Os 10 Melhores Posts de 2011

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011 23 comentários



Mais um ano se finda e mal acreditamos que estivemos aqui com este site durante dois anos. Eu ainda me lembro dos últimos dias de 2009 em que eu estava preparando a criação deste blog, escrevendo os primeiros posts, sem imaginar o que eles significariam para uma legião de jovens e adultos que passaram por aqui e nunca mais foram os mesmos. Eu também nunca mais fui o mesmo; depois que recebi essas informações, nunca mais tive a mesma vida de antes. Porém, não consigo imaginar o que seria de mim hoje sem essas informações. Eu também (assim como muitos de vocês me disseram) passei pela fase do susto, pela fase do se sentir vazio, pela fase de abandonar tudo e pela fase de buscar mais informações. Até hoje, recebo mensagens de pessoas dizendo que acabaram de conhecer meu blog, e assim estão ainda na primeira fase. Lembre-se que o mais importante de saber todas essas informações é saber o porquê de elas existirem. Nada disso que se encontra neste site tem valor se não for para que as pessoas encontrem a Verdade. Nenhuma mensagem subliminar, nenhum vídeo, nenhum post "cheio de efeitos" tem valor algum se não for para que vocês entendam o porquê do mundo, o porquê da existência humana e o porquê de um Deus.

No ano de 2011, o blog Knowledge is Power mais que triplicou sua audiência graças a vocês que têm divulgado essas informações entre familiares e amigos. Contamos também com 20,000 inscritos no canal do Youtube, o que fez com que mais pessoas obtivessem acesso aos nossos vídeos e posts. Neste ano de 2012, precisamos que vocês nos ajudem a divulgar o blog e seus posts antigos, utilizando as ferramentas Facebook e Twitter. Se você ainda não sabe fazer, observe a imagem abaixo. O número de pessoas que conhecem essas informações está crescendo cada vez mais, mas ainda não representa nem 1% dos falantes de língua portuguesa. Se nós nos empenharmos divulgando sem parar os posts e vídeos, do grande acervo que temos, nas redes socias, poderemos ajudar a levar milhares de jovens ao caminho da Verdade. Muitos ainda não sabem sobre coisa alguma e, com certeza, gostariam de ser libertos. Então, ajude-nos a divulgar nossos posts e vídeos, espalhando os links em seus perfis sociais. Assim, da mesma forma com que você obteve contato com essas informações, você também estará ajudando outras pessoas.
 
 Clique em "compartilhar" no canto inferior esquerdo.

Clicando em "compartilhar", uma janela se abrirá, com
os botões de compartilhamento das redes sociais.

No ano de 2011, muitos de nossos posts "fizeram barulho" e deixaram nossos leitores perplexos. Muitos até me perguntam como e onde encontro tanta informação que parecia nunca existir. As séries A Indústria da Música Exposta e Os 7 Sinais surpreenderam as expectativas de todos, na qualidade e no conteúdo, e tornaram-se referência no Youtube em menos de um ano. Confesso que não tinhamos muita expectativa para a série Os 7 Sinais, mas, incrivelmente, ela se tornou a favorita, ou pelo menos foi o que percebemos por meio dos comentários ansiosos dos seguidores, tanto do canal como do blog. Essa série tem um significado muito importante, não só para mim, mas acredito que ela resume de uma forma simples o porquê de estarmos aqui estudando conspiração. Eu sempre quis fazer esse documentário bíblico, um que tivesse bastante sons e imagens de qualidade e ao mesmo tempo ensinasse algo complexo de uma forma simples e concisa. Existem também outros posts de 2011 que acredito terem sido edificantes. Nesta última postagem, compilaremos os melhores 10 posts de 2011, com base no múmero de visualização e também nos comentários dos leitores. Vamos aproveitar também e relê-los, assim como divulgá-los para aqueles que ainda não tiveram o privilégio de conhecê-los.


10º - A Interpretação Oculta do Filme Cisne Negro


Em décimo lugar fica A Interpretação Oculta do Filme Cisne Negro, um filme que recebeu bastante bilheteria e críticas neste ano e que é, também, bastante profundo, podendo ser interpretado em diferentes níveis. O filme, dentro de uma análise crítica e oculta, basicamente conta o que um artista realmente tem que se submeter para ser tornar famoso e obter muito sucesso: controle mental. Através dessa metamorfose que o controle mental proporciona no artista, ele se torna um fantoche nas mãos de seus manipuladores, podendo ser facilmente moldado a executar qualquer tarefa na indústria do entretenimento. Por isso, vemos artistas mudando seu estilo, repentinamente, para um mais ousado e sombrio. O filme Cisne Negro, porém, fala ainda do sacrifício que é conseguir fama na indústria, pois a fila estará sempre andando. Não importa quanto sucesso um artista possa fazer, existe um prazo de expiração para todos eles, pois a cruel e triste fila de Hollywood está sempre em constante movimento.



