,

Ke$ha conta como Vendeu Sua Alma ao Diabo em Nova Música

domingo, 31 de março de 2013 77 comentários

Uma nova música que vazou na Internet da cantora pop Ke$ha, "Dancing With the Devil", alegrou seus fãs, mas ao mesmo tempo revelou uma triste canção, pois a letra é altamente sinistra e assustadora; ela ainda corrobora com a maioria dos assuntos descritos neste site até agora. A letra de "Dancing With the Devil" (Dançando com o diabo) fala da relação conflituosa da cantora com alguma entidade possessiva e maligna, com a qual ela tem um pacto que não pode mais quebrar.  Embora a letra permita outras conotações, ela vai ao encontro de diversos depoimentos de artistas da indústria da música que declararam "vender suas almas ao diabo", como visto neste site (veja o da ex-Pussycat Dolls, Nicole Scherzinger). Já está se tornando notável que cada vez mais e mais artistas estão fazendo referências ao "vender ao alma ao diabo".

A música "Dancing With the Devil" foi originalmente escrita para o álbum "Warrior", mas não entrou na versão final do álbum. A letra da música é bastante pesada para uma canção pop teen, talvez tenha sido este o motivo pelo qual a música não fez parte do disco. No ano passado, Ke$ha já havia "escandalizado" o mundo da música com uma chuva de simbolismo Illuminati, além da glorificação da morte e sacrifícios ritualísticos, no clipe da música "Die Young", como visto no artigo O Simbolismo Illuminati em Ke$ha "Die Young" e Como Ele Ridiculariza as Massas Doutrinadas. Se a expressão "vender a alma ao diabo" está sendo usada de forma literal ou não, ela pelo menos deixa claro que para fazer parte da indústria você precisa fazer coisas contra sua própria vontade, que existem pessoas doentes dentro dela, capazes de qualquer coisa por dinheiro e sucesso; ainda, que você terá que vender a cultura da Elite e promover seu simbolismo satânicos e participar de rituais ocultistas.  A própria Ke$ha contou, no ano passado, que foi forçada a cantar a música "Die Young"; o que mais ela já não foi forçada a fazer?

Dessa forma, conhecendo a natureza da indústria da música, visto outros depoimentos e observados os símbolos satânicos e Illuminati no trabalho de Ke$ha, não tem porque não acreditar que a artista tenha escrito a música abaixo de maneira bastaaaaaaaaaante literal:


DANÇANDO COM O DIABO

Eu continuo dançando com o diabo
Eu continuo dançando com o diabo
Eu vendi minha alma à morte
e ao glamour
E não há como voltar atrás
Eu continuo dançando com o diabo

Você e eu fizemos um acordo
Eu era jovem e a merda se tornou real
Espancada desde o inferno e de volta

Seu amor é feito de ouro sujo
Mas eu sou a única que é muito mais
Então vá em frente e pegue minha mão

(Refrão)
Eu continuo dançando com o diabo
Eu continuo dançando com o diabo
Eu vendi minha alma à morte
e ao glamour
E não há como voltar atrás
Eu continuo dançando com o diabo

Eu não posso fugir do meu passado sujo
Eu cometi erros, eu fiz uma bagunça
Eu sei que você gosta de me ver chorar

Então, eu sou tua até o fim
Eu irei mantê-lo, eu nunca irei escutar
Então eu vou dançar até morrer

(Refrão)
Eu continuo dançando com o diabo
Eu continuo dançando com o diabo
Eu vendi minha alma à morte
e ao glamour
E não há como voltar atrás
Eu continuo dançando com o diabo

Ele tem minha mente
Ele tem a minha alma
Ele não vai me deixar ir

(Refrão)
Eu continuo dançando com o diabo
Eu continuo dançando com o diabo
Eu vendi minha alma à morte e ao
glamour
E não há como voltar atrás
Eu continuo dançando com o diabo


A arte adora denunciar a verdade, para os ouvidos que quiserem ouvir.

Leia Mais
Emeli Sandé "Clown": Vendendo a Alma para a Indústria da Música? 
O Simbolismo Illuminati em Ke$ha "Die Young" e Como Ele Ridiculariza as Massas Doutrinadas

, ,

Seriado "Dilbert" revela o que a Elite Illuminati faz nas Eleições

sexta-feira, 29 de março de 2013 19 comentários

Dilbert é uma série americana em desenho que foi ao ar no fim dos anos 90 até o ano 2000. No último episódio da série, a população americana votava por um novo presidente. No entanto, a escolha foi manipulada pela Elite, que se reuniu em secreto, no topo de um edifício explicitamente Illuminati. Ao saber do resultado da eleição presidencial, a Elite não concordou, e os membros do grupo planejaram eleger, entre eles, um outro presidente. É engraçado lembrar que o episódio tenha ido ao ar meses antes da polêmica eleição do ex-presidente americano George Bush no ano 2000.

