"Prometeu": Um Filme sobre Alien Néfilim e Iluminação Esotérica

terça-feira, 29 de janeiro de 2013 Leave a Comment

 
O filme de ficção científica "Prometeu" explora as teorias sobre as origens da humanidade e sua relação com visitantes extra-terrestres. Enquanto a maioria possa achar essa premissa muito "fictícia", muitos aspectos do filme, na verdade, simbolicamente refletem algumas crenças e filosofias da elite oculta. Vamos analisar o significado esotérico do filme "Prometeu".

Não há escassez de filmes envolvendo alienígenas furiosos esses dias, e nós definitivamente podemos adicionar
"Prometeu" à lista. No entanto, embora a maioria desses filmes de alienígenas esteja centrada em atirar em suas caras horríveis antes que eles destruam a Terra, "Prometeu" tem uma história subjacente que lida com questões atemporais que intrigam a humanidade; perguntas como "De onde viemos?" e  "Por que estamos aqui?"... e mais uma boa dose de tiros nas caras horríveis dos alienígenas.

Dirigido por Ridley Scott, o filme foi originalmente destinado a ser uma sequência para o filme "Alien", um clássico de 1979, mas o produto final tem pouca relação com ele. O filme conta a história de cientistas que descobrem artefatos antigos retratando visitantes de outro planeta. Para investigar essa descoberta, os cientistas obtêm o apoio de uma empresa gigante e embarcam em uma  missão espacial para encontrar o planeta de onde os alienígenas vieram e para fazer-lhes perguntas importantes. A premissa é baseada na teoria de Antigos Astronautas, que estipula que milhares de anos atrás, os primeiros seres humanos estavam em contato com uma raça alienígena superior.


Como o nome do filme sugere,
"Prometeu" também está repleto de referências mitológicas e simbolismo que dão ao filme um sentido subjacente esotérico. Enquanto o filme é, a princípio, sobre os seres humanos irem para o espaço para encontrar seus criadores alienígenas, "Prometeu" também pode ser visto como uma metáfora para a iluminação espiritual, como é retratado por sociedades secretas ocultistas. Vamos olhar para os conceitos explorados no filme. 

 Os Engenheiros?

No início do filme, um
alienígena humanóide desembarca  na Terra e bebe um líquido estranho. 

 Um alienígena é deixado na Terra por uma nave espacial enorme.

Depois de beber o líquido, o alienígena completamente se desintegra e cai na água.


 O alienígena é desintegrado ao nível do DNA e interage
 com a água da Terra para criar uma nova forma de vida.

Na água, o DNA aciona uma
reação biogenética e, a um nível microscópico, vemos células individuais que começam a multiplicar-se. Essa é a teoria do filme sobre como a vida humana surgiu na Terra. Na tela do filme com o título, é mostrada uma única célula se multiplicando. Assim é como a vida humana começou na Terra.

 O título do filme aparece mostrando uma única célula multiplicando-se, criando vida na Terra.

O filme então avança rapidamente até 2089, onde dois arqueólogos, Elizabeth Shaw e Charlie Holloway, estão à procura de uma caverna na Irlanda. Lá, eles descobrem uma pintura desenhada por um homem das cavernas, que retrata os seres humanos procurando por uma formação de estrelas no céu. Os pesquisadores descobrem que essa formação de estrela em particular pode ser encontrada na arte de várias culturas antigas.


 A formação de estrelas nesta pintura da caverna é semelhante às
 formações de estrela encontradas na arte egípcia, suméria e maia antiga.

Os arqueólogos acreditam que os alienígenas (os quais eles chamam de "Engenheiros") vieram dessa formação de estrelas particular e disseminaram vida humana na Terra. Isso faz com que eles embarquem em uma missão espacial para encontrar o planeta e procurar respostas dos Engenheiros.


A premissa do filme é fortemente inspirada pela
teoria dos Antigos Astronautas originalmente proposta por autores como Eric Von Daniken e Robert Temple. De acordo com essas teorias, a humanidade foi criada ou "ajudada" por visitantes de outro planeta, que deixaram vestígios duradouros na história humana.