9º - Imagens Simbólicas

Neste ano, tivemos uma série de postagens de Imagens Simbólicas, muitas delas foram contribuições de leitores do blog. O propósito da série foi provar que realmente existe um constante bombardeio de símbolos na mídia, os quais não estariam lá se não fosse por algum propósito, e, também, evidenciar que existe uma agenda sendo empurrada. A série foi umas das postagens mais vistas e comentadas do blog neste ano. Os leitores do blog têm continuado a enviar dezenas de imagens para as próximas postagens; às vezes eu mal consigo dar conta de tantas. ;)

Releia aqui.


8º - Artigo do Baixaki Surpreende Leitores


Um artigo  do site "Tecmundo", parte do site de downloads "Baixaki", chamoou  a atenção dos leitores. Primeiro, pelo fato de um site bastante conhecido estar atentando a assuntos considerados meros tabus antigamente, e, segundo, pelo fato de autor usar da ironia (pois ele não é "um Illuminati" e nunca foi) para escrever o artigo e mesmo assim revelar a verdade a respeito dos planos da Nova Ordem Mundial. Ferramentas com Google, MySpace, Twitter e Facebook, embora possam ser usadas para algum trabalho específico, têm o intuito de criar um grande banco de dados mundial, no qual você poderá ter acesso a informações pessoais de inúmeras pessoas, assim como um grande "Big Brother". Isso é exatamente como a Nova Ordem Mundial será: o governo torna-se envolvido em cada aspecto da vida pessoal. Perceba que hoje precisamos de licença para tantas coisas, temos que cadastrar quase tudo, uma pessoal do outro lado do planeta pode ver como sua rua e sua casa se parecem acessando o Google Streetview - estamos sendo vigiados. Um estado parecido com o (Illuminati) livro "1984", de George Orwell, alguém já leu?

 Leia o post novamente aqui.



7º -  Rihanna - Análise em S&M


O sétimo lugar ficou para Rihanna e o polêmico vídeo S&M, onde a mídia Illuminati abre mais uma agenda (a Agenda dos Inocentes). Depois dos rumores de que artistas estariam espalhando simbolismo em seus trabalhos (e que de fato estão), consequência de um possível envolvimento com sociedades secretas, os produtores de Rihanna (os chefes) decidiram infestar o clipe de S&M com mensagens SUPERliminares, em que ela é referida como a "Princesa dos Illuminati"(às vezes me pergunto o porquê disso, pois não vi nenhum outro artigo no mundo que referiu Rihanna como a princesa dos Illuminati, apenas o nosso aqui do blog). Essa estratégia é fazê-los de vítimas, para reconquistar a popularidade e, ao mesmo tempo, confundir as pessoas que têm menos conhecimento, visto que tinha perdido bastante terreno quando assumiu um alter-ego mais dark.

Assista ao vídeo novamente:





6º -  Amy Winehouse - Mais Um Sacrifício Satânico


Outro assunto altamente polêmico que rendeu bastante discussão e comentários foi a morte de Amy Winehouse e o famoso Clube dos 27. Uma possibilidade é que vítimas de controle mental morrem em tenra idade por razões diversas. Primeiro, de acordo com especialistas em controle mental baseado em trauma, a tortura e o controle sobre as vítimas não pode ser sustentada por muito tempo na idade adulta. Em algum ponto, por volta dos 30, a programação começa a se desgastar, fazendo com que a vítima recupere alguma lucidez. Esse contato com a realidade traumática faz com que a pessoa torna-se deprimida e apresente sintomas como Distúrbio de Múltipla Personalidade, também consumo de drogas pesadas, e álcool. Algumas vítimas conseguem se libertar das amarras do controle mental e para prevenir que elas não falem demais, elas podem ser sacrificadas. O post foi um dos mais lidos na história do blog e o vídeo foi um dos mais vistos do ano em nosso canal.


Assista ao vídeo novamente:




5º -  Os 7 Sinais - Parte 1 - O Retorno a Israel
 

Como disse anteriormente, as postagens de Os 7 Sinais são umas das favoritas, embora o post esteja ainda na 11ª posição dos mais lidos na história do blog, a série já é um sucesso no Youtube. Recebi mensagens de pessoas de diversas partes que têm utilizados os vídeos na educação bíblica de seus alunos. Esse foi realmente um dos intuitos da série, infelizmente ela ainda não estará completa em tão breve.

Releia o post aqui.

