, ,

Madonna - Simbolismo na Nova Turnê MDNA

quinta-feira, 31 de maio de 2012 20 comentários

Madonna se entrega totalmente ao simbolismo Illuminati no ano de 2012. Depois de esbanjar simbolismo oculto no show do intervalo no SuperBowl em fevereiro e estrear sua volta à indústria da música com um vídeo cheio de simbolismo de controle mental e iniciação, visto em Madonna - Análise em Give Me All Your Luvin', sua nova turnê conta com um palco sacro, com o olho que tudo vê no topo. Assista a este vídeo de sua nova turnê.



Posts relacionados:
Madonna - Análise em Give Me All Your Luvin'
Show de Madonna no Superbowl  - Uma Celebração da Grande Sacerdotisa da Indústria Musical

, , , ,

Análise em "A Lenda do Tesouro Perdido"

Nos artigos Filme 'Contágio' ou como Filmes de Desatres Educam as Massas e O Significado Oculto do Filme '2012', vimos que os filmes de Hollywood têm se mantido fiéis à agenda de disseminação de ideologias para as massas. Existe um constante esforço em doutrinar as pessoas em um estilo de pensar, para que, então, os objetivos da elite sejam alcançados, sem obstáculos. Durante os últimos anos, as sociedades secretas tornaram-se o centro da curiosidade cinematográfica. Alguns podem achar isso surpreendente, pois as sociedades secretas deveriam ser...bem secretas. Muitas pessoas na indústria do cinema fazem parte dessas fraternidades, então qual é o propósito por trás disso?

Uma década atrás, os filmes sobre a Maçonaria ou os Illuminati eram raros. Essa, todavia, foi uma grande mudança da última década. O público em todo o mundo tem assistido a filmes de grande sucesso, com as principais fraternidades no centro da história. Seus símbolos exotéricos são abundantemente exibidos e algumas de suas histórias são ainda explicadas. Por que as sociedades se expuseram a cinéfilos normais, que, na maioria das vezes nem sequer estão conscientes de sua existência? Não é ser secreto um requisito importante para a sobrevivência dessas ordens?

Acredito que uma mudança importante está ocorrendo nas estratégias de comunicação dessas sociedades elite. O advento da era digital, na qual qualquer pessoa pode criar e publicar conteúdo tornou o sigilo de tais organizações impossível. Auto-publicações em websites, livros, documentários, DVDs e outras mídias expuseram muitos segredos da Maçonaria e outras ordens. Informações que só poderiam ser encontradas em livros raros e exclusivos estão agora em uma pesquisa no Google. Eu tenho encontrado alguns maçons que ficaram surpreendidos pelo nível de conhecimento possuído pelo "profano". Esses tipos de estudiosos maçônicos, que na verdade não eram iniciados na Fraternidade, eram muito raros há pouco tempo.

Desde a era digital, que é irreversível (e completa), as ordens ocultas têm adaptado sua estratégia para esse novo contexto. A estratégia é: "Se eles têm de saber sobre nós, nós vamos lhes dizer o que devem saber". Por meio de Hollywood e livros "best-sellers", as sociedades secretas estão sendo introduzidas para a pessoa comum, mas com uma condição ENORME: o público ganha uma imagem distorcida, caricaturada e romântica de sociedades secretas. Estão introduzindo na cultura pop uma tradição mítica em torno de sociedades secretas, associando-as com símbolos fascinantes, caça aos tesouros e aventuras exóticas. Os espectadores acreditam que estão realmente aprendendo fatos sobre a Maçonaria ou os Illuminati e saem do cinema com uma sensação de fascínio, maravilha e admiração. Esses sentimentos são, porém, baseados em fatos totalmente errados, explicações dúbias e histórias de conto de fadas dizendo. Depois de ver esses filmes, o espectador tem uma predisposição positiva em relação a esses pedidos e estarão menos inclinados a acreditar em conspirações ou pesquisas relacionadas a elas.

A Lenda do Tesouro Perdido

Esse filme de aventura de sucesso foi produzido por Walt Disney Pictures, uma marca que garante o entretenimento familiar. Assim os pais podem levar seus filhos e desfrutar de uma agradável, saudável, sessão de desinformação maçônica. O filme gira em torno de uma caça ao tesouro com base em pistas deixadas por maçons proeminentes na Declaração de Independência.