Assista ao vídeo:


Leia Mais: 
Mensagens Subliminares em "Os Padrinhos Mágicos" 
"Gravity Falls" - Um Novo Desenho Disney carregado de Simbolismo

Imagens Simbólicas (março/13)

terça-feira, 26 de março de 2013 28 comentários

Recentemente, Taylor Swift posou para a revista POP, na qual foi capa. 
Sua roupa enfatiza o padrão maçônico preto e branco e a dualidade.

O padrão preto e braanco maçônico tem se tornado frequente nesses ensaios.

 Falando disso, olha quem é capa da Elle
 Magazine com o mesmo padrão maçônico.

Aqui, Rihanna está dando uma ênfase em sua tatuagem no tornozelo. O que será isso?

A tatuagem parece ser inspirada por este falcão egípcio encontrado no Museu Metropolitano de 
Arte. Na mitologia egípcia antiga, o falcão representava o deus solar Hórus - uma figura central dos mistérios ocultos. Como você deve saber, o símbolo do olho que tudo vê deriva do Olho de Hórus. Em suma, o vestido de Rihanna xadrez e a ênfase na sua tatuagem Hórus torna esta uma imagem de exibição de puro simbolismo maçônico... para aqueles que têm olhos para ver.

Esta outra foto apresenta Rihanna usando uma máscara de baile de 
máscaras. Uma prática que descende de rituais ocultistas antigos da elite.

Na terceira foto, Rihanna usa um lindo chapéu de 
gatinho. Será esta uma referência à programação Kitten?

Este ensaio da Vogue Japão dá bastante ênfase nos conceitos de alter-personas
 e dualidade (como representado pelo piso xadrez maçônico e as listras pretas e
 brancas na parede). Ambos são conceitos importantes no controle mental.

Duas modelos idênticas parecendo-se robóticas e sem vida, em um
 piso maçonico com listras preto e branca na parede? Sim, isso é MK.

 Selena Gomez na capa da revista Atrevida, enfatizando um olho.


Esta imagem consegue conter um monte de simbolismo Illuminati. A foto realmente transmite os conceitos de auto-destruição e da cultura da morte. Sua camisa traz o símbolo dos Illuminati do Olho Que Tudo Vê dentro de um triângulo e dois raios que se assemelham ao símbolo nazista SS. Embaixo, vemos "Jesu$alva" - uma maneira elegante de ridicularizar o cristianismo. 

O novo show de Pink apresenta um grande olho que tudo vê vermelho proeminente 
durante  grande parte. Por quê? Porque tem que estar em todos os lugares, não?

Harry Styles do One Direction (ex da Taylor Swift) fez uma nova tatuagem. 
É uma borboleta enorme em seu abdômen. Programação? Monarca?

Harry também tem uma tatuagem das máscaras tragédia e comédia ao lado de uma 
gaiola. Ela representa a prisão e o controle mental da indústria do entretenimento? 

 Anúncio da Via Marte.

Mais sapatos da marca Vans.


Flagrante de camiseta da loja Age of Dreams.

 Olhe o símbolo da Guarda Municipal de Campos do Jordão, São Paulo.

Por que será que encontramos esse símbolo tão peculiar ali?

Jogos também trazem o simbolismo Illuminati. Por quê?

 Banda brasileira Scracho - webclipe de "Som Sincero".

 Ódio produtivo?
 
O Oscar aconteceu no dia 25 de Fevereiro e um monte de astros do cinema foram para casa
 com essas estatuetas. Será que eles sabem que a estatueta do Oscar é provavelmente uma versão "art-deco" da figura clássica do deus criador Ptah? Na mitologia egípcia, Ptah também assume 
a forma do deus funerário Sokar - uma figura importante da magia egípcia. Tente mudar 
as duas primeiras letras de Sokar. (Dica: Oskar).

Agradecemos ao VC e a todos que contribuíram com essas imagens. Envie-nos mais imagens simbólicas via nossa página no Facebook.

