Imagens Simbólicas (abril/13)

terça-feira, 30 de abril de 2013 20 comentários

O grande e sempre presente "Olho que tudo vê" aparece no vídeo de Justin Bieber e
 will.i.am "That Power". O vídeo contém outras referências simbólicas que remetem a 
Justin Bieber estar abraçando o lado oculto também.

Na mesma linha, o vídeo "Mirrors" de Justin Timberlake, além de ser uma 
referência ao controle mental, traz este "olho que tudo vê" em um dado momento.

Drake com o símbolo da coruja; lembra muito os Illuminati e o Bohemian Grove.

Rita Ora com orelhas de Mickey - mais simbolismo MK. As orelhas de Mickey
são códigos que representam o controle mental MK na indústria do entretenimento.

Pia Mia trabalhava para a Disney, agora está assim (um olho, 
arma falsa na cabeça)! Considerando a relação da Disney com a
 indústria MK, esta imagem faz sentido.

Um cartaz para o próximo filme japonês Helter Skelter. A borboleta 
sobre um olho - controle mental monarca. A história do filme é de 
uma artista  em busca de fama na indústria.

Cantora Marina and The Diamonds e o inevitável "um olho".

O simbolismo pegou em todo mundo...

Aqui também...

O ator dinamarquês Mads Mikkelsen: simbolismo 
do "um olho" + espelho fragmentado = controle mental.

O fotógrafo favorito da indústria Illuminati, 
Terry Richardson, agora decidiu posar de "Jesus".

Flagrante da marca Redley.

Simbolismo para todos os gostos.

Quanto ao atentado em Boston, o resultado imediato do evento foi a imposição da lei marcial 
e um estado policial temporário - como pode ser visto em inúmeros filmes de desastres criados 
para fazer pessoas aceitar esse curso de eventos. Se você acredita que tudo era necessário ou 
não... foi o que aconteceu. E estabeleceu-se um precedente para "crises" futuras.

Nos termos da Lei Marcial, propriedade privada não existe mais e as tropas têm o direito de 
invadir a sua casa. No final, eles descobrem que o rapaz de 19 anos estava dentro de um barco ... 
E foi confirmado que ele estava desarmado. Daí ele tinha um ferimento de bala na garganta (no início, dizia-se que ele tentou se suicidar com sua arma)? A história oficial tem muitos buracos. 

 A capa da revista Time após a escolha do Papa Francisco traz a frase:
"New World Pope". Poderia ser uma referência a "New World Order"?

 Depois da vitória de Benson Henderson, ele e sua comitiva vestem 
uma camiseta da Dethrone que lembra bastante a pirâmide Illuminati.

 Ganhar é o que importa, não é mesmo, Benson?


Mudando de assunto, violência voltou a ser espetáculo. Voltamos aos 
tempos dos gladiadores! Com a ajuda da mídia, esses esportes estão se 
tornando cada vez mais "fashion" entre os jovens. Parabéns!

Veja Mais

,

Azealia Banks - Análise em "Yung Rupunxel"

domingo, 28 de abril de 2013 30 comentários

Azealia Banks é uma nova rapper ganhando muita atenção da mídia. Sem surpresa, o seu primeiro single é 100% dedicado ao simbolismo Illuminati e à Agenda da Elite. Vamos analisar o simbolismo oculto do vídeo "Yung Rapunxel", mais uma prova de que a Agenda Illuminati está se tornando cada vez mais prevalente a cada novo artista "pop" que surge na indústria da música desfrutando de muito sucesso.

Azealia Banks assinou com a Interscope Records (lar de incontáveis ​​"fantoches da indústria") em 2011 e, desde então, ela tem esbanjado simbolismo Illuminati ... e uma controvérsia na Internet estranha. A primeira vez que ouvi falar de Azealia Banks foi em 2012, quando o produtor musical Munchi ficou bravo com ela e twittou: "Vai ser uma cadela fantoche para outra pessoa." Azealia então respondeu: "@originalmunchi acha que eu estou nos illuminati ... Estou falando muito sério agora."

Munchi, em seguida, postou mais detalhes no Facebook quanto à referência "Illuminati" que ele escreveu.


"Eu acho que ela está nos Illuminati (sedenta por fama e sucesso, retratando referências ocultas em cada passo que você dá não é algo que eu quero me filiar. Muito menos porque é moda hoje em dia, é uma droga de música)." 
 

Um ano mais tarde, vendo seu primeiro single "Yung Rapunxel", podemos concluir que Munchi estava certo. Claro que ela não está nos Illuminati. Ela é apenas mais um rosto usado para empurrar a mesma agenda que está sendo empurrado por inúmeros outros artistas. Yung Rapunxel é realmente um amontoado do simbolismo Illuminati descrito neste site, misturado com algumas imagens perturbadoras para chocar. Não há enredo profundo acontecendo, apenas alguns recursos visuais fortes que descaradamente mostram que ela está completamente a bordo da Agenda Elite.

Vamos analisar o simbolismo do vídeo.