O filme começa com o personagem principal (interpretado por Nicolas Cage) como um menino, buscando informações sobre sua história familiar. O avô do rapaz chega e dá ao menino (e a plateia) uma história totalmente falsa e distorcida dos Cavaleiros Templários e os Maçons.

Aqui estão algumas das declarações:

Os Cavaleiros Templários encontraram debaixo do Templo de Salomão, um grande tesouro que foi perdido por mil anos. Eles trouxeram de volta, o tesouro, para a Europa.
Foi dito que os Templários possuíam  artefatos religiosos extremamente raros. Eles foram encontrados debaixo do Templo de Salomão? A lenda diz que sim. O filme no entanto descreve o tesouro como moedas de ouro, estátuas etc.

Os Templários decidiram esconder o tesouro nos Estados Unidos e mudaram seu nome para 'maçons'.
Este é o lugar onde tudo se desmorona. Os templários não mudaram seu nome para 'maçons' no alvorecer da civilização americana. Os templários desapareceram em 1312, o que é mais de 400 anos antes da criação dos EUA.


"Aparentemente intocáveis ​​por quase dois séculos, os Templários caíram em desgraça espetacularmente após a perda da Terra Santa: em 1307, todos os Templários na França foram presos sob a acusação de heresia, homossexualidade, a negação da adoração da cruz e diabo. A ordem foi suprimida pelo Papa em 1312, e Jacques de Molay, último Grão-Mestre, foi queimado na fogueira como herege dois anos depois. "
- Sean Martin, Os Cavaleiros Templários


Os maçons não são uma instituição totalmente americana, como insinua o filme. É uma sociedade secreta europeia que data da Idade Média, que abriram lojas na América do Norte para expandir seu alcance. O objetivo da Maçonaria não é "proteger um grande tesouro templário"; é uma antiga ordem de construtores que incorporaram em seus ritos, ao longo dos anos, os ensinamentos dos Templários, Rosacruzes e os Illuminati.

Os Templários era uma ordem oculta que havia lutado nas Cruzadas ao lado da Igreja. É durante a sua estadia no Oriente Médio que eles adquiriram conhecimento oculto do leste místico e trouxeram de volta para a Europa. Eles se tornaram grandes banqueiros e construtores de catedrais (nas quais incluíram simbolismo oculto). Eles eram conhecidos por praticar a Kaballah, muitas formas de magia e de artes negras. Seus interesses em conflito com a Igreja Católica, finalmente, levaram a sua perseguição e morte.

Os maçons podem ser considerados descendentes espirituais dos Cavaleiros Templários, devido ao seu estudo de ciências esotéricas, sua construção de monumentos e sua filosofia baseada em princípios gnósticos. Veja este artigo.


"Para garantir a grande popularidade para o [escocês] rito, ele [Isaac Long] ligou diretamente com os templários por uma misteriosa lenda."
-Domenico Margiotta 33 °, Adriano Lemmi


Assim, a parte "educacional" do filme dá, de fato, uma história mítica e romântica da Maçonaria. Alguns espectadores podem ver essa distorção como fato, os outros vão associar tudo o que é maçônico a um conto de fadas. O importante é que a verdade sobre a Maçonaria está oculta por trás de um véu de mitologia.

Interessante escolha de transição entre o rosto do
avô contando a história e a Pirâmide de Gizé. Seu olho 
se torna o Olho Que Tudo Vê do Grande Arquiteto

Significado Esotérico do Filme

 Monumento Maçônico de Washington - "Assim na terra como no céu"

Como todas as verdadeiras histórias mitológicas, "A Lenda do Tesouro Perdido" tem um significado exotérico para as massas ignorantes e um significado esotérico para os iniciados. Se a história exotérica é enganar o público, o significado esotérico carrega, no entanto, grandes verdades sobre as irmandades ocultistas. Aqui está o significado oculto.

O "tesouro antigo", que era zelosamente guardado por civilizações antigas, é, na verdade, conhecimento oculto, dos Mistérios, que poderia quebrar os grilhões do materialismo e ajudar seu possuidor a ter acesso à divindade (Kaballah, a alquimia, o gnosticismo e ciências ocultas). Esse tesouro desapareceu por mil anos no mundo ocidental, o que corresponde ao período cristão primitivo. O filme diz que acabou sendo descoberto pelos Cavaleiros Templários em Jerusalém, debaixo do Templo de Salomão (edifício sagrado dos maçons) e foi trazido de volta para a Europa. Esse conhecimento, em seguida, migrou para os EUA por meio de sociedades secretas.