Leia Mais 

, ,

Monster High: Uma Linha de Bonecas introduzindo as Crianças à Agenda Illuminati

quinta-feira, 21 de março de 2013 155 comentários

 À primeira vista, Monster High é apenas mais uma linha de bonecas da moda. No entanto, ao analisarmos o simbolismo de Monster High e os vídeos relacionados a ela, descobrimos que ela está comunicando muitas mensagens específicas para as crianças, especialmente para as meninas. Veremos como essa linha de brinquedos é usada para introduzir as crianças a alguns aspectos da agenda Illuminati.

Monster High é uma franquia de brinquedos de grande sucesso que é um pouco semelhante à linha de bonecas Bratz, pois ambas são compostas de personagens da moda com atitude. Como muitas outras franquias de brinquedos, Monster High é muito mais do que uma linha de bonecas: É uma franquia multi-plataformica, composta de brinquedos, DVD, uma série na net, vídeos de música, videogames, livros, acessórios de vestuário, e muito mais.

A marca distingue-se com o seu universo único e distorcido inspirado por filmes de monstros, terror e ficção científica. Todos as personagens são ou filhos de monstros de filmes conhecidos ou algum tipo de zumbis mortos-vivos. Enquanto o slogan de Monster High é "Seja você mesmo, seja único, seja um monstro!", Essa franquia também transmite mensagens mais profundas para o público jovem. Na verdade, um olhar mais atento às histórias em Monster High revela que ela está em perfeita sincronia com a agenda dos Illuminati, uma vez que promove temas como "hipersexualização", superficialidade, cultura da morte e até mesmo o Controle Mental Monarca. Como visto em artigos anteriores neste site, esses temas são abundantes nos meios de comunicação e o fato de eles estarem presentes em uma linha de bonecas para crianças comprova ainda mais que há um esforço contínuo para expor mentes ​​a um conjunto específico de símbolos e valores. 

Isto não deve ser nenhuma surpresa visto que Monster High foi criado pela maior empresa de brinquedos do mundo, a Mattel, com receitas de mais de 6,2 bilhões dólares por ano. O presidente do conselho de administração, Robert A. Eckert, é um membro de longa data da Comissão Trilateral e dos Bilderbergs, os dois mais poderosos círculos da elite que moldam o mundo de hoje. Como você deve saber, os representantes da empresa que frequentam essas reuniões de elite estão lá porque suas marcas podem ajudar a empurrar a agenda da elite a longo prazo. Poderosas e de longo alcance mundial, empresas como a Mattel não simplesmente vendem produtos, mas também vendem uma cultura que lhes está associada. Considerando como as crianças se apegam e até mesmo ficam obcecadas com suas bonecas e ao universo que as rodeia, qual a melhor maneira de atingir as mentes das jovens e ensiná-las os valores de uma futura Nova Ordem Mundial? Vejamos Monster High e o universo que é apresentado para as crianças.

 O Universo Monster High

 As personagens de Monster High estão vestidas com roupas que são bastante inapropriadas
 para a escola. Além disso, seus armários são em forma de caixões com crânios que servem como cadeados. Em suma, trata-se de empurrar uma cultura de sexo e morte aos jovens e crianças influenciáveis. 

 O mundo da Monster High é basicamente uma escola preenchida com a prole de famosas figuras monstruosas como Drácula e Frankenstein. As personagens usam roupas que se inclinam fortemente para o lado sexy, fazendo-nos saber que tipo de mensagem está sendo entregue ao público-alvo da Monster High: meninas com menos de 10 anos de idade. Ainda mais perturbador, a história e simbolismo associados com muitos dos personagens fortemente referem-se a conceitos escuros, como Controle Mental Monarca (se você não souber o que é isso, leia este artigo). Na verdade, a maioria dos personagens Monster High ou são criados artificialmente ou são um produto de algum tipo de experiência, e muitos delas realmente não tem uma mente própria. Elas estão todas literalmente mortas e animadas por algum tipo de força profana. Quando se acrescenta esse fato ao simbolismo e a personalidade associada com cada personagem, começamos a perceber que Monster High é sobre um bando de escravos MK. Aqui estão algumas das principais personagens:

Frankie Stein 

  Frankie Stein é filha do Frankenstein. Seu corpo inteiro é costurado e, 
às vezes, ela perde um pouco das partes de seu corpo. No simbolismo MK, isso
 representa a impotência de escravos e sua natureza fragmentada. Além disso, 
observe o seu "logo" no canto superior direito: crânio fraturado e
 costurado - o que representa uma mente fragmentada. 