Fonte: VC

Leia Mais
Kimbra - Uma Nova Artista Sob Controle Mental
Scream and Shout: Um Vídeo de Britney Spears sob Controle Mental

, ,

A Escolha do Novo Papa e o Simbolismo Oculto do Vaticano

terça-feira, 23 de abril de 2013 80 comentários

A partir do anúncio da renúncia de Bento XVI ao seu pontificado no dia 11 de fevereiro, o mundo começou a se perguntar incessantemente quais seriam os motivos reais pelos quais o pontífice verdadeiramente teria renunciado, pois foi um fato que não ocorria há séculos. Alguns até mesmo chegaram a afirmar que sua renúncia estaria ligada às profecias bíblicas. De fato, o Apocalipse 17 tem sido atribuído a Roma por muitos estudiosos há muito tempo. No entanto, esse capítulo tem recebido tantas interpretações teológicas diferentes que não é ainda possível saber qual exala maior teor de plausibilidade. Portanto, não serei eu quem “desvendará” o mistério por trás desse texto apocalíptico. Também, quando lidamos com futurologia, não podemos ser categóricos ao extremo. Pessoalmente, acredito que textos proféticos dessa natureza devem ser observados de maneira historicista e não “adivinhista”. Isto é, devemos deixar certas profecias se revelarem na medida em que os acontecimentos forem se tornando mais tangíveis. Então não podemos saber por que o Papa renunciou? 

Existem certos acontecimentos que nunca poderemos saber ao certo. No entanto, o vídeo abaixo tenta usar fatos e evidências para entender quais seriam esses possíveis motivos. Também, fizemos uma análise do simbolismo oculto encontrado na Basílica de São Pedro em Roma para mostrar que o Império Romano usou o Cristianismo apenas para controlar e manipular o mundo de forma diferente a partir do século III. Eles continuaram a reverenciar os mesmos deuses, mesclando o Cristianismo e o Esoterismo e deram início à corrupção da fé cristã genuína que havia nos primeiros séculos depois de Cristo. Ainda, podemos perceber que o simbolismo oculto do Vaticano se assemelha fortemente com o simbolismo de sociedades secretas poderosas como a Maçonaria, que remonta a civilizações pagãs antigas. É tudo uma absurda coincidência ou estariam todos eles unidos em prol de um mesmo fim? Assista ao vídeo abaixo e entenda o papel do Papa e do Vaticano dentro da conspiração global.


Leia Mais 
Os 7 Sinais - Parte Final - O Armagedom
Os 7 Sinais - Parte 6 - A Invasão de Israel

,

Fim de Abril: Época de Sacrifício Humano

sábado, 20 de abril de 2013 22 comentários

Por que muitas vezes testemunhamos tragédias e mortes sem sentido durante a segunda metade do mês de Abril? A lista de eventos violentos que ocorrem durante esse período de tempo é simplesmente estarrecedora. Aqui estão alguns dela:

19 de abril de 1993 - Massacre de Waco: Um ataque do FBI causou o incêndio do composto de uma seita chamada Branch Davidians, matando 76 homens, mulheres e crianças.
19 de abril de 1995 - atentado de Oklahoma City - 168 pessoas mortas.
20 de abril de 1999 - Massacre de Columbine High School - 13 pessoas mortas, 21 feridos.
16 de abril de 2007 - Massacre de Virginia Tech - 32 mortos, 17 feridos.
16 de abril de 2013 - Explosões na Maratona de Boston - 3 mortos, 107 feridos.
18 de abril de 2013 - explosão de fábrica de fertilizantes, Texas - 5-15 mortos (Note que esse evento ocorreu quase exatamente 20 anos após o Massacre de Waco, que é na mesma área. Além disso, em 16 de abril de 1947, um navio carregado com nitrato de amônia atracou no porto de Texas City e explodiu em chamas, causando uma enorme explosão que matou cerca de 576 pessoas).

Há ainda muitas outras ocorrências violentas que aconteceram durante esse período de tempo. Na verdade, a CNN publicou um artigo em 2011 intitulado Qual a relação de meados de abril e a violência na América?, discutindo os eventos que ocorrem em meados de abril. Infelizmente, o artigo só falou mal dos "teóricos da conspiração" e basicamente disse: "Se você procurar por respostas além da mídia de massa, você é louco e potencialmente perigoso". No entanto, dois anos depois, a tendência violenta continua.

É tudo uma coincidência? Quando há muitas evidências, nem sempre tudo é coincidência. Em 2011, eu escrevi um artigo sobre a morte de Bin Laden anunciada entre 30 de abril e 1º de maio (veja A Morte de Bin Laden e o Sacrifício de Beltane). Nesse artigo, descrevi brevemente o significado ritualístico do 1º de maio e sua relação com um deus que ainda é importante para a elite oculta: Baal.

O Culto a Baal Nunca Desapareceu


Ao longo de muitos séculos e em muitas civilizações, a segunda quinzena de abril tem sido sempre um tempo de sacrifício de sangue. A adoração de Baal teve muitos nomes (Enlil, Moloque, etc) e esteve espalhada por várias civilizações. Sendo um deus-sol e um deus da fertilidade, rituais celebrando Baal ocorriam após o equinócio vernal (um tempo de renascimento) e muitas vezes envolviam sacrifício humano.


