Natalia Kills "Zombie" e "Wonderland": Dedicado ao Controle Mental Illuminati

quarta-feira, 2 de novembro de 2011 Leave a Comment


Nos últimos anos, a cena da música pop incorporou gradualmente doses crescentes de controle mental dos simbolismo Illuminati em vídeos de música. A cantora pop novata Natalia Kills está definitivamente dando passos nessa direção. Enquanto outras estrelas da música pop misturam simbolismo subversivos com outros temas e assuntos, os vídeos de Natalia parecem incidir exclusivamente sobre as imagens de controle mental. Veremos os  vídeos de Natalia Kills, " Zombie "e" Wonderland ".

Natalia Kills é um compositora/cantora inglesa que assinou com will.i.am e a Interscope Records. Não diferente de outras estrelas pop feminino, Natalia começou a trabalhar na indústria do entretenimento em uma idade jovem (7). Em 2005, Natalia Kills foi uma rapper conhecida como Verbalicious e lançou um single intitulado Don't Play Nice, um rap tipo festa, com Natalia ostentando um estilo e imagem radicalmente diferente.

Depois de ser tomada sob a asa da Cherrytree Records, uma marca da Interscope, o seu nome foi alterado para Natalia Kills, seu estilo musical mudou para electro-pop e sua imagem global se tornou muito mais escura, da moda e torcida. Em outras palavras, ela se transformou em uma estrela pop Illuminati.

Embora não tenham o mesmo nível de popularidade no mundo inteiro, Natalia Kills é freqüentemente comparada a Lady Gaga. Embora os fãs provavelmente não gostam da comparação, há certamente várias semelhanças entre as cantoras: As duas começaram a cantar em tenra idade, ambas assinaram com a Cherry Tree Records, Interscope, ambas foram submetidas a uma metamorfose extrema e depois de ter assinado tornaram-se  hiper-sexualizadas, ambas mudaram seus nomes após a assinatura com a Cherry Tree, ambas trabalharam com os mesmos produtores (conte as colaborações de Cherry Cherry Boom Boom em suas músicas), e mais significativamente, ambas incorporam ocultismo pesado e imagens de controle mental em seus vídeos.

Há uma ligeira diferença no mundo Natalia Kills, no entanto: acredite ou não, as imagens de controle mental e do simbolismo são ainda mais explícitas. Suas músicas e vídeos podem efetivamente ser lidas como um diário de uma vítima de programação Monarca.

O mundo de Natalia é dominado pelos conceitos de tortura,  opressão,  manipuladores de sádicos, violência, abuso sexual e drogas. Em todos os três de seus vídeos, Natalia é degradada e abusada, sempre combinando sexo e violência (nossos dois instintos primários).

Reflexões e espelhos fraturados - simbólico das personalidades 
fraturadas e fragmentadas das vítimas de controle mental.

O primeiro single de Natália, Mirrors (espelhos), exibe todas as referências aparentemente obrigatórias ao controle mental através do simbolismo (espelhos fraturado, coração enjaulado, etc) e BDSM (Bandagem/ Dominação/ Sadismo / Masoquismo). Entretanto, são os seus dois singles subsequentes, Zombie e Wonderland, que Natalia claramente associa com o controle mental Monarca (para aqueles que entendem o simbolismo Monarca, os nomes das canções sozinhos dizem tudo). Vamos olhar para o simbolismo desses dois vídeos.

Zombie

Sem o vídeo, Zombie parece ser uma música sobre estar apaixonada por um cara de coração frio que não retornou as ligações. A configuração do vídeo, no entanto, definitivamente, não corresponde a essa interpretação: Natalia é amarrada a uma mesa no que parece ser um laboratório frio (sala de controle mental?),e é controlada por uma pessoa invisível que está sadicamente a torturando... ,e com quem Natalia está apaixonada.

O vídeo começa mostrandomanequins sem vida, desmembrados, um símbolo clássico
monarca que representa a impotência dos escravos de controle mental. Esse símbolo é 
encontrado em muitos outros vídeos de música conta com temas de controle.

Uma máscara é meticulosamente removida do rosto de Natalia. As máscaras são realmente utilizadas nos escravos monarcas para  programá-los e confundi-los. Eles representam simbolicamente as personas dos escravos criados artificialmente, que podem ser colocadas e retiradas na vontade do manipulador. O manipulador de luvas de borracha apenas prova que Zombie não é sobre a relação entre amantes, mas entre uma escrava e seu programador.

