Imagens Simbólicas (agosto/13)

sábado, 31 de agosto de 2013 39 comentários

A maioria das pessoas que assistiram ao vídeo de Miley Cyrus "We Can't Stop" não 
reagiram bem. As pessoas se sentiram sujas, burras e genuinamente preocupados com o futuro
 da nossa civilização. Em suma, isso está bem em linha com o que a elite oculta quer. Como 
este print do vídeo sugere, Miley não é o cérebro por trás deste vídeo - ela é um fantoche, provavelmente de mente controlada, para empurrar essa agenda.

Você ficaria surpreso em vê-la repetidamente mostrando o
 "um olho" em ensaios? Não fique, pois isso está acontecendo.

Miley, eu tenho uma coisa para te dizer: Pare com iss. Oh, espere, 
você não pode parar. Pois o nome de sua música é "Nós não podemos 
parar". Mas, sério... pare com isso.

Com Terry Richardson, o fotógrafo predileto das marionetes. Veja que 
ele veste a camiseta do filme "Laranja Mecânica", um filme conhecido
 por fazer sérias referências ao Controle Mental Mk-Ultra.

Katy Perry, no VMA 2013, exibiu seu vestido com estampa felina e borboletas 
douradas para deixar mais óbvio que aquela esta é mais uma referência à programação
 sex-kitten Beta. Aliás, o conceito por trás de seu novo single é exatamente isso.

Justin Bieber andando com uma camiseta com um olho
 dentro do triângulo. Parece que agora está mais evidente o 
porque de sua última tatuagem mostrada na edição anterior.

No Billboard Music Awards, ao entrar no palco, Bieber sai de uma estrutura que é 
uma versão estilística do Horbehutet, que representa o deus Sol. Esse disco alado ainda 
está sendo usado hoje por grupos como os maçons, os teosofistas e os Rosacruzes.

Este antigo símbolo é comumente associado com o Egito, ainda que também usado 
pelos persas e assírios e também por culturas remotas da América do Sul e Austrália. 
Trata-se de uma esfera solar ladeada por duas asas. Os egípcios tradicionalmente
 colocavam duas serpentes nas asas, representando as deusas
 que protegiam o Alto e o Baixo Egito.

 Lady Gaga com um braço mecânico - transhumanismo, 
robotização e desumanização estão constantemente presentes 
em ensaios e vídeos MK-relacionados.

O tema de transhumanismo parece quase que obrigatório para os artistas Illuminati.

Mostrando um olho mais uma vez em ensaio para a revista V.

Não ficamos surpresos em ver  Lady Gaga de volta com 
seu novo trabalho e os mesmos simbolismos de sempre.

 Aqui, ela aparece em meio a algumas perucas, cada uma delas representando um alter-
persona. Parece que é esse conceito que tem estado por trás de seus últimos trabalhos.

Cyndi Lauper - um olho e estampa felina. Uau.

Demi Lovato fazendo o inevitável 'um olho' em foto do encarte de seu CD.

Mais uma vez só para termos certeza.

 Depois de lançar vídeos fazendo menção à sociedade secreta 
"Golden Dawn", de Aleister Crowley, Ciara aparece com um
 grande Baphomet em sua blusa.

O ator Ian Somerhalder, tirando uma foto tampando um olho, pois precisa muito...

A atriz americana Mila Kunis.

O ator Steve Carrel - tendo um olho tampado, sem 
contar a fita selando sua boca para não falar a verdade.

O rapper Mac Miller.

Mais capas de CD exibindo o simbolismo do 'um olho'.

A cantora Finlandesa Erin tinha o desejo de fazer este sinal 
bem em sua capa de CD. Eu pensava que a Finlândia estava livre
 disso? Não... na verdade, ela foi disco de platina lá.

O filho de Tom Cruise, Connor Cruise, lançou um álbum
 de música eletrônica. A capa tem um símbolo muito familiar.

Aqui está a filha de Tom Cruise, Isabella Cruise, andando por aí com 
uma tatuagem com o mesmo símbolo familiar: o triângulo e o olho que
 tudo vê. Uma escada leva à parte superior do mesmo triângulo. Esses
 filhos de Tom Cruise com certeza amam esse símbolo.

 Print do trailer do novo GTA mostra o símbolo Illuminati e 
a frase "O cara está te vigiando". Hum...não é mais novidade.

Cartazes promocionais do filme "Smurfs 2" deixam tudo mais claro.

Prévias do novo filme "Jogos Vorazes" mostram este cocar de borboleta monarca. 
Haverá reviravolta na história que será inspirada em programação monarca?

 Desenhos e peças em formato de olhos são a aposta da vez na indústria 
da moda. Graças aos esforços da elite que tem normalizado o simbolismo do 
"um olho" na indústria do entretenimento; agora ele virou peça de moda.

Aqui também...

Aqui...

Marca de roupas AZ.

Anúncio da marca de roupas Triton.

As lojas Renner está apostando na "coleção esotérica". Parece que o esoterismo 
está em alta, não é? A agenda está se cumprindo perfeitamente e as pessoas estão
 a engolindo. Infelizmente, há várias outras roupas que flagramos na mesma 
loja e não iremos mostrar, pois do contrário, ficaríamos aqui para sempre.

Veja Mais
Imagens Simbólicas (julho/13)
Imagens Simbólicas (junho/13)

, , , , ,

VMA 2013: A Apresentação Chocante de Miley Cyrus e a Nova Persona de Lady Gaga

terça-feira, 27 de agosto de 2013 88 comentários

 
 A edição de 2013 do VMA não foi sobre música. Não foi nem mesmo sobre o simbolismo que eu descrevi nos últimos anos. O evento todo foi basicamente a MTV dizendo: "Não há nada para comemorar na música pop neste ano, então aqui está apenas uma apresentação bizarra de tudo que há de errado na indústria do entretenimento".