Frankie Stein é uma criação artificial feita por um cientista louco (um manipulador MK?). Afirma a sua história que ela tem 15 dias de vida (dias, e não anos). Em outras palavras, seu alter persona foi criado por seu manipulador há 15 dias. Sua cabeça é presa por dois parafusos, simbolizando ela não tem uma mente própria. Os parafusos são de cores diferentes, porque eles são de polaridade diferentes, positivo e negativo. Isso se refere ao conceito de dualidade que está sempre inculcado nos escravos MK. Para enfatizar ainda mais o conceito de dualidade, seus olhos são de cores diferentes, seu cabelo é preto e branco listrado e sua página biográfica diz que sua cor favorita são "listras pretas e brancas".

Frankie Stein pode eletrocutar a si e aos outros - uma referência à tortura de eletrochoque usada em Controle Mental Monarca e aos escravos do programa.

  Frankie Stein eletrocutada. 

 Aqui está Frankie Stein em um jogo de cama escondendo um olho.
 Sim, as meninas agora podem dormir envoltas em simbolismo Illuminati.

  Falando nisso, aqui vai uma mensagem de "Feliz Ano Novo"
 da Monster High com outro sinal do proeminente "um olho".

 Operetta 

Operetta é a filha do Fantasma da Ópera. Ela se destaca nas artes do espectáculo, como cantar e dançar. Em alguns aspectos, ela é a artista estrela do grupo. Sem surpresa, o simbolismo associado a ele se encaixa perfeitamente com o simbolismo associado com estrelas pop de hoje da vida real - ou seja: o sinal do inevitável "um olho".

 Como se para destacar sua conexão com a indústria da música Illuminati, sempre 
há uma ênfase no sinal de um olho. Como as Lady Gagas ou Rihannas deste mundo, ela
 sempre quer esconder um olho ou está usando algo para enfatizar o "um olho". Além disso,
 sua guitarra tem o formato de um caixão. Em suma, ela é uma introdução ao sexo e à
 indústria da morte de música Illuminati. Além disso, eu não sei como ela pode andar
 com estes sapatos - mas isso é outra história. 

Você vai notar que sua guitarra tem o formato de um caixão, bem como porque, aparentemente, a morte é tão legal.

Operetta pratica sua música em um lugar chamado Catacumbas. O simbolismo de seu esconderijo é bastante evidente.

 O palco de Operatta é "supervisionado" por um proeminente 'olho que tudo vê'. 
 
 Em suma, Operatta parece estar contando às jovens: "Se você quer ser parte da indústria da música, você tem que abraçar esta imagem Illuminati".

Werecats 

Como vimos em artigos anteriores neste site, a programação Sex Kitten é representada na cultura popular com estampas e atributos felinos em garotas atraentes. As irmãs Werecats são bem assim.

 O simbolismo das irmãs Werecats é sobre a programação Kitten.
 As gêmeas (à direita) realmente não têm uma mente própria. 

A história por trás das irmãs Werecats é bastante obscura e semelhante à história de muitos escravos MK reais. O "webisódio" chamado The Nine Lives of Toralei descreve como a irmã Werecat, Toralei, é uma órfã vagando pelas ruas que é apanhada e presa pelo "Sistema".

 As irmãs Werecat "atrás das grades" - ou re-educadas pelo sistema.


"Algumas crianças vivem em lares adotivos ou com pais adotivos, ou em orfanatos, ou com os cuidadores e responsáveis. Visto que essas crianças estão à mercê dos adultos não relacionados, esses tipos de crianças frequentemente são vendidas para se tornarem escravos de mente controlada das agências de inteligência. Resumindo, lembre-se que, visto que muitas dessas organizações são controladas pelos Illuminati, um escravo Illuminati pode muitas vezes trabalhar para um desses grupos de frente, enquanto os Illuminati mantêm o controle sobre a base do programa".

- Fritz Springmeier, The Illuminati Formula to Create a Mind Control Slave
 

As irmãs são então "recrutadas" pela "diretora" da Monster High. Você vai perceber 
que ela está segurando a cabeça na mão, uma forma de mostrar que os manipuladores 
MK são também muitas vezes de mente controlada. 

Será que a Monster High é realmente um sítio de programação MK? Hmmm.

Fato relevante: Marilyn Monroe, o protótipo da Programação Kitten também foi declarada ter estado em "guarda do Estado" e vivia em lares adotivos durante sua juventude. Outro fato relevante: O pai do MK-Ultra, Josef Mengele, fez experiências com milhares de gêmeos para aperfeiçoar as técnicas de controle mental.

