem Mundial. Embora o vídeo faça com que os artistas pareçam poderosos e no controle, eles permanecem peões, usados para colocar um rosto "atraente" para o regime que a elite está tentando trazer.

Por que esses artistas aceitariam estar sendo associados com a guerra, a opressão, a morte, o sofrimento humano e a loucura militarista? Porque ninguém perguntou os seus pontos de vista políticos, eles têm que fazer aquilo que lhes forem dito. E isso é o que Young Money está fazendo.

Fonte: VC

Veja Mais
Fergunson: Prova que os EUA está se tornando um Estado Policial Militarizado 
Protestos em São Paulo: Uma Apresentação da Agenda do Estado Policial 

 

10 comentários »

  • {J~V~P} said:  

    Apesar de meu comentário não ser relacionado ao post em questão gostaria de sugerir ao Danizudo atenção a outros materiais lançados por outros artistas da industria como Alanis Morissette, apesar dela estar longe dos holofotes da industria, se manteve lançando álbuns desde seu aparecimento da indústria nos anos 90. Sempre tive dúvidas em relação a sua carreira esta dúvida é fundamentada na observação de álbuns como "Feast On Scraps" lançado em 2002 onde sua imagem é associada a de borboletas e recentemente com o lançamento de letras tão reveladoras e intensas como já é de costume em sua carreira, entre elas a de "Celebrity" do álbum "Havoc and Bright Lights" lançado em 2012, onde entre os versos da canção estão "Eu senti o gosto do estrelato antes mesmo de respirar, Meu famoso e faminto papai mexeu os pauzinhos pra mim", estas frases evidenciam duas coisas, uma é o fato de que realmente Alanis se tornou famosa instantaneamente em 1995, tanto após a promoção do álbum "Jagged Little Pill" se escondeu do mundo. A segunda hipótese e baseada em um post seu em que revela a relação de antepassados de Alanis com as famílias Illuminatis. Entre outros versos da faixa "Celebrity" estão
    "Me dê a celebridade
    Meu reino para ser famosa
    Me diga quem eu tenho que ser";
    "Nunca me pergunto quem está puxando as cordas sobre mim
    Porque estou ciente de carros, saltos e gucci vintage
    Eu estou na minha vigésima rodada de vitamina v"
    "Eu sou uma macaca tatuada dançante e sexy
    Apenas alienada o suficiente para que você me queira
    Esperando que a minha personagem me faça cair nas suas graças
    Daria minha vida por uma oportunidade".
    Enfim, gostaria de sugerir e pedir uma análise sobre a carreira de Alanis Morissette.

  • Marcio Roberto said:  

    Parece que a tendência é mesmo tudo piorar...

  • Gabriel Previato said:  

    Analisa também "Run" da Nicole Scherzinger. Lá ela fala pra próxima fugir, pois só irão enganá-la e usá-la. Ela fala isso vestida de preto jogada no chão enquanto que ela vestida de branco sai correndo pelo casarão escuro fugindo.

  • Gabriel Previato said:  

    Ah, e a parte 5 do Plano Mestre, cadê???

  • L. said:  

    Olá, Danizudo, leio o seu blog já faz muito tempo e, desde então consigo identificar significados ocultos quando vejo alguma imagem, videoclipe etc. Eu acompanho o trabalho do Chris Brown desde o início, e ele tem a vida bastante conturbada, todos sabemos. Fazem uns 2 dias ele postou no instagram (@chrisbrownofficial) fotos de seus grafites perturbadores em que há monstros (ele sempre grafita esses monstros, mas mesmo assim sempre que os vejo, sinto o mesmo horror) e a legenda é: #Konfuzed mind control.
    Isso já é claramente uma forma de expressar o lado oculto em que ele vive. Várias pessoas o confortam, dizem para que ele não se deixe ser controlado. Enfim, só queria compartilhar, se você pudesse dar uma olhada, fazer alguma análise, me responder...
    eu agradeço. Abraço!

  • Selena Stephanie said:  

    Ola, sempre acompanho os seus posts vc esta de parabens, gostaria que voce fizesse uma analise do novo clipe da Taylor Swift - Blank Space. Falam que o novo album dela " Esta surgindo uma nova Taylor". Obg.

  • Thiago Myller said:  

    ADOLF MINAJ IS PERFECTR <3

  • Carol Matos said:  

    Quando tiver tempo faça uma análise sobre os filmes Disney e como eles também ajudam a promover a agenda. Tenho certeza que daria uma ótima análise.

  • Carol Matos said:  

    Gostaria de ver qualquer dia no blog algo sobre o romance Laranja Mecânica. Um fato curioso pra mim (e desconhecido) do livro é que o capítulo 21, que relatava justamente o arrependimento do rapazinho de todas as atrocidades que teria praticado na vida, resultado de seu amadurecimento, foi visto pelas editoras como ilusório e irreal, sendo omitido pelas editoras, que insistiram que seria mais realista e atraente ao público o mocinho sucumbir às suas raízes violentas. Acho que deu certo, pois de lá pra cá, quantas bandas de rock, cantores, estilistas e sei lá mais o que, exaltam o romance, o filme e o personagem em suas obras.

  • cecilia Meirelles said:  

    Parece que não foi só aqui que as referências ao nazismo e ao Big Brother de Orson Welles incomodaram o público: A versão filmada desta música limou completamente estas cenas, ficando só o sexismo sombrio que se tornou a marca registrada da estética iluminatti. Menos mal assim, acabei de assistir no youtube...

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.