Escrevi extensos artigos sobre as premiações VMA anteriores, porque elas estavam cheias de simbolismo e mensagens ocultas. Neste ano, nem tanto. Tratava-se de promover grandes artistas e seus mais recentes álbuns. Mas, principalmente,o show foi sobre fazer acontecer um momento "chocante" que faria os meios de comunicação falar sobre isso sem parar por dias. Miley Cyrus fez isso acontecer.

Miley Cyrus: A Escrava da Indústria Escolhida Dessa Vez

A performance de Miley Cyrus no VMA foi qualificada por muitos como um "lixo" e "vergonhosa". Foi realmente uma visão estranha de se ver. Era como se ela estivesse fazendo isso de propósito para envergonhar-se. Bem, aqui está um momento de clareza: realmente sua apresentação foi feita de propósito e, ainda mais, foi tudo encenado. As pessoas que comentam sobre Miley Cyrus parecem esquecer um enorme detalhe: Há uma enorme máquina de marketing por trás de Miley Cyrus e sempre existiu. 

  A imagem de Miley foi muito comercializada pela Disney desde os 
dias em que ela assumiu o papel de Hannah Montana - uma menina 
que (apropriadamente) teve uma alter persona de palco, com uma peruca
 diferente. Os produtos de Hannah Montana muitas vezes continham 
borboletas neles, um lembrete de como ela era uma 
escrava de programação Disney. 

Miley assinou agora contrato com a Hollywood Records, uma gravadora que foi fundada por Michael Eisgner, um empresário da Disney. Portanto, apesar das aparências, Miley e sua imagem ainda são de propriedade da Disney. A Hollywood Records também possui outras estrelas "infantis" como Demi Lovato, Selena Gomez e os Jonas Brothers. Cada artista dessa gravadora teve uma imagem cuidadosamente elaborada para ser comercializada ao seu público-alvo. 

Como um produto de programação Mickey Mouse, Miley passou por um clássico tratamento "boa menina tornando-se má". De uma menina boazinha, filhinha de papai saudável, Miley se transformou em uma aberração sexual que vive mostrando a língua e fazendo careta sem motivo. Enquanto a maioria das pessoas provavelmente estão desaprovando o comportamento de Miley, eles não percebem que essa coisa toda coincidiu com o lançamento de seu novo álbum - e que tudo foi ordenado por seus manipuladores. Em outras palavras, ela foi selecionada e programada para ser o exemplo principal deste ano de uma "boa garota se tornando má", um processo que a elite oculta quer que o público testemunhe constantemente. Eles querem que as massas vejam a inocência e a integridade se degradando e se tornando um lixo. Eles querem que a cultura pop e os jovens em geral sigam o mesmo processo. Enquanto a alquimia é a respeito de transformar pedra em ouro, as massas estão testemunhando o processo oposto. 

A apresentação no VMA de Miley é sobre uma estrela infantil que era amada por milhões de jovens, mostrando o que a indústria tem feito para ela. É sobre quebrar a inocência de seus fãs por ter-lhes testemunhando sua metamorfose em um gigante caricatura obcecada por sexo. Eu estou usando a palavra caricatura porque é seguro dizer que Miley não era 100% ela mesma durante o VMA. Seu comportamento excessivamente sexualizado era característico de uma escrava de programação Beta que estava no modo "on". No entanto, a presentação não foi só sexual, foi feito também (e principalmente) para ser constrangedora a si mesma - como se fosse um ritual humilhante e doentio. Vestida e estilizada para se parecer com uma menina malcriada, pulando com ursos de pelúcia gigantes, a performance de Miley foi sobre provocar uma reação negativa do público, continuando a agenda permanente de sexualizar tudo o que está relacionado com a infância. 

As coisas ficaram ainda mais estranhas quando Robin Thicke entrou para cantar Blurred Lines. Como o próprio nome um tanto estipula, essa música borra a linha entre ser um sedutor e alguém assustador. Seu vídeo tem uma estranha vibe manipulador-escravo, onde Robin, Pharell e TI estão todos bem-vestidos, enquanto as mulheres que dançam em torno deles estão completamente nuas... E eles cantam para elas versos como "Você é um animal".

  Enquanto "Blurred Lines" parece ser nada mais do que um vídeo "divertido e 
sexy", o fato de que os cantores estão totalmente vestidos, enquanto as modelos estão
 completamente nuas denota uma forte relação de dominância. Forçar escravos
 ficarem nus enquanto os mestres estão vestidos é um estratagema psicológico
 clássico para fazer escravos se sentirem impotentes, vulneráveis e inferiores. 

Portanto, não é uma coincidência que Miley cantou esta música em particular durante o VMA. Sua atuação inteirinha vai ao encontro do espírito da música e, como no vídeo, há uma relação manipulador/escravo acontecendo durante a performance.

  Durante "Blurred Lines" Miley agiu como uma verdadeira escrava de
  programação Beta - enquanto Robin agiu como um manipulador. Seu estranho 
terno apresentava uma estampa dualista (preto e branco) que é usada durante a
 programação real de escravos MK. Havia também algo de estranho ao ver essa 
menina de 20 anos (vestida para se parecer mais jovem) 
esfregando-se neste homem de 36 anos de idade. 

Enquanto Miley estava ficando louca no palco, as câmeras mostrando o público revelavam que as pessoas não estavam achando divertido. As expressões faciais variavam de choque, desespero a "WTF". Pôde-se quase sentir o ódio que emanava daquele lugar - e de toda a nação - enquanto ela estava no palco. E isso é o que "eles" (os manipuladores de Miley) estavam querendo. Miley foi preparada e configurada para levar essa onda. Miley foi até ridicularizada durante a introdução de sua  própria performance. A premiação da MTV precisava de sua marca registrada de causar um momento de "choque" e a indústria precisava de seu "bode expiatório" para manter o seu sistema oculto MK-Ultra doentio. 