 "O culto de Baal comemoravam anualmente sua morte e ressurreição, como parte dos rituais cananeus de fertilidade. Estas cerimônias frequentemente incluíam sacrifício humano e prostituição no templo".

 - Baal, Enciclopédia Mythica
 

Embora a observância desses rituais às vezes tenha sido condenada por movimentos religiosos, ela nunca realmente desapareceu.


"A religião do deus Baal era amplamente aceita entre os antigos judeus, e embora tenha sido condenada às vezes, ela nunca foi definitivamente erradicada. Reis e outras realezas das dez tribos bíblicas adoraram o deus. As pessoas comuns ardentemente adoravam este deus sol também, porque a sua prosperidade dependia da produtividade de suas lavouras e pecuária. As imagens do deus eram erguidas em muitos edifícios. Dentro da religião parecia haver numerosos sacerdotes e várias classes de devotos. Durante as cerimônias usavam-se vestes apropriadas. As cerimônias incluíam queima de incenso e ofertas de sacrifícios queimados, ocasionalmente, consistindo de vítimas humanas. Os sacerdotes oficiantes dançavam ao redor dos altares, cantando freneticamente e cortando-se com facas para inspirar a atenção e compaixão do deus". 

- Ibid.
 

Como era um deus sol, a adoração de Baal envolvia sacrifício humano e fogo. Hoje, na América governada pela elite ocultista, esse período de tempo é muitas vezes igual ao fogo (ou no sentido de arma de fogo) e morte. Esses ritos eram até mesmo mencionados na Bíblia:


"Construíram nos montes os altares dedicados a Baal, para queimarem os seus filhos como holocaustos oferecidos a Baal, coisa que não ordenei, da qual nunca falei nem jamais me veio à mente." 

- Jeremias 19:05

Desde os babilônicos, assírios e fenícios e das civilizações do Oriente Médio (suas religiões misteriosas vêm do mesmo ponto de origem), o culto de Baal se espalhou para as civilizações distantes, como os celtas, que observavam os rituais de Beltane em 1º de maio (Beltane se origina de a palavra "Baal"). Enquanto a observância de rituais de Baal difere de uma civilização para outra, ela foi, no entanto, baseada nos mesmos conceitos ocultistas de numerologia e sacrifício. Em outras palavras, todos eles foram utilizando o mesmo conhecimento mágico.

A elite ocultista de hoje ainda observa esses ritos, mas com uma grande diferença: eles agora são realizados em civis inocentes e se espalharam pelo mundo através da mídia de massa. Alimentados e amplificados pelo medo e trauma das massas, esses mega-rituais são vistos por todos, mas só comemorados pela elite oculta. Mais do que nunca, estamos lidando com Magia Negra.

Outros sites dedicados à numerologia ocultista publicaram informações enfatizando a importância desse período de tempo.


"19 de abril a 1º de maio - Sacrifício de Sangue à Besta, um período de 13 dias mais críticos. Sacrifício de fogo é requerido em 19 de abril.

19 de abril é o primeiro dia dos 13 dias de rituais satânicos  relativas ao fogo - deus do fogo, Baal, ou Moloque/Ninrode (o deus Sol), também conhecido como o deus romano, Saturno (Satanás/Diabo). Esse dia é um grande dia do sacrifício humano, exigindo-se sacrifício de fogo com ênfase em crianças. Esse dia é um dos mais importantes dias de sacrifício humano, e assim alguns eventos históricos muito importantes têm ocorrido nesse dia".

 -  Occult Holidays and Sabbaths, Cutting Edge
 

Outro artigo descreve resumidamente os elementos necessários para a realização de mega-rituais da elite.


"O sacrifício humano requerido durante muitas dessas datas ocultistas precisa conter os seguintes elementos, cada um dos quais é exagerado para o mais alto grau possível:

1. Trauma, estresse, angústia  mental, puro terror 
2. O ato final no drama deve ser destruição pelo fogo, preferencialmente uma conflagração. 
3. As pessoas devem morrer como sacrifícios humanos, especialmente crianças, uma vez que A Escuridão vê sacrifício humano de mais jovem como o mais desejável "

 - Advent of Deception
 

Naturalmente, nem todos os eventos que ocorrem durante o referido período de tempo está relacionada com sacrifício humano Illuminati. No entanto, a maioria dos eventos mencionados acima se encaixam bem nos "critérios" de mega-ritual. Se você olhar atentamente para os fatos que cercam cada um desses eventos, você pode concluir que eles foram realizados por funcionários do governo ou atribuídos a bodes expiatórios de mente controlada. A maioria desses eventos são absurdamente desnecessários, gerando ainda mais trauma e levando as pessoas a se perguntar "que tipo de pessoas más faria uma coisa dessas?" Infelizmente, essas pessoas más nos governam, e os mesmos eventos são então utilizados para agendas políticas mais extremistas. Os principados se tornaram mestres em combinar políticas pragmáticas com rituais de ocultismo.