Neste flash de cena, o condutor aparentemente está ligando uma 
coisa na cabeça de Natália (uma referência ao eletrochoque?)

Instrumentos de tortura utilizados pelo seu treinador. Esse vídeo não é definitivamente sobre
Natalia estar apaixonada por um "amante". Em outra cena, o manipulador é mostrado com 
uma seringa, que são utilizadas no controle mental para injetar alucinógenos potentes e 
sedativos em vítimas de programação.

No contexto do vídeo, fica claro que as letras são realmente sobre a paixão doente e torcida sentida por um escravo pelo seu manipulador. O início da canção descreve a relação:

Eu estou apaixonada por um zumbi
Não posso manter suas mãos longe de mim
Eu acho que ele está olhando para mim
Mas ele está olhando através de mim

Você se acha  muito legal
O sangue correndo em minhas veias agora
Você quer-me pelo meu corpo
Você quer-me pelo meu cérebro, cérebro, cérebro, cérebro

Não posso manter suas mãos longe de mim é uma das referências para o caráter abusivo da "relação sexual" entre Natalia e seu manipulador. As duas últimas linhas desse verso são realmente o mais arrepiante: Você me quer pelo meu corpo / Você me quer pelo meu cérebro, cérebro, cérebro, cérebro. O manipulador, também conhecido como zumbi, na verdade, quer o seu cérebro, ou seja, o objetivo final é o controle mental. Ele está abusando dela para causar trauma e dissociação, que alterara psicologicamente a personalidade, que é o objetivo final da programação monarca. O vídeo deixa claro: Nós definitivamente não estamos falando de um menino bonitinho que não retornou as ligações, mas uma sádico figura do tipo Josef Mengele. Assim, Zombie é um manipulador de controle mental e o refrão da canção  "Eu estou apaixonado por um zumbi" ...  a maioria dos ouvintes nunca vão chegar ao verdadeiro significado da música (zumbis são tão legais, né?).

Depois de testemunhar esse single frio, robótico e único, eu tinha a sensação de que os vídeos posteriores de Natalia teriam mais simbolismo, visto que novos cantores sempre empurram o explícito mais um passo ... acho que eu estava certo.


Wonderland

escravo MK cego à sua realidade, com o foco na cor vermelha, a cor do sacrifício.

Para aqueles que estão familiarizados com o simbolismo de controle mental, o nome do single, Wonderland (País das Maravilhas), é um que não haverá mais aqui do que apenas música. Alice no País das Maravilhas é um filme primário associado com a programação monarca, pois é uma ferramenta de programação real. Usando associações no filme, os escravos são realmente encorajados a "Andar através do vidro" - o que significa que se dissociam da realidade. No conto de fadas, Alice entra em um mundo de fantasia onde tudo é mágico, invertido e instável, um mundo semelhante ao mundo interno do escravo, onde tudo pode ser modificado pelo manipulador.

Sabendo disso, a história de outra forma aparentemente aleatória e incompreensível do vídeo Wonderland começa a fazer sentido. Se você leu outros artigos sobre neste site, você provavelmente reconhece e identifica o significado desses símbolos, uma vez que eles são encontrados em inúmeros vídeos de outras músicas. O uso constante do mesmo conjunto de símbolos através da cultura popular não é uma coincidência: A história está sendo contada em termos velado para aqueles que têm "olhos para ver".

A canção fala de desilusão para com o mundo mágico dos contos de fadas. Esse sentimento é particularmente verdadeiro para o controle mental das vítimas, que são programados usando contos de fadas por seus tratadores. O mundo encantado das histórias está, naturalmente, em nítido contraste com a realidade terrível do dia-a-dia dessas vítimas, mas elas são programadas para reconhecer paralelos entre as histórias e sua psique dissociada do interior. Isso se reflete no primeiro verso de Wonderland:

Eu não sou a Branca de Neve, mas estou perdida dentro dessa floresta
Eu não sou Chapeuzinho Vermelho, mas acho que os lobos me têm
Não quero aqueles estiletes, eu não sou, não Cinderela
Eu não preciso de um cavaleiro, então querido, tire todas as suas armaduras

Esse verso descreve a confusão mental (perdido no interior dessa floresta), o controle de manipuladores (acho que os lobos me têm) e até mesmo o abuso sexual (não quero aqueles estiletes) infligidas em vítimas MK pelas mesmas pessoas que as contam os contos de fadas. Apesar dessas referências, pode-se argumentar que a música em si pode ser interpretada como querendo "amor verdadeiro" e não "faz de conta". Bem, como sempre podemos nos voltar para o vídeo para esclarecimento ... e nesse vídeoestá muito claro que não há amor envolvido.