A roupa de urso com um olho só estava com ela o tempo todo.

 O urso caolho basicamente disse ao mundo quem estava 
por trás dessa encenação ou "evento de falsa bandeira".

Embora a "controvérsia" em torno de Miley possa ajudá-la a vender mais discos por um tempo, a humilhação pública em curso que está sendo forçada sobre ela por seus manipuladores provavelmente irá causar  algum tipo de colapso no futuro. Em um artigo publicado em 2011, o pai de Miley, Billy Ray Cyrus, afirmou que seus manipuladores (essa é a palavra que ele usou) tiraram-no do círculo e disseram-lhe para "tomar conta de sua própria vida." À semelhança de outros escravos da indústria, Miley não tem contato com sua família. Na entrevista, Billy Ray acrescentou que "Satanás estava atacando a sua família", que ele estava com medo de vê-la ir pelo mesmo caminho trágico de Anna Nicole Smith (um escrava Beta Kitten) e Michael Jackson (morto pela indústria).

Essa performance e a reação pública que se seguiu é uma prova do forte controle que a indústria tem sobre seus escravos. Tenho a certeza de que, no fundo, Miley sabia que tudo isso é ridículo e embaraçoso. Mas não há nada que ela possa fazer a respeito disso. 

Lady Gaga

Não havia muito mais para o VMA deste ano. Posso imaginar os executivos da MTV dizendo para os assessores de Justin Timberlake: 


- Que música Justin vai cantar? 
- Seu novo single. 
- Isso não é suficiente. Temos um monte de tempo para preencher aqui.
- Quantas músicas você quer que ele cante? 
- TODAS...
- Huh?
- Faça-o cantar CADA UM DOS SINGLES que ele já gravou. Traga de volta o NSYNC se você precisar. Temos todo o tempo livre para preencher aqui.
- Hum, OK.
 

Mas, falando sério, além de Miley Cyrus, Lady Gaga também ganhou um pouquinho de atenção. Seu novo single "Applause" é basicamente uma continuação do seu tema "The Fame Monster" em que ela é uma performer que busca desesperadamente a atenção e a fama. Gaga está pronta para fazer qualquer coisa para obtê-la, mesmo que isso signifique fazer acordo com a elite e inserir em seu trabalho seus símbolos.

  Gaga começou sua performance com a cabeça dentro de um quadrado 
branco - como se estivesse dizendo que ela é uma "tela em branco". Ela está
 pronta para ser pintada de qualquer maneira possível para obter aplausos. 

Nós rapidamente vemos quem "pinta" Gaga. 

  Durante seu primeiro verso, Gaga usa a peruca que ela teve nos vídeos do 
seu primeiro álbum, como Paparazzi. Ela faz o sinal do um olho para se 
certificar de que você saiba que a sua tela em branco foi 
preenchida pela Agenda Illuminati.

 Durante o segundo verso, ela usa a peruca que ela tinha no vídeo 
"Telephone" - o vídeo foi sobre programação MK e matar civis... lembra?
 Ela faz o sinal do um olho para que você saiba que também ela faz 
parte da Agenda Illuminati.

  Na última parte de sua performance, Gaga revela a sua última 
"persona" - uma encarnação da deusa Vênus, como retratado em 
"O Nascimento de Vênus", de Botticelli (e como visto no Imagens 

  Por que Gaga resolveu encarnar Vênus? A associação entre o planeta 
Vênus e a luxúria remonta a milhares de anos - desde os tempos de 
Ishtar, a deusa babilônica do sexo e da luxúria que foi associada
 com Vênus (mais sobre isso em breve).

Gaga passou o resto do VMA como Vênus, basicamente sentada, deixando  as pessoas saberem que ela agora é Vênus, a deusa do sexo. Há também um segundo nível, oculto para a importância de Vênus em mistérios ocultos. 


"Como a estrela da manhã, Vênus é visível antes do nascer do sol e como a estrela da noite que brilha imediatamente após o pôr-do-sol. Devido a essas qualidades, uma série de nomes foram dados a ela pelos antigos. Por ser visível no céu ao pôr do sol, ela foi chamada de Vesper, e como ela surge antes do sol, ela foi chamada de a falsa luz, a estrela da manhã, ou Lúcifer, que significa o portador da luz. Por causa dessa relação com o sol, o planeta também foi referido como Vênus, Astarte, Afrodite, Isis, e a mãe dos deuses".

- Manly P. Hall, The Secret Teachings of All Ages



A "Mother Monster" é, aparentemente, agora a "Deusa Mãe". A performance de Gaga foi, em suma, uma homenagem a suas personas anteriores e o "nascimento" de uma nova - aquela que se encaixa com a mitologia e simbolismo da elite oculta.

 Conclusão

Embora a reação da mídia de massa contra Miley Cyrus seja exclusivamente dirigida a Miley Cyrus, a grande figura está completamente sendo perdida (ou ignorada). Se "observadores" e "críticos" prestassem um pouco mais de atenção, eles talvez viriam o que está realmente acontecendo: Miley Cyrus está, mais do que nunca, possuída e controlada pela Disney. Sua imagem, sua música e sua performance são totalmente determinadas por seus manipuladores. Por alguma razão doentia, ela foi escolhida este ano para envergonhar-se e traumatizar todos os jovens que cresceram assistindo a ela. Miley foi oferecida como um "sacrifício" ao público, enquanto acrescentava algo mais ao colapso total da cultura popular. Sua apresentação foi coreografada e encenada para ser o mais irritante e desagradável possível. Desde o cabelo e a roupa que não fizeram jus às constantes mostradas de língua, e à obsessão com uma dança execessivamente sexualizada, sem ter os atributos físicos para fazê-la... tudo foi planejado para incomodar todo mundo. 