O herói do filme está em busca de iluminação e os enigmas que ele deve resolver representam as iniciações, que ele deve passar antes de acessar um maior conhecimento. Esse tesouro "todo importante" é simbolicamente sepultado debaixo da "Trinity Church" em Nova York, em uma caverna escondida, que é escura e cavernosa. Ben Gates tem de acender a tocha da iluminação para encontrar seu caminho para o conhecimento oculto. A tocha representa a doutrina luciferiana da Maçonaria Americana instituída por Albert Pike. Nos graus mais altos, Lúcifer é ensinado ser o "portador de luz", o deus do Bem, que mostra o caminho para a iluminação.

Nicolas Cage com a tocha de Lúcifer


"Sua [graus elevados de Rito Escocês] religião é neo-gnosticismo maniqueísta, ensinando que a divindade é dupla e que Lúcifer é igual a Adonai, com Lúcifer, o Deus da Luz e Bondade lutando pela humanidade contra Adonai o Deus das Trevas e Mal ".
-Domenico Margiotta 33 °, Adriano Lemmi



"Quando o maçom aprende que a chave para o guerreiro no bloco é a aplicação correta do dínamo do poder da vida, ele aprendeu o mistério de seu ofício. As energias ardentes de Lúcifer estão em suas mãos e antes que ele possa ir avante e para cima, ele precisa provar sua capacidade de aplicar corretamente a (essa) energia. "
- Manly P. Hall, Lost Keys of Freemasonry


Voltando para a história. Ben Gates, com sua tocha Luciferiana encontra o caminho para a iluminação e obtém acesso a uma fonte infinita de conhecimento. Durante a cena onde os heróis olham em torno da sala do tesouro, eles encontram itens muito importantes: Manuscritos da Biblioteca de Alexandria, estátuas egípcias e outros artefatos da antiguidade. Todos esses objetos se referem ao conhecimento oculto que foi comunicado através dos tempos por meio de sociedades secretas.

No final do filme, Ben Gates fala com o inspetor do FBI e implora para ele não mandá-lo para a cadeia. Destacando seu anel maçônico, o representante da lei diz que "alguém tem que ir para a cadeia" pelo roubo da Declaração de Independência. A próxima cena mostra os "vilões" (os não-maçons) sendo presos, mesmo que eles não tenham roubado a Declaração. Vemos aqui um exemplo gritante do juramento maçônico sobrelevando a lei. O agente do FBI deliberadamente ignorou a lei para ajudar o seu irmão maçônico.

Anel maçônico do inspetor do FBI

Então, o fim do filme mostra os heróis ricos e felizes. Não há nenhum significado esotérico para isso, é apenas um final típico Disney.

Conclusão

A tendência de ver as sociedades secretas nos livros e filmes não está prestes a terminar. O próximo filme do gênero, baseado no romance de Dan Brown, "O Símbolo Perdido", também se concentrará em torno da Maçonaria e seus laços com Washington. Essas obras estão aparecendo agora, como resultado da democratização da informação, que permite que pessoas comuns em acesso à informação que antes era inacessível. Esses filmes têm a mesma finalidade que os símbolos ocultos: revelar e ocultar. Eles revelam aos iniciados, enquanto eles enganam o profano. Os filmes de Hollywood têm sido usados ​​para promover agendas numerosos tais como a guerra do Vietnã, o medo do comunismo, o medo do terrorismo islâmico, a promoção dos valores americanos, etc. O filme analisado ​​acima também promove essa agenda, que é a desinformação sobre as sociedades secretas.

Fonte: VC

Posts relacionados:
Os Cavaleiros Templários - A Origem da Maçonaria
Filme 'Jogos Vorazes' - Uma Amostra da Nova Ordem Mundial

Imagens Simbólicas (maio/12)

domingo, 27 de maio de 2012 23 comentários

Na edição de maio de 'Imagens Simbólicas', veremos mais simbolismos em artistas musicais, bem como em diversas seções da mídia, como filmes, ensaios etc. Na imagem acima, a cantora Rihanna surpreende novamente seus espectadores ao voltar aos moldes antigos em apresentação recente no American Idol. Ela iniciou sua apresentação saindo de dentro de uma pirâmide iluminada, parecido com sua apresentação no Brit Awards de 2008.