O diretor de
"Prometeu", Ridley Scott, parece acreditar nessa teoria. Em uma entrevista ao Hollywood Reporter, ele afirmou:
 

 "A NASA e o Vaticano concordam que é quase matematicamente impossível que podemos estar onde estamos hoje sem que haja um pouco de ajuda ao longo do caminho... É para isso que nós estamos olhando (no filme), em algumas das idéias de Eric Von Daniken de como é que nós, seres humanos, aparecemos".

- Hollywood Reporter, “Ridley Scott’s New Alien Movie Influenced by Ancient Astronaut Theory
 

Vamos dar uma olhada na teoria dos Antigos Astronautas.

Antigos Astronautas 

Os defensores da teoria Antigos Astronautas acreditam que grande parte do conhecimento humano, cultura e religião são remanescentes de uma "cultura-mãe" alienígena. Monumentos antigos considerados demasiadamente avançados para a tecnologia da época, tais como Stonehenge, Ilha de Páscoa e a Grande Pirâmide de Gizé são considerados prova de um contato alienígena. Eric Von Daniken também afirma que a arte antiga e a iconografia em todo o mundo contêm descrições de veículos espaciais, criaturas não humanas inteligentes e tecnologia avançada. Ele afirma que as culturas que não tiveram contato uma com o outra tinham temas semelhantes em sua arte, provando que havia uma fonte comum para o seu conhecimento.

 
 Uma pintura da caverna real encontrada na Itália é dita estar representando 
os Antigos Astronautas visitando a Terra. Essa imagem foi provavelmente
a inspiração para a pintura rupestre encontrada em "Prometeu".

 Hieróglifo egípcio é dito descrever máquinas voadoras. 

 Em Prometeu, semelhanças entre os artefatos da civilização egípcia, maia, suméria e
 outros antigos levam a equipe de pesquisa a buscar os "engenheiros" da humanidade.

Os defensores da teoria dos Astronautas Antigos afirmam que muitos textos religiosos antigos contêm referências a visitantes do espaço. Dois dos principais trabalhos citados são o Livro de Gênesis e o Livro de Enoque, que ambos mencionam a existência na Terra de seres enigmáticos gigantes chamados Néfilins. 


 Os Sentinelas e os Néfilins

O livro de Gênesis menciona a presença na Terra de seres chamados Néfilins (a versão King James usa o termo Gigantes). Esses seres são descritos como híbridos que são o resultado da procriação entre as fêmeas humanas e os "filhos de Deus".


"Quando os seres humanos começaram a aumentar em número sobre a terra e as filhas nasceram com eles, os filhos de Deus viram que as filhas dos humanos eram bonitas, e eles se casaram as que escolheram. (...) Os Néfilins estavam na terra naqueles dias, e também depois, quando os filhos de Deus foram às filhas dos humanos e tiveram filhos com elas."

    
- Gênesis 6:1-4 (Nova Versão Internacional)

 

Em Números 13, os Néfilins são mencionados mais uma vez, descritos como seres gigantes  destrutivos que pareciam bastante diferentes dos seres humanos normais.


 "E eles espalharam entre os israelitas um relatório negativo sobre a terra que haviam explorado. Eles disseram: "A terra que exploraram devora aqueles que vivem nela. Todas as pessoas que vimos lá são de tamanho grande. Vimos os Nephilins lá (os descendentes de Anaque vêm do Nephilins). Nós parecíamos gafanhotos em nossos próprios olhos, e nós vimos o mesmo neles ".

    
- Números 13:32-33

 

  
O livro apócrifo de Enoque expande sobre os
Néfilins e seus originadores, os Sentinelas. De acordo com o texto que data de 300 a.C, os Sentinelas eram um grupo formado por 200 "filhos de Deus", que desobedeceram a Deus e desceram à Terra para procriar com seres humanos. Eles disseram ter ensinado humanos habilidades avançadas, como a metalurgia, metalurgia, cosméticos, feitiçaria, astrologia, astronomia e meteorologia. Visto que os Sentinelas desobedeceram a Deus, eles também foram chamados de anjos caídos.