Conclusão 

Aqueles que sabem sobre calendários ocultos entram na segunda quinzena de abril perguntando se algo terrível está prestes a acontecer. Infelizmente, de vez em quando, acontece, e o público fica traumatizado com um evento sem sentido e violento. Quase todas as vezes, um olhar mais atento ao evento leva a fatos estranhos e suspeitos, e, mais frequentemente do que nunca, dá indício de ter sido um trabalho interno. Enquanto muitos vão atribuir a ocorrência desses eventos durante o final de abril à coincidência, o fato permanece: eventos violentos em massa envolvendo morte e fogo acontecem regularmente durante o mesmo período de tempo que é ocultamente dedicado a Baal, que é adorado pelo fogo e sacrifícios humanos. Se tudo isso é feito de propósito ou apenas o resultado de alguma sincronicidade universal maluca, o fato ainda está lá e não pode ser contestado.

Aliás, o composto que foi incendiado em 1993, no Massacre de Waco, foi nomeado de Centro Monte Carmelo. Na Bíblia, o Monte Carmelo era o lugar onde Elias desafiou os profetas de Baal, desafiando-os a orar a Baal, até que ele acendesse um fogo na frente deles. Nenhum fogo foi aceso. Será então que o incêndio no Centro Monte Carmel seria uma vingança simbólica de Baal?

Fonte: VC

Leia Mais
Maratona de Boston: Atentado Acontece no Mesmo Dia de um Treinamento Anti-bombas 
 O Tiroteio em Sandy Hook foi Uma Conspiração?

Maratona de Boston: Atentado Acontece no Mesmo Dia de um Treinamento Anti-bombas

terça-feira, 16 de abril de 2013 29 comentários

Bombas abalaram as ruas de Boston e feriram dezenas de maratonistas (três morreram) ontem, na Maratona de Boston. É muito cedo para saber a causa dessas explosões, mas você pode ter certeza, tanto o governo estadual e federal vai tentar usar esse acontecimento trágico para culpar qualquer inimigo conveniente que for mais vantajoso para eles. Até o momento, ninguém ainda se adiantou para reivindicar a responsabilidade pelas bombas. Embora seja muito cedo para concluir qualquer coisa a respeito do atentado, uma coisa é certa: já existem muitas informações contraditórias que circulam na grande mídia. Foi terrorismo de falsa bandeira? Um trabalho interno com objetivo de empurrar uma agenda específica, como resultado direto do evento?

As redes de notícias entrevistaram um atleta da maratona de Boston que afirmou ter visto cães farejadores de bombas e segurança reforçada antes das explosões. Ele também informou que os funcionários estavam gritando "Isso é apenas um treinamento!" após a primeira explosão, como pode ser visto neste vídeo.
 
Esquadrão anti-bombas fazia "Explosão Controlada" no Mesmo Dia

O que ainda não está sendo muito relatado pela mídia é que uma "explosão controlada" estava em andamento no mesmo dia que a explosão na maratona.

 De acordo com Local15TV.com, havia cães farejadores nas linhas de largada e chegada, muito antes de qualquer explosão. Testemunhas disseram: "Eles ficavam fazendo anúncios no alto-falante de que era apenas um treinamento e não havia nada para se preocupar. Parecia que era algum tipo de ameaça, mas eles continuaram nos dizendo que era apenas um treinamento.

O presidente Obama está agora dizendo que o atentado foi um ato de terrorismo. A pergunta é: Quem são os terroristas desta vez? Será que o atentado na maratona foi ataque de falsa bandeira? Que treinamento anti-bomba era esse que estava acontecendo no dia da maratona? Será que foi para despistar as "autoridades ingênuas", assim como o treinamento que foi feito no 11/9? Por que a mídia tem falado pouco sobre isso?

Ainda é muito cedo para concluir qualquer coisa, e há muitas informações contraditórias. No entanto, é durante esse primeiro período que conseguimos pegar certas peças-chave para entender o caso.

Vamos ver que tipo de "medidas de segurança" será executado nos próximos dias. Daí, saberemos o que realmente está acontecendo.

Leia Mais
O Tiroteio em Sandy Hook foi Uma Conspiração?
O Tiroteio no Cinema em 'Batman' foi um Assassinato Ritualístico Realizado por um Escravo de Mente Controlada?

O que Há de Errado com o Quarto 322 no Hotel ZaZa?

domingo, 14 de abril de 2013 16 comentários

O Hotel ZaZa é uma pousada elegante localizado em Houston, Texas. Enquanto o hotel é conhecido por suas luxuosas suites, um post recente no Reddit revelou a existência do misterioso "Quarto 322". Esse quarto não é anunciado no site do hotel e, em suma, ele é a própria definição de assustador. Isto foi o que a pessoa no Reddit postou:


 Fico aqui com frequência quando estou a negócios. O hotel foi reservado e meu colega conseguiu marcar um quarto não planejado. Todos nós conhecíamos os estilos dos quartos do ZaZa e ele acabou neste calabouço do tipo gótico. Sério, o quarto tinha uma corrente segurando a cama para a parede, imagens de caveiras e um retrato assustador e incongruente de um homem velho. O quarto tem aproximadamente 1/3 do tamanho normal com o mobiliário  bloqueando parte da TV, cama e janela. Perguntamos sobre isso na recepção e o funcionário deu uma olhada e disse: "Esse quarto não era para ser alugado." E imediatamente o colocou em outro. 