Assista ao vídeo novamente:






4º - Lady Gaga - Análise em Born This Way


O single de Lady Gaga "Born This Way" introduziu os telespectadores para o nascimento de uma "nova raça" e de um novo mundo, em um dos vídeos mais polêmicos que a artista já lançou. É uma viagem psicodélica cheia de símbolos e arquétipos ocultos, contando a história de um nascimento cósmico e novos ideais. No entanto, por trás de sua mensagem de aceitação externa, uma mensagem mais sinistra está embutida no simbolismo do vídeo. Apesar da excentricidade superficial da música, Born This Way é sobre se conformar e aderir a uma mentalidade pré-definida, uma filosofia que é compatível com a Nova Ordem Mundial. É o estado de espírito que eles querem que as pessoas adotem, para que eles continuem com sua agenda de oposição. Isto é o que eles querem que as pessoas pensem: Não há valores importantes ou códigos morais, o bem o mal são a mesma coisa de que ser um zumbi, sem mente, é legal. Se você pensar dessa maneira , "você está no caminho certo, baby". É a postagem mais visualizada da história do blog, porém fica na quarta posição.

Releia o post aqui.

Assista ao vídeo novamente:






 3º - O Jogo Illuminati e o Terremoto no Japão


O terceiro lugar fica para as estranhas coincidências no terremoto do Japão no início do ano e o jogo Illuminati desenvolvido por Steve Jackson em 1990, o jogo "Illuminati - Nova Ordem Mundial" previu inúmeros eventos das últimas duas décadas e, recentemente, colocou em questão as sequências de desastres no Japão como uma possível conspiração. Será tudo então uma conspiração? É possível catástrofes ditas naturais serem causadas pela ação do homem? Como um terremoto pode ser causado? Como um país como o Japão pode enfrentar uma enorme crise por causa de um abalo sísmico? E a respeito da radiação atômica?

Releia o post.

Assista ao vídeo novamente.






2º - Lady Gaga - Análise em Judas


O segundíssimo lugar vai para o post do vídeo de Lady Gaga "Judas", que parecia uma versão moderna das histórias bíblicas, onde Jesus e seus discípulos são retratados como uma gangue de motoqueiros. Porém, o vídeo não é uma lição da Bíblia, uma vez que outras e mais outras cenas importantes dão-lhes um significado muito diferente. De fato, pode-se argumentar que o vídeo simbolicamente descreve um aspecto importante do trabalho Gaga e da sociedade em geral: a rejeição do cristianismo. As religiões e seitas religiosas têm sido freqüentemente utilizadas como ferramentas da elite política para dividir e conquistar países e para oprimir e manipular as massas. Os tempos têm, porém, mudado e, hoje, a Illuminati está buscando unir o mundo sob um único governo mundial e uma religião mundial única. Esta religião baseia-se no egoísmo, materialismo e da sexualização de tudo como se fosse muito bonito. Muitos vídeos de música, filmes e programas de TV sutilmente comemoram esses valores. Em outras palavras, eles querem que o mundo fique "apaixonado por Judas".

Releia o post aqui.

Assista ao vídeo novamente:






1º - A Indústria da Música Exposta - Parte 5 - Vendendo a Alma ao Diabo


O primeiro lugar vai para a quinta parte da série A Indústria da Música Exposta, que está acabando em breve. Todos os posts dessa série receberam altas visualizações, porém este um, em específico, parece ter surpreendido mais os leitores, especialmente por causa do depoimento do rapper Mynista, que relata sua experiência na indústria da música e como quase foi levado a vender sua alma em alguma espécie de pacto que, por meio de nossas pesquisas, parece ser um requisito básico para quem deseja muito sucesso.

Releia o post aqui.

Assista ao vídeo novamente:






Mensagem Final

O ano de 2012 marcará outras novas postagens. Porém, nosso blog passará por transformações no repertório e na frequência de postagens. Isso se dá por causa da concentração que daremos para a finalização das duas séries que estão no ar. Também, quero estrear assuntos novos que sempre gostei, mas nunca tive tempo para falar deles. 

Eu desejo a todos um ótimo novo ano e lembrem-se: conhecimento é poder, porém não há poder se não houver propósito. O propósito de estarmos aqui é para nos educarmos a fim de estarmos mais convictos do caminho da Verdade.

Danizudo

Lula, Chávez - Estranhos Casos de Cânceres entre Líderes Latino-americanos

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011 41 comentários


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, qualificou nesta quarta-feira como 'muito estranha' a sucessão de diagnósticos de câncer de vários líderes e ex-presidentes da América Latina e levantou a possibilidade de alguém ter desenvolvido 'uma tecnologia para induzir' esta doença.

Em um ato de promoção de militares transmitido em cadeia nacional de rádio e televisão, Chávez inclusive recomendou cuidados extras a Evo Morales, presidente da Bolívia, e Rafael Correa, do Equador.

Depois que nesta terça-feira foi divulgado que sua colega argentina, Cristina Fernández de Kirchner, tem um tumor na glândula tireóide, Chávez, que está se recuperando de um câncer, considerou que 'é muito difícil explicar' o que está acontecendo.

O venezuelano frisou que não quer 'lançar nenhuma acusação temerária', mas questionou: 'Seria estranho que tivessem desenvolvido uma tecnologia para induzir o câncer e ninguém saiba até agora e se descubra isto apenas dentro de 50 anos?'.

