,

"O Amigo Oculto": O Filme mais Explícito de Controle Mental Monarca?

quinta-feira, 11 de abril de 2013 Leave a Comment

"O Amigo Oculto" é um filme de suspense de 2005 que não obteve ótimas críticas na época de seu lançamento. No entanto, as chances foram de que a maioria dos críticos realmente compreenderam o seu simbolismo e tema subjacente, que fala sobre programação monarca. De fato, "O Amigo Oculto" é provavelmente um dos filmes mais explícitos sobre Controle Mental Monarca na história de Hollywood. Vamos analisar o significado oculto do filme.

"O Amigo Oculto" não foi para a história como o filme mais memorável de Robert De Niro. Ele foi esmagado por críticos de cinema variados porque o seu fim foi considerado "sem sentido". Embora seja verdade que o enredo de "O Amigo Oculto" tem um quinhão de falácias lógicas, o filme simplesmente não pode ser plenamente compreendido sem conhecer o elemento chave em seu núcleo: controle mental baseado no trauma. Desde a primeira cena até a última, quase todas as linhas e cada símbolo encontrado no filme refere-se diretamente aos conceitos associados com o controle mental, especificamente a programação monarca. 

Nesse tipo particular de controle mental, as crianças são submetidas a um trauma tão intenso que faz com que elas se dissociem da realidade. Os manipuladores do escravo podem, então, programar nas mentes das crianças alter-personas que podem ser acionadas à vontade (para mais informações sobre Controle Mental Monarca, leia o artigo intitulado Origens e Técnicas de Controle Mental Monarca). De uma forma simbólica e teatral, "O Amigo Oculto" descreve o procedimento horrível por trás da programação Monarca e dá uma dica a respeito dos aspectos mais sádicos deste. O fato de as borboletas monarcas aparecerem em partes-chave do filme confirma que a história é baseada em Controle Mental Monarca.

Além disso, quando se compreende a relação manipulador/escravo que está acontecendo no filme, o final "sem sentido" ganha um pouco mais de sentido, visto que se encaixa exatamente com o jeito como funciona a programação monarca.

Vamos analisar a história de "O Amigo Oculto" e o simbolismo MK que ela contém.

Breve Resumo

Depois de testemunhar o aparente suicídio de sua mãe, uma jovem chamada Emily Callaway (interpretada por Dakota Fanning) apresenta sintomas de trauma grave. Seu pai David Callaway (Robert De Niro) tenta ajudar a filha a se livrar de seu trauma, deixando seu trabalho como psicólogo e mudando-se para uma pequena cidade longe de Nova York.

Lá, ele percebe que seu relacionamento com Emily é extremamente difícil e que seu comportamento está cada vez mais preocupante. Emily alega ter um novo amigo chamado Charlie, que é "muito divertido" e brinca com ela, mas Emily diz a seu pai que Charlie não gosta dela em tudo. David acredita que Charlie é um amigo imaginário criado por Emily para ajudá-la a lidar com seu trauma. As coisas contudo tornam-se inquietantes quando coisas horríveis começam a ocorrer ao redor da casa (ou seja, o gato se afoga na banheira), que Emily então culpa Charlie. Quando David descobre que sua nova namorada em potencial fora assassinada na banheira, ele percebe que Charlie é uma pessoa real e que ele é extremamente perigoso. Depois de correr ao redor da casa por alguns minutos, David tem um momento de clareza e percebe que ele é Charlie. Charlie é realmente o alter-persona de David, que ele não sabia que existia. Esse alter-persona vem manipulando a pobre e traumatizada Emily e vem cometendo crimes horríveis. Após essa epifania, Charlie assume o controle do corpo de David e sai em uma fúria assassina. Charlie é, então, detido, e morto a tiros, por Katherine, uma psicóloga que trabalhou com David em Nova York e que veio para ver se Emily estava bem. Após a provação, Emily passa a viver com Katherine e é isso.

Como dito acima, para a maioria dos espectadores, a lógica interna do roteiro é um tanto inacreditável. No entanto, uma vez que o simbolismo MK do filme é reconhecido, entende-se que "O Amigo Oculto" fala sobre um manipulador traumatizando e programando um escravo MK. O fato de o pai/manipulador ter duas personas é consistente com o fato de que os manipuladores são muitas vezes escravos dissociativos próprios que já foram programados para realizar os atos sujos para outra pessoa. Vamos olhar mais além o simbolismo do filme. 