 - Fonte: Reddit


 Aqui estão fotos do quarto, cada qual do tipo que levanta preocupações sobre o que realmente acontece lá.

  Ao contrário de qualquer outro quarto no hotel, o piso é frio, duro e de concreto sujo.

  O quarto é cerca de um terço do tamanho dos outros quartos no hotel e é 
o único com paredes de tijolo. O espelho está embutido na parede de tijolos,
 levando alguns a acreditar que é realmente um espelho de duas faces ... 

  A cama é acorrentado à parede. Por quê? 

 Quadro de crânio na parede. Bastante apropriado já 
que 322 é o número sagrado da "Skull and Bones".

 Relógio de crânio.

Aqueles que estão conscientes do simbolismo da elite ocultista sabe que 322 é o número "sagrado" da sociedade secreta "Skull and Bones" (a que pertencem pessoas tais como George W. Bush, George Bush pai e John Kerry).

 Logotipo oficial da "Skull and Bones"
 destacando o número 322. 

 Uma pintura muito assustadora em cima da cama que descreve duas
 meninas com olhos mortos e deformados, e pescoços alongados. Será 
que esta imagem representa dupla personalidade? 

 Outra imagem assustadora, em cima da cama, de um cara 
com olhos enormes. Ele não parece nem um pouco legal.

 Supervisionando o quarto está o retrato de um homem de terno. Aparentemente, 
é Jay Comeaux, presidente da Stanford Group Company. Por que esse cara da elite
 está na parede? Será que ele tem alguma coisa a ver com a "Skull and Bones"? 

  Este parece ser o lugar perfeito para traumatizar alguém. 

Quando a história saiu, as pessoas do hotel responderam que o quarto 322 foi um quarto temático, intitulado "Hard Times" (Tempos Difíceis) e foi concebido para recriar uma "experiência de prisão". Este quarto não é, contudo, anunciado em nenhum lugar e, como algumas pessoas observaram, não há nada naquele quarto que realmente lembra uma "experiência de prisão". Celas têm enormes espelhos, paredes de tijolos, armações de crânios, estranhos rostos deformados e executivos de empresas nas paredes? Não mesmo.

Outro fato estranho:  um ano antes de essa história sair, uma autora de livro publicou em seu blog um pouco sobre o quarto 322 também. Isto é o que ela escreveu sobre ele:


 "Quando eu entrei no Hotel ZaZa, em Houston, à meia-noite, na noite de quinta-feira, houve uma certa confusão. Meu primeiro quarto foi um quarto temático, conhecido como o quarto "Hard Times"; tinha um crânio na parede. Poucos minutos depois que eu cheguei ali, a recepção ligou e disse que tinha que me colocar em outro quarto. As pessoas na recepção ficaram profundamente chateadas com a idéia de eu ter estado presa nesse quarto". 

 - Fonte:  Pop Culture Nerd

 
Aparentemente, o pessoal do hotel não quer visitantes todos os dias ficando nesse quarto. Será que o quarto é chamado "Hard Times" porque ele é usado para rituais ocultos da elite de indução de trauma? Não posso dizer com certeza, mas esse é definitivamente um lugar sinistro....

Fonte: VC

Leia Mais
O Amigo Oculto: O Filme mais Explícito de Controle Mental?
Filme "O Bebê de Rosemary" e o Lado Oculto de Hollywood

,

"O Amigo Oculto": O Filme mais Explícito de Controle Mental Monarca?

quinta-feira, 11 de abril de 2013 44 comentários

"O Amigo Oculto" é um filme de suspense de 2005 que não obteve ótimas críticas na época de seu lançamento. No entanto, as chances foram de que a maioria dos críticos realmente compreenderam o seu simbolismo e tema subjacente, que fala sobre programação monarca. De fato, "O Amigo Oculto" é provavelmente um dos filmes mais explícitos sobre Controle Mental Monarca na história de Hollywood. Vamos analisar o significado oculto do filme.

"O Amigo Oculto" não foi para a história como o filme mais memorável de Robert De Niro. Ele foi esmagado por críticos de cinema variados porque o seu fim foi considerado "sem sentido". Embora seja verdade que o enredo de "O Amigo Oculto" tem um quinhão de falácias lógicas, o filme simplesmente não pode ser plenamente compreendido sem conhecer o elemento chave em seu núcleo: controle mental baseado no trauma. Desde a primeira cena até a última, quase todas as linhas e cada símbolo encontrado no filme refere-se diretamente aos conceitos associados com o controle mental, especificamente a programação monarca. 

Nesse tipo particular de controle mental, as crianças são submetidas a um trauma tão intenso que faz com que elas se dissociem da realidade. Os manipuladores do escravo podem, então, programar nas mentes das crianças alter-personas que podem ser acionadas à vontade (para mais informações sobre Controle Mental Monarca, leia o artigo intitulado Origens e Técnicas de Controle Mental Monarca). De uma forma simbólica e teatral, "O Amigo Oculto" descreve o procedimento horrível por trás da programação Monarca e dá uma dica a respeito dos aspectos mais sádicos deste. O fato de as borboletas monarcas aparecerem em partes-chave do filme confirma que a história é baseada em Controle Mental Monarca.