Enquanto as massas estão rindo e apontando o dedo para Miley Cyrus, aqueles que mandam nela estão rindo e apontando para as massas... porque elas estão caindo direto nesse processo de humilhação doentio.  Miley é apenas um fantoche e precisamos olhar para aqueles que estão puxando as cordas. Nós também precisamos olhar para aqueles estão fazendo isso com pessoas como Miley Cyrus e, especialmente, com a nossa juventude em geral. Não se trata de uma única garota que perdeu seus modos, trata-se de um sistema que faz os jovens perderem o seu caminho.

Fonte: VC

Leia Mais

Nova Série - Teaser #2

domingo, 25 de agosto de 2013 31 comentários

Ciara "I'm Out" - Mais Um Vídeo de Iniciação Oculta

terça-feira, 20 de agosto de 2013 22 comentários

Juntando-se à tendência crescente de artistas que promovem a agenda do ocultismo, a cantora Ciara lançou o vídeo para seu single "I'm Out" feat. Nicki Minaj, simbolizando como ela abraçou o lado negro da indústria da música. Referências a iniciações ocultas têm sido crescente nos últimos vídeos, mas o que chamou mais atenção é o fato de ela lançar alguns clipes teaser vestindo roupas estampadas com a inscrição "Hermetic Order of Golden Dawn" - a sociedade secreta oculta a qual Crowley pertenceu, nas costas e em suas botas. Aleister Crowley foi um dos satanistas mais influentes do século 20. Assista a nossa análise.
 

Leia Mais 
Kimbra - Uma Nova Artista Sob Controle Mental
A Iniciação Oculta de Taylor Swift no Brit Awards 2013

, ,

Amanda Bynes segue os Passos de Britney Spears e é colocada Sob Tutela

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 11 comentários

Em 24 de julho, escrevi sobre Amanda Bynes sendo colocada sob custódia psiquiátrica involuntariamente, o que significa que ela estava sendo retida à força, recebendo injeções de "medicamentos anti-psicóticos de ação rápida" e depois reavaliada para ver se ela ainda era um "perigo para a si mesma ou para outrem". Embora esse processo geralmente dure 72 horas, o de Bynes foi estendido para 30 dias. 

Eu coloquei naquele artigo que a última estrela que passou por esse processo foi Britney Spears, um dos casos mais evidentes de uma celebridade que sofreu um colapso completo devido à programação MK. Britney foi então colocada sob a tutela de seu pai, que estava encarregado de lidar com tudo sobre a sua vida, saúde, finanças, e pequenos detalhes como o uso da Internet. Ela esteve depois sob a tutela de seu "noivo" (manipulador), que esteve na estranha posição de ser o seu "outro significativo", enquanto ditava cada pequeno aspecto de sua vida e carreira. 

Infelizmente, Spears parece estar se curando de sua "doença mental" (como relatado pela mídia) - provavelmente porque ser um escravo MK não é uma doença, mas uma experiência traumatizante que acaba por destruir completamente a mente de uma pessoa. Durante seu último programa como uma juíza no X Factor, várias pessoas comentaram sobre o comportamento zumbi de Britney Spears e sobre o fato de que ela apenas observava as performances que ela deveria julgar. O co-apresentador do programa Adrienne Bailon declarou recentemente que Britney não podia sequer pensar ou falar por si mesma. Ela chegou a ser dita o que dizer pelos seus manipuladores. 


"Eu trabalhei com ela no X Factor, e eu não vou mentir para vocês... ela não consegue manter uma conversa. Eles têm alguém que dizia o que ela deveria falar." 

- Daily Mail, ‘She can’t hold a conversation!’ Adrienne Bailon claims former costar Britney Spears ‘was told what to say by her handlers’ behind the scenes on the X Factor
 

Amanda Bynes está seguindo os passos de Britney? Certamente parece que sim. Enquanto ela parecia estar bem acordada e saudável há alguns anos atrás, Bynes passou por um colapso enorme, que causou um comportamento estranho e a fez ser colocada em custódia psiquiátrica.

  Bynes sendo levada em cadeira de rodas entre edifícios no Centro
 Psiquiátrico Hillmont em 25 de julho. Ela está sendo reprogramada?
 
Desde que ela foi enquadrada sob o código 5150 (código de lei da Califórnia para manter alguém sob tratamento psiquiátrico involuntário), relatos sobre seu estado de saúde mostram sinais mentais típicos de uma programação MK, de como ter um lado "bom" e "ruim" (programação dualista) e múltiplas personalidades.


 De acordo com a TMZ, os médicos querem manter Bynes em uma longa custódia para fazerem uma avaliação mais aprofundada e determinar se ela está sofrendo de uma doença mental grave, com "tendências esquizofrênicas", e "múltiplas personalidades", há uma boa Amanda e um má Amanda, disse uma fonte .

 A fonte afirma que Bynes falava sobre a "má Amanda" enquanto imitava um exorcismo.

- Mstars News, Amanda Bynes Crazy? Drug Tests, Mimics An Exorcism, Says Parents Will “Kill Dog” In Mental Hospital: Psychiatric Hold Extended Due To ‘Schizophrenic Tendencies’
 

Desde então, os pais de Bynes solicitaram a tutela dela, o que significa que eles seriam responsáveis pelo seu bem-estar e suas finanças. Segundo algumas fontes, Amanda não foi considerada bem o suficiente para comparecer à audiência a respeito de sua tutela.