Emily, a Criança Traumatizada 

 O filme começa com uma imagem simbólica: Emily brincando com 
sua mãe, girando, na felicidade da infância e da inocência. Observe a
 boneca: ela a segura constantemente na primeira parte do filme. 

Emily é uma criança normal e alegre, que parece estar muito feliz. Na primeira cena do filme, vemos seu jogo de esconde-esconde com sua mãe, que tão amorosamente a ajeita na cama.

 Emily constantemente segura uma boneca que assume um significado
 importante mais tarde no filme. A boneca representa a personalidade
 núcleo de Emily, inocente : seu "eu" real. 

Mais tarde naquela noite, Emily testemunha uma cena terrível: a mãe morta em uma banheira com sangue.

 Ver sua mãe morta é a primeira alteração na mente de Emily;
 um evento traumático que muda a vida ... mas não o último. 

Enquanto a morte parece ser um suicídio, nós descobrimos mais tarde que Charlie (o alter-persona de David - o pai de Emily) matou a mãe e a colocou na banheira para fazer parecer um suicídio. Ele fez isso de propósito para traumatizar Emily e começar a sua programação de controle mental?

Emily é então colocada em um hospital psiquiátrico para crianças.

  Emily exibe os sinais clássicos de uma pessoa traumatizada: isolamento, choque, e reclusão. 

 O rosto do trauma.

David (ou era Charlie) decide deixar o emprego e se muda para uma pequena cidade chamada Woodland. Ele diz para Katherine, outra psicóloga que trabalha com ele:


 "Agora eu preciso fazer o que é certo para Emily. Eu preciso ser um pai de tempo integral ".
 

Ele quis dizer: "Eu preciso ser um manipulador de tempo integral"?

Bem antes de sair, Katherine, dá um presente a Emily.

Katherine dá a Emily uma caixinha de música que toca a música "Mockingbird". À medida 
que o filme progride, a música "Mockingbird" é sempre tocada qunado ocorre um acontecimento traumático, o que torna uma canção de gatilho programada. Após dar o presente, Katherine diz a Emily: "Sempre que eu estava me sentindo triste, eu abria a tampa e todas as minhas dores 
 iam embora" - essencialmente dizendo a Emily que ela deve dissociar da realidade sempre
 que ouvir essa música para evitar traumas.
 
Quando em sua nova casa, Emily vai para uma área arborizada atrás dela. Lá, ela segue uma borboleta monarca que a leva a uma caverna.

 Esta caverna misteriosa é na verdade o lugar de 
programação onde Charlie programa e traumatiza Emily. 

  O fato de uma borboleta monarca levar Emily para a caverna é uma forma codificada de dizer aos telespectadores "cientes" que o filme é sobre programação monarca  de controle mental. 
 
 Quando Emily descobre a caverna, ela faz algo que acaba sendo extremamente simbólico.

 Emily deixa cair a boneca amada, o que significa que ela perdeu sua personalidade 
núcleo (principal). Manipuladores de controle mental procuram "trancar" essa
 persona núcleo para poder programar novos alter-personas dentro de sua psique. 
 
Emily, contudo, não se limitou a "soltar" a boneca que representa a sua inocência. Ela literalmente a mutila.

 David encontra a boneca de Emily completamente desfigurada em uma lata de 
lixo. A mutilação representa como a mente de Emily está sendo mutilada 
pela tortura e programação que acontecem na caverna. 

Enquanto Emily "brinca" com seu amigo Charlie (manipuladores manipulam seus escravos para a acreditar que eles são seus amigos), ela desenvolve um gosto perturbador para o mórbido. A semelhança de inclinação para o lado negro das coisas é muitas vezes visto em escravos monarcas, que se desiludem com a vida. Começando com crianças inocentes, manipuladores procuram criar uma "imagem espelho" oposta ao seu escravo, que fica sombria, distorcida e perturbada (por esta razão, as imagens dualistas preto e branco no simbolismo MK é extremamente importante). Apesar de nunca vermos Charlie realmente "programando" Emily durante o filme, vemos claramente os sintomas e a mudança no comportamento de Emily.