Nesse contexto, Chávez lembrou o caso de centenas de guatemaltecos submetidos a experimentos com sífilis por parte dos Estados Unidos nos anos 1940.

'Não sei, só deixo a reflexão, mas isto é muito, muito, muito estranho', sustentou o presidente, que foi operado de um tumor na região pélvica no último dia 20 de junho.

Chávez lembrou que, com o diagnóstico de Cristina, já são vários os líderes da região que passaram por esta situação, como a presidente Dilma Rousseff e seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

O venezuelano também mencionou o líder cubano Fidel Castro, que se afastou do poder em 2006 por uma doença não confirmada oficialmente, mas que acredita-se também possa ser câncer.

'Fidel sempre me disse: Chávez, tome cuidado, esta gente desenvolveu tecnologias, cuidado com o que come, cuidado com uma pequena agulha e te injetam não sei o quê', relatou ao lembrar uma conversa com o cubano.

'Em todo caso, repito, eu não estou acusando ninguém, só estou fazendo uso da minha liberdade para refletir e emitir comentários perante fatos muito estranhos e difíceis de explicar', concluiu. 


, ,

A Indústria da Música Exposta - Parte 8 - Referências Simbólicas

sábado, 24 de dezembro de 2011 46 comentários


O "símbolo" é um elemento bastante presente no processo de comunicação, encontrando-se difundido pelo cotidiano e pelas mais variadas vertentes do saber humano. Embora existam símbolos que são reconhecidos em todo o mundo, outros só são compreendidos dentro de um determinado grupo ou contexto (religioso, cultural, etc.). Bem em frente de nossos olhos, símbolos com significados desconhecidos estão sendo expostos numa base diária impressionante. Porém, eles são ignorados pelo público geral que, na maioria das vezes, os encara como se fossem alguma espécie de moda ou tendência a ser seguida. Existem vários motivos pelos quais símbolos ocultos estão sendo propagados pela indústria musical.  Um desses é que acredita-se que certos símbolos podem afetar profundamente a psique humana. Por exemplo, ocultistas em todo mundo acreditam que quando um símbolo é criado, ela ganha poder próprio e mais poder é gerado quando ele é criado sem o conhecimento do não-iniciado (nós). Assista a oitava parte da série A Indústria da Música Exposta e entende melhor o porquê da propagação dos símbolos satânicos.





Posts relacionados:
A Indústria da Música Exposta - Parte 7 - O Sacrifício de Hollywood
A Indústria da Música Exposta - Parte 6 - A Filosofia Satânica

,

Simbolismo Illuminati em Comercial Antigo da Fiat Lux

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011 10 comentários



Veja qual era o selo de marketing, muito antigo, e de propriedade das extintas Indústrias de Fósforos Fiat LUX, no Brasil.

,

Imagens Simbólicas (dezembro/11)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011 56 comentários

 Taylor Momsen, atriz, cantora e modelo americana...não tem receio de "Fuck for Satan"

 Demi lovato com camisa Jac Vanek. Caveira de Mickey Mouse
tornou-se uma maneira criativa de expressar o MK-Ultra.

Marina and the Diamonds, um olho e dois dedos apontados para cima,
parte do conceito de "assim na terra como no céu", como Baphomet.

Samuel Jackson...nãoooo!!

Sim...

Capa da L'Officiel Hommes (estilista de Lady Gaga Nicola Formichetti), controle mental.

Desenho de Andrey Gordeev, um jovem ilustrador russo 
que tem ganho notoriedade internacional.

Brinquedo Playmobil - pirâmide e olho de Hórus - introduzir o
paganismo egípcio é introduzir o satanismo sem que as pessoas saibam.


 Guitar Hero esconde vários simbolismos referentes ao Olho de Hórus


 Outros games


 Grafitagens por aí...blasfêmica

 Nesta igreja católica de praga, Jesus é colocado como o sol (da constelação astrológica),
apontando com os dois dedos para cima, como Baphomet, no conceito de "assim na terra
como no céu", o que resume toda a conspiração.

 A pirâmide e o olho que tudo vê foram colocados há muito
tempo nas Igrejas Católicas da Europa.



O "olho" sempre observando...

 Olho de Hórus no seriado True Blood


Cena do seriado castle (pirâmide Illuminati)

Justin Bieber e o grupo LMFAO - saudações a ele.

 Camiseta "System of a Down" - o sistema também nos pegou


Obrigado a todos que tomaram seu tempo nos enviando.
Continue mandando seus flagras. Em breve um post sobre  o porquê do simbolismo.