 A prole dos Sentinelas foram os Néfilins, descritos como gigantes que viveram entre os humanos. Eles finalmente se tornaram uma presença destrutiva na Terra e é dito terem consumido "todas as aquisições dos homens". A fim de se livrar desses seres da Terra (junto com os humanos que se misturaram com eles), Deus criou o Grande Dilúvio. A fim garantir a sobrevivência da humanidade, no entanto, Noé foi avisado por Deus para construir a arca. 

Outro antigo texto judaico, O Livro dos Jubileus, afirma que 10 por cento dos espíritos desencarnados dos Néfilins foram autorizados a permanecer na Terra depois do dilúvio, como demônios, para tentar deixar o ser humano perdido até o Juízo Final. É por isso que a elite ocultista é tão empenhada em corromper as massas com materialidade e perversão?

Então, quem eram os Sentinelas e os Néfilins? Muitos diferentes pesquisadores têm proposto várias interpretações diferentes, incluindo uma classe de seres humanos ricos, demônios ou uma antiga super-raça. Os defensores da teoria  dos Antigos Astronautas acreditam que eles eram na verdade alienígenas que foram enviados à Terra para supervisionar a evolução da humanidade - daí o seu nome "Os Sentinelas". 

A premissa de "Prometeu" é muito influenciada por essa teoria como os alienígenas do filme são seres gigantes que vieram à Terra para criar e ensinar a humanidade. 

 A equipe finalmente encontra um de seus "engenheiros", um alienígena gigante. 
 Infelizmente, o alien não se sente à vontade de ter uma discussão sobre as origens 
 da humanidade e arranca a cabeça de David, o Androide (o cara do lado esquerdo).

Descobrir que os alienígenas eram parte da evolução humana não é importante do ponto de vista científico por si só, mas também do espiritual, como isso poderia potencialmente tornar muitas religiões completamente obsoletas. Todos os sistemas de crenças seriam completamente questionados, ou pelo menos revistos para incluir o "ângulo alienígena". 

Dilema Espiritual

As implicações espirituais da missão espacial são sutilmente refletidas no filme, através de várias cenas questionando a relevância do cristianismo nesse contexto engenhado por alienígena.

 No início da viagem, o capitão do navio instala uma árvore de Natal. Ele é questionado 
pelo seu superior "Que diabos é isso?", e o capitão responde: "É Natal!". O fato de essa
 missão espacial que altera a história ocorrer durante a época de Natal (o feriado que
 celebra o nascimento de Jesus Cristo) dá-lhe um significado religioso. 

Elizabeth, a herói do filme, com orgulho e destaque, usa uma cruz cristã ao redor do pescoço.
 Este pendente torna-se simbólico do dilema espiritual que resulta das conclusões da missão. 

Quando o navio chega ao seu destino, a tripulação descobre um edifício abandonado construído por uma civilização alienígena contendo... alienígenas mortos. Depois de executar testes em um dos corpos, a tripulação percebe que os extraterrestres são de fato os criadores da vida humana na Terra. Em outras palavras, a teoria dos Antigos Astronautas está correta e seres de outro planeta foram de fato os "engenheiros" da humanidade. Uma vez que Elizabeth confirma essa descoberta para seu namorado Charlie, ele imediatamente a questiona sobre a validade de seu pingente de cruz:


    - OK, acho que você pode jogar a cruz de seu pai fora agora.
    
- Por que eu iria querer fazer isso?

    
- Porque eles nos fizeram.

 

Elizabeth então dá um "uau" digno de resposta:


- E quem os fez?
 

Ela, portanto, não vê uma contradição entre acreditar no cristianismo e na teoria dos Antigos Astronautas simultaneamente. Ela ainda acredita que Deus é o criador acima de tudo... mas agora  tem que adicionar os alienígenas para a equação. 

Após essa discussão profunda, Elizabeth e Charlie têm relação sexual na nave espacial. O que o casal não sabe é que Charlie foi injetado com DNA alienígena por David, o Andróide. 