Cheio de flashes semi-subliminares de palavras poderosas e imagens horríveis, o vídeo não faz alusões a um interesse amoroso, mas a abundância de referências ao controle mental. Algumas das frases que piscam na tela são reais mantras marteladas na cabeça das vítimas de controle mental para confundir e traumatizá-los.

 "O amor é dor" é citado no livro de Fritz Springmeier de "A Fórmula Illuminati para criar uma escrava controlada mentalmente" como uma das inversões reais utilizadas por manipuladores de controle mental em suas vítimas. Os escravos são programados para perceber realmente a tortura como uma forma de amor. Do livro: "O programador também leva em consideração o que são chamados de" palavras de poder ". Essas são palavras que têm significado especial para a pessoa. Os programadores também gostam de usar reversões e trocadilhos, por exemplo (...) "A vida é a morte, e morte é vida", "A dor é amor, e o amor é dor."

Esta estranha imagem pisca por cerca de meio segundo.

O vídeo começa com uma espécie de procissão ritualística, onde Natalia - vestida de vermelho, a cor do sacrifício oculto - é forçosamente levada a algum lugar por homens da tropa de choque. A cena é salpicada com flashes curtos mostrando a polícia espancando as pessoas durante um motim - colocando o vídeo no contexto de um Estado policial opressor.

Natalia como Chapeuzinho Vermelho ... levando-a para os lobos.

Natalia é seguida por mulheres vestidas de preto e segurando uma bandeira vermelha, aludindo ao caráter de ritual de procissão. Ela é levada para um prédio seguro onde ela é forçada a participar de um jantar altamente simbólico.
Sob a supervisão da polícia da tropa de choque, o jantar tem lugar em um chão
quadriculado - o piso maçônico ritualístico é destaque em inúmeros outros vídeos

A mesa de jantar em si é repleta de símbolos alusivos ao controle mental. Alguns exemplos:

Um bolinho com comprimidos - misturando as coisas que crianças gostam com a causa de seu abuso.

Bonecas sem membros na mesa de jantar. Como em Zombie,  
manequins sem braço representam a impotência dos escravos controle mental.

Convidados do jantar usando máscaras de coelho branco. Em Alice no País das Maravilhas,
Alice seguiu o coelho branco no buraco, levando-a ao País das Maravilhas. Na programação Monarca o escravo é dito: "siga o coelho branco" para alcançar maravilhas - 
uma palavra de código para a dissociação total. No vídeo, o coelho branco está engolindo 
uma pílula, dizendo Natalia fazer o mesmo.

Em outra cena, Natalia é vista sendo cegada pelas mãos de várias pessoas invisíveis. Esta imagem simbólica é também utilizada em outras vídeos com tema de mente controlada para representar os manipuladores cegando e controlando os escravos.

Em cima: Natalia Kills no País das Maravilhas; abaixo: Rihanna no pequeno vídeo publicitário 
do seu perfume . Ambos os vídeos contêm simbolismo Monarca pesados ​​e ambos apresentam 
esse cenário preocupante.

O jantar é realizado sob a supervisão de policiais da tropa de choque. Como vimos em artigos anteriores, há um esforço consciente para "normalizar" a presença desses símbolos de um estado policial na cultura popular, daí a sua presença em vários vídeos musicais e apresentações musicais.

Polícia NOM supervisiona o processo de controle mental (o jantar) acontecendo.

Depois de "estalar as pílulas", Natalia se torna um pouco barulhenta, o que levou a polícia a invadir o local e selvaticamente espancá-la. Ela é então levado para fora, onde o seu sacrifício terá lugar.

 Um carrasco de estilo medieval corta a cabeça de Natalia.

No início do vídeo, Natália mostrou vestidos vermelhos (a cor do sacrifício) e seguido por mulheres vestidas de preto (morte e luto) . Seu sacrifício ritual foi planejado desde o início. Em termos de control mental, o processo causou Natalia a dissociar, ir ao país das maravilhas e "perder a cabeça". A transformação, que ocorreu no chão quadriculado, fez Natália perder o controle de sua mente e de suas ações. Através do trauma de opressão, drogas e abuso físico, Natalia foi dissociada e levada para o País das Maravilhas, o único refúgio para o seu trauma.