,

Artigo do "The New York Times" Gera Polêmica

domingo, 18 de dezembro de 2011 31 comentários


Um artigo publicado recentemente por Jonah Weiner para o "The New York Times", um dos jornais de maior influência nos EUA, causa polêmica ao tratar um assunto pouco frequente na mídia: teoria da conspiração. Entretanto, essa temática torna-se frequente na mídia quando é acompanhada de irônia e ridicularização. O artigo descredita das evidências de uma conspiração na indústria da música, tratando o assunto como uma "interpretação exagerada e desenfreada". Ele até mesmo cita o blog canadense Vigilant Citizen, do qual várias de nossas informações foram extraídas. Porém, Jonah apenas parece atacar o tempo todo com tom de ironia, e, assim como todos que tentam desbancar a conpiração, não conseguiu refutar o número incrível de evidências que temos em relação ao assunto. Leia abaixo o artigo e veja nossos comentários em vermelho em que ele acha que está desbancando nosso trabalho.

As Teorias Conspiratórias mais Estranhas da Música Pop


 Não tenho certeza se Eminem já conseguiu escapar do domínio dos Illuminati - a sociedade secreta de manipuladores para a qual entrou anos atrás em troca de riqueza, fama e poder -, mas eu sei que está fazendo o possível. Diversas pessoas online me dizem isso. Para começar, existe uma página do Yahoo Respostas que traz a pergunta "Eminem está tentando se libertar dos Illuminati?" e oferece uma investigação espirituosa e análise de mensagens secretas contra a ordem escondidas na música "Not Afraid". Existe um fórum de discussão de quatro páginas intitulado "Eminem é escravo dos Illuminati?" Um vídeo do YouTube chamado "Eminem vs. Illuminati" explica, usando um texto solene e uma música assustadora, que o M.C. de Detroit não batizou uma música de "Cinderella Man" porque o roteiro redentor do filme homônimo, conhecido no Brasil como "A Luta pela Esperança", tem a ver com sua superação do vício em drogas, mas porque, como Cinderela e suas perversas meias-irmãs, o artista foi "forçado a fazer tarefas para os Illuminati, enviando mensagens subliminares por meio de sua música". Ignore qualquer bobão da seção de comentários que ficar bradando que isso é ridículo. Quando aquele vídeo termina, a caçada pela verdade apenas começa. A partir de uma lista de vídeos relacionados sugeridos, pode-se escolher "Eminem: seu sacrifício aos Illuminati Parte 1", "Eminem contra-ataca os Illuminati", "Eminem contra os Illuminati 2011!", "Eminem, meu querido Illuminati" e assim por diante. Alguns vídeos envolvendo essa questão foram vistos cinco mil vezes. Outros, perto de 300 mil vezes.

Nosso comentário: É incorreto dizer que um artista é Illuminati. Pelo menos as fontes mais sérias desse tipo de informação sempre frisou que os Illuminati é um termo utilizado para denominar a elite mundial oculta, de linhagem sanguínea milenar, que detém poder sobre as maiores corporações, também sobre a indústria da música. Assim, um artista é condicionado a aceitar um acordo, que inclui vender uma agenda para manipular os jovens. Outros são iniciados ao ocultismo e alguns são submetidos ao controle mental monarca para serem peças facilmente utilizadas. Muitos artistas não têm consciência de quem realmente sejam os Illuminati ou têm uma visão limitada desse assunto, enquanto outros parecem bastante conscientes. De um modo geral e indireto, os artistas apenas trabalham para os Illuminati.


Bem-vindo ao mundo das teorias da conspiração da música pop, uma popular indústria de denúncias na qual Eminem é um dos muitos artistas evocados por instigadores anônimos da afinidade iluminista. As melhores teorias da conspiração costumam ser as mais malucas, e esta vai até o topo das paradas. Jay-Z? Uma "marionete dos Illuminati". Lady Gaga? Uma "prostituta dos Illuminati". Kanye West, Lil Wayne, Beyoncé, Rihanna _ todos agentes dos Illuminati. (Michael Jackson e 2Pac, por sua vez, foram vítimas de assassinatos ordenados pelos Illuminati.) A investigação dos Illuminati se espalha de forma desordenada, mas vigorosa, por inúmeros sites, do YouTube ao Twitter, de fóruns de discussão de fãs a lojas especializadas, como VigilantCitizen.com. O olho treinado sabe identificar roupas escolhidas pelos Illuminati, como joias com temática de bode e camisetas, usadas em tributo ostensivo a Baphomet, deidade cornuda pagã que intrigou Aleister Crowley. Existe um sistema de sinais visuais com as mãos, como enquadrar o olho formando uma pirâmide com as mãos ou isolando um olho para evocar o "olho que tudo vê" da nota de um dólar, uma imagem de origem maçônica. Existem letras de música Illuminati, como a menção de Eminem a uma "nova ordem mundial" em "Lose Yourself" ou as referências que ele e Jay-Z fizeram, separadamente, a uma figura poderosa e misteriosa chamada "Rain Man" (os teóricos parecem desconhecer a página de Dustin Hoffman no IMDb).