 Antes de Charlie visitar Elizabeth em seus aposentos, David, um robô com uma mente 
inquisitiva, faz Charlie beber uma bebida contendo DNA alienígena, sabendo que ele iria
 se relacionar sexualmente com Elizabeth e ela, portanto, dar à luz a uma criança 
meio-alienígena. Observe a árvore de Natal ao fundo. 

O casal faz relação sexual sem proteção e Elizabeth logo descobre que está grávida. Ela imediatamente percebe que sua gravidez está muito, muito errada, como se seu filho não fosse humano, e muito hostil. Considerando o fato de que a missão acontece durante o tempo de Natal, Elizabeth se torna uma espécie de anti-Virgem Maria. Em vez de dar à luz ao Cristo, ela dará à luz a uma criatura meio estranha... não muito diferente do Néfilim. 

 Ao descobrir sua gravidez, o pingente de cruz de Isabel é removido e 
guardado, simbolicamente significando que sua fé cristã não é mais válida. 

Elizabeth consegue "abortar" a monstruosidade. Então, a missão dá errado e todo mundo morre, exceto ela. Depois de quase desistir, Elizabeth, aparentemente, tem uma epifania e fica determinada a descobrir a verdade sobre os alienígenas. Aparentemente, eles abandonaram a humanidade há muito tempo e estavam mesmo planejando destruir a Terra. Algo deve ter dado muito errado com a evolução humana. 

No final do filme, ela coloca a cruz de volta em torno de seu pescoço, o que significa que ela não perdeu a fé e que sua busca da verdade é agora muito espiritual. Não se trata mais de ciência, mas sobre a necessidade humana básica de ter perguntas existenciais respondidas. 

Elizabeth coloca de volta sua cruz e está determinada a 
descobrir a verdade sobre os Engenheiros alienígenas. 

O filme inteiro pode ser interpretado como uma metáfora espiritual - uma busca de iluminação. O título do filme em si, "Prometeu", é muito indicativo do significado esotérico subjacente do filme. 

Prometeu e a Busca pela Iluminação 

Na mitologia grega, Prometeu é um titã, a raça primeva de divindades que veio antes dos Olimpianos. Ele roubou o fogo dos deuses para dá-lo à humanidade - um ato que permitiu o progresso e civilização. Para realizar o ato de trazer fogo (um símbolo do conhecimento divino) para a humanidade, Prometeu tornou-se uma figura importante na mitologia de escolas de mistério, como a Maçonaria e Rosacrucianismo, que se baseiam no uso de conhecimento oculto, a fim de alcançar a divindade. 

 Prometeu, uma figura favorita da elite iluminista, é bem visível no Rockefeller Center. 

O equivalente judaico-cristã de Prometeu é Lúcifer, um "anjo caído" de grande inteligência, que, uma vez "favorito" de Deus, desafiou-o e trouxe uma nova forma de conhecimento para a humanidade. O nome Lúcifer é o latim para "portador da luz", que é exatamente o que Prometeu realizou, trazendo o fogo para o homem.  

Essa "luz" é dita ser o conhecimento oculto ensinado nas escolas de mistérios, já que permite que "os seres humanos iluminados" subam de volta para a divindade. A história dos Sentinelas e do Néfilins descrita acima também parece seguir o mesmo arquétipo, uma vez que conta a história de "filhos de Deus" se rebelando contra seu governo e descendo para a Terra, ensinando conhecimento importante a humanidade. Além disso, como Lúcifer, os Sentinelas são apelidado de "anjos caídos". Onde, portanto, veja que há um monte de inter-conectividade nesses mitos e simbolismo do filme. 

No início da viagem espacial, o presidente da corporação que financia a missão tem um reunião e dá um discurso sobre a importância da missão:


 "O Prometeu Titan queria dar igualdade à humanidade com os deuses e por isso, ele foi expulso de Olimpo. Bem, meus amigos, a hora finalmente chegou para o seu retorno".
 