"Os médicos do hospital psiquiátrico onde a atriz problemática tem sido mantida nas últimas duas semanas determinou que ela não estava bem o suficiente para deixar o hospital e comparecer à audiência, onde os pais de Bynes estão tentando ganhar a sua tutela temporária. Os médicos de Bynes foram ao juiz responsável do caso da atriz, fontes disseram à TMZ, e o juiz foi para o hospital para a realização de uma audiência de emergência. Após essa reunião, o juiz concedeu o pedido dos médicos. De acordo com a lei, os médicos só podem obter tal ordem se o paciente estiver "gravemente desativado como resultado de um transtorno mental." Os pais de Bynes ainda poderiam buscar a tutela temporária, que lhes permitiria controlar suas finanças. Na audiência de sexta-feira, a mãe de Amanda Bynes, Lynn, ganhou o controle legal sobre sua filha." 

- People.com, Amanda Bynes ‘Gravely Disabled’ – Doctors Granted Emergency Conservatorship
 

O advogado de Amanda disse ao juiz que Amanda se opõe à tutela, acreditando que isso não é necessário. Ela definitivamente não parece confiar em seus pais. Por exemplo, quando a equipe do Centro Psiquiátrico Hillmont informaram Bynes que seu cão estava com seus pais, ela teria dito que: "Eles vão matá-lo, assim como eles tentaram me matar."

No entanto, a tutela temporária foi concedida à mãe de Amanda e o juiz pode facilmente torná-la permanente em poucos meses.

 Sam Lutfi 

Amanda Bynes e Britney Spears são conectadas de outra maneira estranha: ambas estavam em contato com o manipulador MK de celebridades, Sam Lutfi, durante seu colapso. 

 Sam Lutfi com Britney Spears.
 
De acordo com algumas fontes, Lutfi tinha estado em contato com Bynes poucos meses antes de seu enquadramento no código 5150. Ele teria até mesmo pago por uma passagem de avião de Amanda para Los Angeles - uma viagem que acabaria por causar a sua custódia psiquiátrica.


"O ex-assessor controverso de Britney Spears, Sam Lutfi,  comprou uma passagem de avião para Amanda Bynes para que a conturbada estrela voltasse para Los Angeles de Nova York, RadarOnline.com relatou exclusivamente.

Em um virada bizarra, que é assustadoramente semelhante aos eventos que antecederam Britney Spears sendo colocada sob tutela, Lutfi e Bynes recentemente tornaram-se amigos, uma fonte próxima à situação disse ao RadarOnline.com exclusivamente.

"Sam comprou o bilhete de avião para ela voltar para Los Angeles de Nova York. Ela não tinha dinheiro", uma fonte revelou. "Os dois se tornaram amigos nos últimos meses."

É muito preocupante, no mínimo, visto a história de Sam com Britney Spears, fazendo com que seu pai, Jamie Spears, conseguisse uma tutela sobre a sua filha, e obtivesse uma liminar impedindo Lutfi de ter qualquer contato com ela."

Lutfi negou ao RadarOnline que ele comprou bilhete de avião para Bynes. Mas quando perguntado sobre sua amizade com Amanda, ele disse, "Eu vou retornar a ligação", e desligou abruptamente.

 (...) 

 Lufti entrou com um processo de quebra de contrato contra a estrela pop e acusou o pai dela, Jamie, de agressão. A ação foi julgada improcedente no ano passado durante o julgamento

Ao longo dos anos, Lutfi tentou chegar perto de Lindsay Lohan, Courtney Love e até mesmo da filha adolescente de Michael Jackson, Paris. Atualmente, Lufti está gerenciando Courtney Love. 

 (...)

Bynes falou com Lutfi no telefone desde que ela foi colocada em uma custódia psiquiátrica sob o código 5150.

- Radar, Bizarre Twist: Britney Spears’ Controversial Former Manager Sam Lutfi Befriended Amanda Bynes, Bought Her Plane Ticket To Los Angeles


Por que Amanda está falando ao telefone com um personagem como Sam Lutfi, apesar de estar em custódia psiquiátrica? Por que isso foi permitido? As pessoas ao seu redor estão tentando ajudá-la a curar ou estão fazendo parte do sistema de programação MK de ocultismo da elite?

Fonte: VC

Leia Mais
Amanda Bynes: Outro Produto da Indústria do Controle Mental?
Amanda Bynes Sob Custódia Psiquiátrica 

, , , ,

As Mensagens Ocultas (e não tão ocultas) no "De Olhos Bem Fechados" de Stanley Kubrik - Parte 3

sábado, 17 de agosto de 2013 21 comentários

Na terceira e última parte desta série em  "De Olhos Bem Fechados", vamos analisar a jornada de Bill como um todo e seu significado esotérico subjacente. Vamos ver como o simbolismo colocado por Kubrick conecta todas as mulheres no filme, fazendo com que Bill encontre uma exploração multi-facetada do princípio feminino. 

Nota: É recomendado que você leia a primeira e a segunda parte desta série antes. Além disso, mais uma vez, há spoilers gigantescos aqui. 

As partes anteriores desta série de artigos sobre "De Olhos Bem Fechados" foi exclusivamente dedicado à sociedade secreta descoberta por Bill. Esse clube da elite, da qual participaram as pessoas mais poderosas do mundo, lida com o satanismo, magia negra e até mesmo sacrifícios ritualísticos. Ajudado por seu amigo Nightingale, Bill infiltra em um dos rituais ocultos da sociedade secreta e testemunha uma cerimônia presidida por um sumo sacerdote. Em seguida, uma orgia acontece.