Nosso comentário: A menção frequente do nome "Rain Man" pelos artistas não se dá por causa do filme "Rain Man", com Dustin Hoffman; é o contrário. Rain Man é um simbolismo dado a uma espécie de demônio, com o qual eles obtêm sucesso, dinheiro e fama. O filme foi feito para simbolizar "Rain Man" (e de fato o enredo tem a ver com isso). Também, o filme serve como uma "desculpa esfarrapada" para explicar tantas menções a esse nome toda vez que eles forem interrogados a respeito de "Rain Man". Assista a A Indústria da Música - Parte 5 - Vendendo a Alma ao Diabo.


Passe um tempo peneirando essas coisas e seus olhos vão demonstrar tanto enfado que você parecerá possuído por Baphomet. As "revelações" dos teóricos são apresentadas, de diversas formas, num tom agourento e com uma urgência crivada de pontos de exclamação: os Illuminati, buscando a dominação global, tratam a música pop como uma poderosa arma de controle mental, embutindo mensagens secretas e imagens sombrias em sucessos e clipes; existe tanta censura que nós "acordamos" para a "lavagem cerebral". Os denunciadores dos Illuminati fazem os teóricos da conspiração do 11 de setembro parecer tão rigorosos e atraentes quanto Woodward e Bernstein no caso Watergate. As provas que eles apresentam se resumem a erros de interpretação forçados e desatentos (por exemplo, Eminem e Cinderela), numa impressionante alergia à possibilidade da metáfora (Lil Wayne cantou ter vendido a alma ao diabo - uma evidência incontestável!) e uma atitude histérica em relação a imagens ocultas dignas de Ned Flanders. Com tantas vozes concordando e com tantas agindo anonimamente, fica difícil saber qual dos "teóricos" só está se divertindo, mas os mais proeminentes - como o Vigilant Citizen ou Miss Jones, a apresentadora de um programa matinal de rádio na Filadélfia, que pressionou 50 Cent sobre a infiltração das sociedades secretas no hip-hop - transmitem sinceridade total.


O "meme" dos Illuminati no pop tem uma força tremenda. Referências a essa sociedade secreta começaram a pintar em músicas de hip-hop no começo da década de 90, mas, com a chegada da internet de banda larga, as conspirações dos Illuminati receberam a mesma injeção de esteroides que a pornografia e as fotografias de gatos. Esses teóricos ocupam a periferia da música, mas, mesmo assim, sua mensagem chegou à grande mídia. No final de 2009, um repórter da CNN achou adequado perguntar a Lady Gaga sobre os boatos dos Illuminati (ela se recusou a responder). Rihanna reconheceu em tom de brincadeira as acusações de envolvimento com a sociedade secreta no clipe "S&M". (Manchetes falsas pipocam na tela descrevendo-a como "princesa dos Illuminati".) E numa música de 2011 com Rick Ross (que também pode estar sob controle dos Illuminati), Jay-Z dedicou um verso a negar a afiliação à maçonaria: "Eu falei que era incrível, não que sou maçom."

Nosso comentário: De fato, as teorias da conspiração referentes à indústria da música estão chamando atenção dos "donos do mundo". Porém, ao mesmo tempo, esses boatos podem servir para uma espécie de "agenda do inocentes". No vídeo, S&M, Rihanna posa de inocente, injustiçada por uma "mídia malvada" e um bando de "haters" dizendo que ela fez um pacto. Assim, os fãs se tornariam comiserados da situação e descredibilizariam essas interpretações conspiratórias por mais coerente que fossem. Assista a Rihanna - Análise em S&M.


Quem são os Illuminati e por que existem tantos observadores da música pop obcecados por eles? Os Illuminati foram um grupo de verdade, fundado na Baviera no final do século 18 por um filósofo e professor de direito chamado Adam Weishaupt. Em "The Fate of Reason: German Philosophy from Kant to Fichte", o historiador Frederick C. Beiser descreve os Illuminati como "uma sociedade secreta dedicada à causa da reforma política e ao Aufklärung" _ o Iluminismo alemão. Em "Hegel and the Hermetic Tradition", o autor Glen Alexander Magee observa que o grupo estava marcado por sua "oposição à religião tradicional, superstição e feudalismo" e uma "defesa do racionalismo científico e os direitos do homem". É complicado afirmar com precisão por que os Illuminati ficaram unidos na mente paranoica com adoração ao diabo, mas aparentemente, entre as razões estariam a tendência anticlerical de Weishaupt e uma "história" popular da franco-maçonaria escrita no final do século 19 pelo francês Léo Taxil, que pretendia expor os rituais satânicos dos maçons. (Mais tarde, Taxil revelou que seu "jornalismo" era na verdade uma peça satírica.) A fusão de sociedades secretas e ocultismo persiste hoje em dia, é claro, nas representações da cultura pop dos sinistros membros da Skull and Bones se reunindo em câmaras, ou industriais mascarados e com uma queda pela orgia em "De Olhos Bem Fechados", de Kubrick.