Enquanto o machado cai, rasga a tela e a palavra Wonderland, "maravilhas", aparece em vermelho, associando-se a cabeça de corte com o verdadeiro significado da palavra "maravilhas" nessa canção. O vídeo termina com uma imagem inspiradora, destinada a erguer uma geração de mentes jovens :

A cabeça de Natalia decepada com um bando de moscas à sua volta. 
Um símbolo adequado da nossa cultura pop.

Conclusão

Enquanto os pop stars veteranos perdem sua vantagem e sua "mágica", vêm os recém-chegados à cena para encantar os fãs de pop mais uma vez. As gravadoras e a indústria fonográfica Illuminati como um todo está consciente da natureza do negócio, a qual é alimentada por jovens constantemente buscando a emoção barata e próxima a tendência mais quente. Em questão de meses, os fãs podem dizer "OMG ela é a melhor e vou adorá-la pra sempre" para "Ahh, chata". Então, no caso se as pessoas se cansarem de Lady Gaga, a gravadora já está preparando a próxima geração para servir o simbolismo dos Illuminati.

Como o público se torna cada vez mais insensíveis à Agenda, vídeos continuam marchando em direção a retratos mais gráficos e sem censura de controle mental, que é sem dúvida a prática mais sádica e maligna no mundo. Vídeos de Natalia podem ser lidos como um diário de uma vítima monarca, onde ela descreve um mundo dominado pela opressão, tortura, violência, abuso sexual e drogas. O mundo horrível de escravos Monarca é exposto enquanto Natalia é abusada e degradada por forças invisíveis, mas a coisa toda se apresenta como lindo e elegante.

Natalia não desfruta atualmente o nível de exposição de Rihanna e Lady Gaga. Ela porém tem tudo para se tornar uma favorita na indústria - uma candidata perfeita para liderar uma nação de "zumbis ao País das Maravilhas".


Fonte: VigilantCitizen

28 comentários »

  • slim shady said:  

    danizudo faz uma analise do slipknot muitos dizem que sao satanista mas tambem outros dizem que é só jogada de marketing pq o santanismo "illuminati" trabalha com mensagens subliminares e não tão explicito

  • Elisangela said:  

    só quero saber de uma coisa . eu quero ser modelo tem alguma coisa ver com o controle monarca? sei lá tudo agora se envolve nas sutilezas satanicas

  • Elisangela said:  

    eu queria também saber dos cantores brasileiros?
    só tem os internacionais é?
    dizem que IVETE SANGALO faz parte do controle e outros .
    Eu estou aguardando respostas

  • Elisangela said:  

    procure também saber sobre big time rush uma banda aiii que ja tem fãns aqui no brasil. as maiorias das musicas deles ñ são tão boas assim não. será que eles venderam as almas dele ?
    e porque ta aparecendo tanto cantor assim?
    porque todo mundo quer ser cantor?
    e porque de uma hora pra outra aparece um cantor famoso que eu nunca vi na vida ???

    esperando por respostas ...

  • Elisangela said:  

    poxa uma vez tentei fazer um blog sobre esse negocio de illuminati fique doida . eu ñ tenho paciencia de ficar catando vitimas monarcas não e também algo prescioso a sabedoria no mesmo dia que entrou na minha mente de fazer um blog na mesma hora deu uma preguiça...

    não sei danizudo como você consegue ter uma paciencia de jó ! continue assim

  • EVELLYN FREIXO said:  

    Danizudo você pode fazer uma analise no Evanescence?Eu gosto muito dessa banda e queria muito saber se eles tb estão envolvidos com os iluminates!Você poderia fazer isso?Obs:Eu amo seu blog suas postagem são muito interesantes!!

  • Fernanda e Thalita said:  

    Nossa eles estão dando muito na cara ......

  • pokeall said:  

    Evellyn, o Evanescence é sim fatoche dos illuminatis. Se vc analisar as capas dos albus e outras imagens, vai poder ver borboletas, alusões ao olho de lucifer. E mt mais.