Além disso, quando se compreende a relação manipulador/escravo que está acontecendo no filme, o final "sem sentido" ganha um pouco mais de sentido, visto que se encaixa exatamente com o jeito como funciona a programação monarca.

Vamos analisar a história de "O Amigo Oculto" e o simbolismo MK que ela contém.

Breve Resumo

Depois de testemunhar o aparente suicídio de sua mãe, uma jovem chamada Emily Callaway (interpretada por Dakota Fanning) apresenta sintomas de trauma grave. Seu pai David Callaway (Robert De Niro) tenta ajudar a filha a se livrar de seu trauma, deixando seu trabalho como psicólogo e mudando-se para uma pequena cidade longe de Nova York.

Lá, ele percebe que seu relacionamento com Emily é extremamente difícil e que seu comportamento está cada vez mais preocupante. Emily alega ter um novo amigo chamado Charlie, que é "muito divertido" e brinca com ela, mas Emily diz a seu pai que Charlie não gosta dela em tudo. David acredita que Charlie é um amigo imaginário criado por Emily para ajudá-la a lidar com seu trauma. As coisas contudo tornam-se inquietantes quando coisas horríveis começam a ocorrer ao redor da casa (ou seja, o gato se afoga na banheira), que Emily então culpa Charlie. Quando David descobre que sua nova namorada em potencial fora assassinada na banheira, ele percebe que Charlie é uma pessoa real e que ele é extremamente perigoso. Depois de correr ao redor da casa por alguns minutos, David tem um momento de clareza e percebe que ele é Charlie. Charlie é realmente o alter-persona de David, que ele não sabia que existia. Esse alter-persona vem manipulando a pobre e traumatizada Emily e vem cometendo crimes horríveis. Após essa epifania, Charlie assume o controle do corpo de David e sai em uma fúria assassina. Charlie é, então, detido, e morto a tiros, por Katherine, uma psicóloga que trabalhou com David em Nova York e que veio para ver se Emily estava bem. Após a provação, Emily passa a viver com Katherine e é isso.

Como dito acima, para a maioria dos espectadores, a lógica interna do roteiro é um tanto inacreditável. No entanto, uma vez que o simbolismo MK do filme é reconhecido, entende-se que "O Amigo Oculto" fala sobre um manipulador traumatizando e programando um escravo MK. O fato de o pai/manipulador ter duas personas é consistente com o fato de que os manipuladores são muitas vezes escravos dissociativos próprios que já foram programados para realizar os atos sujos para outra pessoa. Vamos olhar mais além o simbolismo do filme. 

Emily, a Criança Traumatizada 

 O filme começa com uma imagem simbólica: Emily brincando com 
sua mãe, girando, na felicidade da infância e da inocência. Observe a
 boneca: ela a segura constantemente na primeira parte do filme. 

Emily é uma criança normal e alegre, que parece estar muito feliz. Na primeira cena do filme, vemos seu jogo de esconde-esconde com sua mãe, que tão amorosamente a ajeita na cama.

 Emily constantemente segura uma boneca que assume um significado
 importante mais tarde no filme. A boneca representa a personalidade
 núcleo de Emily, inocente : seu "eu" real. 

Mais tarde naquela noite, Emily testemunha uma cena terrível: a mãe morta em uma banheira com sangue.

 Ver sua mãe morta é a primeira alteração na mente de Emily;
 um evento traumático que muda a vida ... mas não o último. 

Enquanto a morte parece ser um suicídio, nós descobrimos mais tarde que Charlie (o alter-persona de David - o pai de Emily) matou a mãe e a colocou na banheira para fazer parecer um suicídio. Ele fez isso de propósito para traumatizar Emily e começar a sua programação de controle mental?

Emily é então colocada em um hospital psiquiátrico para crianças.

  Emily exibe os sinais clássicos de uma pessoa traumatizada: isolamento, choque, e reclusão. 

 O rosto do trauma.

David (ou era Charlie) decide deixar o emprego e se muda para uma pequena cidade chamada Woodland. Ele diz para Katherine, outra psicóloga que trabalha com ele:


 "Agora eu preciso fazer o que é certo para Emily. Eu preciso ser um pai de tempo integral ".
 

Ele quis dizer: "Eu preciso ser um manipulador de tempo integral"?

Bem antes de sair, Katherine, dá um presente a Emily.

Katherine dá a Emily uma caixinha de música que toca a música "Mockingbird". À medida 
que o filme progride, a música "Mockingbird" é sempre tocada qunado ocorre um acontecimento traumático, o que torna uma canção de gatilho programada. Após dar o presente, Katherine diz a Emily: "Sempre que eu estava me sentindo triste, eu abria a tampa e todas as minhas dores 
 iam embora" - essencialmente dizendo a Emily que ela deve dissociar da realidade sempre
 que ouvir essa música para evitar traumas.
 