 Enquanto pesca com o pai dela, Emily friamente insere o gancho dentro de um inseto vivo para usar como isca. Sua falta de reação ao que é normalmente considerado repulsivo indica que ela pode ter se tornado "insensível" à dor, sofrimento e à repulsividade devido à tortura que 
recebeu ao ser programada pelo seu manipulador.
 
O lado escuro programado de Emily se torna mais evidente quando ela vai brincar com uma menina "normal".

  David define a data do encontro de sua filha com outra garota da área. Observe
 que a menina está segurando uma boneca, insinuando que ela é "normal", 
visto que ela ainda está em posse de sua personalidade núcleo inocente.

 Emily reage muito mal à ludicidade desta menina e encontra uma forma de mostrar isto a ela.

  Emily pega a boneca da menina e a mutila - refletindo sua própria alma distorcida e
 sua perda de inocência. Observe que a boca derreteu (simbolizando a incapacidade do 
escravo de pedir ajuda) e tem um olho (símbolo de Controle Mental dos Illuminati). 
Ela também a pega pelo pescoço, como se estivesse a enforcando (enforcar
 é uma forma de tortura usada na programação MK). 
 
Enquanto as coisas vão progredindo no filme, Emily percebe que o Charlie "legal" é realmente mau e sádico. Enquanto brinca de esconde-esconde com Charlie, Emily é atraída para um quarto escuro e assustador no porão da casa. Em seguida, as luzes se apagam e Emily grita.

  David (que já voltou a sua personalidade núcleo) encontra Emily no porão em 
lágrimas e em estado de choque. Podemos deduzir que, enquanto as luzes estavam
 apagadas, algum tipo de evento traumático ocorreu no porão assustador
 - provavelmente tortura ou abuso. 

  Em seguida, vemo-la na cama com a "cara do trauma", insinuando que algo
 horrivelmente errado aconteceu naquele porão - e que o controle mental de Emily continua. 
 
No final do filme, Charlie perde a cabeça, mata algumas pessoas e começa a correr atrás de Emily. Em um clássico movimento de "filme de terror", Emily decide se esconder na caverna onde ela é torturada. Lá, vemos uma exposição inquietante ainda simbólica das coisas de Emily.

 Dentro da caverna estão as bonecas de Emily - mutiladas, decapitadas e desmembradas - representando o estado impotente de escravos MK e do abuso que eles estão sujeitos. Vemos também a caixa de música, que toca a música Mockingbird, a canção que  Katherine
 disse a ela para dissociar  quando "ela estivesse se sentindo triste". Em termos
 de MK, a música foi um gatilho para gerar dissociação. 

No filme, tudo que é relacionado à infância e inocência é torcido, pervertido e destruído, o que vai em linha com a forma como funciona a programação Monarca sobre as crianças.

Na cena final do filme, Emily está vivendo na casa de Katherine em um desenho. Enquanto tudo parece estar bem, a última imagem do filme mostra este desenho de Emily. Tudo não está bem de jeito nenhum.

 Na última imagem do filme, vemos uma imagem desenhada por Emily, onde 
ela tem duas cabeças - o que representa que ela tem uma personalidade alter.

A imagem final do filme, basicamente, confirma que o processo de programação foi um sucesso. Emily tem um alter-persona e está vivendo com outra psiquiatra que pode ou não estar continuando o processo. Katherine está lá para ajudá-la ou para continuar a sua programação?
 
 O DVD do filme apresenta um final alternativo, onde Katherine parece estar continuando a programação de Emily.

 No final alternativo, Emily está presa em uma instituição psiquiátrica. 

 Em uma cena deletada do DVD, vemos Emily de forma assustadora perto de sua babá. 
Ela está vestindo uma camisa com uma borboleta grande sobre ela - Programação monarca.

 David, o Pai / Charlie, o Manipulador 

O grande clímax do filme é quando descobrimos que Charlie é o alter-persona de David. Embora essa reviravolta seja um dos principais desapontamentos para a maioria dos espectadores, ela cai bem em linha com a forma como a programação MK funciona. Os manipuladores são muitas vezes escravos dissociativos que estão programados para fazer o  trabalho sujo para outra pessoa. No final do filme, ficamos sabendo que David estava profundamente traumatizado quando ele pegou sua esposa o traindo - e é aí que Charlie nasceu. Eu acho que esta é uma maneira desajeitada de transmitir aos espectadores que ele também é um produto do controle mental baseado em trauma.