Os Illuminati de Weishaupt entraram em conflito com Carlos Teodoro, príncipe eleitor da Baviera, que sentiu o clima de sedição e publicou um decreto em 1784, segundo Magee, "determinando que eles se dispersassem". Nascidos como um bicho-papão reformista em oposição ao poder arraigado e por fim por ele extintos, os Illuminati sucumbiram em 1787, mas sobreviveram na imaginação conservadora. Numa reportagem publicada em 1995 pela revista "New Yorker" sobre a ascensão das teorias da conspiração nos Estados Unidos, Michael Kelly menciona os Illuminati como os maiores fantasmas na chamada teoria da Nova Ordem Mundial, cujas bases foram assentadas, entre outros lugares, pelo "Blue Book" da John Birch Society, de 1958. (A Ordem dos Illuminati também tem papel central no livro "The New World Order" do reverendo Pat Robertson, de 1991.) Segundo Kelly, na teoria da Nova Ordem Mundial, os Illuminati são apenas um elo da nefanda cadeia de "sociedades secretas e semissecretas que se estendem através do tempo e das culturas", dos "gnósticos do cristianismo primitivo", passando pelos maçons e chegando aos "maquinadores do século 20". O objetivo aparente dos titereiros das sombras como os Illuminati é "destruir a ordem cristã estabelecida das nações ocidentais e substituí-la por um governo global socialista e ateu".

Nosso comentário: Entenda melhor quem são os Illuminati: A Ordem Illuminati: Suas Origens, seus Métodos e Sua Influência Sobre os Eventos Mundiais.


Se a última frase ativou seu sensor Tea Party, era essa a intenção - e se você pensava que as pessoas desperdiçavam muita energia na internet investigando as ligações de Eminem com sociedades secretas, faça uma pesquisa com "Obama" e "Illuminati". Existe um forte sabor fundamentalista cristão em grande parte das conversas do Iluminismo pop, um temor mal dissimulado de que Lady Gaga e Jay-Z sejam agentes do Anticristo, cuja missão é subjugar as massas e transformar "nossas" crianças em homossexuais e/ou negras. As suspeitas de ligação com os Illuminati têm a ver, de certa forma, com praticamente todo astro da música - Bob Dylan, Taylor Swift e até Celine Dion! No entanto, parece mais do que mero acaso que Jay-Z e Lady Gaga sejam os alvos principais: um negro fascinante, muito rico e que fala de política sem papas na língua e uma esquisitona pró-gay que mistura gêneros. A caçada aos Illuminati pop é uma volta ao tempo em que grupos de pais esquadrinhavam músicas do Led Zeppelin e Black Sabbath em busca de referências ocultistas, mas numa versão da guerra cultural da era da Fox News.

Nosso cometário: A ocorrência de posts e vídeos utilizando um determinado artista tem a ver com a incidência de simbolismo e outras evidências em seus trabalhos; isso não é uma escolha. Os simbolismos e evidências estão aí e são postos na frente de todos a fim de que julguem o que devam fazer.


Porém, numa reviravolta inesperada, a paranoia Illuminati termina afetando as pessoas da extrema direita que temem um ataque ateu, negro ou gay, e também as do outro extremo do espectro político. Na extrema esquerda (negra), os medos permanentes de controle e cooptação pela estrutura do poder (branca) encontram uma voz através das teorias dos Illuminati. (Michael Kelly usou o termo "fusão de paranoia" para escrever essa estranha sobreposição esquerda-direita). O cantor Prodigy, do Mobb Deep, tem sido o crítico mais direto do hip-hop contra as bobagens envolvendo essa sociedade desde que cantou "os Illuminati querem minha mente, alma e meu corpo/ Sociedade secreta tentando ficar de olho em mim", em 1995. O clipe da música "Illuminati", de 2008, descreve um pesadelo distópico de vigilância onipresente e carteiras nacionais de identidade. Apesar de postagens no blog descrevendo rituais de elites secretas nas quais bebês são queimados durante sacrifícios, Prodigy classifica o burburinho sobre astros pop dos Illuminati como "burrice". Prodigy coloca seu anti-iluminismo dentro da tradição maior da agitação negra (de acordo com ele, seus olhos foram abertos pelos escritos do radical Dwight "Dr." York) e responsabilidade social: "Eu estava fazendo m..., comprando uns diamantes irados, promovendo o estilo de vida errado, mas me livrei dessa b..., me recompus e concentrei meu foco no que essa m... deveria ser: o que você está tentando promover para as pessoas?" Prodigy falou que prefere Ron Paul a Barack Obama, e nesse aspecto está alinhado a outros questionadores do rap, como KRS-One e Professor Griff, do Public Enemy, ambos os quais aparecem no filme "The Obama Deception", que apresenta o presidente como um apaniguado da Nova Ordem Mundial.

Nosso comentário: Veja a declaração de Prodigy aqui e julgue por si mesmo se isto é "bobagem": Rapper Prodigy Abre o Jogo sobre Jay-z e Illuminati.