Quando em sua nova casa, Emily vai para uma área arborizada atrás dela. Lá, ela segue uma borboleta monarca que a leva a uma caverna.

 Esta caverna misteriosa é na verdade o lugar de 
programação onde Charlie programa e traumatiza Emily. 

  O fato de uma borboleta monarca levar Emily para a caverna é uma forma codificada de dizer aos telespectadores "cientes" que o filme é sobre programação monarca  de controle mental. 
 
 Quando Emily descobre a caverna, ela faz algo que acaba sendo extremamente simbólico.

 Emily deixa cair a boneca amada, o que significa que ela perdeu sua personalidade 
núcleo (principal). Manipuladores de controle mental procuram "trancar" essa
 persona núcleo para poder programar novos alter-personas dentro de sua psique. 
 
Emily, contudo, não se limitou a "soltar" a boneca que representa a sua inocência. Ela literalmente a mutila.

 David encontra a boneca de Emily completamente desfigurada em uma lata de 
lixo. A mutilação representa como a mente de Emily está sendo mutilada 
pela tortura e programação que acontecem na caverna. 

Enquanto Emily "brinca" com seu amigo Charlie (manipuladores manipulam seus escravos para a acreditar que eles são seus amigos), ela desenvolve um gosto perturbador para o mórbido. A semelhança de inclinação para o lado negro das coisas é muitas vezes visto em escravos monarcas, que se desiludem com a vida. Começando com crianças inocentes, manipuladores procuram criar uma "imagem espelho" oposta ao seu escravo, que fica sombria, distorcida e perturbada (por esta razão, as imagens dualistas preto e branco no simbolismo MK é extremamente importante). Apesar de nunca vermos Charlie realmente "programando" Emily durante o filme, vemos claramente os sintomas e a mudança no comportamento de Emily.

 Enquanto pesca com o pai dela, Emily friamente insere o gancho dentro de um inseto vivo para usar como isca. Sua falta de reação ao que é normalmente considerado repulsivo indica que ela pode ter se tornado "insensível" à dor, sofrimento e à repulsividade devido à tortura que 
recebeu ao ser programada pelo seu manipulador.
 
O lado escuro programado de Emily se torna mais evidente quando ela vai brincar com uma menina "normal".

  David define a data do encontro de sua filha com outra garota da área. Observe
 que a menina está segurando uma boneca, insinuando que ela é "normal", 
visto que ela ainda está em posse de sua personalidade núcleo inocente.

 Emily reage muito mal à ludicidade desta menina e encontra uma forma de mostrar isto a ela.

  Emily pega a boneca da menina e a mutila - refletindo sua própria alma distorcida e
 sua perda de inocência. Observe que a boca derreteu (simbolizando a incapacidade do 
escravo de pedir ajuda) e tem um olho (símbolo de Controle Mental dos Illuminati). 
Ela também a pega pelo pescoço, como se estivesse a enforcando (enforcar
 é uma forma de tortura usada na programação MK). 
 
Enquanto as coisas vão progredindo no filme, Emily percebe que o Charlie "legal" é realmente mau e sádico. Enquanto brinca de esconde-esconde com Charlie, Emily é atraída para um quarto escuro e assustador no porão da casa. Em seguida, as luzes se apagam e Emily grita.

  David (que já voltou a sua personalidade núcleo) encontra Emily no porão em 
lágrimas e em estado de choque. Podemos deduzir que, enquanto as luzes estavam
 apagadas, algum tipo de evento traumático ocorreu no porão assustador
 - provavelmente tortura ou abuso. 

  Em seguida, vemo-la na cama com a "cara do trauma", insinuando que algo
 horrivelmente errado aconteceu naquele porão - e que o controle mental de Emily continua. 
 
No final do filme, Charlie perde a cabeça, mata algumas pessoas e começa a correr atrás de Emily. Em um clássico movimento de "filme de terror", Emily decide se esconder na caverna onde ela é torturada. Lá, vemos uma exposição inquietante ainda simbólica das coisas de Emily.

 Dentro da caverna estão as bonecas de Emily - mutiladas, decapitadas e desmembradas - representando o estado impotente de escravos MK e do abuso que eles estão sujeitos. Vemos também a caixa de música, que toca a música Mockingbird, a canção que  Katherine
 disse a ela para dissociar  quando "ela estivesse se sentindo triste". Em termos
 de MK, a música foi um gatilho para gerar dissociação. 

No filme, tudo que é relacionado à infância e inocência é torcido, pervertido e destruído, o que vai em linha com a forma como funciona a programação Monarca sobre as crianças.

Na cena final do filme, Emily está vivendo na casa de Katherine em um desenho. Enquanto tudo parece estar bem, a última imagem do filme mostra este desenho de Emily. Tudo não está bem de jeito nenhum.

 Na última imagem do filme, vemos uma imagem desenhada por Emily, onde 
ela tem duas cabeças - o que representa que ela tem uma personalidade alter.

A imagem final do filme, basicamente, confirma que o processo de programação foi um sucesso. Emily tem um alter-persona e está vivendo com outra psiquiatra que pode ou não estar continuando o processo. Katherine está lá para ajudá-la ou para continuar a sua programação?
 