No filme, Prometeu é o nome da nave espacial que transporta os seres humanos aos seus Engenheiros alienígenas. Ele representa simbolicamente os humanos usando o "fogo" (conhecimento) que foi dado a eles para subir de volta à divindade (seus criadores alienígenas) por seus próprios meios. Esta metáfora de iniciação espiritual é uma reminiscência das muitas histórias mitológicas encontradas ao longo da História que escondem um significado semelhante esotérico. 

No entanto, Escolas de Mistérios acreditam que a iluminação não é dada a todos, mas apenas para alguns poucos escolhidos e isso é apropriadamente refletido em "Prometeu". No filme, todas as pessoas que estavam a bordo para fins egoístas, monetários ou insinceros morreram. Só  quem estava lá pela verdade e com uma forte fé espiritual sobreviveu. Esse tipo de narrativa está a par com histórias alegóricas de iluminação espiritual afirmando que apenas o verdadeiro coração vai chegar a esse estado superior de ser. 

Além de Elizabeth, outro personagem não-humano sobreviveu: David, o Android. 

 Por volta do fim do filme, David tem sua cabeça cortada, mas, já que ele é um robô, 
ele ainda funciona. Elizabeth pega a cabeça e continua sua jornada, simbolicamente
 significando que ela precisa de intelecto humano puro e tecnologia para alcançar
 a iluminação.

David tem capacidade intelectual grande, fazendo-o acreditar que ele é superior aos seus colegas humanos. Apesar deste fato, ele é, no entanto, fundamental para a busca de Elizabeth - uma sutil mensagem informando que o transhumanismo é importante na evolução humana.

No final do filme, David não entende por que Elizabeth deseja continuar sua busca por seus criadores. A diferença é que ela tem uma alma e ele não. É por esta razão que ela volta a coloca a cruz no pescoço. Sua busca não é simplesmente uma missão espacial, é uma peregrinação espiritual para descobrir de onde ela vem. 

Na cena final do filme, Elizabeth decide não voltar para a Terra (representando a 
materialidade e o baixo ego) e continua a procurar pelos Engenheiros (representando
 iluminação e divindade). Sua busca não acabou e, portanto, pode haver uma sequela. 

Conclusão

Enquanto a maioria dos espectadores provavelmente pensaram que "Prometeu" era um "filme decente de alienígenas", mergulhando um pouco mais profundo em seu significado e simbolismo revela  uma outra interpretação. Inspirando-se na teoria de antigos astronautas, "Prometeu" propõe uma reconfiguração radical da história e teologia, um produto que faz da humanidade um produto de "deuses criadores" extra-terrestres. O filme também mistura essa busca de conhecimento científico com as questões espirituais e metafísicas, tornando essa história não só sobre alienígenas com raiva, mas sobre questões existenciais atemporais. 

Como o título do filme sugere, a história de seres humanos que vão para o espaço para encontrar seus criadores tem um significado esotérico subjacente, visto que ela pode ser interpretada como uma metáfora para a iluminação espiritual. O Prometeu Titan é uma figura central em escolas de mistério ocultistas; uma figura arquetípica de um "rebelde lá de cima", que trouxe o conhecimento divino para a humanidade - com todos os benefícios e as perdas que isso gera. Sociedades secretas ocultistas acreditam que esse conhecimento fornece o caminho de volta para a divindade. Da mesma forma que a nave Prometeu deixa a Terra para encontrar os Engenheiros, iniciantes ocultos procuram deixar o plano material para atingir a iluminação e "ser um" com o Grande Arquiteto do Universo. 

Dito isto, há alguma verdade para as muitas histórias e mitologias que se referem a uma figura divina que vem de cima para transmitir conhecimento para a humanidade? As figuras de Prometeu, Lúcifer, e os Sentinelas do Livro de Enoque tem base de fato para elas? Existe uma fonte de "fora" para o conhecimento avançado e esotérico da humanidade? Houve algum dia os Néfilins, uma "super-raça" na Terra, ajudando a humanidade a desenvolver-se, mas acabaram a corrompendo? É esse o "elo perdido" na evolução humana? É a razão pela qual a humanidade é auto-destrutiva e de alguma forma fora de sincronia com o resto do planeta? Será que essa fonte exterior vêm de alienígenas como sugerido em "Prometeu" ou de anjos caídos e/ou demônios, como escrito em textos antigos? É essa a fonte externa por trás dos ensinamentos de sociedades secretas e por trás... dos Illuminati?