Vídeos

O site da Monster High contém numerosos "webisódios" animados que são extremamente populares (cada um deles já acumulou milhões de visualizações no YouTube). Embora o objetivo principal desses curtos vídeos seja vender bonecas, há, no entanto, muito simbolismo neles. Além disso, alguns vídeos referem-se a conceitos de controle mental de forma bastante evidente. Vejamos alguns desses vídeos.

 Personalidade Dupla

Este vídeo trata do núcleo de programação monarca: a criação de alter personas completamente separadas. O namorado de Frankie Stein, chamado Jackson, descobre que ele tem uma personalidade alter que atua completamente separada dele. No início do vídeo, ele diz:


"Toda vez que eu acordo em algum beco escuro sozinho e confuso, é tudo por causa dele! Eu tenho muito a dizer a esse cara. Mas eu não posso nem confrontá-lo sobre isso... porque ele sou eu."
 

 Holt, o persona alter "legal" de Jackson tem uma tatuagem em torno de um dos olhos, 
como se fosse para enfatizar o Controle Mental Illuminati subjacente a essa história. 

No final, Frankie Stein rompe-se com Jackson e seu alter até que eles possam "resolver suas diferenças". Por que as crianças estõ sendo expostas a isso? Qual é o objetivo? Eu não acho que muitas meninas vão se identificar com essa história.

De qualquer forma, os problemas de Jackson com seu alter persona aparecem em vários outros "webisódios".

 No episódio intitulado "I Know What You Did Frightday Last", a diretora desencadeia
 o alter persona de Jackson usando música - uma técnica MK real - visto que ela precisa
 do criativo Holt para pintar um mural. 

 Desfazendo o Voodoo 
 
Outro "webisódio" foca Hoodude, um boneco de vodu que está em um dia ruim e, visto que ele é um boneco de vodu, todo mundo na escola está tendo um dia ruim também.

 Hoodude é mais um personagem que é criado artificialmente e que realmente não tem
 uma mente própria. Além disso, há o 'um olho' acontecendo ali também, visto que seus
 botões são cores diferentes.
A magia vodu é outro aspecto muito importante do Controle Mental Monarca, que é representada em Monster High.


 "Ao discutir como  controle mental baseado em trauma é feito, vodu deve ser incluído como um componente. Muitos dos escravos de mente controlada tiveram vodu como parte de seu trauma, e muitos tinham bonecos de vodu colocados em seus sistemas. Quando votos e juramentos são feitos, um objeto é dado ao culto satânico ou aos Illuminati para o Guarda dos Selos guardar. Se o voto for quebrado, a magia vodu pode ser usada contra o infrator, utilizando o objeto dado na vedação." 

- Ibid.


Para resolver o problema Hoodude, as meninas da escola pedem a ajuda de Scarah, a leitora de mente.
 
  Scarah lê a mente de Hoodude.

É interessante notar que muitos escravos MK reais recebem treinamento de percepção extra-sensorial - que inclui a telepatia, leitura da mente e visão remota. 
 
Scarah depois conta para os amigos que eles precisam, literalmente, entrar na cabeça de Hoodude para corrigir seus problemas de autoestima. 
 
 As meninas entram em algum tipo de laboratório de 
controle mental para entrar no cérebro do Hoodoo. 

 Dentro do cérebro de Hoodude, as meninas encontram a parte relacionada à auto-estima e o "reprogramam" para amar a si mesmo. 

 Scarah reconecta dois fios soltos dentro do cérebro
 Hoodude para que ele ame a si mesmo novamente.  

 Hoodude agora pode olhar-se no espelho e amar a si mesmo novamente. 

Em suma, esse vídeo é sobre um "boneco" criado artificialmente que não age como o esperado. Ele tem, então, literalmente sua mente controlada e reprogramada para ter mais auto-estima. Hoodude não se sucedeu em melhorar a si mesmo ou a aceitar suas falhas, então algum leitor de mente entrou em seu cérebro para reprogramá-lo. Eu não acho que essa é uma grande lição para as crianças. 

Há muitos outros vídeos da Monster High que estão cheios desse tipo de simbolismo. No entanto, eu
acredito que todos nós já sofremos bastante passando apenas por esses três.  