  David é psicólogo com conhecimento complexo dos efeitos do trauma sobre
 a psique humana. Podemos, portanto, dizer que ele é qualificado para fazer
 alguma programação de controle mental. 
 
Durante a primeira parte do filme, quando o alter Charlie é acionado, vemos David sentado em seu escritório, usando fones de ouvido e ouvindo música. Isso simboliza sua personalidade núcleo/ persona real que está sendo "colocado em espera", enquanto Charlie está no controle de seu corpo. David está "fora de serviço" e alheio ao que está acontecendo - daí os fones de ouvido.

  Enquanto em seu escritório, David percebe uma marca preta em sua mão.

Ficamos então sabendo que é porque Charlie, enquanto na gruta, estava segurando 
borboletas monarcas em sua mão. Sacou? Monarca ... em sua mão ...? Monarca ...
 manipulador? Enquanto a maioria dos espectadores pode achar que esta cena é muito
 aleatória, é extremamente claro para aqueles que sabem sobre programação monarca.

Nós, portanto, entendemos que David nunca realmente se sentou em seu escritório: foi uma forma de, simbolicamente, mostrar que sua persona núcleo estava em espera enquanto Charlie era acionado.

Outras cenas aleatórias do filme explicam o que está acontecendo com David.

 A cabeça de David é rasgada das fotos de família, sugerindo
 que seu eu "real" foi tomado e removido da família. 

 Em outra cena aleatória, vemos a cabeça de David na caixinha de música simbolizando
 a sua dissociação da realidade, enquanto o alter persona Charlie é acionado. 
 
 A cabeça de David é encontrado na caixinha de música, simbolizando sua dissociação da realidade, enquanto o alter persona Charlie é acionado. No final do filme, Charlie é morto por Katherine, que assume a custódia de Emily e traz de volta a Nova York. Considerando a interpretação Controle Mental desse filme, podemos nos perguntar: Foram David e o seu alter programado Charlie usados pelos "chefes" para traumatizar e programar Emily? Foi ele um peão descartável de mente controlada, que precisava ser eliminado? Sua morte foi o grande evento traumático final para acabar completamente com Emily - e para fazê-la uma órfã que é completamente dependente do estado? Essas são as perguntas que surgem quando se entende o simbolismo de Controle Mental no filme.

Além disso, as pessoas nesta cidade amigável sabiam disso? Woodland é uma espécie de local remoto de propriedade do governo usado para programação MK?

  A maioria das pessoas em Woodland são extremamente assustadoras e estranhas. 
Todo homem fez questão de dizer que Emily era "muito bonita" - com um olhar 
inquietante e pervertido em seu rosto. Essas cenas podem referir-se a um círculo
 de abuso infantil acontecendo na cidade. Ou talvez tenha sido uma 
maneira estranha de adicionar um pouco de suspense ao filme.

 Conclusão 

"O Amigo Oculto" é um filme profundamente simbólico que descreve, cuidadosamente em detalhes, o processo por trás do controle mental baseado no trauma. Embora o significado do simbolismo MK do filme provavelmente tenha voado cerca de uma milha acima das cabeças dos espectadores, só um pouco de conhecimento do assunto é necessária para fazer a coisa toda muito evidente e flagrante. Essa história de uma criança traumatizada que seguiu uma borboleta monarca em uma caverna escura cheia de dor e de horror denuncia a situação toda dos escravos monarcas. Mas aconteceu diante dos olhos da maioria dos espectadores, sem que eles percebessem.

Da mesma forma que Charlie estava no escuro em seu jogo mortal de esconde-esconde com a Emily, a verdade sobre o filme estava escondida na escuridão da ignorância das pessoas. No entanto, basta sacudir à luz do conhecimento que o verdadeiro significado do filme se revela: a descrição do mundo feio nojento da programação monarca. Brincando de esconde-esconde com a verdade? Não tenho tempo para isso.

Fonte: VC

Leia Mais
O que é Controle Mental? Análise em Paramore
As Vítimas de Controle Mental Expostas

41 comentários »

  • Gomes, Jordane said:  

    Assisti semana passada esse filme. Muita boa a análise. O único símbolo que me chamou a atenção foi a borboleta mesmo, mas esqueci dos outros. tenho que treinar mais meu olho clínico. valeu!