Rihanna em apresentação no American Idol.

Rihanna em apresentação no Brit Awards 2008 (voltando aos moldes antigos).

Nessa apresentação de "Where Have You Been", a coreografia "estranha" que 
imita o formato aparente de um olho, como visto neste artigo, foi reproduzida no palco.

Vários leitores perceberam a utilização da pirâmide no 
evento Skol Sensation 2012, veja a análise aqui.

Robert Pattinson em ensaio polêmico. Eu sei que aqui ele refez algumas cenas de filmes 
do diretor David Cronenberg para uma edição especial da revista Premiere! (mas se fosse 
ele eu não faria esse tipo de ensaio) Sacrifício ritualístico?

A prova do crime: eles não poderiam ter encontrado uma melhor maneira 
de denunciar para quem esse sacrifício foi feito (sempre o 'olho').

Robert escondendo um olho.

Madonna em novo ensaio para sua turnê: o tema esotérico de "Like a Prayer"
 parece voltar à tona em 2012. Referências ao catolicismo + símbolos pagões 
serão bastante reforçados em sua nova turnê.

A cantora islandesa Björk com triângulos em torno de seu olho.

 Beyonce formando um triângulo na frente de seu olho, só para deixar mais óbvio.

 Tatuagem de Brandon Boyd da banda Incubus (puxando o saco dos chefes)

 O ilusionista Criss Angel com uma estampa simbólica em sua camisa.

Peter Gabriel. Uau.

Programa de caça talentos no Reino Unido, The Voice UK,
 mostra participante com tatuagem simbólica

Camiseta da Nike

 Até mesmo o rapper Soulja Boy

Genki Sudo

 Vídeo de Kanye West repleto de estrelas invertidas.



No show de Kanye West e Jay-Z que serviu de vídeo para a música 
Niggas in Paris, foi possível flagrar este símbolo maçônico.


 Pirâmide com o olho, lá em cima do palhaço, no clipe Cudi The Kid, 
de Steve Aoki feat. Kid Cudi and Travis Barker.

 Vídeo de Black and Yellow  - Wiz Khalifa (pentagrama satânico)

 Vídeo de Lindsay Lohan (Rumors) - mais simbolismo.

 Cena simbólica do filme 'A Viagem 2 - A Ilha Misteriosa'

Filme dos anos 70 contém várias referências simbólicas.

 Episódio da série Supernatural (as duas imagens)


DVD Box de O Código da Vinci - Apropriado.

 Boneca no site Barbiecollector.com (triângulos Illuminati)

 Site da MTV

 Software de DVD e mídias (simbolismo)

Agradecemos a todos que nos enviaram imagens simbólicas neste mês.
 Lembre-se: hospede sua imagem e procure a fonte antes de nos enviar.

Posts relacionados:

,

Skol Sensation - Por que a Elite Promove a Degradação Moral dos Jovens

sábado, 26 de maio de 2012 26 comentários

Skol Sensation é a edição brasileira da festa "Sensation", que teve origem em Amsterdam, Holanda, e terá sua quarta edição em São Paulo no mês de junho. Sensation é considerada a maior festa do mundo e tem aproximadamente 7 horas de espetáculo musical, e como vertente a musica eletrônica. Percebemos no artigo Simbolismo - Rave Tribe que até mesmo os eventos de música eletrônica não escapam de ser ferramentas altamente financiadas pela elite oculta para lucrar e manter as massas sob controle, visto que a cada ano, há um aumento impressionante de jovens à procura desses tipos de eventos.

Existem várias festas de música eletrônica internacionais de dimensões gigantescas, com suas versões regionalizadas que acontecem em diferentes seções do planeta, arrecadando milhões em dinheiro e mantendo as massas sob controle químico e hipnótico, pois sabemos, de berço, que não há apenas música e bebida nesses locais. Sendo assim, mais cedo ou mais tarde, veríamos os simbolismos favoritos da elite permeando as festas desse gênero. Os globalistas, assim como a indústria do cinema e da música, controlam os maiores eventos de música eletrônica. Esses eventos, por sua vez, são desenvolvidos para caraterizarem ainda mais o controle e a manipulação que os donos do mundo exercem sobre as massas, pois por meio da música (especialmente músicas eletrônicas desse gênero que até pouco tempo atrás eram consideradas ilegais) é muito mais fácil comunicar mensagens e promover a degradação de valores.