Concordo com a sua cara, Keanu. Lol, de fato.

Fonte: VC

Leia Mais
Katy Perry "ET" e a Agenda Reptiliana 
O Simbolismo Esotérico no Vídeo Viral "I, Pet, Goat II"

23 comentários »

  • Diego Windsor said:  

    Interessante. Não há como negar a existência de gigantes na terra, pois, além dos textos bíblicos, existem evidências materiais da existência deles.

    Também não podemos negar o fato de que podem ter havido seres híbridos na terra, em que pese a discordância acerca de diferentes interpretações e falhas nas traduções da Bíblia.

    A verdade é que existem mais coisas entre o Céu e a Terra do que seres humanos comuns possam enxergar. As coisas ocultas e profundas são para poucos.

    Que perseveremos em buscar Jesus, independentemente de sabermos sobre isso. Pois, podemos não saber ao certo nada ou muito pouco sobre a criação do mundo e os primórdios da humanidade, mas sabemos o nosso destino: A Nova Jerusalém! Paz seja convosco!

    JESUS ESTÁ VOLTANDO!

  • Natalia said:  

    Não entendo, (como pode), muitas pessoas não enxergarem a verdade? Preferem "coisas" humanas, pois é "tão boas"... Mas não sabem elas que um dia tera que tomar contas com suas atitudes? Quando acordarem vão perceberem que é tarde de mais!

  • John Carter said:  

    Olá Danizudo,

    Credibilizo a Teoria dos Antigos Astronautas por achar que ela é uma das possibilidades mais viáveis para a explicação da origem da vida humana na Terra. Sobre o filme propriamente dito, ainda não o assisti, mas parece que possui um tom espiritual interessante, como você postou.

    OBS: Será que você poderia escrever algo sobre a tragédia de Santa Maria (incêndio da boate "Kiss" do RS) ? Não sei se estou senso paranoico, mas enxerguei uma certa ligação com o ocorrido e o clipe "We Are Young" da banda Fun. Além de vários pontos estranhos e suspeitos sobre essa fatalidade.

    Obrigado.

  • ÔnixDesigner - Desenhos Gráficos said:  

    ...eles mesmo colocam na nossa cara o que pensam... o salto quantico que uns falam... foi mais quantico pro lado do mal... então convenhamos algo nos influenciou de fora e pra malignidade!!!

  • Franzino said:  

    Danizudo, tem como você nos dar dica de outros livros apócrifos (ou mesmo algum frequentador do blog que conheça) que valem a pena serem lidos, já que a "Igreja" católica nos tirou esse direito de conhecimento.
    Agradecido,
    Deus abençoe em nome de Jesus.

  • Luís Júnior said:  