Conclusão

Posso imaginar algumas pessoas que lêem este artigo pensando: "Ele está falando de bonecas e desenhos animados agora? Que tal falar sobre as verdadeiras questões como política, resmungar e resmungar". Sim, em um nível superficial, falar sobre bonecas e desenhos animados pode não soar como uma análise "séria". No entanto, devemos lembrar que, para os poderes constituídos, não há nada mais grave do que capturar as mentes das crianças em uma idade jovem, a fim de moldá-las para o futuro. Para propagandistas, não existe limite de idade para empurrar uma mensagem. Eles percebem que quanto mais jovem o público, mais eficaz a sua mensagem será. Especialistas em marketing sabem que a fidelidade à marca é ensinada em idade muito precoce (isso é, ketchup Heinz, cereais Kellogs, etc.) e a propaganda simplesmente trasmite mais um produto para o mercado.

Então, que tipo de mensagem  uma franquia como Monster High comunica às crianças? Existem vários níveis. 

Em um nível básico, as personagens de Monster High estão visualmente "hipersexualizadas" visto que elas estão vestidas com roupas que só podem ser encontradas em sex shops. Considerando o mercado-alvo da boneca (meninas com menos de 10 anos), podemos imaginar como isso treina garotas para acreditar que, para ser legal, elas têm que ser muito sexy e muito cedo. Também, há esse culto da morte acontecendo, com caixão em forma de armários, caixão em forma de celulares, caixão em forma de guitarra e crânios em toda parte. Misture esses dois aspectos muito visíveis junto e você tem a mídia de massa do sexo e da morte que é constantemente empurrada para todos os públicos, mas particularmente aos jovens. Além disso, os personagens em Monster High evoluem em um contexto que é completamente cheio de superficialidade, aparências e materialismo - todos os valores que estão ativamente sendo promovidos à juventude de hoje. Quando os fãs de Monster High saírem dessa fase de boneca, eles passarão provavelmente a assistir a vídeos de música e programas de televisão que promovem exatamente o mesmo conjunto de valores. Infelizmente, eles não vão questionar nada disso, porque eles têm sido expostos a essa Agenda desde pequenos. 
 No nível secundário, quase tudo em Moster High se relaciona de uma forma ou de outra para com o mundo escuro e perturbador do Controle Mental dos Illuminati. A escola pode ser comparada a um centro de programação MK, liderada por uma "diretora", cuja própria cabeça aparece fora em um símbolo literal de dissociação. Todos os alunos são criações ou artificiais ou zumbis que não têm uma mente própria (engraçado como música tema da linha termina com as palavras "Você não quer ser um monstro também?" Conceitos associados ao controle mental baseado em trauma, tais como alter-personas, dualidade, dissociação, programação Kitten e até mesmo tortura de eletrochoque são representados em Monster High. Como se isso não bastasse, a franquia toda da Monster High está combinada com o simbolismo dos Illuminati que eu descrevo de vez em quando neste site, provando que  esse simbolismo não é acidental e também que a Agenda está sendo promovida em todo lugar... até mesmo para as crianças que querem apenas brincar com bonecas. 

Então, por que eles fazem isso? Porque, como Hitler declarou: "Só ele, que é dono da juventude, ganha o futuro."

 Fonte: VC

 Leia Mais

Nicole Scherzinger - "Para fazer sucesso você realmente tem que vender sua alma ao diabo"

sábado, 16 de março de 2013 23 comentários

Em uma recente entrevista para o The Independent, Nicole Scherzinger - a ex-vocalista do grupo Pussycat Dolls - discutiu sobre a indústria da música e o que é realmente necessário para conseguir sucesso ali. Segundo ela, as estrelas pop femininas que são "as queridinhas da indústria" devem obedecer ordens, esquecer seus valores e aceitar sua malícia. Em suma, elas devem estar dispostas a ser participantes da Agenda da elite. Nas palavras de Nicole: "Para fazer sucesso, você realmente tem que vender sua alma ao diabo". Essa frase é frequentemente usada por celebridades que discutem a indústria (veja a série A Indústria da Música Exposta) e seu significado pode ser muito mais literal do que a maioria possa esperar. Na verdade, fazer sucesso na indústria não implica apenas fazer coisas que você não tem vontade de fazer, mas também implica ir contra a moral e os valores próprios pelos quais você cresceu. Ainda pior, implica submeter-se às forças das trevas que regem a indústria e todos os sacrifícios espirituais que vêm com elas. 

Nicole começou sua carreira de cantora como parte de uma banda " gótica acústica" chamada Days of the New, que era sobre arte e música. O sucesso real, no entanto, apenas surgiu quando ela se juntou às "Pussycat Dolls", um grupo que era o oposto total de Days of the New. Era de fato um grupo fabricado por uma gravadora, projetado para usar o sexo a fim de vender cativantes melodias pop. Nicole aparentemente não gostou do conceito do grupo Pussycat Dolls, mas se juntou a ele mesmo assim, afirmando que "não teve escolha".