Degradando as Massas

Na edição 2006 da rave europeia 'Qlimax' intitulada de "Senhor da Escuridão", 
um enorme rosto demoníaco aparecia no telão. Hipnotizadas pelos efeitos químicos 
da música no cérebro, milhares de pessoas aplaudiam a mensagem satânica explícita 
que ele transmitia, sem ao menos refletirem sobre o que estavam fazendo.

A elite atual promove a degradação moral e a degradação dos valores tradicionais, pois é muito mais fácil manipular e controlar uma geração de pessoas degradadas e ignorantes quanto a sua condição. Também, desestruturar a sociedade , em termos de família, relacionamento etc. é um dos planos para a Nova Ordem Mundial. Se hoje a sociedade está em crescente queda moral, isso é fruto dos sinceros esforços para acabar com a "espiritualidade", ou até mesmo o pensamento crítico, da população jovem, pois são eles os quais "herdarão" o mundo durante a essa nova ordem. Nesses eventos, o abuso de drogas e álcool, que é perceptivelmente alto, torna-se pequeno diante dos verdadeiros planos da elite.

Simbolismo Oculto

 O palco-pirâmide, de 2012, foi bastante apropriado para representar o domínio da elite 
sob as massas. Com algumas pessoas no topo da pirâmide (simbolizando a elite) e milhares 
de pessoas abaixo (as massas), a elite pode ser vista como a "mestre dos fantoches", 
hipnotizando e controlando as massas de cima. Pirâmide também sempre foi o 
local onde a elite oculta realiza(va) seus rituais ocultos.

 O site do evento não deixa dúvidas de quem está por trás disso tudo.

 Todo o layout do site da Skol Sensation faz referências a pirâmides.

Bastante explícito.

Skol Sensation 2011

O evento de 2011 foi intitulado de "Sensation Wicked Wonderland", sendo o título designado como "Alice no Pais das Maravilhas". Sabemos que a temática em torno de "Alice", um conto de fadas geralmente utilizado em programação de Controle Mental, é um dos simbolismos mais utilizados pela elite em vídeo de música e artistas da indústria do entretenimento. O simbolismo utilizado durante a programação Monarca transbordou na indústria do entretenimento porque os maiores executivos da música são manipuladores de controle mental. Por esse motivo, os mesmos símbolos usados ​​na programação de escravos Monarca podem ser percebidos ao redor através da mídia

A turma do Skol Sensation 2011, os mistérios de Wonderland
(Alice no País das Maravilhas)

Manipuladores de controle mental e escravos (aqueles que têm "sucesso" nos vários níveis de programação) acabam operando no show business. Alguns dos nossos artistas favoritos são nada mais do que marionetes cujas cordas são puxadas por manipuladores invisíveis. Esses manipuladores são "invisíveis" para a maioria, mas certamente tornam-se "vistos" por meio do simbolismo colocado na mídia. Ao espalhar esses simbolismos, eles estão celebrando o sucesso que o controle mental obteve nos últimos anos.

Asas gigantes de borboletas, relógios e outros gatilhos poderiam ter outro significado?

O "olho que tudo vê" observando as massas.

Em versões internacionais, olhos gigantes também são vistos sobre o palco.

Veja o "olho" na estrutura superior do evento.

 Conclusão

Raves e eventos do tipo "Skol Sensation" são recortes de uma agenda gigantesca que visa levar os jovens à degradação dos valores morais. O tema piramidal denota uma sociedade onde a "Nova Ordem Mundial", já tomada, foi realizada e uma elite selecionada vive no "luxo", na parte superior da pirâmide, enquanto uma  massa desumanizada de pessoas hipnotizadas, no caso aqui, pelos efeitos da música no cérebro, vivem em um inferno altamente monitorado por olhos gigantescos no palco. Como vimos anteriormente aqui neste site, esses tipo de referências (elite/massas) tem ecoado na cultura popular, especialmente no mundo da música, cada vez mais. Seja em vídeos de música ou fotografias, estrelas pop estão sendo freqüentemente retratadas como andróides programados para corromper a moral dos jovens. As raves e festas eletrônicas não são estrelas pop, mas não estariam elas também sendo usadas pela elite para o mesmo objetivo - corromper a moral das massas?