  • Vanessa Maia said:  

    Ótima análise! Parabéns.

  • ROBERTO said:  

    Bem explicito mesmo, esse filme é horrível.

  • Andy said:  

    Na verdade o filme com o controle monarca mais explícito é o TEORIA DA CONSPIRAÇÃO COM MEL GIBSON E JULIA ROBERTS. Esse filme é EXTREMAMENTE bom e pouco divulgado. Falam-se tantas coisas no filme sobre MK ULTRA e outras teorias que a pessoa fica de boca aberta vendo! Sugiro uma análise!

  • CahStarfire said:  

    Meus parabéns Danizudo, nunca assisti este filme e não achava que se tratava de algo tão sério, a tradução ficou ótima. Me pergunto se até os atores do filme sabem da profundidade deste roteiro.

  • sara said:  

    sabe pra mim o mais difícil hoje é saber que existem milhares dessas crianças que estão sendo programadas neste instante que eu estou lendo esse poster, depois que se conhece um pouco sobre projeto monarca ou programação mental nunca mais se ver um filme como se fosse normal, bom eu já tinha visto o filme e já tinha sacado que era sobre controle monarca. Falando nisso Danizudo quando vai sair o OZ magico e poderoso tô bem curiosa apesar de ter ido no cinema ver e já ter sacado algumas coisas quero ver sua visão se eu tô aprendendo mesmo a identificar na grande mídia .

  • RCardoso said:  

    Ótimo post Danizudo, esse filme realmente é muito bom, contudo, poucos entendem o seu significado.

  • Dicas Femininas said:  

    Você ou vocês acredita(ão) que de certa forma essefilme seja sobre a programação da Dakota Faning? Por que esse filme saiu bem na epóca em que ela se tornou conhecida no mundo, e eles fizeram questão até de mudar a cor natural do cabelo dela, mesmo ela sendo tão nova.

  • Daniela Tavares said:  

    Sabe o filme guarda costa bem no primero show que whitney houston faz com uma armadura prata, no telao que tem atras da whitney, passa o filme metrópole, com a mesma dança da beyonce que vc mostrou uma vez.

  • kivu DONATO said:  

    mesmo assim ñ acredito nesse tipo de controle mental

  • cc said:  

    Muito bom! Tens que fazer análise sobre a tournee da Rihanna "Diamonds World Tour", principalmente nos backdrops do inicio do concerto ;)

  • JackieChan JetLi said:  

    Muito bom dani obrigada por nos mostrar a verdade

  • Kim Lee Sook said:  

    Será que a Dakota pode ter alguma coisa a ver com isto ? na vida real ?

  • Mo nique said:  

    Muito legal a análise.

    Gostaria muito que vc fizesse a análise do filme "Efeito Borboleta", pois relata claramente o que é o sistema MK.

  • Talissa said:  

    Boa análise, Dani! Gostaria de lhe indicar uma pesquisa sobre o filme "Identidade paranormal". Acredito que esse filme segue os mesmo padrões explicados por você sobre controle mental monarca. Forte abraço e que Deus proteja sempre você e sua equipe! :D

  • Odeio ... said:  

    como saber se estamos sendo usados? é possível quebrar o controle mental e de que forma? por favor preciso de sua resposta...

  • Odeio ... said:  

    eu li seu artigo sobre controle mental faz pouco tempo, na verdade faz pouco tempo que conheci seu site. Há alguns anos, desde alguns "problemas pessoais", que na minha mente comecei a formular uma história, e até a data estou trabalhando e pesquisando para escrever este livro. Uma história de ficção, ela é sobre "escravos", e a personagem principal é uma escrava. Eu nunca tinha visto por esse lado como um alter ego, até porque eu nunca tinha me aprofundado do que é realmente um alter ego, mas esta personagem da minha história, sempre a vi como um outro "eu". Estou um pouco assustado, pois "ela sou eu", eu sei disso. Estou completamente assustado como muito do que planejei para este livro, "coincide" com o controle mental monarca.
    Eu não sabia que literalmente borboletas tinham relação tão direta e profunda com isso, mas sei que borboletas são coisas "constantes" na minha cabeça, Rokefeller também. Eu estou muito confuso com esse assunto. Por favor, não me entenda como um idiota, apesar de que meu comentário aos olhos de pessoas céticas possa parecer.