No segundo artigo, eu expliquei como as sociedades secretas da vida real, como o Hellfire Club e a OTO, realmente praticam esses tipos de rituais. Os princípios ocultos por trás deles derivam da ioga tântrica, onde a energia gerada pela excitação física é usada para chegar a um "estado maior". Esse conceito foi reutilizado (e talvez corrompido) por Aleister Crowley, que o chamou de "magia sexual" (sex magick). Segundo ele e seus colegas, o conhecimento desse tipo de magia era o maior segredo das sociedades secretas do passado e só foi divulgado para o mais alto dos iniciados.

Há, no entanto, nenhuma menção (direta) a nada disso em  "De Olhos Bem Fechados". Na verdade, a cerimônia testemunhada por Bill, com sua coreografia elaborada e música assustadora, parece ser um grande, vazio e falso teatro dramático que simplesmente existe para dar aos ricos algum tipo de razão mística para envolver-se em libertinagem barata. Embora Kubrick tire o ritual oculto de todo o seu significado esotérico e "mágico", ele infundiu o filme inteiro com isso. Se olharmos para o ritmo do filme, a jornada de Bill e as pessoas que ele encontra, torna-se um tanto evidente que a "magia" não ocorre durante o próprio ritual, mas durante o filme como um todo. Será que Kubrick foi um iniciado em segredos ocultos? Ele estava tentando comunicá-los por meio de seu filme? Vejamos os conceitos por trás do ritual.

A Elevação da Kundalini

O conceito da magia através das forças reprodutivas é dito ter se originado a partir de práticas ritualísticas antigas, visto que vestígios podem ser encontrados no Hinduísmo, Taoísmo e em sociedades secretas medievais, como os Templários. No mundo ocidental de hoje, a OTO é dito ser a herdeira desse caminho, como foi declarado por Aleister Crowley e seu acólito, Theodor Reuss.


 "Theodor Reuss foi bastante categórico: a OTO é um corpo de iniciados em cujas mãos se concentrava o conhecimento secreto de todas as ordens orientais e de todos os graus maçônicos existentes (...) A ordem tinha "redescoberto" o grande segredo dos Cavaleiros Templários, a magia do sexo, não só a chave para a tradição egípcia antiga e hermética, mas a todos os segredos da natureza, todo o simbolismo da Maçonaria, e todos os sistemas de religião." 

 - Peter Tomkins, The Magic of Obelisks
 

O princípio básico por trás desse "grande segredo" é a elevação da Kundalini ou "força da vida", uma energia que pode ser utilizada para fins mágicos.


"Em toda a magia tântrica, o requisito essencial - se no êxtase de casais ou no ritual solo de uma sacerdotisa - envolvia a captação da energia conhecida como a serpente de fogo, ou kundalini. Essa energia misteriosa descrita como adormecida no mais baixo dos sete chakras, pode ser despertada por dois métodos distintos, chamados, tradicionalmente, o caminho da mão direita e esquerda. A mão direita atribui supremacia do princípio masculino, a esquerda para o feminino. À medida que o poder da serpente é despertado, de acordo com os clarividentes, ele sobe à espinha dorsal do adepto, energizando cada chakra, até que emerge do crânio - simbolicamente como a cabeça de uma cobra, como aquelas tão claramente representadas na estatuária egípcia.

 (...)

Assim como adeptos descrevem a subida da serpente, ela une-se com as "partes da região cerebral" para trazer iluminação - ou a mais alta forma de iniciação, visto que o atual "sobe da dualidade para a unidade, invertendo o caminho que originalmente levou os chakras a procriar a humanidade". 

Os detalhes das iniciações da OTO em hindu e Tantra tibetano, incluindo cerimônias que envolvem o uso de "exudação" de sacerdotisas especificamente treinadas foram trazidos para um público mais amplo pelo seguidor de Crowley, Kenneth Grant. As cortesãs sagradas, especialistas em erotismo ritualístico, conhecidas na Índia como meninas 'nautch' (...) foram extremamente honradas."

 - Ibid.


Visto que cortesãs sagradas foram "excepcionalmente honradas" no esoterismo oriental, as ordens de magia negra distorcidas de hoje usam escravos de programação Beta e eliminam-nas quando eles terminam de usá-las. Em suma, exatamente o oposto de estar sendo "extremamente honrado".

A elevação da Kundalini, o conceito por trás da magia tântrica, é totalmente representado em uma única imagem, a representação de Baphomet de Eliphas Levi.

  Esta famosa representação do Baphomet inclui todos os 
símbolos por trás da Magia Sexual - a subida da kundalini (representada
 pelo pólo fálico envolto por duas serpentes), através da união de forças
 opostas. A tocha acima da cabeça do bode representa a iluminação.

Então, o que tudo isso tem a ver com o "De Olhos Bem Fechados"? À primeira vista, nada de mais. Enquanto vemos um ritual que envolve "cortesãs sagradas" no filme, não há absolutamente nenhuma menção da "elevação da kundalini" durante a coisa toda. No entanto, se dermos uma olhada à viagem de Bill como um todo, desde o início do filme até o fim, percebemos que o verdadeiro ritual não ocorre na mansão da elite, mas dentro da cabeça de Bill. Quando ele encontra novas mulheres e é exposto a novas oportunidades, a kundalini se eleva - e Kubrick adicionou pistas para indicar esse fato.

O Filme como Um Ritual

Embora "De Olhos Bem Fechados" pareça ser apenas sobre sexualidade, ninguém no filme nunca atinge o clímax. Embora Bill tenha muitas chances de satisfazer seus impulsos com mulheres atraentes, isso nunca realmente acontece. No entanto, quando o filme avança, há um claro aumento no desejo, mas Bill consegue mantê-lo sob controle. Administrar essa "força da vida" é o cerne de magia tântrica. Os espectadores são constantemente lembrados desse processo várias vezes durante o filme, quando Bill imagina sua esposa com um oficial naval. Cada flash fica cada vez mais intenso - que vai de beijo a relações sexuais.