  • liberiangirl77 said:  

    Concordo com a Elisangela. Já está mais do que na hora de expor os artistas do Brasil! Toda vez que alguém toca no assunto é simplesmente ignorado! Há dezenas de blogs como esse, porém todos falam dos mesmos de sempre: Lady Gaga, Beyoncé, Jay Z. Ok, já entendemos o que esse pessoal faz. Agora falta falar sobre os brasileiros. Nós vivemos no Brasil e se a Industria da Música é controlada(como já foi provado por A mais B) então esse controle também existe aqui e é mto importante sabermos de que maneira ele está implantado para evitar escutar músicas com conteúdo não-cristão. Ivete Sangalo como a colega disse acima já seria um bom começo.

  • EVELLYN FREIXO said:  

    Seria bom se o Danizudo fizesse uma analise tanto no Evanescence quanto no Slipknot!!

  • Rafael Brucy S. P. said:  

    As coisas estão cada vez mais explícitas só não vê quem não quer.
    O cerco está se fechando e o povo não está percebendo (ou insiste em não acreditar ).

  • .red. said:   Este comentário foi removido pelo autor.
  • Marcelo said:  

    NO inicio do video "wonderland" as mulheres de preto usam brincos em forma de cruz invertida..reparem.

  • Jah Soldier said:  

    Olha essa camisa do Kanye West, e o chilique que ele deu só por um erro do técnico de iluminação...Abços e fica com Deus!

  • José Arlan said:  

    Danizudo, vc poderia fazer uma análise no filme O preço do Amanhã com Justim Timberlake??? assistir ao filme este final de semana e achei muitas coisas estranhas, poderia fazer uma análise????

  • Helen Caroline said:  

    Mt boa materia. Gostaria de pedir também que desse uma olhadinha na nova embalagem da coca cola, de 125 anos, onde tem um casal meio estilo anos 70 seilá, e a menina esta com os dedos estranhos, parece que fazendo algum gesto. Inclusive me lembrou até um pouco oque a menina faz no filme 'simplesmente feliz.'enfim, se alguem também viu e pensou como eu, ou se for engano que tirem minha duvida. por favor.

  • Flor said:  

    Olá,

    essa matéria me fez lembrar da música e do clip de "Zombie" do The Cramberries. Achei interessante, pois a música na época que foi lançada tinha um cunho político. Porém, relacionando o clip com a letra eu senti que vai além de uma denúnica política... será só suspeita minha, Danizudo? Não sei do hitórico da banda em relação à indústria musical. Gostaria que você, se puder, analise. A música é dos anos 1990, as coisas não eram tão explícitas, ainda não haviam as Lady Gagas da vida, mas a indústria de entretenimento já tinha seu império...

  • Flor said:  

    Essa matéria me fez lembrar a música e clip "Zombie" da banda "The Cramberries". Se puder, dê uma olhadinha e analise... A música é dos anos 90, criticava a disputa entre católicos e protestantes na Irlanda do Norte. Porém, analisando a letra da música, será que há outra crítica embutida? O uso do termo "zumbi", crianças sendo exploradas, me intrigaram... gostaria de saber sua opinião... talvez a música tenha apenas o cunho político...ou não

  • Maquir Alves said:  

    Que coisa horrível! E infelizmente isso acaba virando tendencia entre a população fazendo com que eles se acostumem a essa barbaridades e até achem legal como por exemplo: ó! você viu o clipe da Natalia Kills muito loko! Eu gostei muito da musica, dos efeitos especias é muito show, etc. E acabam não vendo o verdadeiro significado de toda essa carnificina. É triste. Quanto mais pessoas souberem da verdade melhor.

  • Jota said:  

    Caro amigo
    Um tema que vejo recorrente na atual industria televisiva, na internet e em video-games, são os tais zumbis, há uma infinidade de produção sobre o tema, mas ainda não entendi ao certo qual a sua significação. Poderia ser feito um artigo com os mesmos moldes da análise "por que tantos robôs" (que me pareceu bastante elucidativo) que explicasse "por que tantos zumbis".
    São temas abordados pela indústria de forma massificante em determinado período de tempo, que aparecem do nada e de repente conseguem diversos adeptos, alguma coisa não fecha nesse raciocínio e os debates aqui podem ajudar a esclarecer
    Obrigado.