 O DVD do filme apresenta um final alternativo, onde Katherine parece estar continuando a programação de Emily.

 No final alternativo, Emily está presa em uma instituição psiquiátrica. 

 Em uma cena deletada do DVD, vemos Emily de forma assustadora perto de sua babá. 
Ela está vestindo uma camisa com uma borboleta grande sobre ela - Programação monarca.

 David, o Pai / Charlie, o Manipulador 

O grande clímax do filme é quando descobrimos que Charlie é o alter-persona de David. Embora essa reviravolta seja um dos principais desapontamentos para a maioria dos espectadores, ela cai bem em linha com a forma como a programação MK funciona. Os manipuladores são muitas vezes escravos dissociativos que estão programados para fazer o  trabalho sujo para outra pessoa. No final do filme, ficamos sabendo que David estava profundamente traumatizado quando ele pegou sua esposa o traindo - e é aí que Charlie nasceu. Eu acho que esta é uma maneira desajeitada de transmitir aos espectadores que ele também é um produto do controle mental baseado em trauma.

  David é psicólogo com conhecimento complexo dos efeitos do trauma sobre
 a psique humana. Podemos, portanto, dizer que ele é qualificado para fazer
 alguma programação de controle mental. 
 
Durante a primeira parte do filme, quando o alter Charlie é acionado, vemos David sentado em seu escritório, usando fones de ouvido e ouvindo música. Isso simboliza sua personalidade núcleo/ persona real que está sendo "colocado em espera", enquanto Charlie está no controle de seu corpo. David está "fora de serviço" e alheio ao que está acontecendo - daí os fones de ouvido.

  Enquanto em seu escritório, David percebe uma marca preta em sua mão.

Ficamos então sabendo que é porque Charlie, enquanto na gruta, estava segurando 
borboletas monarcas em sua mão. Sacou? Monarca ... em sua mão ...? Monarca ...
 manipulador? Enquanto a maioria dos espectadores pode achar que esta cena é muito
 aleatória, é extremamente claro para aqueles que sabem sobre programação monarca.

Nós, portanto, entendemos que David nunca realmente se sentou em seu escritório: foi uma forma de, simbolicamente, mostrar que sua persona núcleo estava em espera enquanto Charlie era acionado.

Outras cenas aleatórias do filme explicam o que está acontecendo com David.

 A cabeça de David é rasgada das fotos de família, sugerindo
 que seu eu "real" foi tomado e removido da família. 

 Em outra cena aleatória, vemos a cabeça de David na caixinha de música simbolizando
 a sua dissociação da realidade, enquanto o alter persona Charlie é acionado. 
 
 A cabeça de David é encontrado na caixinha de música, simbolizando sua dissociação da realidade, enquanto o alter persona Charlie é acionado. No final do filme, Charlie é morto por Katherine, que assume a custódia de Emily e traz de volta a Nova York. Considerando a interpretação Controle Mental desse filme, podemos nos perguntar: Foram David e o seu alter programado Charlie usados pelos "chefes" para traumatizar e programar Emily? Foi ele um peão descartável de mente controlada, que precisava ser eliminado? Sua morte foi o grande evento traumático final para acabar completamente com Emily - e para fazê-la uma órfã que é completamente dependente do estado? Essas são as perguntas que surgem quando se entende o simbolismo de Controle Mental no filme.

Além disso, as pessoas nesta cidade amigável sabiam disso? Woodland é uma espécie de local remoto de propriedade do governo usado para programação MK?

  A maioria das pessoas em Woodland são extremamente assustadoras e estranhas. 
Todo homem fez questão de dizer que Emily era "muito bonita" - com um olhar 
inquietante e pervertido em seu rosto. Essas cenas podem referir-se a um círculo
 de abuso infantil acontecendo na cidade. Ou talvez tenha sido uma 
maneira estranha de adicionar um pouco de suspense ao filme.

 Conclusão 

"O Amigo Oculto" é um filme profundamente simbólico que descreve, cuidadosamente em detalhes, o processo por trás do controle mental baseado no trauma. Embora o significado do simbolismo MK do filme provavelmente tenha voado cerca de uma milha acima das cabeças dos espectadores, só um pouco de conhecimento do assunto é necessária para fazer a coisa toda muito evidente e flagrante. Essa história de uma criança traumatizada que seguiu uma borboleta monarca em uma caverna escura cheia de dor e de horror denuncia a situação toda dos escravos monarcas. Mas aconteceu diante dos olhos da maioria dos espectadores, sem que eles percebessem.

Da mesma forma que Charlie estava no escuro em seu jogo mortal de esconde-esconde com a Emily, a verdade sobre o filme estava escondida na escuridão da ignorância das pessoas. No entanto, basta sacudir à luz do conhecimento que o verdadeiro significado do filme se revela: a descrição do mundo feio nojento da programação monarca. Brincando de esconde-esconde com a verdade? Não tenho tempo para isso.

Fonte: VC

Leia Mais
O que é Controle Mental? Análise em Paramore
As Vítimas de Controle Mental Expostas