 "Minha primeira reação, quando fui convidada para participar era: de jeito nenhum! Eu venho de uma sólida formação religiosa, e tive uma educação muito conservadora. Então, eu estava nervosa e confusa. Estava querendo ser uma Whitney Houston, então por que eu tinha que ficar vestida em lingerie para fazer isso? Eu não entendia." 
 

 Quando perguntada sobre as "canções sensuais" que ela canta, Nicole respondeu:


 "Com esse tipo de música, eu não sinto que tenho que me justificar para alguém. Eu venho de uma família muito religiosa - meu avô é um sacerdote - e se eles me apóiam em tudo isso, e eles realmente apoiam, então eu estou bem. Eu só estou sendo atrevida e elegante, estou me divertindo. Eu não estou vindo de um lugar escuro."
 

Nicole, no entanto, está consciente de que ela, provavelmente, não está fazendo o suficiente para se tornar uma cantora pop de muito sucesso na indústria.


 "Para ser honesta com você, às vezes eu acho que deveria usar mais sacanagem. Eu provavelmente estaria muito mais bem sucedida se eu fizesse isso. Essa é uma indústria tão difícil, você sabe. Para fazer sucesso, você realmente tem que vender sua alma ao diabo."


Quando perguntada se ela vendeu sua alma ao diabo: 


 "Não, eu não vendi. Isso é provavelmente a razão pela qual eu não alcancei o topo de minha montanha. Isto é, onde está o meu prêmio Tony, o meu Grammy, o meu Oscar? Será por isso que eu ainda não tenho nenhuma dessas coisas?"
 

A partir de uma jovem cantora ingênua sonhando em se tornar grande, Nicole Scherzinger está, aparentemente, transformando-se em uma outra estrela pop, descontente, que está lentamente aprendendo a verdade sobre a indústria da música.

Assista à versão em vídeo:


Fonte: VC

, ,

A Iniciação Oculta de Taylor Swift no Brit Awards 2013

domingo, 10 de março de 2013 24 comentários

Em novembro passado, postamos um curto artigo intitulado A Apresenetação de Taylor Swift no AMA 2012: Um Típico Ritual de Iniciação em que descrevemos como sua apresentação representava simbolicamente um ritual de iniciação ocultista. Para o Brit Awards 2013, Taylor trouxe de volta o mesmo simbolismo quando ela apresentou novamente seu single I Knew You Were Trouble. Embora a configuração da performance tenha sido diferente do que a do AMA, o seu significado simbólico e o código de cores utilizado foram idênticos. Além disso, o simbolismo ritualístico de toda a apresentação foi ainda mais gritante. 

Assista à análise em vídeo:


Fonte: VC

Leia Mais 
A Apresenetação de Taylor Swift no AMA 2012: Um Típico Ritual de Iniciação 
Grammy 2013: As apresentações de Taylor Swift, Carrie Underwood "Blown Away" e o Tributo ao Controle Mental

, , , ,

Por que a Enfermeira da Rainha Elizabeth está usando um Cinto Maçônico?

terça-feira, 5 de março de 2013 33 comentários

Cada vez que uma história envolve a família real britânica, os meios de comunicação são rápidos para documentar todos os detalhes. Quando a rainha Elizabeth deixou o hospital  King Edward VII em 3 de março, fontes de notícias cobriram o evento extensivamente, até mesmo sua roupa, seu colar de pérolas e seu broche. 

Há, porém, um detalhe significativo que a mídia de massa completamente ignorou. Confira a fivela do cinto da enfermeira. 

 A enfermeira da Rainha está usando um cinto com a fivela carregando símbolos maçônicos.

 Esta fivela enorme apresenta o compasso e o esquadro maçônico e um 
pentagrama - outro símbolo maçônico importante usado em ritual de magia.

Considerando o grande significado desses símbolos, é bastante seguro dizer que a enfermeira faz parte de uma sociedade secreta do tipo maçônica (provavelmente a Ordem da Estrela do Oriente) e, provavelmente, a um nível elevado. Sabendo deste fato, há algumas questões que estão implorando para serem feitas: Por que essa enfermeira estaria usando este cinto especial em seu uniforme de "trabalho"? Será que é porque ela estava cuidando da Rainha, um membro da elite? Qual é a relação entre essa sociedade secreta ocultista e esse hospital?

 Aperto de mão na rainha. Um privilégio não permitido a pessoas comuns. 