David Remnick, da "New Yorker", observou numa reportagem de 2005 sobre as teorias da conspiração do furacão Katrina que elas pertenciam a uma longa história de teorias do gênero (da Aids como arma de um genocídio orquestrado pela CIA, do refrigerante Tropical Fantasy como ferramenta de um complô de esterilização da KKK, etc.). Segundo ele, tais teorias representam "contranarrativas" que indicam e expressam, ainda que de forma fantástica, o lugar tenso que os negros ainda ocupam na sociedade americana, apesar das narrativas populares de progresso social, de crescimento da classe média negra e assim por diante. De forma similar, a paranoia Illuminati dentro dos círculos do rap ataca e reduz a grande narrativa enaltecedora do sucesso negro descomunal, oferecida pelo hip-hop; a teoria Illuminati, nesta iteração, é o sintoma de uma raiva e alienação mais ampla. A única forma pela qual Jay-Z, ou qualquer negro, poderia ter sucesso nos Estados Unidos, segundo essa linha de pensamento, seria capitulando e transformando-se em peão das pessoas que sempre tomaram as decisões. Quando Kanye West canta em "Power" que "neste mundo do homem branco, somos os escolhidos", ele faz uma queixa implícita sobre os limites da mobilidade negra. Ironicamente, alguns teóricos da conspiração do pop entenderam o verso, em conjunto com videoclipe rico em símbolos da canção, como uma confissão de afiliação aos Illuminati.

Nosso comentário: Os Illuminati sempre foram racistas (a MTV não passava vídeos de artistas negros até os anos 80), porém os Illuminati viram que para manipular os negros, eles precisariam utilizar os próprios negros. Obama ou a ascensão do movimento hip-hop é uma forma de se ganhar popularidade.


West abordou os boatos envolvendo os Illuminati de forma provocadora no Twitter. "Illuminati e adorar o diabo são a mesma coisa... eles têm uma rede social na qual as celebridades podem entrar", ele escreveu, acrescentando: "Pergunta: dá para adorar o diabo no novo iPhone??? KKKK!!!" As piadas de West apontam para uma razão gritante pela qual a teoria dos Illuminati pop se mostrou tão contagiante: é um grande barato transformar o ato de ouvir música pop numa caçada por simbolismos ocultos à altura de "O Código Da Vinci". E, por sua vez, por que West e Jay-Z não podem se divertir com isso? Sem dúvida, West sabia que o "Olho de Hórus" tinha papel central na tradição Illuminati quando encomendou um colar de Hórus gigantesco. Jay-Z deve estar ciente de que inserir a imagem de um crânio ao estilo de Baphomet no clipe de "On to the Next One" iria estimular os teóricos. Há pouco tempo, West passou a usar diversas roupas com desenhos de rottweiler. Ao ver os mesmos cachorros nas ilustrações do single "H.A.M.", de Watch the Throne, um teórico dos Illuminati os conectou, naturalmente, a Cérbero, guardião dos infernos. Os rottweilers vêm a ser um motivo recorrente na linha atual da Givenchy, na qual camisetas de rottweiler são vendidas a US$ 265. Seria de se esperar que os membros dos Illuminati tivessem descontos.

Nosso comentário:  Sim, em certa medida, muitos simbolismos e mensagens subliminares foram colocadas nos vídeos de forma proposital; para instigar à "caçada". No entanto, idependentemente da intenção, o simbolismo é real, tem um significado oculto e é conhecido apenas por pessoas que estão envolvidas nessas sociedades secretas. Jay-Z não teria motivo para colocar simbolismo em seus vídeos de forma proposital no tempo em que ninguém suspeitava de sua relação com o oculto. Assim como outros, Jay-Z e Kanye West são marionetes nas mãos de homens mais poderosos. Se Kanye encomendou um colár de Hórus, se Gaga lançou um música chamada "Judas" ou se Jay-Z incorporou o 666 em sua música, tenha certeza que não foi por que eles tiveram essa ideia. O maior erro é pensar que artistas são livres e independentes dentro da indústria da música.

Fonte: MSN   


Conclusão

O artigo de Weiner utilizou termos falaciosos e argumentos fracos para ridicularizar um tema de extrema importância (e nem ao menos conseguiu refutar 1% das evidências que temos em nosso blog) para qualquer um que queira (acima de tudo) ser agente neste mundo. Conhecimento é um direito básico para qualquer ser humano e esse direito está sendo privado por pessoas gananciosas que sabem que ele [o conhecimento] não é apenas uma simples coleção de esquemas mentais, mas uma arma poderosa, que não destroi, apenas constroi. Esses gananciosos querem tudo só para eles, pois assim poderão agir facilmente sobre as pessoas. Por exemplo, se eu quisesse manipular vocês, por que passaria essas informações, tornando-os igual a mim em conhecimento? Isso é bobagem, isso tudo que posto no blog é bobagem - esse discurso seria mais apropriado, se fosse o contrário, não?