 Ao progredir do filme, Bill tem flashes de Alice o traindo, que ficam mais 
intensas. No final do filme, ela está prestes a atingir o clímax. Essas cenas refletem
 a elevação da kundalini de Bill. Esses flashes são prejudiciais e dolorosos e lembram
 os espectadores que a jornada de Bill começou com dor e humilhação.

  No final do filme, Bill fica tão excitado que ele começa a flertar e se agarrar
com uma estranha, minutos depois de ele a conhecer. Embora esta cena
pareça bastante estranha e surreal, ela reflete seu "progresso" no ritual.

As últimas linhas do filme concluem e definem a jornada de Bill. Depois de correr em torno de Nova York e ficar excitado por todos os tipos de coisas, Bill fica cara-a-cara com sua esposa e fala sobre quão "acordado" ele está agora. Com sua "força de vida" totalmente carregada, Alice termina o filme com uma frase completando o ritual:


- Eu te amo. E você sabe, há algo muito importante que nós precisamos fazer o mais breve possível. 
- O que é? 
- F*der
 

Acabar o filme nessa nota especial sugere que toda a jornada foi de uma elevação de intensidade, que acabaria por levar a um clímax "magicamente carregado", o objetivo da magia Crowleyana (sex magick).

A jornada de Bill não foi sobre diversão e jogos, no entanto. À medida que o filme avança, há um constante vai-e-vem entre o prazer e a dor, atração e repulsão, a vida e a morte, e assim por diante. A trajetória é apenas sobre a dualidade e, assim como os pisos de lojas maçônicas são xadrez em preto e branco, a jornada de Bill consiste em suas pisadas alternativas em azulejos pretos e brancos - vendo a natureza dualista de todas as coisas.

Eros e Thanatos

A noite de Bill em Nova York é caracterizada por inúmeros encontros com o sexo feminino - cada um deles oferecendo uma "cura" para um coração partido. No entanto, a cada encontro também tem um aspecto potencialmente destrutivo para ele, que contrabalança o seu encanto e atração. Enquanto Bill está procurando procriar, ele vê que seus impulsos geram dor e até mesmo a morte. A jornada de Bill é, portanto, um vai-e-vem entre os dois impulsos básicos do homem tal como definido por Freud: Eros e Thanatos.

Freud viu em Eros o instinto de vida, amor e sexualidade em seu sentido mais amplo, e Thanatos, o instinto de morte e agressão. Eros é o impulso para atração e reprodução; Thanatos em direção a repulsa e a morte. Um conduz à reprodução da espécie, o outro em direção a sua própria destruição. Embora cada um dos encontros de Bill prometam a doce tentação do desejo, eles também têm um lado destrutivo.

  O primeiro encontro de Bill ocorre quando ele visita um de seus pacientes regulares
 que morreu. A filha do paciente morto beija Bill e lhe diz que o ama. Vemos, pois, nesta cena
 uma justaposição de conceitos de desejo e morte. Além disso, se Bill saísse com essa mulher,
 isso acabaria por ferir o marido - um outro lado ruim de sucumbir à luxúria.

Cada um dos encontros femininos de Bill promete gratificação, mas acaba sendo interrompido por algo negativo, como culpa ou perigo potencial. Além disso, cada vez que Bill está em contato com os aspectos desprezíveis, mas ainda tentadores, do desejo (prostituição ou escravidão), ele rapidamente descobre o lado escuro, explorador e destruidor do mesmo.

Por exemplo, logo após Bill se deliciar em ver as escravas "kittens MK" trabalhando no ritual da elite, ao devolver a sua fantasia, ele imediatamente vê o lado escuro de tudo. O dono da loja, que já pegou a sua filha menor de idade com dois empresários asiáticos e ficou indignado com ela, teve uma súbita mudança de coração.

 Em pé atrás do balcão de negócios, o dono da loja vende a sua filha menor de idade como
 se fosse outro produto. Depois de desfrutar de escravos mascarados em rituais luxuosos, Bill
 vê o outro lado do "negócio": Meninas estão sendo vendidas por pessoas exploradoras
 para um sistema que se alimenta de menores, transformando-as em escravos MK. 
É por isso que essa loja foi chamada de "arco-íris"? 

A jornada de Bill é, portanto, aquela que continuamente se alterna entre o fascínio primal do desejo e as construções sociais destrutivas que são erguidas em torno dele. Não há nada mais básico e instintivo de atração carnal, mas nosso mundo moderno tem feito essas relações complexas, vinculados por regras, e propensas à exploração. Enquanto o desejo é a maneira de a natureza fazer com que os humanos procriem, as construções sociais criaram todos os tipos fetiches, distorções, jogos e perversões em torno desse desejo primal... a tal ponto que ele foi desnaturado e rebaixado a uma obsessão doentia.

Enquanto Bill navega entre a alegria e a dor, casamento monogâmico e perversão anônima, notamos que há um fio comum que une seus vários encontros.

As Mulheres Ruivas

As mulheres mais importantes do filme é a esposa de Bill, sua filha Helena, Amanda (a escrava Beta que foi sacrificada no ritual) e Domino (a prostituta que ele conheceu na rua). Todas as três mulheres adultas são um pouco fisicamente semelhantes, visto que são altas, bem proporcionadas, e ruivas. Elas também parecem estar ligadas a "outro nível".

Embora Alice seja uma respeitável senhora de classe alta, ela ganha a vida usando sua aparência em relações sem amor, um pouco parecido com o que uma prostituta faria. Por outro lado, o tempo gasto entre Bill e Domino é doce e terno, um pouco com o que acontece em um relacionamento amoroso. Alice não é, portanto, muito diferente de Domino, e vice-versa.