Lembre-se que o Hospital Rei Edward VII é o lugar onde Kate foi hospitalizada devido a uma doença relacionada com a gravidez, o que levou ao suicídio de uma das enfermeiras. Parece que há coisas ocultas de alto nível acontecendo naquele hospital.

Veja a versão em vídeo:
 

Fonte: VC

Leia Mais

, ,

Rapper Fabri Fibra: Trazendo o Simbolismo Illuminati à Itália

segunda-feira, 4 de março de 2013 17 comentários

Fabri Fibra é um rapper italiano bastante controverso em seu país e já está na indústria musical há bastante tempo. No entanto, sua carreira decolou de vez a partir do momento que assinou contrato com a Universal Music da Itália, uma subsidiária local da grande Universal Music Group (UMG), o selo detentor de vários artistas famosos e influentes na música atual, como Madonna, Rihanna ou Nicki Minaj. O vídeo de seu single recente "Pronti, Partenza, Via" causou bastante polêmica entre seus fãs atentos e outros, pois durante os 4 minutos, o video esbanja simbolismo maçônico/Illuminati, como o 'olho que tudo vê', corujas, piso maçônico, 666 e outros, fazendo deste um dos vídeos mais flagrantes que já descrevemos aqui no site. O vídeo está tão repleto de simbolismo que fica até mesmo ridículo fazer um comentário.

 A Agenda Illuminati na indústria da música tornou-se um fenômeno tão global que não poupou até mesmo a Itália, assim como outros países na Europa, tanto a ocidental quanto a oriental. Enquanto os artistas americanos e britânicos alcançam o mundo todo, os artistas mais "regionais" também são usados ​​para propagar a Agenda da elite a grupos de pessoas mais específicos. O rapper Fabri Fibra foi questionado em um programa de televisão sobre o simbolismo maçônico em seu vídeo, mas encontrou um jeito de dar uma desculpa (com a ajuda do próprio entrevistador). Visto que muitos artistas são iniciados em sociedades secretas e usam seus vídeos para metaforizar esse processo, o vídeo  "Pronti, Partenza, Via" de Fabri Fibra não seria diferente. Enquanto o rapper diz que letra dessa música faz uma crítica à situação econômica da Itália, o vídeo não mostra isso, ao contrário, ele mostra o rapper bastante à vontade em meio aos símbolos Illuminati, e depois, ele é até mesmo iniciado.

Assista ao vídeo aqui.


Embora o simbolismo esteja bastante explícito no vídeo, fizemos uma breve análise do simbolismo encontrado.

O vídeo basicamente não apresenta nenhuma narrativa rica, há apenas uma exaustiva exposição de símbolos ocultos. Aqui estão alguns:

Fabri Fibra caminhando sobre o piso maçônico em uma espécie de templo. Parece que todo 
tipo de ritual de iniciação oculta acontece sobre esse piso preto e branco, que esotericamente representa o conceito hermético da dualidade.

  
O vídeo também faz referência à arte egípcia, pois sociedades 
secretas da elite estão totalmente imersas na magia egípcia.

Os cães acima remetem à estrela Sírius, também conhecida por "dog star". No Egito antigo, 
Sírius era a estrela mais importante do céu e foi associada à Ísis, a parte feminina da trindade "Ísis, Osíris e Hórus". Sírius é portanto um dos focos centrais nos ensinamentos de sociedades 
secretas, tais como a Maçonaria.

Uma coruja na frente da parede preta e branca, outro símbolo que 
está associado a algumas sociedades secretas e círculos ocultistas.

 Neste capuz do rapper, podemos enxergar alguns símbolos satânicos estampados.

 O 'olho que tudo vê' dentro da pirâmide, o 666 e o pentagrama...

Sim, Fabri Fibra também sabe o que significa este sinal.

Na frente da estátua de uma entidade com chifres e asas, como Moloque. 
Em alguns momentos os olhos da estátua ficam vermelhos. Assustador!

No meio da estátua, vemos 'o olho que tudo vê' dentro de uma estrela de seis pontas. Dois 
símbolos altamente usados dentro dessa conspiração e impregnados na cultura popular.

Provavelmente dentro de algum tipo de templo, com velas e escadaria vermelha,
Fabri Fibra aparece no vídeo todo de preto e com óculos escuros. Sim, o rapper
agora faz parte "deles". Vestir-se de preto simboliza que sua iniciação está
agora completa. No começo, ele estava com suas roupas normais.

Há ainda outras cenas simbólicas no vídeo. Vamos deixar que vocês as adicionem nos comentários.

Leia Mais