  • Jota said:  

    Caro amigo
    Um tema que vejo recorrente na atual industria televisiva, na internet e em video-games, são os tais zumbis, há uma infinidade de produção sobre o tema, mas ainda não entendi ao certo qual a sua significação. Poderia ser feito um artigo com os mesmos moldes da análise "por que tantos robôs" (que me pareceu bastante elucidativo) que explicasse "por que tantos zumbis".
    São temas abordados pela indústria de forma massificante em determinado período de tempo, que aparecem do nada e de repente conseguem diversos adeptos, alguma coisa não fecha nesse raciocínio e os debates aqui podem ajudar a esclarecer
    Obrigado.

  • Vitinho! said:  

    estou com medo da Natalia

  • Ramza said:  

    Concordo com quem disse que devem ser feitos mais artigos e análise em relação à Industria da Música no Brasil. Já sabemos que há muita coisa corrupta nos EUA, Europa, Ásia, Reuino Unido etc, porém muitos tem dificuldade em como começar a pesquisar fatos e histórias de nosso país.

    Você já fez um bom trabalho mostrando aos leitores desse blog coisas como o ocultismo e as sociedades secretas, Danizudo. Boa parte do material daqui vem de sites como vigilantcitizen.com e espada.eti. Então, por que não mudar um pouco o foco e deixar que nós verifiquemos esses sites estrangeiros (nos incentivando a ir atrás de fontes, pesquisar, aprender cada vez mais) e abordar temas sobre o que é daqui?

    Assuntos como sociedades secretas no Brasil e figuras políticas daqui envolvidas com elas; a criação das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e outras; letras de músicas de artistas brasileiros (citando como exemplo a letra Sem Lenço Sem Documento de Caetano Veloso, que supostamente criou essa música para ir contra a Lucy in the Sky with Diamonds dos Beatles, que faz alusão ao LSD) e outras coisas poderiam ser abordadas aqui nesse blog, fazendo com que ele perca parte do caráter de se reproduzir o que é escrito por pessoas lá do exterior.

  • Ramza said:  

    Concordo com quem disse que devem ser feitos mais artigos e análise em relação à Industria da Música no Brasil. Já sabemos que há muita coisa corrupta nos EUA, Europa, Ásia, Reuino Unido etc, porém muitos tem dificuldade em como começar a pesquisar fatos e histórias de nosso país.

    Você já fez um bom trabalho mostrando aos leitores desse blog coisas como o ocultismo e as sociedades secretas, Danizudo. Boa parte do material daqui vem de sites como vigilantcitizen.com e espada.eti. Então, por que não mudar um pouco o foco e deixar que nós verifiquemos esses sites estrangeiros (nos incentivando a ir atrás de fontes, pesquisar, aprender cada vez mais) e abordar temas sobre o que é daqui?

    Assuntos como sociedades secretas no Brasil e figuras políticas daqui envolvidas com elas; a criação das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e outras; letras de músicas de artistas brasileiros (citando como exemplo a letra Sem Lenço Sem Documento de Caetano Veloso, que supostamente criou essa música para ir contra a Lucy in the Sky with Diamonds dos Beatles, que faz alusão ao LSD) e outras coisas poderiam ser abordadas aqui nesse blog, fazendo com que ele perca parte do caráter de se reproduzir o que é escrito por pessoas lá do exterior.

  • Ane Santos said:  

    Danizudo, esta questão do controle monarca estou começando a compreender,porém me vem uma dúvida: Como isso é feito? Após a pacto ou vice e versa, os artistas estão cientes que sofrem estes abusos? Se não estão como é que aceitam fazer estes vídeos? Não sabem o que estão fazendo? E como se dá este tratamento? São forçados? Pego a força? Enganados ou vão por livre e espontânea vontade para cumprir as determinações do pacto? Por falar nisso na série True Blood na 2° temporada é bem interessante e reflete claramente esta questão de controle mental.Aliás esta série é beeem ocultista se puder conferir vai tirar suas próprias conclusões. Danizudo se puder me responder vou te agradecer muito. Abraços!!!

  • Liliane Vital's singer said:  

    Danizudo, eu gostaria que voce fizesse uma análise na musica This Time Around, ou Unbreakable do Michael Jackson..POR FAVOR, POR FAVOR, POR FAVOR!!!!!!!

  • super mas said:  

    Tem uma musica do The pretty reckless
    Que é mas ou menos assim
    Eu sou eu sou um zumbi
    Ola ola me empurre (Não me lembro exatamente de como é a tradução da musica)

  • Anônimo said:  

    Eu conheço a cantora Natália e realmente desde o começo notei algo de extranho nela mas eu gosto de ouvir as músicas dela inclusive wonderland

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.