  • Hugoh Duregon said:  

    Parabéns, Danizudo, fiquei pasmo com tudo.

  • NINA said:  

    PARA O ODEIO:

    Meu querido voce pode quebrar todo e qualquer laço de controle colocando o poder de Deus em ação na sua vida. Entregue sua vida completamente nas mãos Dele, fuja de todo e qualquer tipo de pecado. Lembre-se somente DEUS pode fazer isto, esses artistas não se libertam porque não se entregam a DEUS de corpo e alma, eles preferem amar o dinheiro e a fama. Te aconselho a assistir no you tube um video, voce digita assim: SID ROTH A INFLUENCIA E O DOMINIO DE BAAL NESTE MUNDO, o canal é de fconst42,eu fiquei maravilhada com o conhecimento que adquiri assistindo, faça isso, estarei orando por voce nas madrugadas. Lembre-se perto de DEUS nenhum mal se aproxima de nós. Espero que leia este post.

  • NINA said:  

    PARA O ODEIO:

    Meu querido voce pode quebrar todo e qualquer laço de controle colocando o poder de Deus em ação na sua vida. Entregue sua vida completamente nas mãos Dele, fuja de todo e qualquer tipo de pecado. Lembre-se somente DEUS pode fazer isto, esses artistas não se libertam porque não se entregam a DEUS de corpo e alma, eles preferem amar o dinheiro e a fama. Te aconselho a assistir no you tube um video, voce digita assim: SID ROTH A INFLUENCIA E O DOMINIO DE BAAL NESTE MUNDO, o canal é de fconst42,eu fiquei maravilhada com o conhecimento que adquiri assistindo, faça isso, estarei orando por voce nas madrugadas. Lembre-se perto de DEUS nenhum mal se aproxima de nós. Espero que leia este post.

  • Drykka said:  

    Lembrei do seriado Dexter, que é exatamente a mesma base: criança traumatizada ao ver mãe morta na banheira, o pai adotivo o ensina um código (como um manipulador), ele tem um alter: o passageiro sombrio que mata, etc, etc mas é também um pai de família pacífico. Este tema é muito usado por Hollywood mesmo!

  • Matheus Talles Nunes said:  

    Bem parecido com o filme "Cisne Negro"

  • Blog Do Kwx said:  

    Acredito q alem d relatar uma criança que foi condicionada eles mostram q os monstros n são os condicionadores ou "frontline" mas sim os q estão por traz dos mesmo pois ate msm os q condicionam foram condicionados... tbm são vitimas ;/

  • Arlindo Moreira said:  

    Li o texto todo e gostei da sua retórica, mas acredito que tudo isso é apenas mais uma TEORIA CONSPIRATÓRIA. Precisamos de mais ciência para simplificar a vida!

  • Valter Silva said:  

    O filme ganhou um novo sentindo depois deste artigo. Muito bom!

  • Isabella Martins said:  

    Obrigadopor explicar tava eu aki com minha mente ignorante pensando q charlie era um espírito e possuía o david

  • Elaine Barbosa said:  

    Acabei de assistir O Amigo Oculto. Fiquei intrigada com vários elementos do filme, por isso vim pesquisar sobre.
    Acho a Psicologia fascinante e ao mesmo tempo muito perigosa...
    Parabéns pelo trabalho Danizudo!

  • Anônimo said:  

    Por que vc ainda não é vítima ! Mas pode passar a ser ! Eu vivo robótica e sei q isso é real e verdadeiro !

  • Anônimo said:  

    Muito forçada essa interpretação, muito mesmo. Ou você é realmente ingênuo ou está querendo ganhar seguidores usando a mente fraca e impressionável das pessoas.

  • Silvia Santucci said:  

    Eu iria ainda mais além das aparências... Vamos usar nossa percepção periférica: "Na realidade, Katherine seria a manipuladora e David o instrumento usado por ela para se apoderar de Emily".
    Pensem a respeito.
    Grande abraço à todos e parabéns pelas análises.

  • anônimo said:  

    Danizudo, me veio na mente tbm q a Katherine possa ser a Grand Damme da Emily... Pelo fato de ela entregar a caixinha de música q "dispara" a dissociação da menina

  • Mariana Lima said:  

    Socorro... quanta besteira!

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.