    Caro Danizudo,

    Muito bom o post sobre Prometeu. Só gostaria de acrescentar algumas informações. Seus comentários sobre Lúcifer não são conclusivos.
    O Livro de Enoch foi retirado da Bíblia por São Jerônimo, o autor da Vulgata. Sim, Prometeu é Lúcifer e não há nada de bom que ele tenha feito. Segundo o Livro de Enoch, os gigantes (filhos dos anjos caídos com as mulheres) perseguiam e matavam os homens. Lúcifer ensinou aos gigantes a arte da guerra, da manipulação da pedras preciosas e do fogo. Alguns gigantes sobreviveram ao dilúvio e deram origem ao povo ariano. Já Noé e seus descendentes deram origem ao povo semita. Enoch foi arrebatado vivo ao Céu e se tornou Metraton, o líder dos serafins. Lúcifer é um querubim caolho e, na hierarquia angelical, está abaixo dos serafins. Segundo a profecia de Nossa Senhora, em La Salette, Enoch e o profeta Elias (que derrotou o anjo caído Baal no Monte Carmelo) retornarão à Terra durante o reinado do Anticristo para combatê-lo e converter os judeus. O autor de Prometeu é o mesmo do seriado Lost, que retratava uma ilha onde havia uma fenda para o Inferno e explicava os fenômenos sobrenaturais ocorridos no seriado. Ao manter sua protagonista cristã no fim do filme, o autor de Prometeu, Damon Lindelof, selou o destino de Prometeu.
    Sugiro que você e comente o filme "A Viagem", dos irmãos Wachowksi. Eles já fizeram Matrix, onde Neo (Jesus Cristo) salva Zion (Israel). Muita gente não compreende o significado esotérico do filme, especialmente o fim, em que o personagem de Tom Hanks, após uma misteriosa queda, contempla no Céu o planeta Terra. É claro que se trata do periodo descrito na Bíblia como o "reino messiânico" onde só ficarão na Terra os que estiverem salvos. Os demais serão mandados para outro lugar. No filme "A Viagem", esse lugar é repleto de canibais e Lúcifer circula livremente entre esses homens que foram expulsos da Terra. Creio que você vai gostar de ver e comentar esse filme.
    PS: você deve ter visto o que aconteceu em Santa Maria dias atrás. Muitos esotéricos creem que essa tragédia foi um sinal de que 2013 será o ano do Terceiro Segredo de Fátima. Não foi por acaso que essa desgraça aconteceu numa cidade chamada Santa Maria.

  • Elin said:  

    Um detalhe interessante que embora eu não domine, mas obviamente tem a ver com numerologia é o fato de a estória se passar no final de 2093 para início de 2094. O que há nisso? Com certeza a escolha do ano iniciante foi proposital. Voltemos aqui no presente sobre mensagens illuminatis expostas em lugares públicos. Para os que já viram, ou ainda vão ver, é só lembrar que ano de 2094 é o ano escolhido para a abertura e revelação do segredo da caixa maçônica do Aeroporto de Denver. Agora ficam as perguntas: - O que esse ano terá de especial para os illuminatis? Que segredo a mais, além dos que eles escondem, eles guardam dentro dessa caixa? Entre outras... - Destacando que fazendo o somatório dos algarismos de 2094, obtemos 15, e finalizando 6. Coincidência? Lembremos também da última fala da personagem: - "É Ano Novo. Estamos em 2094. O ano do NOSSO SENHOR." - O que esta última frase pode significar também? Para quem estiver vivo até lá, é esperar pra ver.

  • Daniele Soares said:   Este comentário foi removido pelo autor.
  • Daniele Soares said:  

    Nossa! como eu escrevi errado! desculpa aí.

  • Daniele Soares said:  

    Minha conclusão sobre este post, é que até os illuminatis estão sendo enganados pelos próprios demônios que eles cultuam, os fazendo acreditar em fábulas mentirosas. Eu não estou afirmando que os illuminatis são inocêntes e não sabem o que fazem, mas o diabo nunca usou argumentos verdadeiros para convencer alguém a fazer o que ele quer.

  • LuHs said:  

    eu gostei muito do post, muito interessante mesmo.
    E eu queria, se você pudesse, dar uma olhada em um episódio de um desenho de Hora de Aventura, chamado Jake vs Me-mow, eu acho, aliás, eu sei que tem alguma coisa relacionado aos illuminatis, além de outros episódios que também mostram algumas simbologias

  • Burt Gummer said:  

    eu acredito na teoria dos astronautas que é sobre alienígenas visitaram a terra a muito tempo atrás e que ainda hoje. não acredito que esse negocio de illuminati e capeta tenha a ver com isso.

  • Pep Suxx said:  

    Uaaaaaaaaaal, é só isso que tenho a dizer..