Há também ligações com Amanda. Embora Alice não estivesse (provavelmente) no ritual oculto que Bill participou, quando ele retorna dele, ela o descreve um sonho que é semelhante ao que ele acabara de testemunhar e que Amanda apenas experimentou.


"Ele estava me beijando. Então nós estávamos fazendo amor. Em seguida, houve todas essas outras pessoas ao nosso redor, centenas deles, em todos os lugares. Todo mundo estava f******. E então eu ... eu estava f***** com outros homens. Tantos. Eu não sei com quantos eu estava. E eu sabia que podia me ver nos braços de todos esses homens... só f***** com todos esses homens."
 

O sonho de Alice a "conecta" com Amanda que estava no ritual e que realmente viveu o sonho de Alice.

 O dia após o ritual, Bill encontra sua máscara assustadoramente "dormindo" ao lado 
de sua esposa. Essa é uma maneira de Alice dizer que ela está consciente do que está
 acontecendo? Talvez, que ela esteja participando disso? Isso é um aviso da sociedade 
secreta? Alice nunca reconhece a máscara, então eu acho que nunca saberemos.
Domino estava no ritual? É também interessante notar que "Domino" é um tipo de máscara usada nesses tipos de encontros.
 A máscara Domino.
Olhando mais de perto para o "círculo mágico", formado por mulheres do ritual, podemos identificar algumas mulheres que poderiam ser Domino. No dia após o ritual, Bill aparece na casa de Domino com um presente, mas seu companheiro de quarto lhe informa que ela é HIV-positivo... e que ela talvez nunca estará de volta novamente. Isso é verdade ou Domino foi mais uma "vítima" na jornada de Bill? Assim como Amanda e Nightingale, Domino desaparece misteriosamente depois do ritual.
O fato de essas mulheres estarem todos conectadas revela um algo fundamental: a jornada de Bill não é sobre uma mulher específica, é sobre o princípio feminino como um todo. É uma busca esotérica de entender e "ser um com" o princípio feminino que é oposto ao seu. 
Helena no Mesmo Caminho?
 
Durante todo o filme, Helena (filha de Bill) mostra-se preparada para ser uma outra Alice. Existem também algumas pistas que ligam Helena a Domino. Por exemplo, há um carrinho na frente do apartamento de Domino e, no final do filme, na loja de brinquedos, Helena fica muito interessada por um carrinho de bebê e mostra para sua mãe. 
 Domino em sua cama com um felino de pelúcia, símbolo da programação Kitten Beta. 
  Uma fileira inteira mostra exatamente o mesmo brinquedo 
na loja onde Helena faz compra na cena final do filme. 
Há também algo estranho sobre a cena acima: os dois homens atrás de Helena estiveram na festa de Ziegler no início do filme. 
  Os dois mesmos homens na festa de Ziegler: o mesmo cabelo, 
a mesma estatura física e o cara da direita usa óculos semelhantes.
Por que esses dois homens estão na loja olhando para os brinquedos? Nova York é uma cidade tão pequena assim? Kubrick estava sem atores extras para aparecer na cena? Improvável. Será que eles são parte da sociedade secreta que está seguindo Bill e sua família? Fato estranho: Quando os homens vão embora e desaparecem da cena, Helena parece segui-los... e não a vemos mais no restante do filme. A câmera, na verdade, dá um zoom em Alice e Bill, que estão completamente preocupados. Será essa uma forma muito sutil de dizer que sua filha vai ser agora "sugada" pelo sistema de escravos Beta da sociedade secreta? Outro enigma.
 
Conclusão

As obras de Stanley Kubrick nunca são estritamente sobre o amor ou relacionamentos. O simbolismo meticuloso e as imagens de todas as suas obras, muitas vezes comunicam uma outra dimensão do significado - que transcende o pessoal para tornar-se um comentário sobre a nossa época e civilização. E, nesse período de transição entre o final do século 20 e início do século 21, Kubrick conta a história de um homem confuso que vagueia por aí desesperadamente à procura de uma maneira de satisfazer o seus instintos mais primitivos. Kubrick conta a história de uma sociedade que está completamente degradada e corrompida por forças ocultas, onde o instinto de procriação mais primordial da humanidade tem sido banalizado, fetichizado, pervertido e explorado a um ponto de  perder toda a sua beleza. No topo desse mundo está uma sociedade secreta que se revela nesse contexto, e vive nele. A perspectiva de Kubrick sobre o assunto definitivamente não era nem idealista, nem muito otimista.

Seu conto sombrio se concentra em um único homem, Bill, que está procurando algo indefinido. Mesmo que ele pareça ter tudo, há algo faltando em sua vida. Algo visceral e fundamental que nunca se coloca em palavras, mas que é bastante palpável. Bill não pode ser completo se ele não está em paz com o oposto dele: o princípio feminino. A busca de Bill, portanto, segue o princípio esotérico de unir duas forças opostas em uma só. Como sugerido pelas últimas linhas do filme, Bill acabará por "ser um" junto de sua esposa. Depois disso, o processo alquímico e o ritual tântrico estaria completo. No entanto, assim como Kubrick de alguma forma comunica na cena final, mesmo que essas duas pessoas extremamente egoístas e superficiais acreditem que eles chegaram a uma espécie de epifania, o que isso realmente muda? Nossa civilização como um todo ainda tem os olhos bem fechados... e estas foram as últimas palavras cinematográficas de Kubrick.

Fonte: VC

Leia Mais
As Mensagens Ocultas (e não tão ocultas) no "De Olhos Bem Fechados" de Stanley Kubrik - Parte 1 
As Mensagens Ocultas (e não tão ocultas) no "De Olhos Bem Fechados" de Stanley Kubrik - Parte 2