  • ::::FER:::: said:  

    Meus questionamentos aumentaram, fiquei confuso e alojou-se em minha mente um hóspede "dúvida"

  • msg said:  

    Prometeu , é uma figura da mitologia grega , tanto que aquela cabeça , é para representar ele

  • beto truelove said:  

    Alguns anjos largaram o ceu e vieram pra terra, desobedecendo a Deus possuiram mulheres e elas tiveram filhos dessa relaçao que foram os nefilins ou demonios. Genesis cap.6. Ver. 2-4.

  • Gângster said:  

    Cara, não sei qual sua visão espiritual e religiosa, mas gostei muito da sua conclusão sobre o que o filme passa. Não só esse filme, mas muitos outros, e até de comédia sempre remete mensagens sobre quem é quem nos arranjos politicos e economicos hoje, o que é isso, o que é aquilo. Assim como no livro do Paulo Coelho, O Alquimista, o pastor viajante que vai em busca do seu sonho é uma mensagem clara também.
    Muitos filmes hoje em dia, remetem o ocultismo e sabedoria divina de forma velada e só entende mesmo quem conhece a simbologia e quem presta bastante atenção.

    Parabens.

  • paulo joão said:  

    O filme não tem o mesmo roteirista do Lost?Achei que ele atirou para todos os lados e novamente não teve consistência alguma. Inclusive, li em algum lugar que o planeta do filme não é o mesmo do alien original, a cereja de incoerência que faltava.Pessoalmente só gostei do "clone" do Sr. Montgomery Burns, lutando para ser imortal.

  • Laura rodrigues botelho said:  

    Boa noite pessoas, eu assisti esse filme e desde o início comecei a perceber muitas coisas estranhas , principalmente a parte em que eles descobrem que os seus "criadores" os querem matar. Lembra um pouco apocalipse, não??! Com a diferença de que eles não tem motivo e não querem salvar seus seguidores. Muito estranho. Tipo, meio que uma mensagem: "Deus vai te destruir!!! Ele não quer salvar ninguém!!!" Coisa que eu não acredito, óbvio!!!!
    Referente á passagem citada no texto, Gênesis 6:1-4 (Nova Versão Internacional) eu consigo entender que os Néflins não são os gigantes e sim uma casta de demônios oriunda dos filhos de Deus, anjos caídos, com as filhas dos homens. Os gigantes são nomeados apenas como gigantes mesmo. Leiam e prestem bastante atenção no versículo 4 completo:"Ora, NAQUELE TEMPO HAVIA GIGANTES na terra; e também DEPOIS, quando os filhos de Deus possuíram as filhas do homem, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes, varões de renome, na antiguidade. (...)" (Gênesis 6:4 // versão Almeida)
    Pesquisei e tem várias passagens na Bíblia e em muitas delas, esses filhos recebem outros nomes. Gn 6:4 // Nm 13:33 // Dt 1:28 // Dt 2:10-21 // Dt 3:11-13 // Dt 9:2
    entre outras.
    Um último detalhe, eu aprendi que quando vc estuda a Bíblia ou fala de algumas passagens dela, não se pode comparar e nem complementar as passagens com textos de livros como de Enoque, pois a palavra de Deus já basta e o livro de Enoque não se pode levar em consideração pois ele foi achado tempos depois da Bíblia ter sido escrita e mesmo que falem que é um livro que foi retirado da Bíblia, na mesma, não há menções dele, a não ser em Gênesis 4:18 e 5:19-25 que fala que ele foi arrebatado. Sei que a intenção de vcs é boa mas, isso é como se estivessem tentando modificar a Palavra de Deus, como muitos pastores de hoje em dia fazem. Não sei o nome ao certo, mas assim que lembrar eu direi á vcs.

  • Laura rodrigues botelho said:   Este comentário foi removido pelo autor.
  • Laura rodrigues botelho said:  

    Danizudo, me desculpe a última parte do meu comentário, eu esqueci que vc não segue nenhuma religião, mas fica de dica para os leitores.. AMO O BLOGGG!!!!! Tô sempre ligada em vcsss\!!!!!!!!!!!

  • Anônimo said:  

    Este filme é alien o 8 passageiro sob nova visão,só isto.

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.